Ir ao conteúdo

AMD apresenta os novos processadores Ryzen com gráficos integrados Vega

       
 11.627 Visualizações    11 comentários

Os processadores possuem o recurso Precision Boost 2.

AMD apresenta os novos processadores Ryzen com gráficos integrados Vega
Flavia Dutra Editora de Notícias do Clube do Hardware

A AMD apresentou novos processadores Ryzen com gráficos integrados Radeon Vega, tanto para computadores de mesa quanto para dispositivos móveis.

Os processadores para computadores de mesa são o Ryzen 5 2400G e o Ryzen 3 2200G. O Ryzen 5 2400G tem quatro núcleos, oito threads, clock Boost de 3,9 GHz, 6 MiB de memória cache, motor gráfico com 11 unidades computacionais, clock de até 1250 MHz e dissipação térmica de 45 a 65 W. E o Ryzen 3 2200G possui quatro núcleos, quatro threads, clock Boost de 3,7 GHz, motor gráfico com oito unidades computacionais e clock de até 1100 MHz, 6 MiB de memória cache e dissipação térmica de 45 a 65 W.

As versões Ryzen Pro móveis, voltados para notebooks ultrafinos, são: Ryzen 7 Pro 2700U, Ryzen 5 Pro 2500U e Ryzen 3 Pro 2300U, todos com 6 MiB de memória cache, dissipação térmica de 15 W e os recursos SenseMI, Precision Boost 2 e Mobile Extended Frequency Range (mXRF). O Ryzen 7 Pro 2700U vem com quatro núcleos, oito threads, clock de até 3,8 GHz e motor gráfico com com 10 unidades computacionais e clock de até 1300 MHz. O modelo Ryzen 5 Pro 2500U traz quatro núcleos, oito threads, clock de até 3,6 GHz, clock do motor gráfico de até 1100 MHz e oito unidades computacionais. E o processador Ryzen 3 Pro 2300U tem quatro núcleos, quatro threads, clock de até 3,4 GHz e motor gráfico com seis unidades computacionais e clock de até 1100 MHz.      

Já os processadores Ryzen móveis são compostos pelos modelos Ryzen 7 2700U, Ryzen 5 2500U, Ryzen 3 2300U e Ryzen 3 2200U, com dissipação térmica de 15 W. O Ryzen 7 2700U possui quatro núcleos, oito threads, clock de até 3,8 GHz, clock do motor gráfico de até 1300 MHz, 6 MiB de memória cache e 10 unidades computacionais. O Ryzen 5 2500U tem oito threads, quatro núcleos, oito unidades computacionais, clock de até 3,6 GHz e motor gráfico com clock de até 1100 MHz. A versão Ryzen 3 2300U vem com quatro núcleos, quatro threads, seis unidades computacionais, 6 MiB de memória cache, clock de até 3,4 GHz e clock do motor gráfico de até 1100 MHz. O Ryzen 3 2200U traz dois núcleos, quatro threads, clock de até 3,4 GHz, clock do motor gráfico de até 1000 MHz, três unidades computacionais e 5 MiB de memória cache.

Os processadores Ryzen para computadores de mesa estarão disponíveis a partir de fevereiro de 2018, sendo o Ryzen 5 2400G por US$ 169 e o Ryzen 3 2200G por US$ 99. Os modelos Ryzen 2, com processo de fabricação de 12 nm, têm previsão de lançamento em abril de 2018, e os modelos Ryzen mobile para o segundo trimestre deste ano, mas os preços não foram divulgados.

ryzen.jpg

Mais informações

Compartilhar

  • Curtir 7
  • Amei 1


  Denunciar Notícia

Notícias similares


Comentários de usuários


Se isto jogar os preços dos atuais Ryzen ainda mais para baixo (Kabum fez promoção de R7 1700 por R$800...), será interessante observar como a Intel avaliará a situação de seus preços.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

vai ficar uma competição comercial do caramba, os preços dos atuais ryzen devem ficar mais baixo que ja está ai eu compro e.e 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Também podem ficar no mesmo patamar...e os modelos novos, com preços de Intel.

 

Tiro no pé?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, ThiagoLuiz disse:

Não foi informado o socket que os mesmos serão. Gostaríamos de saber se continuam sendo AM4.

A AMD não informou explicitamente se o soquete segue compatível, mas informações dão conta de que os novos processadores seguem compatíveis com as placas-mãe AM4 atuais.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
19 horas atrás, ThiagoLuiz disse:

Não foi informado o socket que os mesmos serão. Gostaríamos de saber se continuam sendo AM4.

Sim amigo informações dizem que segue AM4. Essa a vantagem da Ryzen, manter a plataforma. 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Como será que vai está o desempenho desses amd mobiles tanto na parte de processamento como em gráficos? Se os preços dos notebook forem razoáveis acho que compro um kkkk.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Yusuke321 disse:

Como será que vai está o desempenho desses amd mobiles tanto na parte de processamento como em gráficos? Se os preços dos notebook forem razoáveis acho que compro um kkkk.

Pego que vi na parte Grafica integrada o Vega 8 do Ryzen 3 2200G tem mesmo desempenho do HD630 do i5 8400.

Já o RX Vega 11 do Ryzen 5 2400G tem desempenho superior a todos graficos integrados, sendo melhor até que as das APU que usam radeon R7.

 

O Desempenho é proximo de uma nVIDIA GT 1030.

 

 

Editado por Chuck_Noia

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 09/01/2018 às 07:36, Fokas disse:

Se isto jogar os preços dos atuais Ryzen ainda mais para baixo (Kabum fez promoção de R7 1700 por R$800...), será interessante observar como a Intel avaliará a situação de seus preços.

Dificilmente a Intel baixa valor, sabemos e a realidade que a venda de Intel é muito maior que AMD, então sabem que vai sair seus produtos mantém e os preços elevados. Mas a AMD está cada vez melhor, sinceramente, está se tornando grande.  

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Que interessante o TDP de 15W!!

Quad core com oito threads e com apenas 15W é difícil de imaginar...

Ainda bem que a AMD inverteu as coisas com Desempenho X TDP, antes sobrava TDP (os fxs por exemplo), agora o que sobra é desempenho.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×