Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Guilherme Blanco

Membros Plenos
  • Total de itens

    53
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

0

Sobre Guilherme Blanco

  • Data de Nascimento 19-09-1983 (35 anos)

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    São Carlos - SP/Brasil

Outros

  • Interesses
    Web Development.
  1. Olá povo! Este sábado vai ocorrer uma palestra bem interessante para o público PHP... gostaria de ver a participação de todos. Estarei presente no evento, vou sair da minha cidade às 5 da manhã! =) Data: 27/05/2006 Horário: das 9h30 às 12h Local: Auditório da UNICID (Universidade Cidade de São Paulo) - veja como chegar (http://www.unicid.br/campus/como_chegar.htm) R. Cesário Galeno, 448/475 Tatuapé, São Paulo - SP a 200 metros do Metrô Carrão Público Alvo: Programadores PHP que desejam certificação PHP / Zend (ZCE) Inscrições: http://www.prophp.com.br Valor: R$ 30,00 Palestrante: Maurício Garcia (Zend Certified Engineer) Formado em Ciências da Computação pela UNESP, possui 7 anos de experiência em análise, modelagem de dados e desenvolvimento de sistemas para a Internet. Trabalhando desde 2000 com a linguagem PHP, tem participado de diversos projetos de sistemas de informação em diferentes áreas, incluindo o desenvolvimento de Framework em PHP, integração entre sistemas com WebServices entre outros. É o primeiro detentor da Certificação ZCE (Zend Certified Engineer) do PHP do Estado de São Paulo. Atualmente é um dos coordenadores do projeto para implantação do sistema de EAD (Ensino a Distância) na UnG - Universidade Guarulhos, na qual também participa do seu corpo docente na área de Graduação Tecnológica. É aluno do curso de MBA em Gestão de Projetos pelo IPT/USP. Conteúdo: 1. Apresentação 1. O significado de uma certificação 2. O valor de uma certificação no mundo globalizado 3. Oportunidades em outsourcing 2. A Certificação PHP da Zend 1. Histórico 2. Estatísticas sobre a certificação 3. O processo de inscrição para o exame 4. Custos envolvidos no exame 5. O material didático recomendado 6. Conteúdo programático 7. Tópicos relevantes aos estudos 8. O período de preparação para o exame 3. O dia do exame 1. Procedimentos a serem adotados 2. Os formatos das questões 3. Trabalhando o tempo durante o exame 4. Critérios de avaliação 5. O comprovante entregue 4. A página sobre a certificação no zend.com 1. Divulgação do perfil dos aprovados no Yellow Pages 2. O certificado oficial 3. O futuro da certificação 5. Debates 1. Dúvidas 2. Estudo de questões do exame Espero que o público PHP incentive idéias como esta. Faço parte deste grupo, que não tem fins lucrativos. Com muito esforço, estamos batalhando para promover o PHP no Brasil, e quem sabe num futuro desenvolver uma revista específica para este público aqui mesmo. Para tanto, o apoio de todos é muito importante; estamos com uma série de palestras programadas para este ano, incluindo um Conference no final deste ano. Nossa única intenção é promover o PHP, divulgar sua utilização e trocar experiências com outros programadores em eventos como este. O valor cobrado refere-se ao aluguel do auditório, pagamento do palestrante (incluindo estadia e translados) e o restante (se sobrar) em brindes para os presentes. Pretendemos reduzir os custos no futuro, afim de iniciar a criação da revista nacional, mas este projeto ainda está sendo discutido pelo grupo. Para quem não sabe, o grupo é composto de 7 integrantes: - Norberto Augusto (PHPao.com.br) - André Barbosa (ibBrasil.com.br) - Jonas Raoni Soares (JSfromHell.com.br) - Guilherme Blanco (eu - WMOnline.com.br) - Manuel Lemos (PHPClasses.org) - Marcelo Pereira Fonseca (Tradutor Manual PHP) - Herbert Araújo (LocaWeb) Gostaria de poder contar com o incentivo de todos. Grato, Guilherme Blanco
  2. Pode usar tranquilamente o BN. Caso tenha acesso... utilize o Visual Studio .NET 2003. Ou ainda... o ConteXt: www.context.cx []s,
  3. Entre os dois? Bem, sinceramente falaria com toda a convicção MySQL. Mas caso fosse entre PostgreSQL e MySQL, diria PostgreSQL para muitos casos. Sou desenvolvedor e trabalhei durante 4 anos com MySQL. Atualmente, estou usando PostgreSQL devido a uma pequena base de dados que tenho que manter, na qual travava o MySQL e reiniciava o servidor. []s,
  4. Gente... Vocês complicam muito pra explicar, sabiam??? O www, www2, www6, ... nada mais é do que um balanceamento de carga entre servidores. Assim, se o primeiro servidor estiver com overload no momento, ele tenta acessar o www2, e assim sucessivamente. Outra coisa possível são os backups. Em determinada hora do dia, 2 servidores espelho não são os mesmos. Eles podem conter brechas, ou seja, não são exatamente idênticos em conteúdo. Assim, ao tentar acessar o servidor www e ele não tiver o arquivo X, ele tentará acessar este arquivo no seu servidor espelho, o www2, e assim por diante. Mais uma coisa possível são diferentes SO's. No primeiro servidor, poderia estar rodando Linux, que suporta PHP, mas não ASP. O www2 seria o Windows, contendo o suporte a ASP, mas não PHP (ou poderia também...). Assim, seria prover o suporte a 2 interpretadores de linguagem nos seus devidos SO's, provendo o máximo de performance e segurança para eles, sem usar nenhum tipo de hack ou mod. Espero ter esclarecido sua dúvida. []s,
  5. Discuti amplamente sobre este assunto no Fórum WMOnline. Por favor, veja este link: http://forum.wmonline.com.br/index.php?showtopic=15417 Adicionalmente... existe um sistema chamado NeuralType que faz a mesma coisa, usando imagens. Procure por isto no Google. []s,
  6. Salve o arquivo .ico ou .cur e chame-o a partir de alguma regra CSS cursor: url('http://www.endereco.com.br/cursor.cur'); Exemplo: Link em wait Espero ter ajudado... []s,
  7. Bem... Sou desenvolvedor PHP e posso dizer que a melhor referência é o site: www.php.net É um pouco técnico, mas seu conteúdo é o mais completo de todo o mundo. Mas caso queria celulose tratada, algo branco com letras escritas, enfim... papel, sugiro dois livros: PHP 4 - A Bíblia, de Tim Converse & Joyce Park 2a. edição - 1a. edição de 2003. Tem algo em torno de 900 páginas, cerca de 200 erros em códigos, mas se você está se empenhando, você os encontra facilmente. PHP para quem conhece PHP, de Juliano Niederauer 1a. edição Possui cerca de 500 páginas, em torno de 100 erros de scripts, e é aconselhável para usuários intermediários. Já li ambos e recomendo o primeiro para iniciantes na linguagem (leitura integral, por favor!) e o segundo para intermediários. Para experts e alguns intermediários, nada melhor que o mais completo conteúdo... o site da linguagem. Espero ter ajudado... []s,
  8. Fala... Isto ocorre porque no seu caso, ele está tentando buscar por uma string exata, e não por uma similaridade. Assim... este código abaixo poderia ser ajustado facilmente <select name=bairro> # na clausa where abaixo diz q o campo 'cidade' da tabela bairro deve ser igual ao valor q está armazenado na variavel $cidade; <? $sql = " select * from bairros where cidade='$cidade'"; $query =mysql_query($sql); while ($row=mysql_fetch_array($query)){ echo "<option value=$row[codbairro]"; if ($row[bairro]==$bairro){ echo " selected";} echo ">"; echo $row[bairro]; }?> </select> No caso, vou ajustar o que tem na string $sql. Veja: <select name=bairro> # na clausa where abaixo diz q o campo 'cidade' da tabela bairro deve ser igual ao valor q está armazenado na variavel $cidade; <? $sql = " select * from bairros where cidade LIKE '%$cidade%'"; $query =mysql_query($sql); while ($row=mysql_fetch_array($query)){ echo "<option value=$row[codbairro]"; if ($row[bairro]==$bairro){ echo " selected";} echo ">"; echo $row[bairro]; }?> </select> Espero ter ajudado... []s,
  9. As melhores dicas são: - Nunca confie no seu usuário. - Trate tudo o que receber de dados, quer ele seja proveninente internamente (do script) ou externamente (do usuário, do navegador). Previna tentativas de hack usando funções simples de manipulação de strings. Exemplificando... você poderia inibir a inserção do usuário de caracteres "escapáveis" (aspas, apóstrofe e crase), espaços em branco ou o caracter url decodificável %20, que é o espaço em branco. Você poderia forçar um cast de tipo de variável, usando int para inteiros (Dizem que no PHP não é possível isto, mas vou mostrar como é possível e como é simpels), float para números reais... Ah... o PHP: $valor_inteiro = (int) $qualquer_valor_ou_string; Bem... pense que pra tudo o que você requisitar ao usuário pode ser uma brecha para uma invasão e faça o possível e o impossível para filtrar os dados que por ali passam. []s,
  10. A propósito... só completando... O nome do arquivo DEVE ser favicon.ico e ele DEVE ser deixado no root da pasta www. []s,
  11. Noss... você usa muito processamento!!! é um comando bem mais simples o reload. Assim: document.location.reload(); só isso []s,
  12. Aquilo é um VBScript, e não um HTML. O nome dessa tecnologia é usualmente chamada de MS Agent Scripting, e utiliza sintaxe de VBScript para ser criada. Procure no Google por MASH (Microsoft Agent Scripting Helper). É um programa que gera o código em VBScript a partir de ações definidas. []s,
  13. creio que você queria algo como eval(<comandos>); []s,
  14. www.context.tx É um editor não visual, com text highlighting e sem autocompletar. Útil para programadores que não quer muitas firulas. Eu o uso desde 2002. []s,
  15. Errado... Para 1500 filmes, 1 página (dinâmica). Você consegue isto utilizando linguagens dinâmicas, como ASP, CGI, Cold Fusion, JSP, PHP, ... Basta você definir, por exemplo... uma tabela num SGBD (Sistema Gerenciador de Banco de Dados) e recuperar a informação. Por exemplo... tenho uma tabela no BD assim: +----+-----------------+-----------+---- | ID | Título do Filme | Descrição | ... +----+-----------------+-----------+---- | 1 | Matrix Reloa... | Depois... | ... | . | ... | ... | ... | . | ... | ... | ... | . | ... | ... | ... +----+-----------------+-----------+---- Aí, basta você recuperar a informação... Vejamos como ficaria em PHP: <?php // Inclui conexão com BD require "db_conn.php"; // Obtendo o filme desejado através do ID $id = (isset($_GET['id']) && $_GET['id'] != "") ? $_GET['id'] : 1; if ($id) $id = (int) $id; // Buscando o filme $query = "SELECT * FROM filmes WHERE ID = '".$id."'"; $result = mysql_query($query); $filme = mysql_fetch_array($result); print_r($filme); ?> Se você passasse na URL assim: index.php?id=1, ele retornaria o filme Matrix Reloaded em um array para você, entendeu??? Espero ter ajudado. []s,

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×