Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Intel anuncia os novos processadores Core i de 10ª geração para computadores de mesa


        4.735 Visualizações    Processadores    18 comentários
Intel anuncia os novos processadores Core i de 10ª geração para computadores de mesa

A Intel anunciou oficialmente seus primeiros processadores Core i de 10ª geração para computadores de mesa, codinome Comet Lake-S, todos com multiplicador de clock desbloqueado.

Segundo a Intel, com os novos processadores é possível desligar o Hyper-Threading de forma manual, desativando o recurso por núcleo, deixando apenas unidades com maior desempenho ativas. Eles utilizam o novo soquete LGA1200 (e, portanto, são incompatíveis com placas-mãe voltadas a modelos de gerações anteriores), a tecnologia Turbo Boost 3.0, que identifica os dois melhores núcleos para acelerá-los sem acréscimo de tensão, o software Extreme Tuning Utility, que agora permite controlar gráfico de curvas de tensão e frequência, e usam substrato mais fino, que melhora a capacidade de transferência de calor dos processadores, diminuindo temperaturas e aumentando eficiência. Eles têm ainda suporte para memória DDR4 de 2.933 MHz, aos chipsets da série 400 e à rede Wi-FI 6.

Os modelos revelados são:

Modelo Núcleos/threads Clock base Clock máximo TDP
Core i9-10900K 10 / 20 3,7 GHz 5,3 GHz 125 W
Core i7-10700K 8 / 16 3,8 GHz 5,1 GHz 125 W
Core i5-10600K 6 / 12 4,1 GHz 4,8 GHz 125 W
Core i5-10500 6 / 12 3,1 GHz 4,5 GHz 65 W
Core i5-10400 6 / 12 2,9 GHz 4,3 GHz 65 W
Core i3-10320 4 / 8 3,8 GHz 4,6 GHz 65 W
Core i3-10300 4 / 8 3,7 GHz 4,4 GHz 65 W
Core i3-10100 4 / 8 3,6 GHz 4,3 GHz 65 W

Os novos processadores Core estarão disponíveis a partir de maio deste ano, por preços entre US$ 122 e US$ 488.

Mais informações


  • Curtir 2

Comentários de usuários

Respostas recomendadas

Acho que a linha Ryzen ainda vai compensa mais por causa do custo/benefício, mesmo tendo um desempenho um pouco pior. O preço do dólar está nas alturas então esses processadores vão chegar caríssimos no Brasil e entregando na qualidade quase igual de um Ryzen.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Intel errou em lançar a nova geração agora. Deveria ter lançado no segundo semestre. 

 

Aqui no Brasil terá que ser um entu$ia$ta para comprar o i7 ou i9 de décima geração e ter uma configuração extrema com nova memória, novo ssd, nova placa-mãe e fonte. 

 

Lojistas já estão com dificuldades em vender o que tem hoje no mercado das peças de computador, imagine com essa décima geração nesse momento que está agravando a situação financeira de milhões de contribuintes. Aqui no Brasil com dólar na casa dos cinco reais, complica muito, mas mesmo na zona do euro, a coisa não está boa. Os turistas vindo de outros continentes e o mercado do futebol movimentam muito dinheiro e agora ambos estão comprometidos. Não vai ser fácil disparar as vendas desses novos processadores no cenário internacional, esse ano.

 

Sobre as especificações, só confirmou o que eu já sabia. Um i7 7.0Ghz não viria esse ano. A questão das falhas de segurança, quem comprar esses processadores poderá responder daqui daqui há uns meses. A questão da temperatura igualmente. O quanto se poderá aumentar na frequência da mesma forma, mas eu acredito que para esse i7 uns 5.4Ghz são possíveis de alcançar. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Duvido muito desses Intel terem alguma real vantagem , Claro que quem tem muito $$$$$$$ a ponto de nem a crise global afetar , vai se aventurar num processador de 10 nm , que pra chegar acima de 5 giga em alguns núcleos precisa de um ar condicionado como sistema de refrigeração . Mas de fato pra quem só joga , representa um avanço sobre a geração anterior , nenhum game puxa mais do que 4 ou 6 cores então da sim pra jogar acima de 5.0 giga , mas como sempre digo , se entrar com mais aplicações simultaneas , ai a linha Ryzen ainda é mais vantagem .

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Grande Mestre Lucas disse:

Intel errou em lançar a nova geração agora. Deveria ter lançado no segundo semestre. 

 

Aqui no Brasil terá que ser um entu$ia$ta para comprar o i7 ou i9 de décima geração e ter uma configuração extrema com nova memória, novo ssd, nova placa-mãe e fonte. 

 

Lojistas já estão com dificuldades em vender o que tem hoje no mercado das peças de computador, imagine com essa décima geração nesse momento que está agravando a situação financeira de milhões de contribuintes. Aqui no Brasil com dólar na casa dos cinco reais, complica muito, mas mesmo na zona do euro, a coisa não está boa. Os turistas vindo de outros continentes e o mercado do futebol movimentam muito dinheiro e agora ambos estão comprometidos. Não vai ser fácil disparar as vendas desses novos processadores no cenário internacional, esse ano.

 

Sobre as especificações, só confirmou o que eu já sabia. Um i7 7.0Ghz não viria esse ano. A questão das falhas de segurança, quem comprar esses processadores poderá responder daqui daqui há uns meses. A questão da temperatura igualmente. O quanto se poderá aumentar na frequência da mesma forma, mas eu acredito que para esse i7 uns 5.4Ghz são possíveis de alcançar. 

 

Cotação oficial não está tão longe dos seis reais e logo logo será 7x1.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Excelsior tem notícia de que o dólar já está sendo vendido na casa dos seis reais em casa de câmbio. Já li um dia desses que o dólar pode ir para a casa dos sete reais. 

 

Uma das determinações para amenizar os preços altos(e muito caros), das peças(e não só delas, é o fim do imposto de importação, ficando apenas o valor do produto+frete(quando assim tiver)+valor de garantia estendida(quando assim tiver). Isso de forma generalizada nunca seria aprovado, mas ao menos com um valor limite de dez mil dólares por compra já reduziria o custo final que o contribuinte brasileiro paga. Mesmo com essa limitação teriam políticos e funcionários públicos contrários.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
  • Moderador

Enorme, gigantesca evolução para os processadores Intel. E também totalmente esperada. O Hyper Threading muda muita coisa, cria um abismo de desempenho multi-thread dessa geração em relação à 9ª, que não tinha o recurso. Eu dificilmente via sentido em indicar processadores Intel nessas últimas três gerações. Vamos ver se vou começar a ver sentido neles agora... Aguardo ansiosamente pelos testes.

 

Se não fosse pela AMD, ainda estaríamos comprando Core i3 2/4 e Core i5 4/4.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 01/05/2020 às 09:26, fenixcload disse:

a solução sera mirar no Core i5-10500 ou no Core i3-10320 mesmo e tentar fazer oc colocando um cooler top

ou

mirar nos usados quem esta numa geração anterior

Então, ao contrário dos Ryzen da AMD, onde todos os processadores são desbloqueados para overclock, somente os modelos K da Intel que permitem tal operação.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Desculpe o que eu vou comentar aqui mas a criação da linha Core i9 foi a maior ou uma das maiores piadas que a Intel já fez e um marketing ridículo que infelizmente funcionou e a décima geração veio pra provar isso.

 

Se você não entendeu, eu explico. Removeram o HT do i7 na nona geração, trouxeram um i9 9900k 8/16 custando 488 dólares (um processador de linha main stream custando o preço de Extreme Edition) e eu sempre falei para as pessoas que se o i9 9900k se chamasse i7 9900k, ele jamais custaria 488 dolares e sim 374 dólares. Veio décima geração e a Intel traz o i7 10700k 8/16 custando 374 dólares. O i9 10900k 10/20 custa 488 dólares. Agora já começa a imaginar se na 11ª geração se o i7 vir como 10/20 ou se o i9 10900k se chamasse i7 10900k.

 

Tantas modificações mais importantes que a Intel poderia fazer na sua nomenclatura, como padronizar as letras, parar com lançamento de quad core na Extreme Edition, entre outras coisas. Porém ela preferiu lançar uma linha nova chamada i9, que sinceramente é um i7 com outro nome e preço mais alto, uma linha sem necessidade alguma. A nomenclatura da Intel já tinha uma linha bem definida como o i3 de entrada, i5 intermediário e i7 top de linha da Main Stream e i7 Extreme Edtion pra entusiasta e acabou. Não tinha necessidade alguma de lançar mais uma linha e bagunçar a nomenclatura (pergunte pra Intel qual é a lógica de existe 9ª geração do i9 se ele não tem as gerações anteriores).

 

A AMD que tinha a faca e o queijo na mão pra fazer do i9 da Intel uma piada, preferiu seguir o mesmo caminho e bagunçar a nomenclatura lançando um Ryzen 9. Se tivessem lançado o 3900x como Ryzen 7 3900x com desempenho do Core i9 9900k, teria sido muito mais impactante que lançar uma linha nova chamada Ryzen 9.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Complicado com o preço do dólar nas alturas (já começou a cair  né, as expectativas são para que caiam ainda mais). Mas ainda acho que Ryzen tem um melhor custo benefício. No meu caso não é problema um desempenho um pouco pior.

Abraços,

Gustavo Woltmann

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 03/05/2020 às 11:01, Dioney Froes Januario disse:

i3 de 4/8 núcleos é muito bom, influencia da amd?

Com certeza, mesmo que indiretamente. Afinal a AMD que começou a era dos processadores com mais de um núcleo e threads e também é a competição das duas que influencia nessa evolução das CPUs onde as duas procuram se sobressair, principalmente em desempenho. Mas verdade seja dita, parece que nos últimos tempos a intel só tem feitos pequenas alterações em seus processadores como aumentar o clock ou desbloquear a CPU.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Redes-Wi-Fi-capa-3d-newsletter.png

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!