Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Positivo lança o novo notebook dois em um Duo Q432A

       
 7.938 Visualizações    16 comentários

O notebook vem com armazenamento gratuito de até 64 GiB de dados na nuvem durante um ano.

Positivo lança o novo notebook dois em um Duo Q432A
Flavia Dutra Editora de Notícias do Clube do Hardware

A Positivo Tecnologia anunciou o lançamento do novo notebook híbrido Duo Q432A, trazendo tela com a tecnologia narrow frame, cujas bordas são mais finas.

O notebook pesa 1,1 kg, mede 18,2 mm de espessura, possui tela IPS sensível ao toque de 11,6 polegadas com resolução HD (1366 x 768) e conversível 360º, processador Atom Z8350 com quatro núcleos de até 1,92 GHz, 4 GiB de memória LPDDR3, 32 GiB de armazenamento, sistema operacional Windows 10 Home, câmera VGA, conectividade Wi-Fi IEEE 802.11b/g/n, Bluetooth 4.0, slot para cartão microSD, uma porta USB 3.0, uma porta USB 2.0, uma porta mini HDMI e bateria de 10.000 mAh com autonomia de até seis horas.

Além disso, a marca oferece armazenamento gratuito de até 64 GiB de dados por meio do serviço Positivo Nuvem durante um ano. 

O novo Positivo Duo Q432A já está à venda, na cor cinza, por R$ 1.299.

 

 

 

positivo 3.jpg

positivo 2.jpg

positivo.jpg

Mais informações

Editado por Flavia Dutra

Compartilhar

  • Curtir 1


  Denunciar Notícia

Notícias similares


Comentários de usuários


Acredito que o armazenamento interno mínimo para esses "chromebook" ou "tablet" deveria ser no mínimo de 64 gb, 32 é bem pouco visto o windows 10 usar certa de 20 gb. (Por mais que tenha a possibilidade de armazenamento em nuvem).

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Mais um.... tudo igual esses trecos... não vejo porque virar o note assim e ficar com o teclado a mostra para ficar apertando tudo sem querer... também não sei se o teclado e o touch pad são desabilitados quando está "virado"... Para mim isso é só "Markting", continua sendo um notebook básico... bem básico...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
18 horas atrás, Rodrigo J Polette disse:

Mais um.... tudo igual esses trecos... não vejo porque virar o note assim e ficar com o teclado a mostra para ficar apertando tudo sem querer... também não sei se o teclado e o touch pad são desabilitados quando está "virado"... Para mim isso é só "Markting", continua sendo um notebook básico... bem básico...

Basicão e com win 10, que é para o dono passar raiva!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Processador atom é de doer...

Win10 ainda por cima...

Para o caboclo que gosta de sofrer.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
23 horas atrás, T1000_2015 disse:

Processador atom é de doer...

Win10 ainda por cima...

Para o caboclo que gosta de sofrer.

Para tarefas do cotidiano (que são o foco do produto), definitivamente funciona muito bem. Você provavelmente não usou um dos processadores Atom modernos para ver o quanto grande foi o salto de desempenho comparado com as gerações anteriores.

 

Uso diariamente um Asus T100TA, que é um 2 em 1 com Atom Z3775. O processador sobra (e muito) para tarefas do cotidiano (navegação em várias abas, edição de documentos) e exibição de vídeos em 1080p. Faço até pequenas edições de imagens e trabalho com planilhas razoavelmente pesadas (mas nem tanto) nele. Para esse tipo de atividade não há nenhuma diferença na resposta que eu consiga notar entre ele e meu notebook Asus S46CB, equipado com o Core i7 3537U.

 

Obviamente que o Atom atual não é processador para trabalhar com render, Revit ou jogar. Mas, quando usado para o que se destina, funciona perfeitamente bem. Os Atom antigos eram realmente muito lentos, mesmo para tarefas básicas, mas isso não é mais o que ocorre. Não tem "sofrimento" nenhum em usar um desses equipamentos.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
8 horas atrás, Foxwalt disse:

Para tarefas do cotidiano (que são o foco do produto), definitivamente funciona muito bem. Você provavelmente não usou um dos processadores Atom modernos para ver o quanto grande foi o salto de desempenho comparado com as gerações anteriores.

 

Uso diariamente um Asus T100TA, que é um 2 em 1 com Atom Z3775. O processador sobra (e muito) para tarefas do cotidiano (navegação em várias abas, edição de documentos) e exibição de vídeos em 1080p. Faço até pequenas edições de imagens e trabalho com planilhas razoavelmente pesadas (mas nem tanto) nele. Para esse tipo de atividade não há nenhuma diferença na resposta que eu consiga notar entre ele e meu notebook Asus S46CB, equipado com o Core i7 3537U.

 

Obviamente que o Atom atual não é processador para trabalhar com render, Revit ou jogar. Mas, quando usado para o que se destina, funciona perfeitamente bem. Os Atom antigos eram realmente muito lentos, mesmo para tarefas básicas, mas isso não é mais o que ocorre. Não tem "sofrimento" nenhum em usar um desses equipamentos.

Meu, esse z3775 possui indice de desempenho de core 2 duo.

voce tem um computador com o desempenho de 10 anos atras.

Nada me convence que atom presta, e mesmo celeron, quero correr longe.

Só em caso de muita falta de grana para comprar um computador com atom ou celeron. Impraticável. Só deveriam ser usados para terminais de supermercado, nada mais.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, T1000_2015 disse:

Meu, esse z3775 possui indice de desempenho de core 2 duo.

voce tem um computador com o desempenho de 10 anos atras.

Qual Core 2 Duo? E que índice?

 

Tenha em mente que estamos falando de um processador com refrigeração passiva (já que não esquenta quase nada), que gasta pouquíssima energia e que foi colocado dentro de um minúsculo tablet fino de 10 polegadas. Um tablet que consegue executar tarefas cotidianas no Windows 10 com perfeição.

 

2 minutos atrás, T1000_2015 disse:

Nada me convence que atom presta, e mesmo celeron, quero correr longe.

Se você não diferenciar para que serve cada computador, e ignorar o fato de que estamos falando de tablets/netbooks...

 

Sinceramente acho que vocês poderiam pesquisar um pouco mais sobre o desempenho ou, melhor ainda, ter a experiência de usar um desses novos processadores, antes de fazerem julgamentos precipitados falando sobre lentidão. E, mais importante ainda, perceberem que estamos falando de equipamentos ultraportáteis, não de desktops.

 

Da mesma forma que meu Asus T100TA tem desempenho excelente para o tamanho e se comporta de forma perfeitamente fluida no dia a dia, o Positivo da notícia (mais potente) é totalmente capaz de realizar tais tarefas sem qualquer tipo de lentidão. Os processadores Atom modernos são brutalmente mais potentes que as versões antigas.

 

1º Teste)

 

"Apesar de seguir com um processador Atom, as coisas mudaram bastante. Com um chip da geração Bay Trail-T e 2GB de memória RAM, a experiência com o T100 é excelente. Os apps reagem de forma quase instantânea, e o multitarefa é feito de forma rápida e ágil. Até a bateria, critério onde os tablets massacraram os netbooks, já caiu a diferença: o T100 segura mais de 10 horas na bateria, em nossos testes, e foi o bastante para dois ou três dias sem precisar recarregar.

 

Temos um salto e tanto em relação ao último tablet Atom que testamos, o LG Slidepad, que vinha com um chip Clover Trail e apenas 1GB. Este tablet é duas vezes mais rápido, e aproximou consideravelmente a linha Atom dos chips Core, como o chip Core i3 Ivy Bridge do Vivobook."

 

Fonte: Adrenaline. Link: https://adrenaline.uol.com.br/2014/10/02/29408/asus-transformer-book-t100/

 

2º Teste)

 

"This is much less powerful than the Intel Core chips used in most mid-range and high-end laptops, but this latest generation of Atom processor is a big improvement that really helps to cement the attraction of the Asus Transformer Book T100.
 

It uses a 1.3GHz quad-core Intel Atom Z3740 CPU, which is from the new Bay Trail generation of processors. It’s much, much faster than the equivalent Clover Trail chip of last year. Our PC Mark benchmark shows that it can compete with last-gen Intel Core i3 processors, although naturally not this year’s Haswell models. For a low-cost laptop, the level of power on tap is just ok, but for a tablet the Asus Transformer Book T100 is very, very powerful.

 

It comes out with 2330 PC Mark 07 points. That’s very close to the Intel Core i3-powered ‘normal’ laptop that sells for up to £500. Not bad eh? However, the Microsoft Surface Pro 2 scored 4,853 points – in another league altogether."

 

Tradução:

 

"Ele é muito menos poderoso do que os chips Intel Core utilizados na maioria dos laptops de gama média e alta, mas esta última geração de processadores Atom é uma grande melhoria que realmente ajuda a consolidar a atratividade do Asus Transformer Book T100.

 

Ele usa uma CPU Intel Atom Z3740 quad-core de 1.3GHz, que é da nova geração de processadores Bay Trail. É muito, muito mais rápido do que o equivalente Clover Trail do ano passado. Nosso benchmark PC Mark mostra que ele pode competir com processadores Intel Core i3 de última geração, embora, naturalmente, não com os modelos Haswell deste ano. Para um laptop de baixo custo, o nível de performance é apenas ok, mas para um tablet o Asus Transformer Book T100 é muito, muito poderoso.

 

Ele fez 2330 pontos PC Mark 07. Isso é muito próximo de um laptop "normal" com Intel Core i3 vendido por até £500. Nada mal, em? No entanto, o Microsoft Surface Pro 2 marcou 4.853 pontos - estando em outro nível."

 

Fonte: Trusted Reviews. Link: http://www.trustedreviews.com/reviews/asus-transformer-book-t100-performance-features-and-verdict-page-3

 

3 minutos atrás, T1000_2015 disse:

Só em caso de muita falta de grana para comprar um computador com atom ou celeron. Impraticável. Só deveriam ser usados para terminais de supermercado, nada mais.

Comprei o meu por considerar que era o ideal para meu uso, não por falta de dinheiro. Totalmente praticável. Um híbrido super portátil, com duração monstruosa da bateria, potente para tarefas cotidianas (oferece desempenho impecável, como os diversos testes por aí confirmam), leve e que quase não esquenta. Perfeito para o dia a dia de um universitário.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Como o @Campstoledo disse, deveriam ser, no mínimo, 64gb de memória interna. Deixei de comprar um desses justamente por conta do armazenamento interno. Coitado, também, de quem comprar o Multilaser M8W com 16GB de memória interna (há versões com 32gb também) e Windows 10. Voltando ao assunto, foi o armazenamento que me fez optar por outro modelo, um Dell Inspiron 11 série 3000. O preço é um pouco maior mas só o fato de não se preocupar com armazenamento já vale.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Positivo ? Não foi essa marca ai que lascava todo mundo ? Que o povo apelidou de " Negativo "
 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Foxwalt Peguei o indice de desempenho do site passmark, que possui uma base muito consistente de testes incluindo processadores antigos.

Olha só:

Um core 2 duo de 2008 é mais rápido que um atom de 2014. Isso que peguei um core 2 duo qualquer; se pesquisar mais vai achar 2 duos mais antigos mais rápido s que o atom.

Se você observer o índice single thread, que, na minha opiniao, é o que mais diferencia o desempenho, o core 2 duo é 2x mais rápido!

Contra dados não há argumentos!

Eu não considero atom razoável para um usuário domestico dado que até as paginas web estão pesadas hoje em dia.

Você vai instalar um mero home banking, vai passar raiva. Qualquer site mais elaborado, vai ficar enroscando.

Quanto à bateria, tenho um notebook i5 recente que consigo trabalhar umas 6hs com o modem 3g pendurado nele e eu não tenho um pack de baterias especiais.

Minha opinião, só compensa atom se for por restrição de $$, senão eu não recomendo nem para usuários domésticos.

 

S80203-091454(1).jpg

S80203-091559(1).jpg

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, T1000_2015 disse:

Um core 2 duo de 2008 é mais rápido que um atom de 2014.

Mais rápido na base de dados do Passmark. E o Passmark é a verdade absoluta em todos os casos e usos?

 

E, além disso, você percebeu que está comparando um desktop com um tablet minúsculo?

 

2 minutos atrás, T1000_2015 disse:

Eu não considero atom razoável para um usuário domestico dado que até as paginas web estão pesadas hoje em dia.

Você vai instalar um mero home banking, vai passar raiva. Qualquer site mais elaborado, vai ficar enroscando.

Você por acaso leu os testes que citei acima? Pois é, reforço que contra dados não há argumentos. Não há engasgos para navegar na Internet, mesmo em páginas pesadas. Muito menos em um mero home banking, que eu inclusive uso nele.

 

Novamente, vocês estão falando de algo sem ler análises e sem testar. Os testes feitos pelas duas fontes citadas acima indicam performance fluida para uso cotidiano.

 

É só dizer a palavra "Atom" que vocês já chegam com pedras nas mãos. É óbvio que não é um computador para sair fazendo o que quiser, mas está bem longe de ser essa "monstruosidade da lentidão" que vocês definiram.

 

8 minutos atrás, T1000_2015 disse:

Minha opinião, só compensa atom se for por restrição de $$, senão eu não recomendo nem para usuários domésticos.

Novamente, estamos falando de tablets aqui. Esses equipamentos não são desktops, não são notebooks, são tablets/netbooks. Equipamentos com tamanho muito reduzido, com sistema de refrigeração passiva e buscando baixo consumo energético.

 

Respeito a sua opinião, mas prefiro ficar com as opiniões dos sites de testes e a minha, de alguém que tem o equipamento e usa diariamente.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ok colega, seguem processadores de notebooks com desempenho parecido para ilustrar.

Mesmo com cores a menos, mesmo com clock menor, são equivalentes ao atom em multithread, e single thread ainda são bem mais rápidos.

 

S80203-101600(1).jpg

S80203-101500(1).jpg

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@T1000_2015 resultado de um benchmark, e sintético, não diz muita coisa.

 

Pra ser sincero, não diz nada.

 

6 anos de diferença entre os processadores, mesmo sendo um basicão como o Atom, já colocam todo o SSE4 nele, e isso tem suas vantagens naquilo que o fox está falando. ;)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@T1000_2015 Novamente, lhe questiono, o Passmark representa uma verdade absoluta? O @Evandro já tocou nesse ponto.

 

E, além disso, perceba que esses aí são processadores antigos sim, mas para notebooks maiores, que esquentam bem mais e que consomem muito mais energia. Não dá para comparar com meu tablet minúsculo de refrigeração passiva. Você reparou o TDP típico do Atom de míseros 4W? Isso é surpreendentemente baixo!

 

Você teria algum teste que comprove que o Atom Z3740 (ou Z3775, no caso do meu) trava mesmo para navegação na Internet e aplicativos de banco? Porque não é isso que os testes mostram. E também não é isso que minha experiência pessoal mostra.

 

Novamente questiono o fato de ver muita gente julgando a performance desses processadores Atom novos sem conhecer. Toda notícia que é publicada aqui sobre eles fica desse jeito. O salto de desempenho foi brutal, mas infelizmente os novos processadores continuam carregando o fardo dos modelos anteriores...

 

"Temos um salto e tanto em relação ao último tablet Atom que testamos, o LG Slidepad, que vinha com um chip Clover Trail e apenas 1GB. Este tablet é duas vezes mais rápido, e aproximou consideravelmente a linha Atom dos chips Core, como o chip Core i3 Ivy Bridge do Vivobook." - Adrenaline.

 

"Ele usa uma CPU Intel Atom Z3740 quad-core de 1.3GHz, que é da nova geração de processadores Bay Trail. É muito, muito mais rápido do que o equivalente Clover Trail do ano passado. Nosso benchmark PC Mark mostra que ele pode competir com processadores Intel Core i3 de última geração, embora, naturalmente, não com os modelos Haswell deste ano. Para um laptop de baixo custo, o nível de performance é apenas ok, mas para um tablet o Asus Transformer Book T100 é muito, muito poderoso." - Trusted Reviews (traduzido).

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 30/01/2018 às 17:36, Rodrigo J Polette disse:

Mais um.... tudo igual esses trecos... não vejo porque virar o note assim e ficar com o teclado a mostra para ficar apertando tudo sem querer... também não sei se o teclado e o touch pad são desabilitados quando está "virado"... Para mim isso é só "Markting", continua sendo um notebook básico... bem básico...

Geralmente o teclado fica bloqueado ao virar o teclado para trás, em notes desse tipo ...

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

É muito caro R$1300 por um aparelho desse...  Eu estou comprando um tablet  Jumper Ezpad 5s  na  Ge@arbest... O tablet também tem tela de 11.6' só que FullHD e  IPS, CPU Z8300 , 4GB de ram ,  64GB de HD  e 4 portas USB( 3 normais e uma micro)... Eu vou pagar R$590,00  + a taxa da receita que estão taxando em torno de  R$200,00 para esse tipo de equipamento......

 

Quanto ao desempenho da CPU eu concordo completamente com o colega Foxwalt.. Já tive um tablet Z3735f  que é ainda mais fraco que o Z3770 ...  Até que o bichinho tinha um desempenho bom para o tamanho  e preço do tablet... Usava  o Windows 8.1 X86 nele, e ele rodava liso liso ...  A navegação na internet  era muito boa, mas  os 2GB de ram que ele tinha estavam ficando pouco... Uma pena  que ele quebrou a tela esses dias... Essas CPUs só tem um problema.. Geralmente eles vem sem nenhum dissipador em cima da CPU e isso faz com que a CPU atinja temperaturas bem altas, mesmo tendo baixa potência .. No meu tablet  eu coloquei uma chapinha de cobre +- 1mm em cima da CPU e foi o suficiente  para derrubar as temperaturas uns 15  graus ....

A grande diferença entre a série Z3XXX e a Z83XX  está na vga integrada  que está muito melhor no Z83XX....

 

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Comprei este modelo da Positivo com um pé atrás por conta do espaço de armazenamento mas, para minha surpresa, tem funcionado muito bem. Porém, não é um notebook para quem tem somente um computador. No meu caso utilizo o equipamento somente para estudos e procurava um modelo pequeno e o mais importante LEVE para ser carregado todos os dias, com utilização basicamente para internet e word. O armazenamento de fato é um ponto negativo mas tem muitos aspectos positivos: duração da bateria, não esquenta (pelo menos o meu não esquentou ainda), super leve (o mais leve que encontrei com 1,1kg).

 

Acredito que levando em consideração o propósito do equipamento para tarefas básicas versus a necessidade do usuário é um ótimo custo benefício. 

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×