Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Linksys lança o roteador WRT32XB voltado para o console Xbox One

       
 2.550 Visualizações    2 comentários

O roteador tem interface personalizada para controle de tráfego de jogos.

Linksys lança o roteador WRT32XB voltado para o console Xbox One
Flavia Dutra Editora de Notícias do Clube do Hardware

A empresa Linksys anunciou o lançamento do roteador WRT32XB, considerado o primeiro voltado para uso de rede no console Xbox One.

O roteador tem quatro antenas, processador com dois núcleos de 1,8 GHz, interface personalizada para controle de tráfego de jogos, a tecnologia MU-MIMO, banda dupla simultânea de 2,4 GHz e 5 GHz, criptografia WPA/WPA2, firewall SPI, o recurso Tri-Stream 160, que duplica largura de banda de 80 MHz para 160 MHZ, e portas Gigabit Ethernet, USB 3.0 e eSATA.

O novo roteador Linksys WRT32XB já está disponível no mercado norte-americano por US$ 299,99, com três meses de assinatura do Xbox Game Pass. 

xbox-gaming-router-wrt32xb.jpg

roteador.jpg

Mais informações

Editado por Flavia Dutra

Compartilhar

  • Curtir 1


  Denunciar Notícia

Notícias similares


Comentários de usuários


Vamos ver se vai ser vendido no Brasil e o mais importante, por quanto. E ele está em pré-venda nos EUA.

Editado por Excelsior

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Essa porta eSata poderia ser somente uma outra USB 3.0. Poderia adotar o padrão 802.11ad

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×