Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Videogames Atari Flashback 8 e Atari Flashback Portátil são lançados no Brasil

       
 3.538 Visualizações    5 comentários

Os videogames são lançados em comemoração aos 40 anos do primeiro modelo Atari 2600.

Videogames Atari Flashback 8 e Atari Flashback Portátil são lançados no Brasil
Flavia Dutra Editora de Notícias do Clube do Hardware

A Tectoy divulgou o lançamento no mercado brasileiro da nova versão do console Atari Flashback 8, agora com 105 jogos instalados, bem como do Atari Flashback Portátil, trazendo 70 títulos, em comemoração aos 40 anos do lançamento do primeiro modelo 2600.

O Atari Flashback 8 possui design retrô, com detalhe simulando o painel de madeira do antigo Atari 2600, vem com dois controles de alavanca com fio, saída de áudio e vídeo, entrada para cartão SD e jogos como Pitfall!, River Raid, H.E.R.O., Kaboom!, Space Invaders, Polaris, Front Line, entre outros.

Já o Atari Flashback Portátil tem tela de 2,8 polegadas, entradas para cartão SD e para fone de ouvido, bateria recarregável, cabo USB e jogos como Pac-Man, Dig Dug, Xevious e Galaxian.   

Os videogames Atari Flashback 8 e Atari Flashback Portátil já estão à venda no Brasil por R$ 499 e R$ 479, respectivamente.  

atari.jpg

console-portatil-atari-flashback.jpg

Mais informações

Compartilhar

  • Curtir 2


  Denunciar Notícia

Notícias similares


Comentários de usuários


Por esse preço, a pessoa tem que querer muito, mas muito mesmo!

É para o nicho dos colecionadores "hardcore".

 

Não há qualquer custo benefício...

 

Com pouco mais de R$200 montei um RPi3 e, além de todos os jogos de Atari, tenho mais um caminhão de outros sistemas.

 

Controle USB, imitando o do Atari tem no ML...

 

O portátil...não podia custar mais que R$ 150. Rodam-se os mesmos jogos em qualquer celular...

 

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Um colecionador que seja fã da marca atari e que seja tomado por um sentimento nostálgico, não iria se importar de pagar o valor que fosse por um vídeo game atari:

  • Original;
  • Funcionando;
  • Com dois controles originais;
  • O chaveador TV/VÍDEO-GAME;
  • Uma TV CRT com resolução 640x480 de 20 pol. (acho que ainda encontra-se fácil...) e;
  • um baloon 300Ω/75Ω (somente os mais velhos sabem o que é isso...)

Este produto se trata de um aparelho de vídeo-game atualizado para (tentar) ser um console (minha opinião). Os jogos originais para o vídeo game foram desenvolvidos em resoluções baixas (160 x 192 em NTSC e 160 x 228 em PALM) e um máximo de 128 cores. Tentar adaptar essas características em TVs modernas, como as 4K, deve causar um efeito muito esquisito, principalmente para quem já se acostumou ao UHD...

Quanto a versão portátil, já é difícil jogar em celulares com telas de 3,5 pol., imaginem em telas menores...

Como o Sr. @Fokasdisse, é possível utilizar emuladores gratuitos para muitos desses jogos antigos até mesmo on line.

Uma última coisa, um dos melhores jogos para atari 2600 não está na memória: ENDURO.

 

 

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu costumo jogar Atari.

Tenho no PC e montei um RPi3.

 

Acredite: Atari não tem meio termo. Os jogos são divididos em "muito bons" e "lixo completo".

O problema é que 90% é lixo completo, mas, os 10% que sobram são viciantes!!! :P

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se for para ter um aparelho, pelo preço é mais vantajoso comprar um Xbox 360 e aqueles DVDs com emuladores.

Na época que lançaram o Mega Drive fiquei muito interessado, mas pelos reviews vi que o aparelho tinha algumas incompatibilidades, principalmente o fato do áudio "estourar" em alguns games. Depois disso desisti da Tectoy.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
17 horas atrás, Erso disse:

Se for para ter um aparelho, pelo preço é mais vantajoso comprar um Xbox 360 e aqueles DVDs com emuladores.

Na época que lançaram o Mega Drive fiquei muito interessado, mas pelos reviews vi que o aparelho tinha algumas incompatibilidades, principalmente o fato do áudio "estourar" em alguns games. Depois disso desisti da Tectoy.

 

Pois é...

 

Eu acho que as empresas sonham demais. O pessoal do marketing, desenvolvimento, CEO...sei lá.

 

"Retrogame" é um nicho de mercado com características bem peculiares. Todos são extremistas.

 

A Tec-Toy foi alvo de um zilhão de xingamentos e ódio por conta do novo "mega-drive".

Eu assistia videos no YT e me divertia com um bando de gente se digladiando porque não tem "HDMI", tinha que ter "HDMI" etc.

 

O fato é que os caras explicaram de todos os jeitos o que estava acontecendo. Não adiantou nada.

Mas a natureza desse mercado já é contraria ao novo.

 

Eles deveriam sim, lançar esses videogames com atualizações, novas possibilidades e custo inferior.

Esquece a nostalgia...atualiza e coloca uma plataforma capaz de rodar a mídia original e pendrive/cartão.

Libera para emulação e ganha um dinheiro com a venda do console.

Paga um valor fixo para as desenvolvedoras de jogos e pronto.

 

No final, da forma como está, o "retrogamer" olha torto e o jogador casual não se interessa.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×