Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

ASUS Lança Placa-mãe SATA-600

       
 14.094 Visualizações    9 comentários

A ASUS acaba de lançar sua primeira placa-mãe compatível com o novo padrão SATA-600.

ASUS Lança Placa-mãe SATA-600

A ASUS acaba de lançar sua primeira placa-mãe compatível com o novo padrão SATA-600. A P7P55D Premium é uma placa-mãe soquete LGA1156 baseada no chipset Intel P55 Express equipada com quatro soquetes de memória DDR3-2200 (com overclock)/1600/1333/1066 MHz (máx. 16 GB), dois slots PCI Express 2.0 x16 (caso duas placas de vídeo sejam instaladas a velocidade cai para x8 em cada slot), dois slots PCI Express x1, dois slots PCI convencionais, seis portas SATA-300 suportando RAID 0,1,5,10, uma porta ATA-133 controlada pelo o chip JMicron JMB368, duas portas SATA-600 controladas pelo o chip Marvell 88SE9123, duas portas Gigabit Ethernet controladas pelos os chips Realtek 8112L/8110SC, duas portas Firewire controladas pelo o chip VIA 6308P, 12 portas USB (oito no painel traseiro e quatro disponíveis através de dois conectores na placa-mãe), áudio de 10 canais (codec VIA VT2020; taxa de amostragem de 192 KHz e resolução de 24 bits), saídas SPDIF coaxial e óptica, botões liga/desliga e reset on-board, controle remoto para overclock e capacitores sólidos japoneses. O preço da placa não foi divulgado.

\"ASUS

Mais informações

Compartilhar



  Denunciar Notícia
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


ontem foi Hd com suporte Ata 600 hj foi a placa-mãe, agora so resta um teste para saber de quanto sera o ganho real em velocidade, o modelo deluxe dessa placa é encontrada no brasil por cerca de 700 reais, essa premium que teve a inclusao do ata 600 nao devera ser muita coisa a mais. Daqui uns 6 meses quando isso se tornar popular quero ter minha asus premium ata 600 com um core i5 750 e um seagate 1 terabyte ata600 !!!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Época ruim para comprar um PC novo, muitos lançamentos e só pelo fato da USB 3.0 estar quase chegando com velocidade 10X mais que a 2.0 eu nem arriscaria gastar dinheiro agora, se bem que a possibilidade de lançarem e venderem placas PCI para usb 3.0 é grande, acho que essas placas adaptadoras serão vendidas igual água no verão.

Beleza de placa essa ASUS, só não entendo porque eles diminuim a velocidade para 8X quando usadas duas VGAs se já tem chipset para manter em 16X, cada coisa estranha.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Beleza de placa essa ASUS, só não entendo porque eles diminuim a velocidade para 8X quando usadas duas VGAs se já tem chipset para manter em 16X, cada coisa estranha.

O problema não é da placa-mãe, mas do chipset (P55). Que eu saiba não existe ainda chipset para socket 1156 com dual 16X...

Achei muito interessante essa placa-mãe, principalmente pelo controle remoto para fazer overclock (isso eu ainda não tinha visto). A única desvantagem seria mesmo o problema acima relatado, uma vez que essa mobo é voltada para entusiastas, na minha opinião.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Época ruim para comprar um PC novo, muitos lançamentos e só pelo fato da USB 3.0 estar quase chegando com velocidade 10X mais que a 2.0 eu nem arriscaria gastar dinheiro agora, se bem que a possibilidade de lançarem e venderem placas PCI para usb 3.0 é grande, acho que essas placas adaptadoras serão vendidas igual água no verão.

Beleza de placa essa ASUS, só não entendo porque eles diminuim a velocidade para 8X quando usadas duas VGAs se já tem chipset para manter em 16X, cada coisa estranha.

Isso isso não é limitação da placa mãe, nesta plataforma nova da intel quem controla os slots pci-e 16x é o processador.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Isso isso não é limitação da placa mãe, nesta plataforma nova da intel quem controla os slots pci-e 16x é o processador.

é exatamente isso, o controlador PCI-E 16X está no proprio processador que faz a ligação direto no slot , sendo assim o chipset não tem mais essa função.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

6 Gb/s (6 Gigabits por segundo) ~= 750 MB/s (750 Megabytes por segundo). Incluindo ai as perdas por erros de transferencia, tempo de busca, entre outros fatores, podemos chegar proximo aos 500 MB/s que você deve ter lido por ai. Mas esse raciocinio se aplica também as versões anteriores, sendo que o Sata 3Gb seria algo proximo de 250 MB/s e o Sata original 125 MB/s. Ou seja, ainda é uma nova versão, com troughput maximo dobrado em relação à versão anterior.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
6 Gb/s (6 Gigabits por segundo) ~= 750 MB/s (750 Megabytes por segundo). Incluindo ai as perdas por erros de transferencia, tempo de busca, entre outros fatores, podemos chegar proximo aos 500 MB/s que você deve ter lido por ai. Mas esse raciocinio se aplica também as versões anteriores, sendo que o Sata 3Gb seria algo proximo de 250 MB/s e o Sata original 125 MB/s. Ou seja, ainda é uma nova versão, com troughput maximo dobrado em relação à versão anterior.

não foi isso..

Ela pega as 4 linhas PCIe x1 do P55, joga no switch da PLX, que distribui uma linha PCIe 2.0 pra controladora SATA 6Gbps e outras linhas para outros dispositivos (como rede onboard), assim a controladora não sofre com o gargalo do PCIe 1.0 e o PLX se encarrega de distribuir a carga dos outros dispositivos pelos outras outras linhas.

O problema é que é uma solução cara e parcial, pois uma linha PCIe 2.0 é +- suficiente para um dispositivo SATA 6Gbps (porque uma linha PCIe 2.0 dá 5Gbps). Ou seja, quem quiser usar dois velocíssimos SSDs SATA 6Gbps em RAID0 (quando estiverem disponíveis) terão o desempenho "limitado".

http://www.forumpcs.com.br/viewtopic.php?t=258589&start=0

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×