Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

RicardoRXO

Membros Plenos
  • Total de itens

    18
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

0

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    São Paulo-SP
  1. Era fã do BEOS!!!!! Procura a versão R5 PPC pra instalar no meu Macintosh a muito tempo e não acho!!!!!! Vida Longa ao Zeta!!!!! Abraços
  2. Uso o Gnome por parece ter um estilo de MAC... o XFCE 4.2 tá show de bola!!!!!! Na Minha opinião fica assim : Gnome XFCE 4.2 KDE FluxBox Abraços Ricardo
  3. olá galera beleza??!!! Instalei o Debian PPC no meu Macintosh G3 com uma placa de video ATI Radeon 7000 PCI 64mb e não estou conseguindo fazer o X funciona...... Alguém tem alguma dica???!!! Obrigado Ricardo
  4. valeu Kobal!!!! Se tem MSN, ICQ,YAHOO ou AIM? Passa pra mim pra trocarmos ideia se puder!!!!?? T+ Ricardo
  5. Opa galera tudo certo?! Valeu mesmo, deu certo!!!!! Só criei o diretório novamente como o Kobal disse e funcionou!!!!!!! Onde acho uma de Debian apostila legal pra leigo. Obrigado T+ Ricardo
  6. ola pessoal tudo certo?! Estou querendo entrar no mundo Linux e me falaram que pra aprender Debian é um dos melhores... Fiz tudo o que até agora aprendi, instalei e fiz o upgrade do sistema pra Unstable... O problema que deletei, como todo novato heheheh, uns aquivos do /var/cache/apt/archives/ agora o Apt-get não funciona mais pedindo o arquivo PARTIAL... como faço pra recuperar e melhorar o sistema?!!! Vou ter que instalar tudo novamtne?! Obrigado Ricardo
  7. RicardoRXO

    Adsl No Mac Os 9

    Olá!!!! Olha aqui uso o 9 e o X. para conectar pelo 9, os caras da telefonica fizeram um esquema que guardo a senha e o usuario no proprio modem, e tem acesso via TCP/IP... Agora, num sei se esse lance rola em todos os tipos de modem... Tentei ajudar T+ Ricardo
  8. RESSUCITANDO O TOPICO... de novo!!!! Rapaziada, Sei que Linux no Mac é uma coisa meio estranha... e até o Emerson disse em outro topico "é unir o complicado com o caro". Concordo com ele.... Mas é interessante você rodar um sistema Livre e cheio de liberdade na questão de interfaces graficas que faz os neuronios ficarem quentes....Tenho aqui o Yellow Dog Linux 3.0, sou novato, tentei o Debian... mas achei muito complicado para mim que sou leigo. Bom, depois dessa ladainha queria solicitar para quem já fez ou vai fazer essa façanha para trocarmos idéias... tô perdido e ilhado em Linux PPC.... Quem tiver umas dicas ou como atualizar os pacotes, sei lá algo que, como disse, faça o neuronio esquentar... Até mais Ricardo
  9. RicardoRXO

    Dicas Mac Os

    Sou usuario de um MAC G3 bege 266 com 3 sistemas (MAC OS 9, MAC OS X Panther e Yellow Dog Linux)... Gostaria muito que fosse comentado algumas coisas sobre Linux em Macintosh. Aí vai dicar pro MAC OS 9 e anteriores: 1- A regra de ouro do usuário de Mac é: em caso de emergência, restarte segurando a tecla Shift. Isso desabilita as extensões e painéis de controle que entram no Startup, eliminando 90% das probabilidades de conflitos em seu sistema. 2- Segure a tecla de espaço durante o Startup para abrir Control Panel Extensions Manager. Aí você pode ligar e desligar extensões e painéis de controle antes de começar a trabalhar. 3- Para colocar um som de abertura no seu Mac, grave o som pelo microfone utilizando o Control Panel Sound. Depois retire o som da pasta System e o coloque na pasta Startup Items. Se quiser que ele toque quando o Mac for desligado, coloque o na pasta Shutdown Items. 4- Para desabilitar os itens que estão na pasta Startup Items, aperte a tecla Shift depois da entrada das Extensions e antes da entrada do Desktop. Isso vai desativar também as janelas que estiverem abertas no Finder. 5- Para desligar a Memória Virtual do Mac, segure a tecla Command durante o Startup. Ela voltará no próximo Restart. 6- Para ouvir o som que os Macs fazem quando morrem, aperte a tecla Command e o botão de força (aquele com o triângulo) enquanto liga ou restarta o computador. Alguns tocam uma musiquinha de caminhão de gás, outros têm o som de batida de automóvel, outros, um solo de bateria. Descubra o seu (se tiver coragem). Para ressuscitar seu Mac, aperte Command-Option-botão de força. 7- Se você tem um drive de CD-ROM e gostaria de ouvir música toda vez que liga seu Mac, coloque um alias do Track 1 de qualquer CD de áudio na pasta Startup Items, dentro do System Folder. Quando você ligar seu Mac ele irá procurar um disco no CD-ROM e irá tocá-lo automaticamente. O QuickTime 2.5 já incorporou essa função (assim como o autoplay de CD-ROMs) ao sistema. 8- Para substituir a tela de "Welcome to Macintosh" por uma linda foto do seu cachorrinho ou qualquer outra imagem, abra a imagem no Photoshop. Ela precisa medir 640 por 480 pixels e ter resolução de 72dpi para tomar toda a tela em um monitor de 14 polegadas. Salve-a com o nome de StartupScreen (tudo junto), em formato Pict Resource e o Mode em Indexed Color. Coloque-a no System Folder. A mesma coisa pode ser feita com um filme QuickTime. É só dar a ele o nome de Startup Movie (destavez, com um espaço entre as duas palavras). 9- Para interromper o filme QuickTime que você colocou na abertura do Mac, basta dar Command-ponto. 10- Para trocar o tamanho dos ícones do Launcher, clique nele segurando a tecla Command. Aparecerá um menu pop-up, possibilitando a mudança. 11- Você pode também criar "settings" do Launcher. Basta criar uma pasta com aliases dos arquivos e pastas que você usa constantemente,colocar uma bola preta (Option-8) no início do nome e arrastá-la para a pasta Launcher Items no System Folder. Imediatamente a pasta aparecerá no Launcher na forma de um botão. É só clicá-lo para que todos os itens da pasta apareçam no Launcher. Você pode criar até oito botões de settings. 12- Para ir direto até a pasta Launcher Items sem ter que abrir o System Folder, é só clicar sobre um botão de setting do Launcher segurando a tecla Option. 13- Para evitar que alguém jogue fora ou modifique seus preciosos arquivos, basta acionar o Get Info (Command-I) e checar o quadrado ao lado de Locked. 14- Se você quer proteger pastas, a coisa é um pouco mais complicada. Ligue o File Sharing (compartilhamento de arquivos) no Control Panel Sharing Setup. Selecione a pasta que você quer proteger e escolha Sharing no menu File. Cheque o quadrinho que diz "Can't be moved, renamed or deleted" (não pode ser movido, renomeado ou apagado). 15- Quer ver a cara de uma fonte sem sair do Finder? Dê um duplo clique sobre seu arquivo bitmap (ou TrueType) e aparecerá uma frase de amostra escrita com ela na tela. 16- Cansou do Puzzle da maçã? Escolha Clear no menu Edit que ele se transforma em outro quebra-cabeça. Você também pode copiar (Command-C) e colar (Command-V) qualquer figura nele (assim como no Jigsaw Puzzle). Para voltar à maçã, é só pedir Clear novamente. 17- Para "tirar uma foto" da tela do seu Mac, basta apertar Command Shift-3. Você ouvirá um barulho de disparador de máquina fotográfica e um documento chamado Picture 1 aparecerá no seu hard disk. Para modificar esse desenho, abra-o em um programa de pintura, como o Photoshop. Você pode "fotografar" praticamente qualquer coisa que esteja na tela com esse truque, cmd shift 3 tira screenshot da tela inteira, cmd shift 4 tira screenshot de uma selecao da tela, cmd shift 4 com caps lock tira screenshot de uma janela, cmd shift 4 com caps lock e Control apertado tira screenshot de janela e salva direto no scrapbook 18- A melhor maneira de descobrir precisamente quantos itens uma pasta contém, incluindo os documentos dentro das pastas, é usando o Get Info (Command-I). 19- Segurar a tecla Option ao arrastar um arquivo para o lixo permite jogar fora arquivos trancados. 20- Para se livrar da tela que toda vez pergunta se você quer realmente se livrar daquilo que jogou no lixo, clique na lata de lixo e dê Get Info (Command-I). Na tela de Get Info, tire o "X" da opção Warn Before Emptying. 21- Quando você corta alguma coisa utilizando o comando Cut (Command-X),o item cortado permanece intacto no Clipboard (Area de Transferência) até que você decida colá-lo em algum lugar, utilizando o comando Paste (Command V). Só que, às vezes, você precisa cortar mais algum item, antes de colar o primeiro. O conteúdo do Clipboard é perdido se você usar Command-X, mas se você usar Delete, o Clipboard permanece intacto. Se você pretende utilizar o mesmo item mais de uma vez, o melhor é colá-lo no Scrapbook, que fica no Apple Menu. 22- Para copiar um arquivo de uma pasta para outra no mesmo disco, segure a tecla Option enquanto arrasta o arquivo. 23- Uma das maneiras mais populares de se organizar o Desktop é colocar na parte de baixo da tela uma fileira de aliases dos programas que você mais usa. Além de poder abrir seus programas sem abrir nenhuma pasta, você pode abrir documentos arrastando os para cima dos aliases. 24- Quando você arrasta um arquivo de um disquete para o Desktop,você não está copiando nada. Para copiar um arquivo de um disquete, você deve arrastá lo para o o ícone do seu disco ou para dentro de uma pasta. Se quiser copiar algo de um disquete para o Desktop, segure a tecla Option enquanto arrasta. 25- Se você arrastar algo de um disquete para o Lixo e ejetar o disquete, você não está jogando nada fora - só moveu os ícones para o lixo (onde continuam ocupando espaço). Se alguém colocar esse disquete em outra máquina, vai encontrar os mesmos arquivos na lata de lixo. Para realmente apagar um arquivo, você deve arrastá-lo para o lixo e selecionar a opção Empty Trash no menu Special. 26- Para poder modificar arquivos dentro das pastas System Folder e Applications, abra o Control Panel General Controls na pasta Control Panels e tire o "X" da opção Protect Applications (ou System) Folder. 27- Se você tem itens demais no seu menu Apple, procure organizá-lo colocando os programas que estão na pasta Apple Menu Itens dentro de pastas. Não se esqueça de ativar os submenus no Control Panel Apple Menu Options. 28- Outra dica para organizar seu Apple Menu é colocar espaço na frente do nome dos itens que você quer que fiquem no top da lista ou til naqueles que você quer que fiquem por último. 29- Se você não tem programa para copiar um disquete para outro (como o DiskCopy, da Apple), finalmente vai encontrar alguma utilidade no comando Eject Disk do Special Menu. Insira o disco que quer duplicar e ejete com Command-E. Isso vai deixar um ícone cinza do disco no Desktop. Coloque um disco vazio e arraste o ícone do outro disco para cima dele. Vai aparecer um aviso perguntando se você quer duplicar o conteúdo do primeiro disco. O Finder vai pedir quevocê troque algumas vezes os disquetes após a confirmação. 30- Coloque um alias do seu disco rígido na pasta Apple Menu Items (no System Folder) para ter acesso direto aos arquivos dele, mesmo quando você estiver em um programa. 31- Dê um clique duplo na barra de título da janela para escondê-la (detalhe: o Control Panel WindowShade precisa estar ligado). 32- Clique duas vezes sobre uma pasta segurando a tecla Option. Dessa forma, quando você abre a pasta, a janela da pasta anterior se fecha automaticamente. 33- Se você está mudando de um programa para outro pelo menu de programas (no canto direito da tela), você pode esconder o programa de origem segurando a tecla Option enquanto muda para o programa de destino. Clicar no Desktop (ou na janela de outro programa) segurando Option produz o mesmo resultado. 34- Para mover uma janela que está por trás de outra sem trazê-la para a frente, clique apertando a tecla Command. 35- Para abrir a pasta que contém a janela que está ativa, dê Command flecha para cima. 36- Não é preciso clicar com o mouse para acionar o botão ativo (com borda mais grossa) em placas de aviso e janelas, basta apertar Return ou Enter. 37- Para acionar o botão inativo de caixas de diálogo, aperte a combinação Command-ponto. A tecla Esc (Escape) muitas vezes funciona para Cancel. 38- Alguns programas, como o Photoshop e o Word, permitem que você acione os botões inativos clicando na primeira letra da palavra contida neles (como C para Cancel e S para Save). 39- Segure a tecla Command e clique sobre o nome de uma janela para ver sua hierarquia. 40- Selecione algumas pastas dentro de uma janela (em qualquer visão, menos por ícone), segure a tecla Command e pressione flecha para a direita;. Isso fará com que todas as pastas selecionadas se abram. Se você fizer o mesmo apertando flecha para a esquerda, os folders se fecharão. 41- Se você selecionar alguns folders e segurar Command-Option flecha para a direita;, fará com que não só aqueles folders se abram, mas todos os folders que estiverem dentro deles também. O inverso, Command Option-flecha para a esquerda; fará com que todos os folders selecionados e os folders que estiverem dentro deles se fechem. 42- Para abrir um folder ou documento, selecione-o, segure Command e aperte a tecla flecha para baixo; (Return ou Enter farão o mesmo serviço). 43- Para navegar sem o mouse em uma janela no modo de visualização por ícone (View by Icon), utilize Command-O para abrir um arquivo ou folder. 44- Use a tecla Tab para andar pelos arquivos em ordem alfabética (Shift Tab para andar para trás) e aperte Return para mudar o nome de um arquivo. 45- Se seus ícones não estão em ordem alfabética, você provavelmente achará mais fácil passear com as teclas de seta, que permitem selecionar o próximo item em qualquer direção. 46- Alguma vez você já arrastou uma pasta e, no meio do caminho, percebeu que estava carregando a pasta errada e ficou sem saber se ia para frente ou voltava? Deixe a pasta cair no Desktop e dê Command-Y. Ela voltará ao lugar de onde saiu. 47- Há várias maneiras de ejetar um disquete. O método mais simples é arrastar o ícone do disquete para o lixo. Você pode também escolher Eject no menu Finder ou dar Command-Y para ejetar o disquete selecionado e Command-Shift-1 para ejetar o disquete que estiver no drive interno. 48- Se você quiser saber se um aplicativo tem o código nativo para Power Macs, selecione seu ícone e aperte Shift-Command-Option-I. Se ele for nativo, vai aparecer uma janela com a lista das pessoas que contribuíram para a criação do código. 49- Essa é para quem está montando uma rede com alguns Macs. Coloque aliases dos discos que estão na sua rede na pasta Apple Menu Items. Assim você poderá acessar esses discos sem precisar ir ao Chooser. 50- Ao renomear um documento ou pasta no Finder, clique em flecha para baixo para levar o cursor ao final do nome e flecha para cima para levar para o começo. 51- Abra o Desktop Patterns do System 7.5 e segure a tecla Option. O botão Set Desktop Pattern vai mudar para Set Utilities Pattern. Todos os utilitários do Apple Menu vão ficar com lindos padrões decorados. 52- Para mudar os ícones que seu Mac usa para apresentar pastas, discos e documentos, basta fazer um desenho (de preferência com 32 por 32 pixels de tamanho) em qualquer programa de pintura, como o módulo de pintura do ClarisWorks. Copie o desenho (Command-C). Clique no ícone que você quer mudar e escolha Get Info (Command-I) no menu File. Selecione o ícone no canto superior esquerdo da janela de Get Info e cole (Command-V) seu desenho. 53- Se você mudar de ideia e quiser voltar o ícone padrão a uma pasta ou documento que você modificou, abra o Get Info (Command-I), clique no ícone e selecione Cut (Command-X) no menu Edit. Seu Mac removerá o ícone customizado e novamente apresentará o original. 54- Se você gosta muito de um certo ícone, pode colocá-lo facilmente como padrão de Desktop. Escolha um ícone. Dê Get Info (Command-I), clique sobre ele e dê Copy (Command-C). Abra o Desktop Patterns pelo Control Panels e dê Paste (Command-V). 55- Não consegue mudar o ícone nem o nome do seu Hard Disk? Provavelmente você está com o compartilhamento de arquivos (File Sharing) ligado. Vá até o Control Panel Sharing Setup e desligue-o. 56- Use o Extensions Manager para desligar as extensões e painéis de controle que você não usa ou usa pouco. Dessa forma, você ganhará valiosos bytes de memória. Se você tem muitas extensões, crie settings especiais para quando for utilizá-las. 57- Você pode utilizar o Movie Player para colocar legendas em filmes QuickTime. Copie uma frase qualquer, abra o filme dentro do Movie Player e arraste a barra do Play com a tecla Shift apertada para selecionar o trecho que você quer legendar. Segure Option e escolha Add no menu Edit. Na parte de baixo do filme vai aparecer uma faixa preta com suas legendas. 58- Para estourar o som de um filme QuickTime, segure Shift enquanto clica no ícone do alto-falante no canto nferior esquerdo do filme. Para tirar o som, clique com Option. 59- Para rodar um filme, basta dar um clique duplo na imagem ou apertar a tecla de espaço ou Return. 60- Para parar o filme, em um frame qualquer clique uma vez nele ou aperte novamente espaço ou Return. 61- Clique duas vezes com Shift para o filme rodar de trás para frente. 62- Use as setas horizontais do teclado para avançar ou retroceder quadro a quadro. As setas verticais aumentam ou diminuem o som. 63- Clique segurando Control sobre os botões do lado direito do filme para controlar a velocidade em que ele passa. 64- O caractere correspondente a cada tecla do seu teclado está armazenado em um documento na maleta do System, chamado layout de teclado. Existe um para cada país. Eles podem ser trocados instantaneamente no Control Panel Keyboard. Só que volta e meia você quer copiar o teclado brasileiro, abre a maleta System e ele não está lá. O motivo é que o layout que está sendo utilizado pelo sistema fica automaticamente invisível. Para copiá-lo, basta selecionar outro layout. Abra o System e ele estará lá. 65- Clique segurando Option no relógio que aparece na barra de menu para desligá-lo sem acessar o control panel Date and Time. Para fazê-lo voltar, clique de novo com Option no espaço vazio que ficou. 66- Incomodado pela Control Strip atrapalhando a visão do canto esquerdo inferior do seu monitor? Clique nela apertando Option e a arraste para qualquer canto da tela. 67- Alguns modelos de Mac permitem que você use o Control Panel Auto Power On/Off para fazer o Mac ligar e desligar sozinho em horários pré determinados. Utilize essa função em conjunto com a pasta Startup Items para automatizar algumas funções, como pegar e-mail ou usar seu Mac como despertador. Para saber se o Auto Power On/Off funciona no seu Mac, basta tentar abri-lo. 68- Há uma maneira para colocar um som no sistema sem precisar fechar todos os programas abertos. Arraste o arquivo de som (aqueles com o ícone de uma folha de papel com um alto-falante) para o Scrapbook, dê Copy, abra o Control Panel Sound e dê Paste na janela de Alert Sounds. 69- Compre mais memória. Você não sabe quanto o desempenho e a estabilidade do seu Mac vão melhorar quando ele tiver uma quantidade digna de RAM. Aproveite que os preços baixaram. O mínimo para um Mac com chip 680x0 é 8 Mb. Para um Power Mac ou Performa com chip PowerPC, uns 16 Mb. 70- No System 7.5.1 (e nos sistemas posteriores) você não precisa ir até o menu para desligar o Mac. Basta apertar a tecla Power (aquela com um triângulo) para aparecer a janela de Shutdown. Você também pode criar um alias do programinha Shut Down que está no menu Apple e colocá-lo no seu Desktop. Aí é só dar um clique duplo sobre ele para desligar o Mac. 71- A tela congelou? Não entre em pânico. Aperte simultaneamente as teclas -Option-Esc. Vai aparecer uma tela perguntando se você quer mesmo fechar o programa. Clique no botão Force Quit. Se o Quit forçado tiver sucesso, restarte seu Mac escolhendo Restart no menu Special. 72- Se você tentou o Force Quit e ele não funcionou, pressione as teclas Command-Control e tecla de força (o botão com o triângulo). Esse é o comando para um Restart forçado. 73- Alguns Macs, como os Performas 630 e 6200, não têm botão On/Off nem botão de força na CPU. Como desligá-los na hora em que o Mac congela? Tirando o fio da tomada? Nada disso. Procure por uma saliência redonda ao lado da entrada do monitor na parte de trás do Mac. Basta pressioná-la para desligar o Mac. 74- Nos novos PowerBooks, a dica para desligar o Mac à força é apertar Command-Control-Option-tecla de partida. 75- O Instalador do Mac OS pode ser utilizado para desinstalar coisas. Aperte a tecla Option para fazer o botão Install se transformar em Remove, permitindo que você desinstale qualquer coisa que o Instalador tenha colocado no seu Macintosh. 76- De repente, seu Mac começa a ter problemas para ligar os documentos com seus respectivos programas. Aparecem mensagens dizendo, por exemplo, que o aplicativo que criou o documento não foi encontrado. Programas copiados de disquetes perdem seus ícones e aparecem com ícones genéricos. Está na hora de reconstruir o arquivo do Desktop ou "dar um rebuild" no Desktop. Para isso, basta restartar segurando as teclas Command-Option. Se não quiser restartar, você pode dar um Quit no Finder (Command-Option-Esc) e continuar segurando Command-Option até aparecer a janela pedindo a confirmação de que você quer dar o Rebuild. 77- Para limpar totalmente um disquete, dê um rebuild nele. Deixe apenas uma pasta vazia no disquete e jogue-o no lixo. Segure as teclas Command Option e insira o disquete novamente. Vai aparecer uma janela perguntando se você quer reconstruir o Desktop do disquete. Clique OK. Depois é só jogar a pasta vazia fora que você terá seu disquete limpinho e pronto para outra. 78- Vários programas instalam arquivos no System Folder sem que você nem fique sabendo. Faça uma vistoria periódica na sua pasta Preferences para ver se existe algum item desnecessário dentro dela. Mas atenção: jogue fora apenas aqueles itens que você tem certeza do que se trata. Jogar fora um arquivo Preference de um programa que você usa pode dar muita dor de cabeça. 79- Alguma vez você já ficou na dúvida se jogava ou não um documento ou um programinha no lixo? Uma solução é criar no Desktop uma pasta chamada Quase Lixo. Deixe os arquivos de utilidade duvidosa ali, até você realmente precisar de espaço no disco. 80- Volta e meia você acaba esbarrando no teclado por engano, enquanto um ícone é selecionado e batizado de hdgurgwyurgwf ou coisa pior. Não se assuste, mantenha a calma, aperte Delete até que todas as letras sejam apagadas e clique fora do documento que o nome original volta (ou dê Command-Z). 81- Para evitar que o Mac fique pedindo um disquete ou CD que você jogou fora, basta apertar Command-ponto. 82- Existem duas maneiras de copiar disquetes para o HD. Uma é selecionar todos os arquivos no disquete (usando Command-A) e arrastá-los para o discão. A segunda maneira é simplesmente arrastar o ícone do disquete para dentro do disco rígido, para criar uma pasta com o nome do disquete e todos os arquivos dentro. 83- Bem ao lado direito do drive de disquete do seu Mac existe um buraquinho. Ele serve para tirar você do sufoco, ejetando manualmente o disquete, quando o drive se nega a devolvê-lo. Estique um clipe de papel comum, introduza-o no orifício e empurre firmemente. Tente esse truque apenas em último caso. Antes de tentar aplicá-lo, experimente restartar segurando o botão do mouse. 84- Você não precisa necessariamente utilizar o disco interno do seu Mac como disco de Startup. Se você tem um drive externo, SyQuest ou Zip Drive com um System Folder instalado, poderá utilizá-lo se o seu discão for pro espaço ou precisar de reparos urgentes. Para isso, basta ir ao Control Panel Startup Disk, escolher o disco externo e restartar. Se quiser poupar tempo, ligue o Mac segurando Command Option-Shift-Delete. Ele irá ignorar o disco interno e dará a partida direto do segundo. 85- Quando seu Mac começa a se comportar estranhamente, o único jeito de fazê-lo voltar ao normal é dar um ZAP na PRAM (pronuncia-se zapinapirrã). Para fazer isso, segure as teclas Command-Option P-R durante o Startup. Isso vai "limpar" a memória PRAM do Mac. Use esse artifício somente em último caso, pois os settings dos Control Panels General Controls, Memory, Date & Time e Mouse serão perdidos nessa operação. 86- Se você tem um screen saver como o After Dark ou o Eclipse, você pode evitar um Restart ou Shutdown acidental, daqueles que você muda de ideia um segundo depois de ter dado o comando. Basta correr com o cursor para o canto que ativa o salvador de tela, que ele cancela o comando de desligar o Mac. 87- O Mac organiza arquivos em ordem alfabética e não numérica. Isso causa uma certa confusão na hora de numerar arquivos. Por exemplo: o 10 vai ficar depois do 1 e antes do 2. Se você quiser que seus documentos apareçam em ordem numérica, use um espaço (ou um zero) antes dos números de um dígito. 88- Para utilizar o velho Find do System 7, segure a tecla Shift ao escolher Find no menu File ou dê Command-Shift-F. 89- Se você apertar a tecla Option enquanto estiver escolhendo um item no menu pop-up do Find File, um novo minimenu de escolhas adicionais vai aparecer na parte de baixo do menu principal. Tente o Contents para procurar arquivos de texto pelo seu conteúdo. 90- Use o Drag & Drop. Arraste o ícone de um disco para cima do Find Items on... para procurar arquivos dentro dele. Arraste um documento para limitar a busca àquele tipo de documento. 91- Procure não dar nomes com mais de vinte caracteres para seus arquivos. Apesar do Mac poder reconhecer até 31 caracteres, nomes grandes não aparecem por inteiro nas janelas de Open/Save. Também não é possível colocar dois pontos ( no nome de um arquivo. O Mac substitui os dois pontos imediatamente por um hífen. 92- Quer copiar aquele filminho QuickTime daquele CD-ROM multimídia, mas não consegue achá-lo? Experimente dar um Find no CD procurando por File Type is MooV (assim mesmo, com M e V maiúsculos). 93- Use o Find para eliminar cópias repetidas do SimpleText. Vários programas instalam cópias do SimpleText em seu Mac e, quando você menos espera, eles estão atulhando seu disco. Ache os programas repetidos, jogue as cópias no lixo e fique com apenas um. 94- Não confunda reticências com três pontinhos. As reticências são um só caractere, que você digita apertando Option-ponto e vírgula. 95- Se por algum motivo você estiver impossibilitado de utilizar o teclado do seu Mac, não se desespere, há uma maneira de digitar textos utilizando apenas o mouse. Abra o Key Caps no menu da maçã e escreva usando o miniteclado. Selecione o texto digitado e escolha Copy no menu Edit. Vá para o programa em que você queria escrever e escolha Paste. 96- Um dos erros mais comuns de quem começa a digitar no Mac é confundir o símbolo de polegadas (") com aspas (" "). Para digitar aspas bonitinhas no Mac, você precisa teclar Option-[ (abrir aspas) e Option-Shift-[ (fechar aspas). Alguns programas, como QuarkXPress, Word e PageMaker, têm uma opção chamada "smart quotes", que converte polegadas em aspas.
  10. RicardoRXO

    Placa De Rede

    Olá Somente tome cuidado com as revisão D, comprei uma para colocar no meu G3 e num funcionou. Até mais Ricardo
  11. Olá pessoal, tudo certo...?! Sou novato no mundo Linux uso um macintosh G3 com o Yellow Dog Linux 3.0 (www.yellowdoglinux.com). Essa distro é baseada no RedHat 8.0 Tenho instalado também o Panther (10.3.4), mas gostaria muito de aprender a usar bem Linux... minhas dúvidas são: -Como instalar e/ou compilar programas pra essa Distro (lembrando que o Mac usa a versão PPC). - Atualizar o KDE, Gnome, Kernel e coisas para deixar meu sistema mais atualizado. Bom, basicamente é isso... se alguém puder me ajudar agradeco muito!!! Obrigado Ricardo
  12. Olá, Uso no meu Macintosh G3 o Yellow Dog Linux 3.0. Gostaria de abrir varios gerenciador de janela como KDE, Gnome, XFCE e outros. Bom sou novato no linux e tentei abrir outra linha de comando (Control+ALT+F1,2,3...) e abrir outro gerenciador, só que dá erro de XFree86. Como faco para fazer isso? Obrigado Ricardo
  13. RicardoRXO

    Mandrake Linux No Imac

    Tem essa versao pra Macintosh. Mandrake 9.1 ftp://mirror.fiz.unb.br/pub/linux/Mandrak...ficial/iso/ppc/ até mais Ricardo
  14. RESSUCITANDO O TOPICO... Bom tenho um G3 bege 266 mhz, rodando o Mac OS 9, e o Panther 10.3.4 num Hd IDE, e o YDL 3.0 em um Hd de 4 gb SCSI... Estou querendo aprender a mexer no Linux e achei muito fácil a instalação desta distro... roda mais rápido que o Mac OS X... no caso uso o KDE e o Gnome... Se alguem quiser me passar ou indicar onde acho apostila "pra leigo" de Linux agradeço... Rodar Linux no Mac é bem diferente de ter o Terminal no Mac OS X. Fui! Ricardo
  15. Valeu rapaziada!!! Mas, como eu compilo? Não manjo de Linux!!!! Obrigado Ricardo

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

GRÁTIS: minicurso “Como ganhar dinheiro montando computadores”

Gabriel TorresGabriel Torres, fundador e editor executivo do Clube do Hardware, acaba de lançar um minicurso totalmente gratuito: "Como ganhar dinheiro montando computadores".

Você aprenderá sobre o quanto pode ganhar, como cobrar, como lidar com a concorrência, como se tornar um profissional altamente qualificado e muito mais!

Inscreva-se agora!