Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

AMD apresenta os novos processadores Ryzen 3 3100 e Ryzen 3 3300X e o chipset B550

       
 3.945 Visualizações    21 comentários

Os processadores trazem a tecnologia Simultaneous Multi-Threading (SMT).

AMD apresenta os novos processadores Ryzen 3 3100 e Ryzen 3 3300X e o chipset B550

A AMD apresentou seus novos modelos de processadores para computadores de mesa Ryzen 3 3100 e Ryzen 3 3300X, bem como o chipset B550.

Os processadores fazem uso da arquitetura Zen 2, possuem litografia de 7 nm, quatro núcleos, oito threads, dois canais de memória DDR4, 18 MiB de memória cache L3, a tecnologia Simultaneous Multi-Threading (SMT), cooler Wraith Stealth e TDP de 65 W.

O modelo Ryzen 3 3100 tem clock base de 3,6 GHz e clock Boost de até 3,9 GHz, enquanto o Ryzen 3 3300X apresenta clock entre 3,8 GHz e 4,3 GHz.

E o chipset B550 é voltado para o soquete AM4, suporta processadores AMD Ryzen Série 3000 e tem compatibilidade com a interface PCI Express 4.0.

Os novos processadores Ryzen 3 3100 e Ryzen 3 3300X estarão à venda no mercado norte-americano a partir de maio de 2020, por US$ 99 e US$ 120, respectivamente. As placas-mãe com o chipset B550 estarão disponíveis a partir do dia 16 de junho deste ano.

amd.jpg

Mais informações

Compartilhar

  • Curtir 4


  Denunciar Notícia

Comentários de usuários


Por acaso, os clocks do ryzen 3 3100 e 3300x não estão invertidos?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
49 minutos atrás, Genérico man disse:

Por acaso, os clocks do ryzen 3 3100 e 3300x não estão invertidos?

também achei estranho. kkkk

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O que eu não entendo é porque a AMD não lançou a lineup completa desde o início, teriam batido de frente com a Intel não apenas no high end e mid end como foi o caso dos Ryzen 7 3800X/3700X e Ryzen 5 3600X/3600 (sem falar nos Ryzen 9), como no low end também, esses dois modelos de Ryzen 3 estariam disputando mercado há tempos contra os Core i3 e Core i5 mais baratos da oitava e nona geração.

 

Além disso tem também o Ryzen 5 3500X de 6 cores e 6 threads que é China only quando poderia estar sendo vendido globalmente.

 

Levando em conta que esse ano apesar da pandemia ainda devem sair os Ryzen 4000, não vou ficar surpresa se a AMD repetir a mesma coisa, primeiro vem os Ryzen 9, 7 e 5, pra quase 1 ano depois virem os Ryzen 3 da geração e um potencial chipset B650.

O que me lembra do chipset A320 que até agora não recebeu nenhum sucessor também.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

muito boas opções.. pra o segmento de entrada, tem tudo pra melhorar ainda mais a concorrencia

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
7 horas atrás, Amanda Gonçalo disse:

O que eu não entendo é porque a AMD não lançou a lineup completa desde o início, teriam batido de frente com a Intel não apenas no high end e mid end como foi o caso dos Ryzen 7 3800X/3700X e Ryzen 5 3600X/3600 (sem falar nos Ryzen 9), como no low end também, esses dois modelos de Ryzen 3 estariam disputando mercado há tempos contra os Core i3 e Core i5 mais baratos da oitava e nona geração.

 

Além disso tem também o Ryzen 5 3500X de 6 cores e 6 threads que é China only quando poderia estar sendo vendido globalmente.

 

Levando em conta que esse ano apesar da pandemia ainda devem sair os Ryzen 4000, não vou ficar surpresa se a AMD repetir a mesma coisa, primeiro vem os Ryzen 9, 7 e 5, pra quase 1 ano depois virem os Ryzen 3 da geração e um potencial chipset B650.

O que me lembra do chipset A320 que até agora não recebeu nenhum sucessor também.

Questão de custos de produção vs venda. O Custo pra fazer um Ry7 e um Ry3 é praticamente o mesmo. Mas na prateleira, os Ry7 custam 3x mais. Como a AMD está dando muita sorte na evolução de produção e litografia com um aproveitamento bem alto, quase não sobram chips "menos bons" para usar como R3.

Já a questão do china only, difícil explicar, mas eles são por si só quase 20% do mundo, então faz sentido você ter algum plano diferenciado para um mercado tão gigante.

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
11 minutos atrás, sdriver disse:

Questão de custos de produção vs venda. O Custo pra fazer um Ry7 e um Ry3 é praticamente o mesmo. Mas na prateleira, os Ry7 custam 3x mais. Como a AMD está dando muita sorte na evolução de produção e litografia com um aproveitamento bem alto, quase não sobram chips "menos bons" para usar como R3.

Já a questão do china only, difícil explicar, mas eles são por si só quase 20% do mundo, então faz sentido você ter algum plano diferenciado para um mercado tão gigante.

 

 

Pensei no binning inclusive, lembro de alguns rumores falando que o aproveitamento da produção de chiplets de 7 nm da AMD era de ~70%, o que torna bem possível produzirem a grande maioria dos dies com 8 cores perfeitos e uma porção menor com 6 cores, o que permite que façam um monte de Ryzens 9 (8c+8c e 6c+6c), Ryzens 7 (8c) e Ryzens 5 (6c).

Nesse ponto é certo que a produção dos Ryzens 3 seria mínima, até porque dies com apenas 4 cores devem ser raros, e talvez seja bem possível que pra atender a esse mercado a AMD esteja até mesmo desativando alguns dies de 6 cores pra lançar os Ryzen 3.

 

Agora pro futuro seria interessante tirar proveito desse rendimento de ~70% (que deve subir conforme o processo amadurece) pra dar uma revisada na lineup e fazer algo como:

  • Ryzen 9 com 12c e 16c+SMT
  • Ryzen 7 com 8c+SMT
  • Ryzen 5 com 6c+SMT
  • Ryzen 3 com 6c mas sem SMT

 

Daria pra manter isso até aumentarem a contagem de cores no desktop novamente, como devem vir a fazer nos Ryzen 5000 ou 6000, de toda forma isso me é só um pensamento aleatório mesmo. 😅

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
8 horas atrás, Amanda Gonçalo disse:

O que eu não entendo é porque a AMD não lançou a lineup completa desde o início

Talvez houvesse muito 2200G e 2400G sobrando nas prateleiras, fora que estes 3100 e 3300X não possuem vídeo integrado, não tendo motivos para serem lançados enquanto os modelos G seriam ainda os queridos da vez. Também poderia ter tido treta com gente pegando um 3100 no lugar dos 3600 por exemplo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Seria uma ótima carta na manga da AMD se lançassem esses Ryzen 3 em 6/6.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, Lost Byte disse:

Talvez houvesse muito 2200G e 2400G sobrando nas prateleiras, fora que estes 3100 e 3300X não possuem vídeo integrado, não tendo motivos para serem lançados enquanto os modelos G seriam ainda os queridos da vez. Também poderia ter tido treta com gente pegando um 3100 no lugar dos 3600 por exemplo.

Isso mesmo , além do mais as linhas com placas de vídeo integradas sao as que mais vendem pelo custo beneficio e por da conta do dia a dia. Queria que surgisse 3200gx com 6c/6t 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Com a tecnologia SMT, agora temos Ryzen 3 com 4 núcleos e 8 threads. O Core i3 4/4 está, basicamente, morto (mais do que já estava, considerando a proximidade de preço com o R5 1600AF).

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sobre o chipset B550, o artigo diz ser compatível com a série 3000 dos Ryzen, será possivel alguma atualização de bios ou algo do tipo, para aceitar os ryzen de 2ª geração ? 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, mateus FNB disse:

Sobre o chipset B550, o artigo diz ser compatível com a série 3000 dos Ryzen, será possivel alguma atualização de bios ou algo do tipo, para aceitar os ryzen de 2ª geração ? 

 

Creio que já virá com suporte a eles de fábrica, assim como já acontece com as placas-mãe baseadas no chipset X570.

 

 

11 horas atrás, KairanD disse:

Com a tecnologia SMT, agora temos Ryzen 3 com 4 núcleos e 8 threads. O Core i3 4/4 está, basicamente, morto (mais do que já estava, considerando a proximidade de preço com o R5 1600AF).

 

Ainda não foi confirmado mas aparentemente na décima geração que está pra sair, a Intel vai ligar o HT na lineup inteira, desde o Core i9 até o Core i3; os demais (Pentium e Celeron), continuam como 2C/4T e 2C/2T respectivamente.

 

 

23 horas atrás, Jonatan de Jesus Patricio disse:

Isso mesmo , além do mais as linhas com placas de vídeo integradas sao as que mais vendem pelo custo beneficio e por da conta do dia a dia. Queria que surgisse 3200gx com 6c/6t 

 

É bem provável que venham como 4C/8T na próxima geração (4000), seria uma resposta adequada ao que eu disse sobre a Intel mais acima, considerando que as APUs estão sempre uma geração atrás das CPUs sem vídeo integrado, há um possível cenário: Ryzen 3 4200G (4C/8T) junto do Ryzen 5 4400G (6C/12T), e essas APUs seriam baseadas na microarquitetura Zen 2, ao passo que os demais processadores seriam Zen 3.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
8 horas atrás, Amanda Gonçalo disse:

Ainda não foi confirmado mas aparentemente na décima geração que está pra sair, a Intel vai ligar o HT na lineup inteira, desde o Core i9 até o Core i3; os demais (Pentium e Celeron), continuam como 2C/4T e 2C/2T respectivamente.

Sim, estou ciente disso. E acho muito improvável que não aconteça. Mas, até lá, o Core i3 permanece como uma das piores relações custo x benefício do mercado.

 

Se não fosse pelos avanços da AMD, até hoje teríamos Core i3 2C/4T e Core i5 4C/4T.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
5 horas atrás, KairanD disse:

Sim, estou ciente disso. E acho muito improvável que não aconteça. Mas, até lá, o Core i3 permanece como uma das piores relações custo x benefício do mercado.

 

Se não fosse pelos avanços da AMD, até hoje teríamos Core i3 2C/4T e Core i5 4C/4T.

 

De fato, e não se esqueça do maravilhoso "Core i7-10700K de 4C/8T!!" 😅

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 22/04/2020 às 10:01, Amanda Gonçalo disse:

O que eu não entendo é porque a AMD não lançou a lineup completa desde o início, teriam batido de frente com a Intel não apenas no high end e mid end como foi o caso dos Ryzen 7 3800X/3700X e Ryzen 5 3600X/3600 (sem falar nos Ryzen 9), como no low end também, esses dois modelos de Ryzen 3 estariam disputando mercado há tempos contra os Core i3 e Core i5 mais baratos da oitava e nona geração.

 

Acredito que por pura jogada de marketing. Até porque mostrar todo seu arsenal de guerra faz o concorrente se preparar melhor, perdendo o efeito supresa.

 

Em 22/04/2020 às 17:35, Amanda Gonçalo disse:

e talvez seja bem possível que pra atender a esse mercado a AMD esteja até mesmo desativando alguns dies de 6 cores pra lançar os Ryzen 3.

 

Isso só me faz pensar uma coisa...

Será que teremos Ryzen 3 com núcleos desbloqueáveis como tínhamos no saudoso Phenom?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, NIGHT FALL disse:

Isso só me faz pensar uma coisa...

Será que teremos Ryzen 3 com núcleos desbloqueáveis como tínhamos no saudoso Phenom?

 

Creio que hoje em dia seja bem improvável, durante o processo de binning tanto a Intel quanto a AMD empregam o que é chamado de laser cutting (desconheço um termo em português pra isso), o que faz com que a desativação de certas partes do die sejam de fato permanentes, como porções do cache L3, cores ou no caso dos Ryzen até mesmo um CCX inteiro.

 

A AMD começou a fazer isso com a introdução dos FX, anterior a isso com os Phenom II e Athlon II isso era feito de modo artificial mesmo, e por conta de "bugs" na BIOS era possível reativar os cores perdidos dos X2 e X3 da época e também o cache L3 dos Athlon II e dos Phenom II da série 800.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
35 minutos atrás, Amanda Gonçalo disse:

 

Creio que hoje em dia seja bem improvável, durante o processo de binning tanto a Intel quanto a AMD empregam o que é chamado de laser cutting (desconheço um termo em português pra isso), o que faz com que a desativação de certas partes do die sejam de fato permanente, como porções do cache L3, cores ou no caso dos Ryzen até mesmo um CCX inteiro.

 

A AMD começou a fazer isso com a introdução dos FX, anterior a isso com os Phenom II e Athlon II isso era feito de modo artificial mesmo, e por conta de "bugs" na BIOS era possível reativar os cores perdidos dos X2 e X3 da época e também o cache L3 dos Athlon II e dos Phenom II da série 800.

 

 Laser cutting é literalmente Corte a Laser. Esse "desligamento" deve ser feito de forma física então, afim de evitar que alguém consiga reativa-los através de algum recurso.
Show, isso eu realmente não sabia.
 

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Achei alto o TDP desses processadores, está igual o meu Ryzen 5 2400G (65W) que é 4/8 com vega11, e o meu ainda é 14nm.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 27/04/2020 às 13:26, Rodrigo J Polette disse:

Achei alto o TDP desses processadores, está igual o meu Ryzen 5 2400G (65W) que é 4/8 com vega11, e o meu ainda é 14nm.

Com processo de fabricação menor e consequentemente menos energia sendo gasta isso permite que o fabricante aumente o IPC e clock para aumentar a performance. Tanto o 2400G quanto o 3300X tem 65W de TDP mas o segundo entrega mais desempenho que o primeiro gastando o mesmo tanto de energia.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@grievous

Nossa, é verdade kkkk esse é o princípio de se atualizar uma geração. eita onde que eu tava com a cabeça... hehehehe 😅

 

mas não é exatamente igual, com as mesmas configurações, o meu tem o vídeo Vega 11, e esse novo não.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda_a_Ler_Resistores_e_Capacitores-capa-3d-newsletter.jpg

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!