Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
marcelo.br

Dúvida em montagem de fonte ajustável

Recommended Posts

Boa tarde!

Gostaria de saber o seguinte: pretendo monta ruma fonte ajustável com saída de 9v e 1,2A, usando o CI LM317.

É possível eu conseguir esses 1,2A na saída?

Se com esse CI não for posível, como eu faço para conseguir essa corrente?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ele, o LM317, garante até 1,5 Amperes de saída em uma montagem bem feita..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Ok. Mas eu consigo diminir essa corrente para 1,2 ou com 317 sempre vai sair os 1,5A?

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Você ajusta a tensão de saída.. a carga faz o resto...

    Quem determina a corrente é o circuito..

    Se colocares, como carga um resistor de 1k, com o CI ajustado para 9 Volts, passará pelo resistor uma corrente de 9/1000 = 9 mili Amperes. Se colocares um resistor de 10 Ohms passará por ele uma corrente de 9/10=900 mili Amperes..

    A referência de 1,5 Amperes para o CI representa sua corrente máxima, a maior corrente que ele vai conseguir oferecer, se a carga pedir...

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Ok. Mas eu consigo diminir essa corrente para 1,2 ou com 317 sempre vai sair os 1,5A?

    É o mesmo caso da torneira da sua casa, ela pode fornecer muitos litros d'agua,

    mas você só bebe o que necessita, não é mesmo?

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Ok! Se eu escolher um trafo com saída de 1,5A, é essa corrente que vai sair no final depois de passar pelo CI, não é? Se for 1,2A que sair do trafo, então será 1,2 na saída?

    Agora, se eu puser uma carga na saída da fonte, um resistor, eu consigo dar uma diminuída na corrente de 1,5 para sair 1,2?

    Outra coisa, a tensão de entrada do CI, a Vin, tem que ser 3v maior que a tensão de saída, não é?

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Ok! Se eu escolher um trafo com saída de 1,5A, é essa corrente que vai sair no final depois de passar pelo CI, não é? Se for 1,2A que sair do trafo, então será 1,2 na saída?

    Agora, se eu puser uma carga na saída da fonte, um resistor, eu consigo dar uma diminuída na corrente de 1,5 para sair 1,2?

    Outra coisa, a tensão de entrada do CI, a Vin, tem que ser 3v maior que a tensão de saída, não é?

    Se o trafo for de 1,2A, continuará tendo na saída do regulador os mesmos 1,5A. O problema aí é que depois de algum tempo o trafo irá aquecer até sair fumaça.

    Se você colocar uma carga na saída, um resistor além da carga que será alimentada, você só fará com que o trafo esfumasse mais rapidamente.

    O certo seria colocar o resistor em série com a carga, mas não seria o ideal visto que dissiparia muita potência no resistor.

    O ideal é você usar um trafo de 1,5A ou mais (Melhor com folga), e montar o circuito descrito na figura 13 do datasheet (Figure 13: Battery Charger (12V).

    Na verdade você só precisa fazer o circuito regulador que você já iria montar, mas acrescentando o resistor RS no pino 3.

    É ele quem determina a corrente máxima de saída.

    Inclusive lá em baixo da figura tem as fórmulas para calcular este resistor.

    Se precisar de uma fonte apenas com corrente limitada, Use o projeto da figura 10.

    http://www.datasheetcatalog.org/datasheet2/c/0hj5dxz6qa1kdqxjigl5zpok4iky.pdf

    Boa sorte.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Ok! Se eu escolher um trafo com saída de 1,5A, é essa corrente que vai sair no final depois de passar pelo CI, não é? Se for 1,2A que sair do trafo, então será 1,2 na saída?

    Agora, se eu puser uma carga na saída da fonte, um resistor, eu consigo dar uma diminuída na corrente de 1,5 para sair 1,2?

    Outra coisa, a tensão de entrada do CI, a Vin, tem que ser 3v maior que a tensão de saída, não é?

    A corrente especificada no transformador é a corrente máxima que ele pode fornecer, isso não quer dizer que a corrente na sua carga será de 1,2A o mesmo vale para o LM317 como o Faller ja explicou

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Não entendi muito bem essa sua insistência nos 1,2 Amperes na saída... Necessitas de uma fonte com corrente constante, ou a sua carga é especificada com 9 Volts x 1,2 Amperes simplesmente, dizendo qual a máxima corrente que ela haverá de solicitar?? O que vais alimentar???

    Se sua carga haverá de demandar 9V x 1,2 Amperes, pode colocar ai para alimentar a mesma uma fonte que dê 9V 1,2 A, ou 9V x 1,5 A ou uma fonte que consiga entregar 9V x 40A.. Não tem o menor problema, a carga se acerta

    O que não deve é:

    Ser diferente de 9 Volts

    Ter cacidade de entrega menor que 1,2 Amperes

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Não entendi muito bem essa sua insistência nos 1,2 Amperes na saída... Necessitas de uma fonte com corrente constante, ou a sua carga é especificada com 9 Volts x 1,2 Amperes simplesmente, dizendo qual a máxima corrente que ela haverá de solicitar?? O que vais alimentar???

    Se sua carga haverá de demandar 9V x 1,2 Amperes, pode colocar ai para alimentar a mesma uma fonte que dê 9V 1,2 A, ou 9V x 1,5 A ou uma fonte que consiga entregar 9V x 40A.. Não tem o menor problema, a carga se acerta

    O que não deve é:

    Ser diferente de 9 Volts

    Ter cacidade de entrega menor que 1,2 Amperes

    Beleza, entendi sua colocação. Na verdade, dentro do aparelho que eu vou alimentar tem um regulador 7805,

    que entrega 5v. Como esses reguladores pedem tensão de entrada de no mínimo 3v acima da tensão de

    saída, então uma tensão acima de 9v não seria problema, mas eu queria que a tensão que sai da fonte

    fosse mais próxima desse mínimo para não esquentar muito o regulador e o aparelho, daí então os 9v. Estou

    tentando montar uma fonte igual a uma que especifica 9v e 1,2 na sua saída, só que essa que eu vou montar

    eu quero que seja regulável para sair exatamente os 9v, pelo motivo que eu escrevi acima.

    Agora quanto à corrente, se sai então 1,5 da fonte não quer dizer que são 1,5A que irão alimentar o

    aparelho, não é? Desses 1,5A, o aparelho vai usar somente o que precisa, no caso os 1,2A, isso mesmo?

    Acho que é isso que você disse, a máxima corrente que a carga vai precisar são os 1,2A.

    Outro dia eu liguei a fonte original (a que eu estou tendo como

    modelo) na tensão aqui que é de 127Vac. Notei que essa fonte esquentou muito. Depois resolvi fazer um

    teste, ligando essa fonte no estabilizador para PC daqui, de115Vac na sua saída.

    Percebi que a fonte esquentou menos, e o próprio aparelho também esquentou menos em vista de antes

    (nos 127v).

    Essa fonte foi projetada para trabalhar com tensão de entrada de 117v. Como eu a liguei em 127v,

    testei com um multimetro e estava saindo do secundário 11v. Ao ligar em 115v, saiu 10v do secund.

    Com certeza a corrente deve ter diminuído também. Ligando em 127v, os diodos deveriam estar recebendo

    uma corrente próxima do seu limite e esquentando muito, daí a alta temperatura da fonte.

    Se for possível, eu gostaria que a tensão da fonte que vou montar fosse constante, de 1,2.

    Aí independente da tensão e corrente que saem do trafo, o restante do circuito com o 317 rsolve o resto.

    É possível uma 1,2A constante?

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Com você imagina que uma fonte de corrente constante regula essa corrente, visto que a carga pode ser variável????

    Variando a tensão...

    Quando uma carga puder tomar uma corrente variável é impossível você ter uma fonte com tensão e corrente fixas, constantes, na saída..

    Sua concepção disso dai está equivocada

    Certo essa sua preocupação de manter 3 Vlts acima dos 5 Volts do regulador interno, para diminuir a dissipação nele.

    Pois faça ai um regulador de 8 a 9 Volts e deu. Nenhuma preocupação a mais...

    Note, a dissipação sairá de dentro do equipamento com o regulador 7805 e migrará para o LM317.. Para eliminar ou minorar esse aquecimento como um todo, somente usando fonte de maior eficiência, uma chaveada por exemplo..

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Com você imagina que uma fonte de corrente constante regula essa corrente, visto que a carga pode ser variável????

    Variando a tensão...

    Quando uma carga puder tomar uma corrente variável é impossível você ter uma fonte com tensão e corrente fixas, constantes, na saída..

    Sua concepção disso dai está equivocada

    Certo essa sua preocupação de manter 3 Vlts acima dos 5 Volts do regulador interno, para diminuir a dissipação nele.

    Pois faça ai um regulador de 8 a 9 Volts e deu. Nenhuma preocupação a mais...

    Note, a dissipação sairá de dentro do equipamento com o regulador 7805 e migrará para o LM317.. Para eliminar ou minorar esse aquecimento como um todo, somente usando fonte de maior eficiência, uma chaveada por exemplo..

    Bom então a fonte, se fosse de corrente constante, sempre iria alimentar a carga com 1,2A, nem mais nem menos, nunca conseguiria suprir apenas a necessidade da carga se ela precisasse de corrente menor. Entendi certo?

    Se a carga pode variar sua necessidade de corrente, a tensão também teria de variar diante da variação de corrente? É impossível então a carga variar a corrente sem variar tensão?

    Sobre fazer um regulador de 8 a 9 Volt, você está me indicando fazer uma fonte regulada com o LM7808 ou 09?

    Se for, até que a tensão sairia os 9v, esses reguladores enrtegam apenas 1A na saida, Aí se a carga precisar de variação de corrente de até 1,2A, esse tipod e fonte não supriria. A tensão estaria ok, mas a corrente seia de 1A, pouco para a carga.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Se a carga pode variar sua necessidade de corrente, a tensão também teria de variar diante da variação de corrente?

    claro que nao...

    É impossível então a carga variar a corrente sem variar tensão?

    olha so, imagina ai que você quer os 9V fixos.

    ai digamos que o circuito ta consumindo 1A

    qual a resistência do circuito?

    R = V/I R= 9/1 = 9 ohms

    agora vamos mudar a corrente pra 100A (olha que a tensão ainda vai ficar 9V)

    R = V/I R =9/100 = 0,09 ohms

    viu? perfeitamente possível deixar a tensão fixa e variar a corrente.

    se voce quiser fazer uma fonte com um trafo 12V e 1000000000000000000A

    para alimentar um circuito que precise de 12V e 0,000000000000000001A

    não vai ter problema nenhum. pois seu circuito so vai consumir 0,000000000000000001A

    a especificação de corrente ai do trafo, é o maximo de corrente que ele pode lhe oferecer. isto serve ai para os reguladores, o maximo que o 78xx aguenta é 1,5A. (nao quer dizer que vai sair fixo 1,5A).

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Sobre fazer um regulador de 8 a 9 Volt, você está me indicando fazer uma fonte regulada com o LM7808 ou 09?

    Não amigo, você está delirando. Falei fazer com o LM317 mesmo..

    Assim ó, e mais nada..

    Reguladorde8a9VoltscomoLM317.jpg

    Para ajustar você deixa a carga solicitar o máximo de corrente que ela pode pedir, mede a tensão de saída, dos 5 Volts lá do regulador 7805 de seu equipamento e regula a tensão de 8 a Volts dai desse regulador externo tentando colocar a menor tensão possível nesse de 8 a 9 de modo a que os 5 Volts se mantenham nominais..

    Essa de colovcar um pré-regulador é a preocupação com um detalhe provavelmente ínfimo e sem necessidade, mas se você quer fazer, faça.. Tanto menor a tensão de entrada no regulador de 5 Volts menor seu aquecimento.

    3Volts x 1,2 amperes será a melhor condição para minorar seu aquecimento.. Mesmo assim será de 3,6 Watts...

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • como eu posso fazer para medir a máxima corrente que a carga vai solicitar? Terei de testar com um multimetro? Como faço esse teste?

    No circuito você colocou dois resistores R2 e R3, quem vai fazer a regulagem é o R3. Pode ser um potenciometro de 220R?

    Mas qual é a função desse R2?

    Ok, então eu vou regular o R3 para a menor tensão entre 8 e 9v desde que o 7805 continue a entregar seus 5v, correto?

    Essa regulagem do R3 eu posso fazer com o aparelho e a fonte ligados continuamente ou eu tenho que desligar tudo cada vez que eu for regular o potenciometro?

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    como eu posso fazer para medir a máxima corrente que a carga vai solicitar? Terei de testar com um multimetro? Como faço esse teste?

    Sei lá, não sei qual é sua carga, não sei o que vais alimentar...

    Fosse um equipamento de som, um amplificador por exemplo, tanto maior o volume maior a demanda de potência, maior a corrente..

    No circuito você colocou dois resistores R2 e R3, quem vai fazer a regulagem é o R3. Pode ser um potenciometro de 220R?

    Mas qual é a função desse R2?

    Pode sim ser um potenciômetro de 220 R. Ai só muda um pouco a máxima tensão do ajuste, sobe um pouco..

    A função do R2 é definir uma mínima tensão de ajuste, por volta dos 8 Volts. Sem ele, a fonte iria variar de 1,25 Volts a 9 volts..

    Ok, então eu vou regular o R3 para a menor tensão entre 8 e 9v desde que o 7805 continue a entregar seus 5v, correto?

    Essa regulagem do R3 eu posso fazer com o aparelho e a fonte ligados continuamente ou eu tenho que desligar tudo cada vez que eu for regular o potenciometro?

    Não só pode como deve.. Somente desse modo vais fazer ela de modo decente

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • A função do R2 é definir uma mínima tensão de ajuste, por volta dos 8 Volts. Sem ele, a fonte iria variar de 1,25 Volts a 9 volts..

    Ok!

    você me explicar como calculou para achar o R2? Que calculos você utilizou?

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Ok!

    você me explicar como calculou para achar o R2? Que calculos você utilizou?

    É simples..

    Queria uma variação de algo como 1 Volt ao acionar o potenciômetro, para poder regular de 8 a 9 Volts..

    Portanto a corrente pelo potenciômetro, escolhido como 200 Ohms, deveria ser de I=1/200 = 0,005 Amperes..

    Sabendo que o CI Lm317 vai fazer tudo para deixar uma tensão de 1,25 Volts entre o pino de saida e seu pino de ajuste, e sabendo da corrente desejada de 5 mA por ali, se calcula R1..

    R1 = 1,25/0,005 = 250 ohms que trouxe para um valor comercial, de 220 ohms..

    Agora, seno o resistor polarizador de 220 ohms a real corrente de polarização iria ser de 1,25/220 = 0,0056818 Amperes

    Cálculo do resistor faltante..

    A menor tensão de saída do regulador deveria ser em torno dos 8 Volts..

    Portanto 8V - 1,25 = 6,75 deveria ser a tensão do pino de ajuste até o terra, pois o potenciômetro nessa hora da menor tensão deveria ser um curto circuito com a massa..

    portanto o resistor que faltava deveria ser de 6,75 Volts / 0,0056818 = 1.188 Ohms => ou seja, 1.200 Ohms..

    Cheque das tensões:

    Cálculo da menor tensão de saída será quando o potenciômetro estiver zerado

    Rtotal = 1.200 + 220 = 1.420 ohms

    I = 5.6818 mA

    Vmínima saída = 0,0056818 x 1.420 = 8,068 Volts

    A máxima tensão de saída será quano o potenciômetro estiver em seu máximo valor, ou seja, 200 ohms

    Rtotal = 1200 + 220 + 200 = 1.620 ohms

    I = 5.6818 mA

    Vmáxima saída = 0,0056818 x 1.620 = 9,020 Volts

    Fácil...

    Calcule você essa última etapa com o potenciômetro de 220 Ohms em vez de 200 ohms..

    Potenc

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Sobre esses 6,75v, então é a tensão que tem que sair do ajuste para somar com os 1,25e ter os 8v na saída?

    Então sem esse terceiro resistor a tensão mínima sempre será de 1,25?

    Só para eu fixar isso melhor, vou dar um exemplo: vamos aumentar a faixa de tensão pretendida na saída, digamos que agora eu quero um mínimo de 5v na saída, então a faixa de tensão vai ser de 5 a 9v.

    A tensão do ajuste vai ser de 5 - 1,25 = 3,75.

    Assim, o resistor necessário vai ser de 3,75 / 0,0056818 = 660 ohms => 680 ohms (valor comercial).

    É isso aí?

    Sobre os diodos, pensei que fosse melhor usar o 1N5402 que aceita até 3A, já que do trafo vai sair 1,5A. Pelo que pesquisei, o diodo deve ser de corrente de no mínimo uns 30% a mais da corrente do trafo, por segurança. O 1N4004 vai só até 1A, então acho que não duraria muito tempo.

    Eu tenho aqui comigo um potenciomentro que vai até 10k. Posso usá-lo no lugar de um de 200R? É bom que eu não preciso comprar um de 200R, aí eu vou ajustando até dar esse valor.

    Ou será que é melhor mesmo um que vai até no máximo 200R para eu deixá-lo regulado no seu valor máximo quando eu quiser os 9v e assim evitar alguma variação na resistência do potenciomentro?

    Eu criei o circuito usando um programa próprio, vou postar uma imagem para você ver se está tudo certo.

    Circuitofonteajustaacutevel_zps4c80a63d.jpg

    O que acha, ficou bacana?

    Eu indiquei com a seta azul aonde vai ser soldado um dos terminais do potenciomentro. Qual é esse erminal? Como eu identifico os pinos 1, 2 e 3 do pot? Um terminal vai ficar de fora do circuito?

    O 123 de vermelho são os pinos do regulador.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Sobre esses 6,75v, então é a tensão que tem que sair do ajuste para somar com os 1,25e ter os 8v na saída?

    É a tensão que deve estar presente nesse pino de ajuste. Ela não sai de lá. Ela é o produto da resistência desse ponto até a massa multiplicada pela corrente determinada pela fonte de corrente estabelecida pelo diferencial de tensão de 1,25 (fixos e constantes, determinados pelo CI) dividido pelo resistor de 220 Ohms..

    Então sem esse terceiro resistor a tensão mínima sempre será de 1,25?

    Sim, pois esse é princípio de operação do CI, colocar uma tensão fixa para que se determine uma corrente fixa de polarização... Essa tensão é de 1,25 Volts e aparece entre a saída o o pino de ajuste..

    Tendo uma tensão fixa, e colocando um resistor de valor conhecido, se determina uma fonte de corrente fixa..

    Ora, uma fonte de corrente fixa em um resistor variável, que é o potenciômetro, vai determinar a tensão variável, que somada a 1,25 volts vai ser a tensão de saída..

    Sobre os diodos, pensei que fosse melhor usar o 1N5402 que aceita até 3A, já que do trafo vai sair 1,5A. Pelo que pesquisei, o diodo deve ser de corrente de no mínimo uns 30% a mais da corrente do trafo, por segurança. O 1N4004 vai só até 1A, então acho que não duraria muito tempo.

    Ai foi falha minha, peguei uma parte de um circuito, já pronto, e modifiquei alguns valores para fazer sua fonte.. Nem percebi que o circuito original tinha esses diodos ai. Aliás, deveria ter colocado sem a etapa de retificação, pois discutíamos só o CI.. Sua correção está certa como certo está seu recálculo alí acima...

    Eu tenho aqui comigo um potenciomentro que vai até 10k. Posso usá-lo no lugar de um de 200R? É bom que eu não preciso comprar um de 200R, aí eu vou ajustando até dar esse valor.

    Ou será que é melhor mesmo um que vai até no máximo 200R para eu deixá-lo regulado no seu valor máximo quando eu quiser os 9v e assim evitar alguma variação na resistência do potenciomentro?

    Use a cabeça agora um pouco.. Isso tem de ser intuitivo..

    Se seu potenciômetro tem 10 K de fora a fora, e ele geralmente tem um curso de 270 graus, esses 200 ohms vão representar um giro de somente 270 x 200/10000 = 5 graus, ou seja, terás 265 graus de giro do potenciômetro em que a tensão de saída ficará lá no valor máximo da fonte de entrada menos a queda no CI e nos restantes 5 graus terás seu ajuste de 8 a 9 Volts. Um porcaria.. Olhe que 5 em 270 graus representa somente 5/270 = cerca de 2% do curso de seu potenciômetro seriam úteis.. Introduzi um resistor a mais para que ganhes resolução no ajuste do regulador e consigas regular de 8 a 9 Volts, justo para melhorar esse ajuste, para facilitar. Um potenciômetro de 10k poria tudo isso abaixo...

    Eu criei o circuito usando um programa próprio, vou postar uma imagem para você ver se está tudo certo.

    Circuitofonteajustaacutevel_zps4c80a63d.jpg

    O que acha, ficou bacana?

    Eu indiquei com a seta azul aonde vai ser soldado um dos terminais do potenciomentro. Qual é esse erminal? Como eu identifico os pinos 1, 2 e 3 do pot? Um terminal vai ficar de fora do circuito?

    O 123 de vermelho são os pinos do regulador.

    Procure entender como um potenciômetro funciona e terás uma resposta muito melhor do que aquela que poderia te dar agora..

    Note que, mecanicamente, o terminal do centro dele representa o cursor, aquele contato que anda sobre a trilha de carbono do mesmo..

    Assim como o circuito está. Para colocar um trimpot, não ajustaria nada, ficaria na máxima tensão somente, nos 9 Volts..

    O pessoal quando monta esse tipo de circuito acaba esquecendo de que a dissipação dele será produto da diferença de potencial da entrada para a saída multiplicado pela corrente circulante.. Se à entrada do CI tiveres ai algo como 11 Volts e na saída 8 Volts, com aqueles 1,2 Amperes, o Ci irá dissipar (11-8) x 1,2 = 3,6 Watts. Melhor colocar essa chapa de dissipação ai com pelo menos ums 6 cm de altura..

    Editado por faller

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Beleza. Então devo colocar um potenciometro de 200R mesmo e ajusta-lo até seu máximo, aproveitando sua rotação máxima?

    você colocou um valor imaginario de 11v na entrada para achar a dissipação do circuito.

    Se eu considerar então o valor real, que é 9v na entrada menos 8v vai dar 1v. A corrente do trafo é 1,5A.

    Então, a dissipação será 1v x 1,5 = 1,5W. Mas a carga vai pedir no máximo 1,2A, então 1v x 1,2 = 1,2W.

    Para esse valor, um disipador de 6cm comprimento x 3,5cm altura x 0,2cm espessura daria conta do recado?

    Eu calculei a potencia dos resistores, achei os seguintes valores:

    R1 - 1,25v x 0,0056818 = 0,007W

    R2 - 7,75v x 0,0056818 = 0,044W

    Veja que a potencia é baixa, então posso colocar resistores de 1/4W?

    Agora sobre o circuito, o que você achou, a disposição dos componentes, as trilhas, ficaram certos?

    Pesquisei sobre o potenciomentro e o pino do meio (pino 2, cursor) é a saída. Ele é que deve ser soldado no terra? E o pino 1 será soldado na trilha que vai do ajuste do regulador até o R2?

    Posso deixar de fora do circuito um dos terminais extremos, o pino 3? POrque o potenc equivale a dois resistores, se eu uso só uma extremidade com o pino central estaria usando apenas um resistor.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Beleza. Então devo colocar um potenciometro de 200R mesmo e ajusta-lo até seu máximo, aproveitando sua rotação máxima?

    você colocou um valor imaginario de 11v na entrada para achar a dissipação do circuito.

    Se eu considerar então o valor real, que é 9v na entrada menos 8v vai dar 1v. A corrente do trafo é 1,5A.

    Então, a dissipação será 1v x 1,5 = 1,5W. Mas a carga vai pedir no máximo 1,2A, então 1v x 1,2 = 1,2W.

    Para esse valor, um disipador de 6cm comprimento x 3,5cm altura x 0,2cm espessura daria conta do recado?

    Eu calculei a potencia dos resistores, achei os seguintes valores:

    R1 - 1,25v x 0,0056818 = 0,007W

    R2 - 7,75v x 0,0056818 = 0,044W

    Veja que a potencia é baixa, então posso colocar resistores de 1/4W?

    Agora sobre o circuito, o que você achou, a disposição dos componentes, as trilhas, ficaram certos?

    Pesquisei sobre o potenciomentro e o pino do meio (pino 2, cursor) é a saída. Ele é que deve ser soldado no terra? E o pino 1 será soldado na trilha que vai do ajuste do regulador até o R2?

    Posso deixar de fora do circuito um dos terminais extremos, o pino 3? POrque o potenc equivale a dois resistores, se eu uso só uma extremidade com o pino central estaria usando apenas um resistor.

    Amigo... Se o valor da entrada é de 9 Volts, o que diabos queres com um pré-regulador?????????????

    Um regulador necessita de no mínimo algo como 2,5 Volts de diferencial entre entrada e saída para bem operar com correntes entre 1 e 1,5 Amperes..

    Se colocares LM317 no tio Google vais conseguir chegar no datasheet do CI e lá vais encontrar um gráfico mais ou menos assim,

    DropoutVoltsgeLM317.jpg

    que mostra que para esses 1,2 Amperes de corrente de saída a tensão de entrada do CI deve ser 2,5 Volts mais ou menos, acima da tensão de saída..

    Se queres 8 Volts de saída, terás que ter 10,5 Volts de entrada..

    Isso é que dá a gente projetar sem dados...

    Se dissesses, lá no início, que teu problema era um aquecimento muito grande do regulador de 5 Volts..

    Se dissesses que a tensão de entrada era de 9 Volts

    Se dissesses que a corrente era fixa e no valor de 1,2 Amperes

    Te sugeriuria tirar o calor para fora com uma de duas soluções, muito mais simples:

    1) Sabendo que terias de respeitar o Dropout do LM7805, aqueles 2,5 Volts, ou seja, a menor tensão de entrada no 7805 deveria ser de 7,5 Volts e que a entrada é 9 Volts o diferencial a tirar para fora é de 9-7,5 = 1,5 Volts..

    Colocando dois diodos 1N5402 em série com a alimentação já estaria resolvido seu problema...

    2) Mesmo com um resistor cujo valor deveria ser de 1,5V/1,2A = 1,2 Ohms x 5 Watts em série com a alimentação resolveria o problema..

    Se a tensão de alimentação de entrada do circuito original for de 9 Volts somente, esse seu circuito, com impresso bonitinho e tudo mais é completamente inútil...

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Na verdade meu objetivo com essa fonte é para praticar um pouco e obter conhecimento na eletronica sobre fontes, e porque uma fonte comum entregaria não o valor de, por exemplo, 9v na saida, mas o que sai mesmo é o valor de pico. Então de 9v subiria para 9v x 1,414 = 12,7v. Acho que é isso que está aquecendo muito a fonte e o aparelho. Aí eu queria só minimizar esse calor, e praticar também.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Na verdade meu objetivo com essa fonte é para praticar um pouco e obter conhecimento na eletronica sobre fontes, e porque uma fonte comum entregaria não o valor de, por exemplo, 9v na saida, mas o que sai mesmo é o valor de pico. Então de 9v subiria para 9v x 1,414 = 12,7v. Acho que é isso que está aquecendo muito a fonte e o aparelho. Aí eu queria só minimizar esse calor, e praticar também.

    Se for 12,7 ok, mas então por que raios você postou ai acima a seguinte frase:

    "Se eu considerar então o valor real, que é 9v na entrada..."

    Para mim, se o valor real é 9 Volts, não é 12,7 Volts, concordas??

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Se for 12,7 ok, mas então por que raios você postou ai acima a seguinte frase:

    "Se eu considerar então o valor real, que é 9v na entrada..."

    Para mim, se o valor real é 9 Volts, não é 12,7 Volts, concordas??

    É verdade rs, foi uma má colocação minha, o real mesmo é o valor de pico. Mas no caso de uma fonte ajustável, não vai ter problema de entrar mais tensão, tipo 12,15,18v... no circuito, pode entrar até 25v. O LM317 aguenta até uns 28v mais ou menos, se eu não me engano. O importante é vai sair mesmo só 9v na saida, o regulador faz tudo.

    O circuito na placa já tá confeccionadoa aqui, agora só falta arrumar o trafo, o pot e os resist.

    Se eu quiser usar um capacitor de 3300uF ao invés dos 4700, tem problema?

    Depois eu posto aqui os resultados.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário






    Sobre o Clube do Hardware

    No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

    Direitos autorais

    Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

    ×