Ir ao conteúdo

AMD revela as placas gráficas Radeon Pro WX 2100 e WX 3100 para estações de trabalho

       
 6.116 Visualizações    4 comentários

As placas gráficas são certificadas e otimizadas para diversos programas de design, engenharia e modelagem.

AMD revela as placas gráficas Radeon Pro WX 2100 e WX 3100 para estações de trabalho
Flavia Dutra Editora de Notícias do Clube do Hardware

A AMD revelou as novas placas gráficas profissionais voltadas para estações de trabalho Radeon Pro WX 2100 e WX 3100, baseadas na arquitetura Polaris e com 14 nm de processo de fabricação.

A versão WX 2100 tem 2 GiB de memória GDDR5, clock de 1500 MHz, velocidade de dados da memória de 6 Gbps, interface de memória de 64 bits e largura de banda de memória de 48 GiB/s.

O modelo WX 3100 possui 4 GiB de memória GDDR5, clock de 1500 MHz, velocidade de dados de memória de 6 Gbps, interface de memória de 128 bits e largura de banda de memória de 96 GiB/s. 

As novas placas gráficas trazem oito unidades computacionais, 512 núcleos de processamento, desempenho de 1,25 TFLOPS de precisão única, duas portas miniDisplay Port, uma porta DisplayPort 1.4, compatibilidade com a tecnologia HDR e suporte para a resolução 4K.

Além disso, ambas as versões são certificadas e otimizadas para diversos programas de design, engenharia e modelagem, como o SOLIDWORKS, o PTC Creo, o Siemens NX e o CATIA, possuem suporte às tecnologias de monitoramento e gerenciamento de energia projetadas para diminuir o consumo de energia quando estiverem ociosas, e, segundo a AMD, têm desempenho 95% maior do que as antecessoras. 

As placas gráficas Radeon Pro WX 2100 e WX 3100 estarão à venda neste mês, por US$ 149 e US$ 199, respectivamente. A AMD oferece suporte ao cliente de 24 horas e garantia limitada de três anos.

 

RadeonProDuo_WX3100_RearAngle_RGB_5inch-937322.jpg

Mais informações

Compartilhar

  • Curtir 4


  Denunciar Notícia

Notícias similares


Comentários de usuários


"As placas gráficas Radeon Pro WX 2100 e WX 3100 estarão à venda neste mês, por US$ 199 e US$ 149, respectivamente."

 

Um pouco antes:

"A versão WX 2100 tem 2 GiB de memória GDDR5, clock de 1500 MHz, velocidade de dados da memória de 6 Gbps, interface de memória de 64 bits e largura de banda de memória de 48 GiB/s.

O modelo WX 3100 possui 4 GiB de memória GDDR5, clock de 1500 MHz, velocidade de dados de memória de 6 Gbps, interface de memória de 128 bits e largura de banda de memória de 96 GiB/s."

 

Os trechos em negritos são destaques meus. Acho que os preços ou as especificações estão invertidos. Mais provável a primeira opção, já que normalmente a numeração mais alta para o modelo informa uma configuração mais robusta.

 

Alguém saberia explicar a diferença prática entre uma VGA voltada ao mercado profissional e aquelas do mercado gamer/doméstico? Tem alguma comparação entre o desempenho de uma VGA do mercado doméstico sendo usada numa aplicação profissional e vice-versa?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Zeca Pagodinho disse:
 

 

Alguém saberia explicar a diferença prática entre uma VGA voltada ao mercado profissional e aquelas do mercado gamer/doméstico? Tem alguma comparação entre o desempenho de uma VGA do mercado doméstico sendo usada numa aplicação profissional e vice-versa?

 

Normalmente, são a mesma coisa, as vezes as de uso profissional são mais capadas em alguns pontos e mais força em outros(por exemplo, mais vRAM, mesmo que tenha menos banda de memoria...ja que Aps de desenvolvimento as vezes mesmo que não precisem de muito poder de processamento acabam comendo caminhões de VRAM\DRAM), no passado ocorria de transformar Radeons normais em FirePros fleshando a bios por literalmente serem a mesma GPU com uma carcaça e bios diferente.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 06/06/2017 às 08:52, Zeca Pagodinho disse:

Alguém saberia explicar a diferença prática entre uma VGA voltada ao mercado profissional e aquelas do mercado gamer/doméstico? Tem alguma comparação entre o desempenho de uma VGA do mercado doméstico sendo usada numa aplicação profissional e vice-versa?

Pelo que eu li, a diferença seria principalmente na questão de drivers, que para as placas de vídeo destinadas ao uso profissional, seriam muito mais otimizados e estáveis que os para uso doméstico, uma vez que quem compra esses produtos são profissionais. Além disso, o suporte deve ser muito mais abrangente, e o custo é embutido no preço dessas placas de vídeo voltadas para profissionais. Em questão de hardware, como já mencionado, placas voltadas para profissionais geralmente têm uma quantidade muito maior de memória.

 

Mas essas WX 2100 e WX 3100 são bem low-end, por mais otimizadas que sejam para uso em workstations, a quantidade de VRAM e largura de banda de memória parecem bem poucas. Mas quem sou, mero leitor do CdH, para contestar a AMD kkkk, ela não ia lançar essas GPUs sem ter certeza de que não iam dar conta do recado. A minha opinião é que essas duas placas aí não valem o que a AMD está cobrando. Aliás, placa de vídeo para uso profissional é algo que nunca me convenceu muito. Ainda acredito que na maioria das vezes vale mais a pena comprar uma placa de vídeo top mainstream, mesmo com estabilidade e otimização de drivers inferiores.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×