Ir ao conteúdo

Intel revela sua nova memória não volátil Optane

       
 12.827 Visualizações    23 comentários

A Intel Optane Memory promete tornar discos rígidos e SSDs mais rápidos.

Intel revela sua nova memória não volátil Optane
Flavia Dutra Editora de Notícias do Clube do Hardware

A Intel revelou o lançamento da memória não volátil Optane, feita para o consumidor final com a promessa de tornar os discos rígidos e os SSDs mais rápidos, atuando como cache de disco.

As memórias têm a tecnologia 3D XPoint, capacidades de 16 GiB ou 32 GiB, velocidades de leitura de até 1,35 GiB/s e de gravação de até 290 MiB/s, necessitam de um computador com placa-mãe com chipset da série 200, processador Kaby Lake de 7ª geração e de uma porta M.2 2280 com duas ou quatro linhas PCI Express.

As novas Intel Optane Memory estarão à venda no mercado norte-americano a partir do dia 24 de abril por US$ 44 (16 GiB) e US$ 77 (32 GiB).

optane.jpg

Mais informações

Compartilhar

  • Curtir 3


  Denunciar Notícia

Notícias similares


Comentários de usuários


2 horas atrás, grievous disse:

 Acredito ser mais indicado para quem tem um HD e não quer a trabalheira de trocar por um SSD.

Ele pode usar um m.2 com maior capacidade. A questão é..são apenas 16 ou 32, irá atender a necessidade? 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, Alex Temnyk disse:

Ele pode usar um m.2 com maior capacidade. A questão é..são apenas 16 ou 32, irá atender a necessidade? 

Na verdade, ela não vai substituir o HD ou o SSD, ela fica entre a memória RAM e o HD/SSD, como se fosse um cache para a memória RAM.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O idela seria de 1 Tb pra cima, você compra 2 desses pra fazer RAID 0 , imagine qt vai custar os caras da intel tem a cara de pau de dizer que vai ser barato.

adicionado 3 minutos depois

Os primeiros modelos servirão como cache porque tem a capacidade bem limitada , mas depois que sairem maiores , se a intel reduzir o preço, vai substituir os HDD's e SSD's de vez.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fico me perguntando quem tem o know how para a fabricação dessas memórias, os americanos ou os tailandeses ou seja lá quem for ?

 

Será capital norte-americano que sustenta a Intel ?

 

Não vejo nada sobre isso em lugar nenhum.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Velocidades altas, especialmente na leitura, mas sozinha não faz nada, cadê os IOPS dela e outras informações dona Intel?

 

Outro ponto negativo é a limitação, com certeza imposta pela Intel e não pela capacidade, de processadores e placas mães somente da última geração e ignorando Celerons, Pentiums (aquele G4560 incluso) e placas H110. Mas se for bom mesmo, outras empresas devem lançar concorrentes sem essas limitações depois de um tempo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Esquisito esse trem, parece os computadores do Cenozóico onde tinha co-processador.

 

Parece um super cache de HD, em tempos de SSD e com preço de SSD, ainda não entendi qual é a deste produto..

Ser cache de SSD?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
11 horas atrás, Henrique - RJ disse:

 

Fico me perguntando quem tem o know how para a fabricação dessas memórias, os americanos ou os tailandeses ou seja lá quem for ?

 

 

Essas memórias foram criadas pela Micron em conjunto com a Intel. Optane é um tipo de memória concorrente das memórias Flash NAND, que neste caso específico é usada como cache para o HD. Leiam isto daqui para entenderem melhor: 

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

quanto mais li a respeito, mais duvidas ficaram.. pelo q pude entender e se eu tiver falando besteira corrijam, isso seria apenas alguma coisa a ser apresentada dessa tecnologia pois ela visa ser melhor q as atuais tecnologias NAND.. ou seja, mais pra frente pode ser q os optane sejam de fato, unidades do tipo ssd, com capacidades maiores e para serem substitutas dos atuais ssd's, pelo menos foi isso q eu entendi

 

como essa tecnologia está mais voltada para outros segmentos q nao o mainstream, so fizeram lancar alguma coisa para mostrar o que pode vir por ai..

 

mas aparentemente parece ser uma opcao boa para quem so tem hd's no pc, ou hd's gigantescos e nao pretende se desfazer disso para ter mais velocidade.. ate porque, por exemplo, se você gastou X para ter 4tb de dados com hd's, gastaria uma mini fortuna para conseguir o mesmo espaco com ssds, ainda que os precos venham melhorando há muitos anos..

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@rodrigo.dcvieira Você entendeu o assunto corretamente. É isso aí. Optane é a tecnologia usada pelos chips de memória e como ainda é uma tecnologia nova, primeiro vão lançar apenas esses módulos de cache que requerem pouca memória, mas no futuro serão lançados SSDs usando este tipo de memória. Abraços!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Gabriel Torres disse:

@rodrigo.dcvieira Você entendeu o assunto corretamente. É isso aí. Optane é a tecnologia usada pelos chips de memória e como ainda é uma tecnologia nova, primeiro vão lançar apenas esses módulos de cache que requerem pouca memória, mas no futuro serão lançados SSDs usando este tipo de memória. Abraços!

 

otimo.. então so resta esperar o amadurecimento dos optane e os futuros lancamentos desses ssd's

 

abraços

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

To ciente disso Esse 3D Xpoint são 7 microsegundos de latência, o HD em média são 10000 microsegundos , O SSD convencional são 100 microsegundos.

 

Esse 3D XPoint vai durar cerca de 12 PBW (petabytes) ou 12000 TBW =  Tera Bytes Written (capacidade do disco em gravação total em TB) , quando isso esgota o SSD chega ao fim.

 

Os SSD's em média duram 200 TBW, estão surgindo algums que duram 400 e 800 TBW, curioso que na maioria das vezes os SSD M.2 duram acima de 400 TBW , os SSD SATA duram 200 TBW ou menos, a SATA está limitando a tecnologia de evoluir , 600 Mbs/s de leitura e gravação , sendo que os fabricantes limitam a 550 Mbs/s , talvez porque deve ter perda de pacotes de bits, por isso estão surgindo novas tecnologias , SataExpress, M.2 e U.2.

 

Outra vantagem dessa tecnologia , como a memória é em 3D o fabricante pode sobrepor umas as outras em camadas, então pode surgir discos de 10 Tb, 20 Tb e 50 Tb quem sabe, outro detalhe isso pode aumentar tb porque como em todo chip nesses discos não é diferente, os processos de fabricação em nanômetros (nm ) quado surgirem de 10 nm ou menos ai poderão aumentar a capacidade e diminuir aquecimento e consumo de energia , se um dia colocarem ao custo de 100 dólare um de 1 Tb , que acho que vai demorar isso vai vender que nem água

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Ricardo RRY Excelentes informações, só veio a somar e com certeza ajudará a todos usuários que estiverem interessados no assunto. Inclusive eu mesmo aprendi com esta sua mensagem. Abraços.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

depois de ver outros reviews e noticias a respeito dessa tecnologia me surgiu uma duvida interessante

 

como fica enfatizado, esses dispositivos geram um aumento consideravel de perfomance principalmente em maquinas com hd's que seria o objetivo principal, aliar velocidade a dispositivos de armazenamento maiores

 

o que tive pensando é o seguinte: para quem tem experiencia com NAS'ses, servidores de armazenamento e compartilhamento de arquivos sabe que um dos pontos cruciais desses dispositivos é a velocidade de escrita e leitura, que por mais avancados sejam os dispositivos, as velocidades ainda se limitam ao limite dos hd's, por melhores que sejam nos dias atuais. algumas coisas sao feitas para reduzir isso que seriam a criacao de raid's, porém se você for criar um raid 10 (redundancia+velocidade), teria que adquirir no minimo 4 unidades ou mais, aumentando os custos finais.

 

ai pergunto, será que esses optane na construcao de um servidor de arquivos seriam eficazes e aumentariam as velocidades de transferencias no geral? porque se forem, creio q seria uma otima implementacao para quem monta pc's com essa finalidade especifica.. eu mesmo pensaria 2x quando fosse trocar meu servidor atual, que no caso é um já pre-montado, porém que tem essa perca de desempenho consideravel.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, rodrigo.dcvieira disse:

será que esses optane na construcao de um servidor de arquivos seriam eficazes e aumentariam as velocidades de transferencias no geral?

 

Sim, é o objetivo. A memória Optane é concorrente das memórias flash NAND. Expliquei melhor lá em cima no post #13. Possivelmente lançarão SSDs baseados nesta memória primeiro para o mercado corporativo (leia-se: datacenters).

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

pois é, seria um teste interessante a ser feito.. um pc basico para virar um servidor equipado com um optane desse de 32gb e hd's em raid para ver o desempenho final.. ahhh eu com dinheiro, faria um teste desses porque so quem precisa manejar arquivos no servidor e entre computadores sabe do problema que é as velocidades baixas de transferencia por causa principalmente dos hd's q nao tem velocidades tão boas assim

Editado por rodrigo.dcvieira

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Uma pequena dúvida: será necessário copiar arquivos (ou instalar programas) para esta memória ou o ganho de performance no carregamento será automático (uma vez que é uma espécie de memória cache)?

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
10 horas atrás, LFRovi disse:

Uma pequena dúvida: será necessário copiar arquivos (ou instalar programas) para esta memória ou o ganho de performance no carregamento será automático (uma vez que é uma espécie de memória cache)?

 

Na implementação que trata a notícia, é um sistema de cache e nada precisa ser feito por parte do usuário.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Os modelos inicias serão de cache por ter capacidade muito pequena , mas com o passar do tempo serão substitutos naturais e graduais de um HD ou SSD, é o que apostam a INTEL e Micron.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×