Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Ângelo M.B. Orsato

Membros Juniores
  • Total de itens

    3
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    N/D

Reputação

0

Sobre Ângelo M.B. Orsato

  • Data de Nascimento 30-11-1979 (39 anos)

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Camaquã/RS
  • Sexo
    Masculino

Meu PC

  • Processador
    AmD Vishera FX-8350
  • Cooler
    Akasa Medusa
  • Placa de vídeo
    Radeon HD6970
  • Placa-mãe
    Asus Sabertooth 990FX R.2
  • Memória
    16Gb DDR3 2333mhz
  • HDs
    2x 500gb Seagate Barracuda
  • SSDs
    Sandisk 250gb
  • Gabinete
    Thermaltake Kandalf
  • Fonte
    EVGA 850watts Modular Real
  • Mouse
    Microsoft Basic Optical Mouse v.2.0
  • Teclado
    Hewlet-Packard
  • Caixas de som
    Genius 2.1
  • Headset
    N/A
  • Monitor
    LG 24'
  • Sistema Operacional
    Windows 10 x64 Professional
  • Browser
    Edge
  • Antivírus
    N/A

Outros

  • Interesses
    Estudar, trabalhar, crescer, empreender e planejar...
  1. Não dei 5 estrelas porque sempre se tem o que melhorar, mas a oportunidade e a monção do Gabriel Torres é uma oportunidade grandiosa para pessoas da área que se interessam pelo assunto se engajarem se forem iniciantes ou se atualizarem caso sejam profissionais de T.I. ou estudantes esporádicos... Recomendo dentro da minha visão...
  2. James, qual o modelo da placa e a quanto tempo você a tem??? Usa diariamente, inclusive para jogar??? Geralmente Glitches são problemas de endereços de memória da placa de vídeo corrompidos por overclock caso tenha subido a frequência da memória além do limite para obter desempenho. Te lembro que geralmente as memórias ficam numa frequência praticamente no limite do limite antes de corromperem. Outra possibilidade caso você não tenha feito overclock são os capacitores de filtro, muitos responsáveis pela filtragem das memórias e com o tempo de uso e aquecimento acabam por deteriorar o que se chama de eletrolítico. Se você não sabe o que é um capacitor, são comos botijõeszinhos azuis, cinzas que ficam na placa, ou cor de prata caso sua placa seja mais nova. É o que chamamos de capacitores eletrolíticos japoneses ou de desempenho. Todos esses capacitores tem uma nomenclatura do lado dizendo sua capacitância, que é a sua capacidade de filtragem. Quando secam, e secam pelo tempo de uso acabam deixando passar ruído ou sinais imperfeitos para as memórias corrompendo a imagem, que é o que você chama de glitches. A saída seria caso você não tenha feito overclock e não corrompido a memória, trocar os capacitores. Em lojas de eletrônica você encontra capacitores mais convencionais, azuis.. Esses japoneses praticamente ninguém tem acesso, só as fábricas por causa da capacidade e desempenho que tem, são melhores que os convencionais, mas não significa que não vá funcionar capacitores azuis ou convencionais no lugar dos japoneses. Atente-se ao valor da capacitância, em uFaraday (uF) e à tensão de trabalho e sua polaridade. Estou dizendo isso caso você esteja querendo consertar sua placa caso seja de estimação ou a única que você possua. Se você achar muito difícil fazer isso, poderia achar alguma eletrônica ou informática para algum técnico trocar essas peças defeituosas, os capacitores para testar se sua placa está comprometida na memória ou só nesses componentes. Eu fiz isso numa Geforce MX400 de 64mb, estava dando glitches e então eu troquei os capacitores e depois ela ficou como nova, não estou mais com ela, mas por prova e teste sei que funciona. Outra coisa, no Ubuntu Linux instalar o driver de vídeo pelo desktop via console de instalação de driver pode corromper o chipset da placa, perdi uma 6600gt Geforce quando fiz isso e a placa não teve solução.. Espero ter clareado sua questão, qualquer coisa retorne o post.. Abraço..
  3. Caros amigos do CDH, como meu primeiro post depois da mudança do sistema do fórum onde estive longe muito tempo, vim pedir ajuda primeiramente para o problema que mais me aflige hj.. Tenho uma Geforce 6800 Xtreme AGP que ganhei de um amigo pois ele começou à dizer que a placa não estava mais dando desempenho satisfatório para os jogos mais atuais. É claro que ela estava sendo substituída por placas mais novas e então eu o recomendei placas mais atuais AGPs claro, mas isso não vem ao caso... O caso é que eu ao testá-la vi que ela não estava correspondendo ao desempenho natural, nem para a época de seus jogos. Eu retirei a bios original da placa com o GPU-Z e guardei num HD IDE que estava num micro, mas esse HD estava com bad blocks e o arquivo acabou corrompendo. Após eu trocar a bios por uma mais recente eu não me liguei que essa placa tem o bandswitch de 128bits e não de 256bits que era a bios que eu baixei do site TechsUp. Verificando a tabela Comparativa das Radeons aqui mesmo no CDH vi antes de qualquer coisa que não existia placas de 128bits GF 6800 Xtreme. Mas depois de analisar o Part/Number e o modelo vi que essa placa é única e a única que vi de 128 bits, e em alguns outros fóruns lá de 2005/2006 tinha muita gente oferecendo para venda ou querendo comprar a de 256bits, inclusive pessoas que compraram duas e uma era de 128bits. O part number é esse: PVT42KVDE3 Gastei dias procurando a bios correta mas não consegui encontrar, inclusive usei um HD IDE para poder acessar o Flasher na NVIDIA que não tava funcionando de outra forma. Inclusive eu usei uma placa de vídeo PCI junto para gerar o vídeo pois a placa liga, esquenta mas não gera vídeo devido ao fato de eu tê-la flashado com uma bios incorreta equivocadamente. Por isso venho por meio desse post pedir se alguém poderia por acaso ter em mãos uma dessas e conseguiria tirar a bios verdadeira e compatível com esse part-number e modelo da XFX para me enviar por email para que finalmente eu possa dar destino ao estorvo que se criou. Abraço à todos...

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

GRÁTIS: minicurso “Como ganhar dinheiro montando computadores”

Gabriel TorresGabriel Torres, fundador e editor executivo do Clube do Hardware, acaba de lançar um minicurso totalmente gratuito: "Como ganhar dinheiro montando computadores".

Você aprenderá sobre o quanto pode ganhar, como cobrar, como lidar com a concorrência, como se tornar um profissional altamente qualificado e muito mais!

Inscreva-se agora!