Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Companhia chinesa cria a caixa de som Bluetooth com visual retrô QTV

       
 3.034 Visualizações    0 comentários

A caixa de som tem bateria com autonomia de até cinco horas.

Companhia chinesa cria a caixa de som Bluetooth com visual retrô QTV
Flavia Dutra Editora de Notícias do Clube do Hardware

A companhia chinesa Iofree desenvolveu a caixa de som Bluetooth QTV, que possui visual retrô, semelhante a aparelhos de TV antigos.

A caixa de som tem conectividade Bluetooth 4.0, tela colorida de 3.67 polegadas com resolução QVGA, driver de 40 mm, 6 W de potência, resposta de frequência de 80 Hz a 16 kHz, sensibilidade de 75 dB, 4 Ohm de impedância, função alarme com a opção de programar até dois despertadores diferentes, timer integrado e bateria com autonomia de até cinco horas.

O aparelho traz ainda antena, que ativa vídeos e desliga o alarme, e botão para trocar de canais, que permite também ajustes no volume das músicas, nos alarmes e no timer.

A empresa está em campanha no site de financiamento coletivo Indiegogo até o dia 22 de junho, com objetivo inicial de angariar US$ 10 mil. Até o momento, já foram arrecadados mais de US$ 30 mil.

A nova caixa de som QTV está disponível nas cores verde, vermelha, azul e branca, por preços a partir de US$ 69 e frete de US$ 25 (mais impostos). A entrega do produto está estimada para julho de 2018.

 

Mais informações

Compartilhar

  • Curtir 1


  Denunciar Notícia

Notícias similares


Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×