Ir ao conteúdo

Motorola apresenta os novos smartphones Moto G5S e G5S Plus

       
 3.229 Visualizações    4 comentários

Os smartphones estarão disponíveis nos Estados Unidos no terceiro trimestre deste ano.

Motorola apresenta os novos smartphones Moto G5S e G5S Plus
Flavia Dutra Editora de Notícias do Clube do Hardware

A marca Motorola apresentou seus novos smartphones intermediários: o Moto G5S e o Moto G5S Plus.

O Moto G5S pesa 157 g, mede 150 x 73,5 x 8,2 mm, possui tela LCD com tecnologia IPS de 5,5 polegadas e resolução Full HD (1920 x 1080), processador Qualcomm Snapdragon 430 com oito núcleos Cortex-A53 de 1,4 GHz, motor gráfico Adreno 505, 3 GiB de memória, 32 GiB de armazenamento (expansível por meio de cartão microSD de até 128 GiB), sistema operacional Android 7.1 (Nougat), câmera traseira de 16 MP, câmera frontal de 5 MP (ambas com flash LED), conectividade Wi-Fi IEEE 802.11a/b/g/n, Bluetooth 4.1, GPS, porta microUSB 2.0 e bateria de 3.000 mAh.    

Já o modelo Moto G5S Plus tem processador Qualcomm Snapdragon 625 com oito núcleos Cortex-A53 de 2,0 GHz, motor gráfico Adreno 506, 3 GiB ou 4 GiB de memória, 32 GiB ou 64 GiB de armazenamento (expansível até 128 GiB através de cartão microSD), câmera traseira dupla de 13 MP com flash duplo de LED e captura de vídeos em 4K, câmera frontal de 8 MP com flash LED, leitor de impressões digitais e demais especificações iguais às da outra versão.

De acordo com a Motorola, os smartphones estarão disponíveis nas cores cinza e dourada, por US$ 290 (G5S) e US$ 350 (G5S Plus). A empresa não revelou a data exata do lançamento, mas informou que os dispositivos serão vendidos no mercado norte-americano no terceiro trimestre deste ano.

01120238038445.jpg

Mais informações

Editado por Flavia Dutra

Compartilhar

  • Curtir 1


  Denunciar Notícia

Notícias similares


Comentários de usuários


É pior que o Zenfone 2?

 

Pergunto porque no meu caso, eu tenho que carregar ele no meio do dia. Meu uso tem sido maior no celular devido a ter que rotear a conexão além de uso do proprio. 

 

Quando tinha o Moto G (primeira geração de 16gb sem expansão de memoria), ele durava exatamente o dia todo. Chegava em casa geralmente entre 15 a 20% de bateria. Só que o celular era traiçoeiro nessa mesma história de bateria: Por mais calibragens que haviam, o celular se desligava abaixo de 9%. Podia desligar com 3, 5, 7, 8 ou 9%, não tinha uma regra. Então eu sempre tinha como regra que se ele saisse do serviço com 12%, eu já evitava o uso nele. Com o Zenfone2, é ideal que tenha tomada ao redor. (ou carregador portatil)

 

Porque é certeza de ficar na mão. Mas se ficar em stand by, digo que ele dura muito mais que o Moto G. Até o moto G4 (que minha mãe possui) a bateria tem longevidade.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu adquiri um G5S Plus a 1 mês e até agora não tive nenhum problema com o celular. Problemas que eram comuns nos aparelhos anteriores (como ficar lerdo depois de uma semana) parecem terem sido resolvidos. O que mais me impressionou neste aparelho foi o fato de ter funcionalidades de celulares mais caros mesmo sendo um aparelho de custo relativamente baixo. O detector de digital é sensacional e o carregador turbo é assustador de tão rápido que carrega.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O G5S apareceu com uma promoção muito boa há uns 2 dias atrás (na RicardoEletro), não fosse o fato de eu estar gastando a alma pra refazer o meu pc iria nele. Tenho conhecidos com um dele e estão bem satisfeitos, é uma boa ir checando esses preços de finzinho de ano.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×