×
Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Kotori

Membro Pleno
  • Posts

    159
  • Cadastrado em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Tudo que Kotori postou

  1. Não acho que são fabricadas pela Panasonic, ao menos as baterias automobilísticas são fabricadas pela Deka. Acho que uma alternativa muito boa são as pilhas da Fujitsu, eles ficaram com a fábrica original das Eneloop (aquelas fábricas da Sanyo no Japão), além de também compartilhar a formulação das pilhas (mas não o nome). Os carregadores da Nitecore são realmente bem decentes, uma colega tem 2 pares das Eneloop e um SC4 faz um bom tempo e as baterias continuam durando bastante. Outra opção também são os Liitokala, mas o problema deles é a construção frágil da carcaça. Mesmo assim, são muito bons em questão de funcionalidade.
  2. Ohayou @NANAN23! Parece que dessas 3 fontes, só 2 tem análise: Pylon da XPG e CX da Corsair. Geralmente aqui no fórum dizem que a construção da Pylon é melhor do que a CX. Essa Core GC da Seasonic também parece boa, mas não tem nenhuma análise de verdade dos componentes, então fica difícil dizer se ela seria melhor. Mesmo com a fama da marca e a garantia dela (que é bem grandinha), não dá pra mostrar muito bem se ela tem componentes bons.
  3. Konbanwa! Como o @Mikhail Kosevich Volkov disse, o formato do Model D agrada mais a quem usa essa pegada, provavelmente sendo mais confortável pra descansar a mão do que um mouse mais simétrico como o Model O.
  4. Boa noite! Justamente, a taxa de atualização maior requer que o processador relate mais vezes a posição do cursor, fazendo com que a sua utilização aumente. Em alguns casos, isso pode causar um certo impacto, como é o caso daqueles mouses com taxa de atualização de 8 kHz, capazes de fazer com que processadores dual core sofram com quedas na taxa de frames, mas normalmente não é algo muito significativo.
  5. Eu realmente prefiro muito mais um mouse wireless do que um mouse wired, principalmente por causa dos controladores que são usados hoje em dia e a implementação que estão fazendo de conexões na faixa de 2,4 GHz, mas eu acho uma escolha muito mais difícil mesmo. Mesmo para jogar, acho que um mouse wireless é uma escolha melhor, a diferença de latência de uma conexão bem implementada é baixa em relação a um mouse wired. Acredito que o seu problema seja exatamente o que o @Mikhail Kosevich Volkov mencionou. Não é muito incomum haver inconsistências no polling a depender do firmware ou do controlador utilizada (embora a Logitech costume ser exemplar nisso), então eu recomendo que você verifique qual é a polling rate sendo utilizada, com 1 KHz há maior gasto de bateria, mas é uma escolha melhor. Para mim, eu acho que um mouse wireless perfeito teria um sensor de consumo ultrabaixo e boa performance, como o Logitech HERO, um controlador wireless como o Nordic nRF5340 (ou algum outro controlador parecido, que fosse capaz de polling mais alto do que 1 KHz para usuários de monitores com refresh rate de 240 Hz ou mais) e switches ópticos como os TTC L169 (em um circuito com flip-flops como de-bouncers, porque ainda há bounce nesses switches, apesar do acionamento óptico). Talvez custasse um rim? Sim, mas a gente não tem dois à toa.
  6. @Gonts, ohayou! Se você puder esperar, a Cooler Master vai lançar o MM730, que é um mouse ultraleve ergonômico, com um sensor excelente e parece que o preço promete também ser muito bom.
  7. @Mikhail Kosevich Volkov, os switches do Gazzew também sofrem com doubleclick ou ele consegue eliminar isso com algum controle de qualidade? Eu estou em dúvida entre pegar os novos Durock Sunflower e os Gazzew Boba e estou um pouco receoso quanto a fabricação da Outemu...
  8. @Muryllo Wallace Silva Reis, sim, funcionaria normalmente. Inclusive, tem esse thread em uma comunidade da AMD que alguns membros comentam sobre isso e a própria AMD deu uma resposta um pouco confusa confirmando ser uma má compatibilidade da arquitetura (ZEN+) com o chipset (A320).
  9. @Gyll Lennon, eu acabei olhando a sua config antes, no seu perfil, suporta sem problemas. Tipo, seria o caso de não suportar se você estivesse usando um Athlon 3000G, que tem alguns problemas de compatibilidade com o chipset A320 e não funciona direito. Em questão de compatibilidade, acho que você pode se guiar por ele sendo PCIe Gen3, porque a sua placa não suportaria a velocidade PCIe Gen4 (funcionaria, mas você deixaria de aproveitar a velocidade dele). O tamanho mais comum é o 2280 (22mm x 80mm), mas você não vai ter problemas com alguns tamanhos menores. Em questão de hardware do SSD, recomendo ver modelos que tem memória DRAM, memórias NAND duráveis e/ou rápidas e um bom controlador. Mesmo que seja estranho, esse SSD da Reletech parece ter tudo isso. Eu recomendo você ver essa lista antes de comprar.
  10. @Gyll Lennon, boa noite! O BX500 da Crucial é um modelo de entrada bem decente, apesar de ser DRAMless, acho que seria a melhor opção nessa faixa de preço. Se você puder gastar um pouco mais em um modelo com DRAM, tem o Blue 500GB da WD por R$489,90 ou em um M.2 NVME, tem o Falcon 512GB da Adata por R$489,90 (mas ele é DRAMless). Se você puder importar, tem o P400 512GB da Reletech por R$370,00, que tem DRAM e um controlador legal. Eu, pessoalmente, recomendo evitar o A400 da Kingston (eu infelizmente tenho isso) e o G26 ou G27 da SanDisk e o Green da WD que estão usando uma controladora muito zoada da SanDisk.
  11. @Danilorese, boa noite! Os liquid coolers da ID Cooling tem um desempenho bem legal. Aliás, a linha Sangue Frio da PCYes é uma remarcação do Frostflow. É um modelo de entrada, então a refrigeração não é mesmo incrível e a construção também não, mas é até decente. Eu acho que dependendo do que você quer, um air cooler seria uma ideia melhor (são mais duráveis, silenciosos, baratos e em alguns casos, tem performance melhor).
  12. @Gabrielhsb, mesmo com as fontes da XPG sendo muito boas, não acho que seria impossível. Até porque eu já vi uma porção de relatos (o que é normal de todo produto).
  13. Boa noite, @Muryllo Wallace Silva Reis! Como você está? Infelizmente você não pode utilizar, confira no site da fabricante da sua placa-mãe, na seção de armazenamento. Ele não suporta a utilização de um SSD M.2 NVME, apenas um SSD SATA.
  14. Boa noite, @RuanVK! Acho que no máximo um M.2 NVME da Asgard (AN3 ou AN3+) ou da Reletech (P300 ou P400), os outros não tem DRAM cache. Tem alguns M.2 NVME com o controlador SM2263XT da Silicon Motion que tem HMB e melhora um pouco a situação, mas os SATA (sendo M.2 ou não) são bem fraquinhos. Também tem alguns modelos da própria Samsung como o 860 EVO na loja oficial deles no Aliexpress.
  15. @brenny, tudo bem? Você poderia dizer qual é o modelo deles e o seu hardware? Você já tentou formatar, desativar o legacy USB na BIOS ou algum outro procedimento?
  16. Boa noite, @Daniel Adrian! Qual é o seu hardware?
  17. Olá, @Nicolas1029! Você pode conectar sete dispositivos simultaneamente, de acordo com o protocolo Bluetooth e você pode parear dispositivos de maneira ilimitada. Aproveitando para corrigir a minha fonte anterior, veja esse comentário.
  18. @Gabrielhsb, boa noite! Eu suspeito que o problema seja especificamente na sua placa-mãe ou na sua fonte, provavelmente na linha de 5V, que alimenta as portas USB. Você viu se tem alguma configuração relacionada às portas USB na BIOS?
  19. Olá, @Vinícius Pouey! Os dois SSDs são bastante comparáveis em termos de performance e componentes, acho que seria realmente o caso de você pegar o mais barato dos dois, porque a diferença de preços não compensaria o heatsink do S11 Pro 512GB.
  20. Olá, @Srl30! Há duas opções interessantes pra ti. Uma delas é o K120 da Logitech, que é um teclado de membrana baratinho e funcional. Outra opção é o Eco da G.Fallen, que é um teclado de membrana com keycaps em ABS doubleshot (plunger Cherry-like) e antighosting. Acho que seria difícil, pra não dizer impossível cumprir o seu requisito de resistência com um teclado mecânico dessa faixa de preço, já que a maioria usa switches de baixa qualidade, como os Outemu.
  21. @Thiago Miotto, EP-TA20BW, original da Samsung.
  22. @Thiago Miotto, eu tenho um desses comigo, que também tem esse ruído. A culpa é do circuito flyback que alimenta o USB, porque a frequência em que ele opera é de 65 KHz, o que é bem acima da faixa em que o transformador dele produziria baixo ruído (cerca de 20 KHz). Tem alguns controladores desses que têm frequency hopping e operam em baixa frequência quando o load é baixo, mas não parece ser o caso desse. O triste é que eu durmo com ele do meu lado... Essa alimentação USB dele é ruim demais, eles baratearam tudo. E pra piorar, o socket dele é de 10 A e não entra o meu carregador, então eu fico preso tendo que usar essas portas.
  23. Konnichiwa, @Danillo Rodrigues! Você pode pegar a Nidus 500 da Pichau pra essa configuração. Aproveita que ela ainda tá em promoção.
  24. Konnichiwa, @Avabellz! É muito provável que seja a sua fonte mesmo, porque esse modelo geralmente apresenta esse problema: ela começa funcionando bem, passa algum tempo de uso (geralmente menos de 3 anos) e bam, sem nenhum motivo aparente (até porque ela nem explode) ela para de ligar, a tensão está muito baixa. Se ligar, passa um tempo e depois desliga. Parece um problema crônico dessa versão da linha.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Ebook grátis: Aprenda a ler resistores e capacitores!

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!