Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Vic131

Membro Júnior
  • Total de itens

    12
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%
  1. Sei que afeta a velocidade, mas isso não me incomoda, já que não incomodaria tanto para o meu uso. Me preocupo apenas com a durabilidade do hdd e a perda dos dados armazenados. Já instalei linux num pendrive com persistencia (com o mkusb) e eventualmente, com varias atualizações de sistema, começou a apresentar falhas, não sei se do disco rigido do pendrive ou se do sistema. Se alguém puder me explicar ou sugerir algo p ler, eu agradeço. O hdd externo em questão esta anexado(1 terabyte). Os a ser instalado: ubuntu 20.04 ram do desktop: 4 gb https:
  2. @Victor Luiz Pereira Correto, tentei remover a partição com o Gparted e com o TestDisk. Mas no Gparted ela nem aparece, e no TestDisk recebo esta mensagem : This media may be physically write-protected, check the jumpers. Pelo o que li, alguns pendrives possuem 'botões' externos, que quando acionados tornam o pendrive 'read-only. Acho que a mensagem refere-se à esses casos, mas o pendrive não possui nada assim no lado externo.
  3. Ao trocar de roteador, não consigo mais montar o servidor samba. O cliente e o servidor estão na mesma rede lan, e são ambos lubuntu 20.04. Se eu apenas conectar ambos ao roteador antigo, consigo conectar o cliente ao servidor imediatamente(testei várias vezes). Então o problema é realmente o roteador novo. Pesquisei, e parece que o samba requer as portas 137,138,139 e 445. Mas todas as minhas tentativas de abrir as portas não fizeram diferença : Tentativa 1 : Tentativa 2 : As opções ao clicar em 'Add Service': (só da pra esc
  4. O.s. : lubuntu 20.04 programas usados : Gparted, TestDisk Ao plugar 1 pendrive, duas pastas são montadas : "AUTORUN" e "pendrive". A pasta 'pendrive' tem permissões para escrever, e é uma partição visível, que posso excluir, alterar, renomear, etc, com o Gparted. Mas a pasta AUTORUN, que contém sempre 3 arquivos (Autorun.exe, autorun.inf, laucher.exe), tem permissõe read-only, e não é uma partição visível ... Pelo menos não segundo o programa gparted e o comando 'sudo fdisk -l', que sempre mostram apenas uma particao no pendrive, /dev/sdb ,referente à pasta ''pendrive''. Ao
  5. Problema inicial : Congelamento de tela do fabricante, a primeira tela, durante o boot. Nenhuma tecla responde e não da pra entrar na bios. Possivel causa : Comecou imediatamente apos mover o pc de um como para outro. tentativa de conserto1 : Movi o jumper do CMOS da posição 1-2, para 2-3, nos tres pinos que existem, esperei, apertei o botão de ligar, esperei, conectei energia e liguei. Resultado1 : Passou da tela do fabricante, e chegou na da placa-mãe. Problema secundário : Da tela da placa-mãe vai direto pra bios tentativa de conserto 2: Ajustei a data/hora, e na
  6. @Kleber Peters Aí que tá, meu manuseio acaba com o fio ... Ou pelo menos era o que eu pensava, tvz fosse a qualidade do produto mesmo. @Silas Neto Mas não existem mouses bluetoth com pilhas ? Ou essa bateria é um componenete além das pilhas ? @NIGHT FALL To na mesma posição que você tava há anos atrás, procurando o melhor custo beneficio à longo prazo ... Pelo o que disseram aqui, acho que vou investir em um mouse/teclado com fio de qualidade (da logitech, provavelmente, mas vou pesquisar melhores), e observar a duração : Se durar pouco, significaria que o meu manuseio realmente acaba com o fi
  7. Os que uso no meu notebook custam 20(mouse) e 35 (teclado) duram uns 7 meses, por causa de mal contato no fio, já que os movimento muito. Então estou considerando se é mais econômico comprar esses periféricos bluetoth, que custariam 160 os dois juntos. Ou seja, precisariam durar pelo menos 1 ano e meio para compensar ...
  8. Tenho uma Epson L220, e o refil original custa 100 reais. Não tenho ideia de quanto tempo dure ... Mas Já vi que existem tintas genéricas, e o máximo de informação que achei no google foi que as genéricas alteram a qualidade visual da impressão, mas não achei nada sobre se prejudicam os mecanismos da impressora, causando defeitos de algum tipo.
  9. Em geral, uma cpu de um desktop tem o mesmo preço de um notebook, sendo que os dois tem as mesmas especificações genéricas ? Se o preço variar significantemente, o quanto varia ? O dobro ? Uns 50%?
  10. A quantidade de vezes em que o notebook dá defeito, o custo das peças, e o custo da mão de obra do conserto é menor em alguma marca ou modelo específico de notebook ? Tem algum notebook 'resistente' à defeitos ?
  11. @rodrigo.dcvieira Entendi. A minha necessidade é mesmo só essa : 4 gb de memoria ram e um processador decente, nada demais. Todo o resto é indiferente ou atendidas por ambos. Não vou fazer modificações.... trocar peças so se tiver defeito. Minha preocupação mesmo é com a manutenção ou se tem algum outro fator que não to vendo q vá alterar o custo... você disse que a manuntenção do notebook é pior, mas se ela custar até 1466 em cinco anos, daria na mesma, financeiramente, do que comprar um desktop. Por isso to tentando quantificar a manutenção dos dois ... Ou descobrir se tem algum fator que
  12. A resposta ,claro, depende de varias circunstâncias, então estou pesquisando a melhor decisão financeira para a minha situação. A fórmula é : preco_total = preco_de_compra_ + consumo_de_energia + custo_manutenções consumo_de_energia = horas_de_uso * kwh custo_manutenção = para cada peça : qntd_de_vezes_de_defeito*(custo_de_peca + custo_de_conserto) E disso, só achei na internet o consumo do notebook e desktop, com os quais deu pra fazer os seguinte calculos : Desktop : preco de compra : 1100 (com 4 gb de ram, meu unico requerimento tecnico al

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda a ler resistores e capacitores

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!