Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
nycolas95

Qual a diferença entre um capacitor de tantalo e um eletrolitico?

Recommended Posts

Gostaria de saber se posso usar no lugar de um capacitor de tântalo, um capacitor eletrolitico.

Fora a polariedade, quais são as diferenças entres os dois?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ambos são capacitores eletrolíticos, de tântalo ou de alumínio.. Ambos exigem correta polarização.

Os capacitores eletrolíticos de tântalo tem algumas vantagens sobre seus irmão de alumíno.

São menores (menor volume para mesma capacitância). Também são muito mais estáveis no valor de sua capacitância, tem um vazamento muito menor e tem baixa impedância em alta frequência (na prática um baixo ESL se comparado com o de alumínio).

Tem algumas desvantagens dentre as quais uma intolerância muito maior a surtos de tensão e a inversão de polaridade.. (nenhum dos dois tolera, mas o tântalo tolera menos que o eletrolítico de alumínio).

Mas objetivando a resposta..

Se a tolerância de capacitância, se o volume e se o ESL não forem importantes na aplicação ai, pode sim usar o eletrolítico de alumínio no lugar do eletrolítico de tantalo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então quer dizer que se eu estiver montando um circuito astavél com o 555 poderei usar um eletrolitico no local em que se pede um de tantalo?

Em filtros de fonte, seja de computador ou de bancada, poderei substituir também o de tantalo pelo eletrolitico, correto? (na parte de filtro)

@Edit suponhamos que o volume não é relevante nesses casos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Então quer dizer que se eu estiver montando um circuito astavél com o 555 poderei usar um eletrolitico no local em que se pede um de tantalo?

Em filtros de fonte, seja de computador ou de bancada, poderei substituir também o de tantalo pelo eletrolitico, correto?

@Edit suponhamos que o volume não é relevante nesses casos.

Tântalo são usados geralmente onde não se tem espaço (num celular por exemplo) ou onde se quer uma capacitância pouco variável, estável portanto e/ou onde se deseja uma capacitância maior com um baixo ESL..

Em temporizadores se usa tântalo quando as constantes de tempo forem elevadas. O tântalo, por ter menor fuga também, vai fornecer uma repetibilidade da constante RC maior que o de alumínio..

O tântalo geralmente é mais caro para a mesma capacidade e são difíceis de ser encontrados com tensões mais altas.. Ficam limitados ai pelos 35 a 50 Volts no máximo....

No seu astável com 555 não vejo nenhuma boa razão para, obrigatoriamente, ter de usar tântalo..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigado faller, é que estou montando sua fonte, e pedi capacitor de tantalo na eletronica, ele me deu eletrolitico e disse que será a mesma coisa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Obrigado faller, é que estou montando sua fonte, e pedi capacitor de tantalo na eletronica, ele me deu eletrolitico e disse que será a mesma coisa.

Sim, pode ser, porém com um pequeno ajuste.

Veja ai direto do datasheet:

"In general, the best type of capacitors to use are solid tantalum. Solid tantalum capacitors have low impedance even at high frequencies. Depending upon capacitor construction, it takes about 25 μF in aluminum electrolytic to equal 1 μF solid tantalum at high frequencies. Ceramic capacitors are also good at high frequencies; but some types have a large decrease in capacitance at frequencies around 0.5 MHz. For this reason, 0.01 μF disc may seem to work better than a 0.1 μF disc as a bypass.

Although the LM138 is stable with no output capacitors, like any feedback circuit, certain values of external capacitance can cause excessive ringing. This occurs with values between 500 pF and 5000 pF. A 1 μF solid tantalum (or 25 μF aluminum electrolytic) on the output swamps this effect and insures stability. "

Se estás substuindo o cacitor de 1uF de tantalo, nessa aplicação em um CI regulador, use um de 25uF de alumínio, conforme pede o datasheet.

Sempre o datasheet. Ele deve ser a biblia do projetista/montador..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
intolerância muito maior a surtos de tensão e a inversão de polaridade.. (nenhum dos dois tolera, mas o tântalo tolera menos que o eletrolítico de alumínio).

Desculpa interromper...

Esse comentário me fez recordar uma antiga duvida minha. Qual é o grau de importancia da polarização de um capacitor electrólitico?

Segundo algumas teorias fuscas e pesquisas mal feitas, a resposta foi "não há importancia nenhuma visto que os electrões estão sempre mudando de placa nas cargas e descargas, invertendo constantemente a polaridade do capacitor." Será isso verdade?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Desculpa interromper...

Esse comentário me fez recordar uma antiga duvida minha. Qual é o grau de importancia da polarização de um capacitor electrólitico?

Segundo algumas teorias fuscas e pesquisas mal feitas, a resposta foi "não há importancia nenhuma visto que os electrões estão sempre mudando de placa nas cargas e descargas, invertendo constantemente a polaridade do capacitor." Será isso verdade?

Essa resposta é válida para capacitores não polarizados (os eletrolíticos são polarizados)

Com a inversão de polaridade eles aquecem e explodem. Os de tântalo muito mais rapidamente, quase que imediatamente a aplicação da polaridade invertida.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Essa resposta é válida para capacitores não polarizados (os eletrolíticos são polarizados)

Com a inversão de polaridade eles aquecem e explodem. Os de tântalo muito mais rapidamente, quase que imediatamente a aplicação da polaridade invertida.

Os de Tantalo permite uma Possibilidade de carga e descarga muito mais rápida também certo??

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Os de Tantalo permite uma Possibilidade de carga e descarga muito mais rápida também certo??

Nunca vi nenhuma referência a isso..

A carga e descarga de um capacitor é regida pela constante RC, ou seja, depende da resistêncioa (ou da corrente imposta) e do valor da capacitância. Até onde sei não é dependente da sistemática de fabricação do mesmo..

1 uF de papel, eletrolítico de tântalo, eletrolítico de alumínio, estiroflex ou seja lá que outra tecnologia de fabricação, apresentarão a mesma capacidade para carga e descarga, ou seja a mesma constante RC, para um mesmo valor de R

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa noite pessoal, estou terminando de montar a fonte do @faller e pedi na eletrônica capacitores de tântalo de 1uf 35V, quando cheguei em casa que abri o pacote me deparei com 2 peças de 3 terminais com o código 105 35K.

E agora qual terminal é positivo e qual é negativo? Não sabia que tinha capacitor de tântalo com 3 terminais.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O positivo é o da esquerda e o negativo o da direita o do meio é neutro. ... . .🤭

Espero que não se irrite, tenha bom humor e tenha entendido a mensagem subliminar 😁

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
14 horas atrás, Isadora Ferraz disse:

O positivo é o da esquerda e o negativo o da direita o do meio é neutro. ... . .🤭

Espero que não se irrite, tenha bom humor e tenha entendido a mensagem subliminar 😁

Tem uma piada ai no meio? Eu não captei. Se eu medir a capacitância entre os terminais de fora, da um valor alto acima de 40uF, se eu medir entre um terminal de fora qualquer e o do meio ai sim eu obtenho 1uF.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

1.jpg>1k.txt... ok ... não é qualquer um que entende isso. Mas é o seguinte... publique foto da peça rara. Nesta existência, nunca vi capacitor tantalo de 3 terminais. Com um pouco de vergonha, consutei o google imagens e nem ele me mostrou.

8 horas atrás, Marcelotronic disse:

Se eu medir a capacitância entre os terminais de fora, da um valor alto acima de 40uF, se eu medir entre um terminal de fora qualquer e o do meio ai sim eu obtenho 1uF.

Talvez os terminais de fora sejam o mesmo. Neste caso mediu alto pois estão em contato. Encoste uma ponteira na outra pra você ver.

De novo, foto. Vamos aprender juntos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
35 minutos atrás, Isadora Ferraz disse:

Nesta existência, nunca vi capacitor tantalo de 3 terminais

Será que venderam um filtro cerâmico em lugar do capacitor?

36 minutos atrás, Isadora Ferraz disse:

De novo, foto

Concordo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Isadora Ferraz disse:

Nesta existência, nunca vi capacitor tantalo de 3 terminais. Com um pouco de vergonha, consutei o google imagens e nem ele me mostrou.

Eu também nunca vi. 

E também já procurei no Google imagens que não achou nada. 

2 horas atrás, Ricardo S Ferreira disse:

Será que venderam um filtro cerâmico em lugar do capacitor?

Faz sentido... 

2 horas atrás, Isadora Ferraz disse:

De novo, foto.

Também concordo. 

2 horas atrás, Isadora Ferraz disse:

Talvez os terminais de fora sejam o mesmo. Neste caso mediu alto pois estão em contato.

Acho que não, em contato não há carga do capacitor, então não há capacitancia pra medir, o resultado será zero. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
agora, Mestre88 disse:

Acho que não, em contato não há carga do capacitor, então não há capacitancia pra medir, o resultado será zero. 

depende do capacímetro e do seu método de medição. Tenho 2. Um deles quando em curto aparece I.   = aberto da resistência ou se na escala de 200uF ...

10 horas atrás, Marcelotronic disse:

da um valor alto acima de 40uF

.. .  ... como se fosse acima de 40... ou seja o mesmo I.

 

Já outro que deve usar outra metodologia de medição, dá valores ndv...

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, Ricardo S Ferreira disse:

Será que venderam um filtro cerâmico em lugar do capacitor?

Concordo.

Sobre esse filtro eu achei informações mas a identificação do componente não era nada parecido com que eu tinha em casa.

4 horas atrás, Isadora Ferraz disse:

1.jpg>1k.txt... ok ... não é qualquer um que entende isso. Mas é o seguinte... publique foto da peça rara. Nesta existência, nunca vi capacitor tantalo de 3 terminais. Com um pouco de vergonha, consutei o google imagens e nem ele me mostrou.

Talvez os terminais de fora sejam o mesmo. Neste caso mediu alto pois estão em contato. Encoste uma ponteira na outra pra você ver.

De novo, foto. Vamos aprender juntos.

Quando chegar em casa, vou tirar foto do componente, só não sei se vou conseguir focar a identificação mas esta escrito 105 35 K. Que raiva que da, só tenho tempo de ir nessa loja no sábado porque fica em outra cidade.

1 hora atrás, Isadora Ferraz disse:

depende do capacímetro e do seu método de medição. Tenho 2. Um deles quando em curto aparece I.   = aberto da resistência ou se na escala de 200uF ...

.. .  ... como se fosse acima de 40... ou seja o mesmo I.

 

Já outro que deve usar outra metodologia de medição, dá valores ndv...

Meu multimetro só mede até 40uF, é um automotivo da Minipa MA 149, por isso disse que o valor era maior.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Marcelotronic disse:

Meu multimetro só mede até 40uF, é um automotivo da Minipa MA 149, por isso disse que o valor era maior.

Suspeitei desde o princípio. Por isso que te pedi pra testar...

6 horas atrás, Isadora Ferraz disse:

Encoste uma ponteira na outra pra você ver.

... e confirmar a teoria que o seu é o mesmo que o meu que disse no post acima. Obviamente não seria indicativo de > 40uF mas sim a resposta "natural" do medidor quando encontra uma ponteira na outra...

 

1 hora atrás, Marcelotronic disse:

só não sei se vou conseguir focar a identificação mas esta escrito 105 35 K

nem precisa. Confiamos em você. Só mesmo há a curiosidade sobre este componente "novo".

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
19 horas atrás, Isadora Ferraz disse:

Suspeitei desde o princípio. Por isso que te pedi pra testar...

... e confirmar a teoria que o seu é o mesmo que o meu que disse no post acima. Obviamente não seria indicativo de > 40uF mas sim a resposta "natural" do medidor quando encontra uma ponteira na outra...

 

nem precisa. Confiamos em você. Só mesmo há a curiosidade sobre este componente "novo".

Olha ai o componente alienígena, se eu utilizar o centro como comum eu tenho 1uF em qualquer ponta, seu eu medir continuidade entre as pontas é como se estivesse em curto, não há continuidade entre o comum e as pontas, o pior é que os terminais são do mesmo tamanho, só a diferença é o desenho no terminal das pontas.1505595598_WhatsAppImage2018-12-08at10_40.20(2).jpeg.0e1ed00c67391e5bbf2fcfc915d8116c.jpeg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
8 minutos atrás, Marcelotronic disse:

seu eu medir continuidade entre as pontas é como se estivesse em curto

Agora tá explicado. 

Tendo as pontas juntas podemos concluir que são apenas dois terminais. 

Sei lá se é de tantalo mesmo, porque não parece ter polaridade. 

Já inverteu as pontas do capacimetro pra ver se encontra 1uF também? 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Mestre88 disse:

Agora tá explicado. 

Tendo as pontas juntas podemos concluir que são apenas dois terminais. 

Sei lá se é de tantalo mesmo, porque não parece ter polaridade. 

Já inverteu as pontas do capacimetro pra ver se encontra 1uF também? 

 

Também tenho 1 uF invertendo as ponteiras, se for pra eu usar eletrolitico no lugar do tantalo, quantos uF eu uso nesse circuito:

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Marcelotronic disse:

Também tenho 1 uF invertendo as ponteiras,

 

1 hora atrás, Marcelotronic disse:

se for pra eu usar eletrolitico no lugar do tantalo, quantos uF eu uso nesse circuito

Já foi citado acima, é de 25uF. De 22uF serve, pois de 25V não existe mais pra vender.

Veja que o autor do tópico também estava na época montando o mesmo circuito que você. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×