Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Ronyelson Lira

Membro Pleno
  • Total de itens

    24
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%
  1. @.if Nossa! Na mosca! Era o que eu estava procurando! Muito Obrigado. Agora é só desenvolver tal façanha . Vou Programar em alto nível porque em baixo nível é mais complexo pra mim. @alexandre.mbm Em relação a isso eu estou sem a fita aqui no momento. Apenas quando eu voltar do recesso na oficina. mas é uma que possui o ci controlador fora do LED. WS2811. Quando voltar desse recesso eu vou fazer esse projetinho aos poucos, que também me deu muitas ideias. @Thiago Miotto Em relação a alimentação, O meu computador é de mesa (desktop) eu posso usar a própria fonte dele que tem 12
  2. @alexandre.mbm Rapaz eu sou meio lento nisso akakakakak,. Tipo, é uma fita led digital, A duvida maior é saber como enviar pulsos pwm para a porta serial. que ai depois eu pego o datasheet do ci da fita e descubro como fazer os efeitos
  3. Olá a todos! Não tenho muito foco na programação mas estou aqui para perguntar aos que dominam tal assunto! Gostaria de saber se tem como controlar uma fita Led Digital por uma saida COM do computador. Porta Serial seria um exemplo pra tal. Em Resumo a minha duvida é saber se alguém conhece algum programa que envie pulsos PWM para esta porta ou alguma outra É mais pelo fetiche de fazer algo diferenciado :) e aproveitar uma que eu ja tenho aqui jogada para não comprar o controlador de novo que é meio caro kakakakakak
  4. Sim Sim, é sim hahahahaah. Em ambos sentidos que você pensou. Acredito que você pensou em Um diodo pra + e outro pra - ambos vindo da mesma onda. Bem, no inicio era isso hahahah. porém eu tenho que buscar nos meus arquivos como era o mesmo. mas ja adianto que ele usava ponte retificadora e transistores. A bancagem de capacitores precisava ser dobrada pra não sentir as oscilações e usava derivações de 2 Etapas. Lembro-me de usar espelhos de corrente para que se houvesse quedas de alguma das tensão, o circuito inverso tende a cair junto, para evitar a despolarização do amplif
  5. Ai é que está! o X da questão! Eu deixei você mesmo demonstrar o que me fez desistir. Todo mundo falava isso. E eu sempre respondi: Mas usar trafo isolador na saida sacrifica muito a potencia alem do que eu iria gastar no trafo de alimentação vou gastar num trafo de saida. Não se culpe por ter dito isso ahahahahah todo mundo diz a mesma coisa . Deduzindo que eu ja tenho todos os problemas resolvidos (isso porque eu quero que vocês arrumem mais problemas pra mim hahahaha) vamos lá. O pré iria ultilizar um pequeno trafo de alimentação, e na saida dele que vai para o amplifi
  6. Sim Sim. Já vi alguns projetos com limitadores de carga de alimentação. São transistores acoplados a resistores de 0.10R. Quando chega a certa potência o mesmo alimenta um relay com circuito de arme único. Nesse mesmo Também o mesmo esquema, só que nos resistores de saída, porém eles só atenuavam o sinal da base do transistor. Eu penso em projetar algo que faça o amplificador desarmar de vez, sendo assim, tinha que desligar e religar o mesmo para sair do POWER PROTECT. Atualmente tenho uns métodos para proteger o amplificador, não são tão eficazes, fusíveis na saída com 10% de potencia a ma
  7. @Eder Neumann É aquele negocio né? Eu até hoje não vi esses amplificadores queimarem por bobeira. Sempre peguei casos de sobrecarga a ponto da placa ficar preta ao redor dos transistores, ou então curto circuitos da saída e coisas assim. Na grande maioria que queimam eu pego um ou dois em curto, mas esse danadinho que queima dependendo do tipo de driver utilizado, sai queimando muita coisa até o par diferencial no inicio. Mas é isso. Eu tô entrando na line de que tudo é certo, são apenas pontos de vista diferentes. Agradeço a todos que se dispuseram a ter essa agradável conversa onde tod
  8. @Eder Neumann Bem, Eu compreendo sua posição diante dos classes D. Mas tenho plena convicção que os de classes analógicas ainda não foram vencidos. ahahahahhaha Amplificadores possuem diversas etapas, no que diz respeito a etapa de saída na teoria da qual represento, a ideia é reversa. Quando mais transistores, mas é dividida a carga. Eu concordaria se por acaso eu tivesse adicionando mais peças nas etapas de driver do mesmo, são mais peças que dão defeito. Quando um amplificador apresenta um defeito, como uma queima de saída. Dificilmente ele leva os outros transistores, exceto
  9. Ora, Ora meu nobre! Eu já tenho a opinião de alguém de verdade! Embora eu já tivesse isso resolvido, ainda sim a sua opinião é total e válida! Já pensou se eu não tivesse pensado? como você iria saber? No mais eu tenho apenas a agradecer a opinião! Falando sobre ouvidos, eu lamento muito que o tal ruido da perca da audição te acompanhe, Eu as vezes ouço e a cada vez que isso ocorre eu sei que é um dB a menos que eu ouço, mas fico feliz que alem do ruido o importante é ouvir uma boa musica. Renato Teixeira, Almir Sater são classicos dos quais meu pai que ja tem seus 70 anos me ensinou a o
  10. @.if Sou focado em amplificadores Analógicos hahhahahaha. Topologia classe AB > Falando sobre Falso e verdadeiros, Eu tenho fornecedor que me garante o TIP41C Original. Nessa tese eu já tenho a garantia do mesmo Isso é muito bom, poque ele compra da china e vem de navio lotes de Milhares, Ele já me disse que uma vez, veio o um lote com defeito completo. O fornecedor devolveu o dinheiro a ele e ainda mandou ele vender avisando que o lote tinha defeito, e só serviria pra demanda de pouca potencia. vendeu a R$ 0,50 cada kkkk. Bom pra ele! Resumo, o meu fornecedor é mÒ dez anos! F
  11. @Bruno kabb Fischer pois é mano, é vivendo e aprendendo hahaha. Eu Não esperava essa realidade da EVGA, O vídeo apresenta Correntes de Ripple e filtragens de Chaveamentos Ruins. Quando eu disse que ela é parruda, eu não falei brincando, elas usam Mosfets de Chaveamentos parrudos alem do necessário, essa foi a minha análise tecnica em relação a uma fonte EVGA, Não sei se era da mesma da sua. Mas em relação a consumo é que a fonte não baixa o clock de oscilação e isso realmente mantem o consumo em alta, mas fora isso, ela é hiperdimensionada sim, pelo menos essa que eu abri né hahahah, vai talv
  12. Olá a todos. Tenho uma duvida em saber se alguém já pensou o mesmo que eu em relação aos amplificadores Existem transistores de saídas que podem sair mais baratos e no final resultar a mesma potencia no amplificador. Por exemplo: 1 Transistor 2sc5200 suporta até 150W e custa R$13,50 enquanto o TIP41C Suporta até 65W e custa apenas R$2,50, sendo assim, eis o meu raciocínio 1 2SC5200 totaliza 150w = R$13,50 4 TIP41C totalizam 260W = R$10,00 O TIP 41C SUPORTA APENAS ATÉ 100V ENQUANTO O 5200 ATÉ 250V, PORÉM ESSE TETO DE VOLTAGENS SÃO PERFEITAMENTE ACEITAS, DIFICILMENTE AMPLIFICADOR
  13. Mano, Eu não sou perito nessas áreas, mas ao abrir uma fonte da EVGA elas se mostram ser fontes muito parrudas. Hiperdimensionadas, suportam um Tranco violento, e falando sobre sobre aquele outro post seu, essa num tem risco grande de explodir não kkkkk, são muito boas mesmo. Falando sobre fontes boas, a CORSAIR tem otinas fontes, inclusive tem caboclo ai que compra pra usar em módulos de som automotivos pesados e mesmo assim essas danadinhas se saem bem. Fica a criterio do que cabe no seu bolso, mas da EVGA e CORSAIR são as mais consagradas pra isso ai. Sobre a Cougar, ouço falar muito po
  14. Por experiencia própria (Inclusive essa semana). Lentidão *Congelamentos *Falha na memoria RAM (Apresenta um ruido rosa de video na tela) *Falha na BGA (Apresenta Caracteres loucos na tela) *Resets de Sistemas inesperados *Você escuta os HDS Reiniciando (Clac Clac Clac caracteristicos de BADBLOCK, inclusive podendo gerar os tais) *Tela Azul e o principal MUITA LENTIDÃO em casos de necessidade extrema do processador, pois o processador irá travar o clock por segurança de falta de energia. É nessa hora que acontece tais acontecimentos citados acima ai! No mais extremos dos
  15. Olá! Bem Bem, Eu estive dando uma lida no seu tópico, achei a ideia interessante, Só que eu faria diferente. Comprar um modulo e adicionar dentro deste aparelho com mais uma fonte dentro é como alguns chamam na eletrônica de "Energia burra". Vou explicar. Quando você coloca um modulo dentro do seu som, você vai precisar de uma energia "gorda e lenta" que é um modulo que precisa de 12V e algumas dezenas de amperes. Supondo que seja um CL1500, esse danadinho vai consumir 12V a 37Ah (Sim, a potencia de consumo indicada nos manuais é Ampere Hora). Isso no final vai dar centenas de amperes de con

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

minicurso-montagem-popup.jpg

MINICURSO GRÁTIS!

Como ganhar dinheiro montando computadores!

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE AGORA MESMO!