Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

longuete

Membros Plenos
  • Total de itens

    1.557
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

2

Sobre longuete

  • Data de Nascimento 16/04/1975 (44 anos)

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    São Gonçalo/RJ
  1. Beleza. Obrigado pelo retorno. O problema desses cartuchos recarregáveis é que muitos não possuem a bolsa interna de ar. Com isso, mesmo contendo tinta, pode acontecer de "dar ar" no sistema e a tinta não chegar na cabeça de impressão. Aconteceu comigo com minha HP 8600 que queimou a cabeça mês passado. Eu usava cartuchos recarregáveis sem essa bolsa. Poderia confirmar se os seus cartuchos possuem essa bolsa de ar? No anúncio não fala nada sobre isso.
  2. Amigo, passei por isso com minha HP 8600 que queimou mês passado. Cartuchos recarregáveis sem bolsa de ar que vazavam e contaminavam a impressão. Como a impressora queimou, comprei uma 8620. Ainda estão com os cartuchos SETUP. Estou buscando uma solução para não ter que comprar cartuchos originais. No Mercadolivre tem cartuchos recarregáveis com bolsa de ar, mas o problema são os chips que estão sempre desatualizados (a minha impressora está com o firmware de março/2015). Já encontrou uma solução? Tem também o esquema de ter uns 3 ou 4 kits de cartuchos para fazer revezamento. Dizem que essa impressora só grava os chips dos últimos 3 cartuchos utilizados. Portanto, se você abastecer com uma boa tinta e ir revezando, ela entende que são cartuchos zerados.
  3. Poxa amigo, tava precisando muito dessa informação. Comprei uma HP 8620 (quase a mesma coisa da 8610) e ainda estão com cartuchos originais. Tô pensando em colocar esses recarregáveis. Poderia me tirar algumas dúvidas? - Está funcionando beleza até agora? - Onde você comprou? - Sabe me informar se esses cartuchos possuem bolsa de ar interna? - Já vieram com chip? Senão, onde você comprou esses? Agradeceria muito se puder me ajudar. Os cartuchos que vieram com a impressora já estão acabando e preciso comprar outros, mas não quero comprar originais, pois são muito caros. Já tenho a Inktec pigmentada aqui. Falta só o cartucho. Grande abraço.
  4. Revivendo o tópico, já que a dúvida inicial não foi respondida e eu estou passando pelo mesmo problema. Comecei a usar minha HP 8620 essa semana e pretando fazer a recarga em casa usando cartuchos originais vazios, vendidos no Mercado Livre. Entretanto, é comum vermos vendendo cartuchos vazios com a validade vencida. Será que se eu abastecer um cartucho assim a impressora vai aceitar? O firmware da minha 8620 é de março de 2015. Agradeço quem puder ajudar.
  5. Obrigado mais uma vez pela resposta. Então, como você disse: Este amplificador empurrava duas caixas, cada uma com Tweeter, corneta e alto falantes de 15". Ficava com um som muito bom já na metade do volume. Não entendo como essas duas caixas que tenho, que são menores, não atingem um volume tão bons. Na saída do amplificador está escrito que a saída possui impedância de 4/8 OHMS. Veja abaixo: Já nas caixas, atrás, está escrito que a impedância é de 8 ohms: Mas precisa ter saída stéreo para a caixa, que tb é mono? Ou seja, se eu montar uma caixa dimensionada para o amplificador, poderei ter um som melhor e mais alto do que eu tenho com essas caixas?
  6. Obrigado pela ajuda. Ontem eu fiz exatamente o que você sugeriu. Realmente, haviam fios desconectados. O capacitor dos tweeters havia explodido. Reconectei os fios e troquei o capacitor e ambas voltaram a funcionar. Entretanto, achei que o som ficou distorcido, mesmo os falantes estando bons, sem qualquer rasgado. O volume também não está lá essas coisas. Com o aparelho original, o som era mais alto e definido. Tem como melhorar isso? Obs.: para atingir um volume legal, o amplificador tem que ficar com o volume no máximo!
  7. Olá amigo. Obrigado pela ajuda. Não. Ela possui um par de fio por caixa.
  8. Olá pessoal. Beleza? Muito tempo que não posto aqui. Mas vamos lá. Tenho aqui um par de caixas acústicas da Sony de um aparelho que queimou. As caixas ainda estão boas. O modelo delas é SS-XB6V (como as da foto). Acontece que, como fiquei sem o som, gostaria de aproveitar as caixas. Então, lendo o manual do som, descobri que a potência de saída dele é de 100 W RMS por canal. Resolvi arrumar um cabeçote amplificado de 200 W (Whattsom NPRH 260) e pluguei as caixas nesse cabeçote. Para minha surpresa o som ficou ruim. Somente o falante de 8" central é que funciona. Os dois tweeters e o subwoofer não funcionam. Sei que as caixas estão boas, pois as testei em outro som. Alguém sabe me dizer o porque de só funcionar o falante central e os outros ficarem mudos? Agradeço muito se puderem me ajudar. Obs1.: esse cabeçote empurra muito bem duas caixas com corneta e tweeter + alto falante de 15". Obs2.: atrás das caixas está escrito que a impedância delas é de 8 ohms e atrás do cabeçote está escrito, nas saídas, que a impedância é de 4/8 ohms também (veja aqui)
  9. Thermal pad tem espessura. Na dúvida, compre duas folhas, de espessuras diferentes. Corte e aplique sobre as memórias. Já fiz isso numa 8800GTS que eu tinha. Ficou muito bom.
  10. Pois é. O que um setup mal configurado não faz? É por isso que eu parto logo pra essa etapa quando instalo um SO em um PC. Muitas vezes encontro configurações mal feitas de fábrica ou do montador que comprometem estabilidade e desempenho do pc. Ainda bem que resolveu.
  11. Brother, eu tinha uma GeForce 8800 GTS que resolvi fazer esta limpeza. Quando montei a placa, vários artefatos apareceram na tela. Pesquisei e encontrei um tal de thermal pad que resolveu meu problema. Ele tem várias espessuras. Tive que comprar uma bem fina para a GPU (que também usei pasta térmica) e uma mais grossa para as memórias. Depois que fiz isso, acabaram os problemas e a placa funciona até hoje. Pesquisa no Mercadolivre que tem um monte de gente vendendo esse thermal pad. Boa sorte.
  12. Bem pessoal, como não obtive nenhuma resposta, resolvi arriscar: adquiri uma nova placa mãe. Nesse caso, optei pela MSI Z77A-G43. É uma placa com o mesmo chipset da Gigabyte que estava utilizando, portanto, drivers bem parecidos. O preço delas também é similar, mas ambas têm suas vantagens. Pra falar a verdade, eu preferi a MSI, pois é uma placa ATX e dissipadores nos reguladores de voltagens. O visual dela é muito mais bonito. Ela também se mostrou mais estável e o SETUP da BIOS (UEFI) muito mais fluido que o da Gigabyte. Na verdade o SETUP da Gigabyte parecia bugado independente da BIOS que eu utilizava (testei várias). Sendo assim, instalei o Win 8 e todos os updates e programas que, pelo menos, tentava instalar na Gigabyte. Não tive nenhum sinal de problema. A estabilidade foi 100%. Aproveitei e instalei o Windows 8.1 (o tal do Blue) e, embora tenha demorado um pouco (afinal o download são quase 3 GB), a instalação foi perfeita. O uso do 8.1 também foi muito estável, sem qualquer sinal de travamento ou instabilidade. Com isso cheguei a conclusão de que a Gigabyte Z77M-DH3 realmente apresenta problemas quando utilizada com o Windows 8. É um problema da placa mesmo. Indícios disso podem ser observados no próprio site da Gigabyte, que abandonou o desenvolvimento de BIOS para esta placa e sequer atualizou os links dos drivers na página da Z77. Então fica aí minha dica com relação a esta placa mãe. Até porque, pesquisando, pude observar outros usuários com problemas relacionados justamente a este componente.
  13. Pessoal, recentemente fiz um UP no PC e optei por utilizar a Gigabyte GA-Z77M-D3H como minha placa mãe. No embalo desse UP, comprei um Windows 8 X64 e taquei no HD. Na primeira inicialização surgiram dezenas de updates da Microsoft, os quais eu instalei. Após instalados os primeiros UPDATES, o SO pediu para reinicializar e assim eu fiz. Travou em 30% enquanto instalava as atualizações. Reiniciei na marra e tornei a instalar as atualizações. O sistema ficou instável. Formatei e reinstalei tudo de novo. Nova instabilidade. Achei que fosse por causa dos drivers nativos que o Win 8 instalava e instalei os drivers baixados no site da Gigabyte. Notei que eram os mesmíssimos drivers para Win 7 X64 (estranho...). Continuaram as instabilidades. Atualizei a BIOS. Continuaram as instabilidades. Fuçei o SETUP e configurei as memórias de várias formas, inclusive baixando o clock delas pra 1.333 mhz (são 1.600 Mhz). Nada! Toquei cabo SATA, comprei e instalei um SSD... mas nada. O sistema ficava sempre instável. Venho tentado utilizar o Windows 8 há 7 meses e nesse período reinstalei/restaurei S.O. umas 20 vezes. Depois de muito insistir, resolvi fazer uma experiência com o Windows 7 X64 e, para minha surpresa, está rodando maravilhosamente bem há uma semana, sem qualquer sinal de travamento ou instabilidade. Isso tanto com os drivers nativos como com os baixados no site da Gigabyte. Configurei as memórias para 1.600 Mhz e timings agressivos, e até agora nenhum sinal de instabilidade. É uma pena! Com o SSD Samsung PRO de 256 GB que tenho, o Win 8 voa baixo! Isso não acontece com o Win 7. Resumindo, o Win 8 parece não estar preparado, em temos de drivers, para essas placas-mãe. Reparei que alguns modelos da Gigabyte utilizam os mesmos drivers para Win 7 e Win 8, o que pode ser o responsável por grande parte das instabilidades no conjunto Win 8 - Gigabyte. Termino esse post deixando minha dúvida: existe algum site onde possamos baixar esses drivers mais atuais, já que os disponíveis no site da Gigabyte datam do ano passado? Pensei nessa hipótese, pois como o chipset é Intel, imagino que esses drivers possam ser baixados no site da própria Intel.
  14. Vou relatar minha experiência com o Win 8 X64. Já usava o Seven X64 há algum tempo. Então surgiu aquela oportunidade de migrar para o 8 pagando aqueles R$ 64. É verdade que o Win 8 é mais rápido e aproveita melhor o hardware, mas é uma tristeza de instabilidade. Chega a irritar! No início desconfiei de tudo: processador, memória, HD. Então troquei tudo. Até SSD eu comprei. E nada! Insisti por alguns meses, mas confesso que hoje, só hoje, é que eu desisti. Pra ter uma ideia, precisei formatar o PC e reinstalar o Win 8 umas 30 vezes. Tudo isso visando melhorar a instabilidade. Pra efeito comparativo, assim que eu reinstalava o Win 8, eu procedia com a instalação dos updates e sempre, durante esse processo, travava. Às vezes várias vezes. Depois de muito custo (updates, programas e jogos instalados) eu usava o PC e, após poucos dias, já começavam os problemas de instabilidade. Às vezes mandava desligar e ia dormir. Acordava pela manhã e ainda estav desligando. Fora as travadas que aconteciam durante o uso normal. Hoje pela manhã meti o 7 64 bits na máquima. Instalei todos os UPDATES, programas, jogos, etc... nada de travamento. Memórias a 1600 mhz, timings agressivos e nada de travamento ou qualquer sinal de instabilidade o dia todo. Se fosse o Win 8 eu já tinha forçado o boot pelo menos uma vez. Não dá ainda! Achei melhor aposentar meu DVD do Win 8 e aguardar o sistema amadurecer. Quem sabe quando sair algo como um SP1 (ou a tal da atualização BLUE), eu retome a confiança nele. Eis minha experiência.
  15. Tá, mas esse programa roda em placas de vídeo de outros fabricantes?

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda_a_Ler_Resistores_e_Capacitores-capa-3d-newsletter.jpg

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!