Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Dick Trace

Membros Plenos
  • Total de itens

    1.300
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

500

Sobre Dick Trace

  • Data de Nascimento 01-01-1910 (108 anos)

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    ---
  1. Review do HardwareLuxx, que compara as Turing e a Titan V em jogos, programas e no demo Star Wars: https://www.hardwareluxx.de/index.php/artikel/hardware/grafikkarten/47377-die-geforce-rtx-2080-ti-und-rtx-2080-founders-edition-im-test.html Como previsto pelo @OCCT , as RTX Turing tem desempenho semelhante a Titan V (Volta) em muitos casos, exceto no raytracing onde as RTX levam vantagem.
  2. Review do Techreport: https://techreport.com/review/34105/nvidia-geforce-rtx-2080-ti-graphics-card-reviewed Review com 36 jogos: https://babeltechreviews.com/benchmarking_turing_rtx/5/ Review que inclui o demo Star Wars (ray tracing) nos testes: https://pclab.pl/art78828.html A 2080 parece ser um pouco mais rápida que a 1080Ti, enquanto a 2080Ti vence com folga. Como esperado, por enquanto há poucos jogos e testes com raytracing em tempo real, mas é o DLSS que parace ser o grande atrativo das Turing nos jogos, já que o desempenho aumenta muito com DLSS ativado. Se o DLSS for bem adotado pelos jogos aí uma 2070 teria desempenho superior ao da 1080Ti.
  3. @Nathi Duart Se você não entende de computador então compre o PC já montado com Windows 10 pré-instalado. A maioria dos programas e jogos roda em Windows, que é o padrão nos PCs. O Linux ainda exige mais dedicação e conhecimento para usar, e muitos programas (como Word, Excel, Photoshop, etc) não estão disponíveis para Linux.
  4. RTX 2060: https://www.techpowerup.com/gpudb/3310/geforce-rtx-2060
  5. @OCCT Tem mais algumas diferenças entre as Volta e Turing além do raytracing, mas não sei o quanto afetaria o desempenho em jogos, talvez não muito. Mas em cálculos numéricos (compute) que usem FP64 a Titan V será muito mais rápida que a 2080Ti, já que a Titan usa chip GV100 (o top das Volta com suporte total a FP64), enquanto a 2080Ti usa chip TU102 com suporte castrado a FP64. Vamos ver nos reviews da semana que vem.
  6. Anandtech faz uma análise da arquitetura Turing: https://www.anandtech.com/print/13282/nvidia-turing-architecture-deep-dive
  7. Dick Trace

    AMD Vega

    @OCCT As Turing também migrarão para 7nm, então não sei o que tem de tão especial numa Vega de 7nm, exceto o fato de ser o primeiro GPU nessa safra a fazer redução de processo, algo que já ocorreu no passado com outros GPUs da AMD. Se a Vega10 perde para a Pascal em 16nm, então a Vega20 perderá para as Turing de 7nm em 2019, e parece que a AMD desistiu de grandes melhoras nos drivers das Vega e resolveu focar nas Navi. Mas se vai ter gente comprando essa placa para testar já em 2018 então vamos esperar os reviews (porque o consenso lá fora é que 7nm em massa é só para o 2º semestre de 2019).
  8. Dick Trace

    AMD Vega

    O texto afirma que a Vega 20 (7nm) não será lançada em VGAs para jogos, papel que cabe ao Navi em 2019, que será um GPU mid-end com desempenho similar ao da Vega64 e GTX1080, e que a AMD não terá nada para competir com as RTX. O texto termina dizendo que se a Vega 20 for tão boa como afirmam os rumores, aí um GPU Navi high-end mais pro final de 2019 seria o real competidor das Turing. A GPU da Vega 20 é idêntico ao de uma Vega 10 , só que feito em 7nm. Agora resta saber como serão as Navi e Turing de 7nm.
  9. E até lá a Intel também já deve estar chegando (de novo) com suas VGAs. Nos jogos, o raytracing vai levar mais tempo para deslanchar (se deslanchar), e o raytracing em tempo real sempre será "nível jogos", já que fazer raytracing "fotorrealista" em tempo real ainda será impossível para uma única VGA mesmo nas próximas gerações.
  10. Essa é uma versão alpha do jogo, e todos os jogos e engines atuais são feitos para rasterização, com inclusão recente e superficial do raytracing. E em todos esses jogos, incluindo aqueles que ainda serão lançados, a iluminação já foi cuidadosamente feita via rasterização já que nenhuma placa atualmente no mercado suporta raytracing, e as atuais RTX ainda não terão potência para fazer milagres com raytracing logo de início. Então os jogos tem que priorizar e serem bonitos nas placas atuais sem raytracing já que elas são 100% do mercado hoje, e ainda serão maioria absoluta nos próximos anos. O raytracing pode ser feito via DX12 ou Vulkan (como nos jogos citados até agora), e não exige nenhum software proprietário da Nvidia. E eu já repeti isso várias vezes, que na primeira geração de jogos e VGAs com raytracing não haverá muita diferença visual e ainda haverá queda de desempenho.
  11. É estranho você afirmar que jogos anteriores tinham luzes, vegetação, sombras, modelagem e texturas melhores que esse jogo, mas em vez de responsabilizar o jogo em si e seus criadores, você tenta jogar tudo em cima do raytracing e da Nvidia. Não sei quanto a esse Tomb Raider, mas todos os outros jogos que você citou tem iluminação "realista" (mas falsa) apenas porque uma dúzia de artistas gráficos perdeu muito tempo para pré-calcular e otimizar toda a iluminação nos mínimos detalhes possíveis usando várias gambiarras (link), enquanto no raytracing todo o processo de iluminação poderia ser automático (com luzes, sombras, reflexão, refração, difração, etc). É dureza criticar raytracing por ser "tecnologia dos anos 70" enquanto se defende a rasterização, que é dos anos 60 e pior em tudo exceto no menor custo de processamento. A Nvidia introduziu raytracing agora porque a AMD ficou para trás e por isso é possível arriscar introduzir recursos realmente novos (e relevantes, ainda que não já na primeira geração), em vez de ficar na busca de XXX FPS em resolução 4K enquanto a grande maioria das pessoas ainda tem monitores 1080p. Mas todos nós sabemos que a AMD, ao contrário da Nvidia, não liga para dinheiro. A AMD faz tudo por amor.
  12. @Evandro Como só foram anunciar agora, eu acho que a raiz do problema é técnica. Mas cedo ou tarde isso iria ocorrer, já que é cada vez mais difícil e caro continuar a redução de processos, e daqui a um tempo será financeiramente inviável. Agora restam a Samsung, Intel e TSMC tentando fazer processos de ponta. A AMD migrou para a TSMC.
  13. GlobalFoundries irá abandonar o desenvolvimento de seu processo de 7nm, que não será mais usado por ninguém, e passará a focar nos processos de 14/12 nm, com demissão de 5% dos funcionários: https://www.anandtech.com/show/13277/globalfoundries-stops-all-7nm-development
  14. Dick Trace

    AMD Vega

    Talvez porque a Vega56 tenha clocks e tensão mais altos. E talvez essa V340 tenha chips selecionados, já que a placa é para servidores e vai custar caro.
  15. Dick Trace

    AMD Vega

    AMD lança a Radeon Pro V340, com dual-GPU, 32GB de RAM e suporte a virtualização para uso em servidores. https://www.amd.com/en/graphics/v340-built-for-builders Especificações: 2x Vega 56 14nm 32GB HBM2 300W Sem conectores de vídeo

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×