Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Dj Rayke

Administrador
  • Total de itens

    30.560
  • Cadastrado em

  • Última visita

  • Qualificações

    100%

Tópicos solucionados

  1. O post de Dj Rayke em Computador não reproduz nenhum som foi marcado como solução   
    Primeiramente, desligue o áudio do painel frontal do seu Gabinete em sua placa-mãe. Ao ligar seu PC com esse cabo desconectado, verifique no SETUP se o áudio on-board está habilitado, se sim, instale os drives no sistema operacional testando apenas a entrada traseira. 
     
    Verifique se o áudio é executado... 
     
    Verifique também se nas configurações de seu áudio on-board está como dispositivo de reprodução padrão a sua placa de som e não o áudio HDMI, se estiver setado para HDMI, você tem que mudar senão o áudio não é executado pela placa de som. 
  2. O post de Dj Rayke em Tojo GR 300 - Como aproveitar ao máximo? foi marcado como solução   
    @Stênio Farias
     
    Funciona assim, o TOJO suporta 100 Watts RMS com THD (Total Harmonic Distortion) a 2%.
     
    Em um cálculo mais simples significa que, o THD deve ser abatido em RMS para que o amplificador / equalizador não funcione clipado. Clipar seria o limite do seu equipamento gerando distorção do mesmo. 
     
    Então pensamos o seguinte, o TOJO empura 100 Watts em 1 par de alto-falantes (2 alto-falantes)
    ou
    Empurra 100 watts em 2 pares de alto-falantes (4 alto-falantes).
     
    100 watts totais abatendo o THD de 2%, seria 98 watts, certo...  A soma dos watts dos seus dois ou quatro falantes não podem ultrapassar 98 watts, lembrando que seus alto-falantes tem que ser de 4 ou 8 ohms cada um...
     
    Ohms - é a impedância do seu alto-falante... No termo mais técnico é  a carga resistiva total de um circuito elétrico de corrente alternada do seu alto-falante.
     
    Deixando mais claro para a pessoa que vai montar um som, geralmente os montadores ou mesmo donos de som não são Técnicos de áudio ou não trabalham com som profissionalmente e isso as vezes atrapalha mesmo quando procuramos entender um pouco mais, mas explicando de uma maneira mais simples para entender no grosso modo seria assim:
     
    Quanto mais baixa a impedância do alto falante (mais sensível, ex: 2 ohms):
    – Consegue reproduzir um volume sonoro um pouco (pouquíssimo) maior;
    – Menor qualidade sonora;*
    – Maior risco de queima.*

    * esses dois fatores estão interligados, pois por ser um alto falante mais sensível, o alto falante acaba reproduzindo um pouco mais de distorção (THD)
     
    Geralmente alto falantes com impedância mais baixas, são utilizados em competições SPL (Sound Pressure Level), como também por serem mais sensíveis e ter uma taxa de fidelidade maior, seu custo também é mais caro e o consumo de alimentação (energia) seja do módulo como dos alto-falantes costumam ser maiores...
     
     
    Alto falante com uma impedância alta (menos sensível, ex: 8 ohms)

    – Reproduz um volume sonoro um pouco (pouquíssimo) menor;
    – Maior qualidade sonora;*
    – Menos risco de queima.*

    * esses dois fatores estão interligados, pois por ser um alto falante menos sensível, o alto falante acaba reproduzindo um pouco menos de distorção.

    Na prática: geralmente são utilizados em sistemas profissionais, sistemas comuns ou sistemas trio de alta qualidade sonora, obviamente equipamentos que empurram a 4 ohms ou a 8 ohms costumam ser mais em conta na aquisição, até por conta da taxa SPL ser um pouco mais baixa no quesito volume... 
     
    Se você vai utilizar no dia a dia isso não influenciara a ouvidos NUS, na prática, essa percepção auditiva só funciona mais para quem já trabalha com som profissionalmente como no meu caso, para o usuário em seu dia a dia normal ou mesmo um usuário de som automotivo, dependendo do que como o som será montado não vai influenciar, até porque para medir a qualidade sonora, precisaria de alguns equipamentos como multimetro, osciloscópio dentre outros.  A maioria dos técnicos que conheço sabem bem o uso do multimetro, mas quando chega no osciloscópio não conseguem nem entender o que é descrito ali. 
     
    No final das contas é o seguinte...
     
    Para o seu TOJO, pegue 4 alto-falantes de 4 ou 8 Ohms iguais (2 pares), sendo cada alto-falante de 22 Watts RMS a 24 Watts RMS cada, certo??? Ficaria  4 x 24 RMS = 96 watts RMS para o seu TOJO trabalhar com folga. 
     
    Isso se você não for usar um módulo amplificador, se for usar um módulo amplificador além do TOJO, obviamente você poderá escolher mais alto-falantes.
     
    Quanto as pessoas que pediram o Manual do TOJO, olha só..
     

     

     
    Essa manual é tão raro quanto o equipamento (um dos melhores equalizadores de som para automóveis que eu já trabalhei), guardo o meu a 7 chaves,  então guarde-o  bem guardado... 🤣🤣🤣🤣🤣🤣
  3. O post de Dj Rayke em Slot de memória RAM queimado foi marcado como solução   
    Isso só testando para saber, as vezes danificou apenas o slot de memória da placa-mãe. Geralmente quando essas ligações são efetuadas erroneamente costuma danificar tanto o slot de sua placa-mãe quanto o pente de memória. 
     
    Porém, desde que o outro slot de memória de sua placa-mãe esteja funcionado, caso o pente de memória também tenha queimado, sua placa-mãe não irá ligar. Mas deve observar para ao menos ligar o mesmo na posição correta da placa-mãe para não perder a mesma. 
  4. O post de Dj Rayke em A potência de cada falante é somada ou não? foi marcado como solução   
    Bom... o Esquema é o seguinte... 
     
    Verifique primeiramente a potência total do amplificador...  A sugestão é que o seu amplificador tenha a capacidade total em Watts RMS sempre de 35% por cento a mais do total de som que você pretende utilizar. 
     
    Isso para que o Amplificador ou módulo trabalhe com folga no seu som e não tenha problemas de clipar.
     
    E sim, a potência de cada alto-falante é somada e também você deve verificar a diferença de Watts RMS referentes aos Ohms tanto do amplificador quando dos alto-falantes... 
     
    Se o seu amplificador entrega 250 W RMS, e seu sub com o mid range e tweeter utiliza esse total esse total em W RMS, você pode até ligar, mas eu não aconselho pois seu amplificador irá trabalhar colado, sem espaço para folga e isso pode lhe causar dores de cabeça como danificar o módulo ou os falantes quando for utilizar em um volume mais alto. 
  5. O post de Dj Rayke em Airdot Tranya T10 ou o Sylllabe S101? foi marcado como solução   
    O Sylllabe S101 tem um alcance aproximado de 10 m, o Tranya não consegui informações sobre o alcance do mesmo nem no Manual (quando olhei ahcei simples demais).
     
    Todos dois tem reforços nos graves... O pessoal sentiu mais falta dos agudos nesses modelos de fones... Acredito que você estará bem servido com qualquer um dos dois... Isso claro se gosta de sons mais graves. 
     
    o Sylllabe totalmente carregado tem duração de 7.5 h na bateria, e o Tranya duração de 8.0 h... Ai fica a seu gosto. 
  6. O post de Dj Rayke em Placa B85m - E-BR nao entra na BIOS, Não inicia Windows foi marcado como solução   
    Está lhe solicitando uma re-configuração via SETUP nessa mãe... Essa placa-mãe tem entrada PS2, se você está utilizando um teclado USB sugiro testar um outro modelo USB ou um teclado PS2, mais confiável PS2 e entrar na BIOS e habilitar o USB durante a inicialização no SETUP da placa-mãe. 
     
     
  7. O post de Dj Rayke em Áudio não funciona, Via VT2021 foi marcado como solução   
    @Arthurcfsousa
     
    Você tem que entrar no SETUP de sua placa-mãe e verificar como está setado o áudio da mesma, ver se está como Audio HD ou VIA, faça essa modificação mudando de um para o outro, salve a configuração e veja se funciona... 
     
    Outra coisa, se o painel de áudio frontal do gabinete estiver conectado a sua placa-mãe ou mesmo se no SETUP você optar por deixar a opção de áudio HD você deverá ativar o recurso de áudio multicanal disponível no driver de áudio para que o seu som funcione corretamente. 
  8. O post de Dj Rayke em placa de som onboard ou headsetusb foi marcado como solução   
    O áudio de sua placa de som é muito bom...  Nesse caso eu iria preferir utilizar o microfone direto no som on-board e sua placa-mãe. 
  9. O post de Dj Rayke em Notebook NP370E4K-KWCBR sem audio foi marcado como solução   
    O passo mais simples seria remover o software do jogo e então testar o dispositivo de áudio novamente... Se o seu fone de ouvido for USB, seria melhor testar outro fone de ouvido USB nesse note.
  10. O post de Dj Rayke em Soundblaster Audigy FX - Som no painel frontal? foi marcado como solução   
    @Mozts
     
    Veja bem... 
     
    Essa placa de som realmente tem uma entrada padrão para um conectar de áudio frontal, mas aí vem um problema que eles não explicam corretamente para os usuários dessa placa de som (o que particularmente eu considero um absurdo). Esse conectar só é compatível com o áudio INTEL HD.
     
    Portanto para que você consiga utilizar o painel de áudio frontal do seu gabinete utilizando essa placa de som, em primeiro sua placa-mãe tem que ser uma INTEL, pois essa tecnologia nessa placa de som é incompatível com outros modelos de placas mães, não basta também sua placa-mãe ser uma INTEL, o som utilizado por essa placa-mãe também tem que ser um INTEL e não serve um INTEL qualquer, tem que ser um INTEL HD, caso contrário a conexão também não irá funcionar, portanto é um caso bem específico para poder utilizar a mesma na situação que você deseja, no painel frontal do seu gabinete. 
     
    Quanto a essa questão:
     
     
    Seria assim, o  codec de áudio '97 (AC'97) é a especificação para arquitetura de áudio de alta qualidade de 20 bits ou superior utilisada em muitas PCs de mesa ou mesmo notebooks (dependendo do modelo). A especificação foi desenvolvida no antigo Intel Architecture Labs em 1997 para fornecer aos desenvolvedores do sistema uma especificação padronizada para dispositivos de áudio PC integrados (o que denominamos som on-board). O AC'97 definiu uma arquitetura de áudio de alta qualidade para o PC e é capaz de oferecer uma determinada faixa de KHZ e Bits de reprodução em modos de reprodução estéreo e em canais multicanais.
     
    Já o HD AUDIO foi lançado pela Intel  mm 2004, considerado uma nova especificação naquela época, o Áudio Inteligente Intel® (Áudio Intel® HD), depois tendo outros percursores que também adotaram esse padrão HD (Realtek, Nvidia, Via, Conexant, Cristal, dentre outros) capaz de reproduzir um som de fidelidade HD com especificações em Khz/Bits maior ou mais atuais que o codec de áudio AC'97. A Intel naquela época  trabalhou com a indústria para desenvolver essa nova especificação, que é capaz de fornecer os recursos e o desempenho avançado de uma placa de áudio adicional (o que costumamos definir de forma mais genérica como áudio digital, pois para ser utilizado, geralmente seus conectores são padrões coaxiais e não no formato P2). Um áudio HD supostamente é capaz de reproduzir mais canais de qualidade superior aos formatos de áudio integrados do codec AC'97. Além disso, o High Definition Audio (ou áudio HD) possui a tecnologia necessária para suportar o conteúdo de áudio mais recente e maior ai também dependendo do modelo da tecnologia de som utilizada em sua placa-mãe, quando o usuário não utiliza uma placa de som off-board, é claro.
     
    Já sobre essa questão:
     
     
    Explico, por padrão, todo sistema operacional define um driver padrão para poder ser utilizado pelo sistema. Nesse caso o sistema operacional vai definir uma placa de som padrão em seu computador, seja ela a off-board que você instalou, seja ela a on-board, seja ela a conexão HDMI.
     
    Isso você consegue configurar no painel de controle do sistema operacional que você está utilizando. Portanto, não será possível por exemplo, você executar um aplicativo como ver um filme e o áudio desse filme sair ao mesmo tempo em todos os dispositivos de som do seu computador, por padrão ele vai mandar o áudio para um único dispositivo padrão. 
     
    O que pode ser feito é você definir no software, caso ele permita, qual a placa de som que o mesmo vai utilizar. Caso ele consiga, você por exemplo conseguir deixar um vídeo do youtube rodando no dispositivo de áudio padrão, e deixar o áudio do jogo saindo na segunda placa de som, lembro que o software tem que permitir essa configuração, geralmente não aconselho muito, pois o uso de placas de som simultaneamente com programas diferentes é mais para o meu caso que trabalho com edições musicais, produções musicais dentre outros, para um usuário comum é bem raro ele necessitar de utilizar esse modo de configuração. 
     
    E antes de você pensar, sim, sua placa de som tem uma qualidade superior ao áudio de sua placa-mãe. 
     
     
  11. O post de Dj Rayke em Problema com placa-mãe gigabyte ga-970a-d3p foi marcado como solução   
    @Gabriel Jacobsen
     
    1° - A bios de sua placa-mãe tem que estar na versão F6f para suportar esse processador, acredito que seja a última lançada por enquanto para esse modelo de placa, nesse caso a bios da sua se não tiver nessa versão deve ser atualizada, lembrando que se for falta de atualização de bios realmente sua placa-mãe não vai emitir sinal de vídeo, para fazer essa atualização você terá que utilizar um processador com clock inferior para realizar esse procedimento.
     
    2° - Se mesmo com a Bios atualizada não ligar, você deve ligar sua placa sem as memórias e verificar se a mesma emite algum sinal ou testar suas memórias em outra placa-mãe para verificar.
     
    3° - Seria testar sua fonte de energia e placa de vídeo, as vezes pode apresentar algum problema nas mesmas.
  12. O post de Dj Rayke em Adaptação caixa de som foi marcado como solução   
    @Junio Mariano de Lima
     
     
    Não, essa caixa é passiva e quem faz a amplificação da mesmo é o aparelho de som, portanto ela não tem amplificador.
     
     
    Não, você vai precisar além do adaptador de RCA Femea para P2, um amplificador também será necessário, caso contrário não irá sair som nessa caixa.
     
     
    Quem vai lhe passar a tensão correta é o amplificador que você vai adquirir para esse tipo de processo.
  13. O post de Dj Rayke em Qual placa-mãe lga1150 chipset z97 sli devo adquirir? foi marcado como solução   
    Dentro dessa opção, tem a Gigabyte GIGABYTE GA-Z97X-SLI e a Asus Z97-E Sli dentre outros modelos. Claro que seu preço pode variar de lugar pra lugar...  Porém essas placas mães são todas DDR3.
     
     
     
     
  14. O post de Dj Rayke em Atualização da bios da placa-mãe z97x-sli foi marcado como solução   
    @rivonsjac
     
    Não, se sua máquina se encontra estável não há problemas em não atualizar a BIOS. Porém, caso o seu PC não ligue com as novas memórias que você for adquirir, a atualização da bios pode ser necessária.
     
    Isso não quer dizer que vai melhorar o desempenho, mas vai garantir problemas de incompatibilidade com as novas memórias. Mas deve fazer o procedimento somente se o seu computador não reconhecer a quantidade de memória correta ou mesmo não ligar com os novos pentes que você for adquirir.
     
    No site do fabricante de sua placa-mãe  ou no manual de sua placa-mãe há uma lista de compatibilidade de memórias e informações importantes sobre a compatibilidade das mesmas. 
  15. O post de Dj Rayke em Placa Mãe Gigabyte F2A85X-UP4 foi marcado como solução   
    Danilo Ruscillo 
     
    No manual original dessa placa, realmente, não vem tal Sigla, porém, da faixa 2b~2F até a faixa 31 são referentes as memórias, mas apresentando que o Boot está regular, ou seja, era para não apresentar problemas já que está na faixa regular de Boot, como você não postou a configuração completa e mais detalhada fica mais complicado de te auxiliar. Mas, seguindo os critérios do manual, ou a linha de segmento apresentado por ele, esse código indica algo nas memórias, mas não quer dizer que seja um problema, se o funcionamento do micro estiver estável.
     
     
     
    Claro que aumentará um pouco mais de consumo de energia, mas saber a quantidade exata é bem complicado, mas a placa  estará alimentando dois Monitores, então certamente o consumo de energia da placa aumentará um pouco, não só o consumo de energia, como também o consumo de processamento.
     
     
    Ainda sim você terá um consumo maior.
     
    Uma coisa é o consumo de energia do seu monitor, ele necessita de energia, para que possa ser ligado.
     
    Outra coisa é o consumo de energia de sua placa mãe ou placa de vídeo, para ela gerar um sinal, ela vai consumir um tipo de energia, se ela for gerar mais sinais simultâneos, ela vai consumir mais energia, pois estará gerando um sinal maior, e claro, exigindo um processamento maior, então ainda sim, você terá o consumo de energia do seu computador, além do consumo de energia do Monitor.
  16. O post de Dj Rayke em Dúvidas sobre chipsets 990FX e 990X e outras dúvidas. foi marcado como solução   
    Bom uma diferença que se pode notar de um para o outro é a seguinte.
     
    O Chipset  990FX suporta 2 placas de vídeo em transferência de dados de 16X ou 4 placas de vídeo  em transferência de 8X, já o chipset 990X suporta 1 placa de vídeo em transferência de 16X ou 2 placas de vídeo com transferência de dados de 8X, eu desconheço placas mães com o 990X utilizando mais de duas placas de vídeo, portanto, não sei quais seriam as taxas de transferência tendo mais de duas placas, se houver.
     
     
    Bom, aí, vai depender para qual uso será o PC. Edição Gráfica, Aplicativos, creio que tudo influência. Não resolve ter vários recursos e não utilizar todos que a placa disponibiliza ao usuário.
     
     
    Toda e qualquer placa mãe que oferecer mais recursos, será mais cara, independente do Chipset utilizada na mesma. Quanto mais recursos a placa disponibilizar, não só de vídeo, como saída de áudio, quantidade de slots tanto de placas de vídeo como também de memórias, quantidade de memória suportada, capacidade de O.C., saídas HDMI, quantidade de dispositivos de armazenamento como SATA's, USB's, tudo isso influência no preço final de uma placa mãe, não apenas o Chipset.
     
     
    Costumo sugerir aos usuários a placa mãe adequada para o uso e bolso de cada um. Se você não vai utilizar um PC com 2 placas de vídeo em Cross fire ou SLI, qual seria a finalidade desse recurso na placa mãe para o usuário?
     
    Nenhuma, ficaria este recurso ali, disponível, mas o usuário sequer utilizaria, nesse caso ele poderia investir em uma placa de vídeo melhor, ou uma fonte melhor,  para o uso do seu PC.
     
    Claro que tem gostos e gostos, se o usuário deseja uma placa que irá lhe trazer diversos recursos que ele possa utilizar depois, então ele vai adquirir uma placa e com o tempo, poderá ir utilizando os recursos que ela disponibiliza sem a necessidade de trocá-la.
     
    É bom sempre avaliar qual o uso do seu PC o seu tipo de usuário que você é. Mas preço e recursos e plataforma, é o que o usuário leva em conta ao adquirir uma placa mãe na maioria das vezes, claro que tem os usuários que querem tudo e estão dispostos a pagar por tais recursos, aí, varia, de pessoa para pessoa.
  17. O post de Dj Rayke em MB GigaByte p/ AMD GA-78LMT XXX AM3+ foi marcado como solução   
    O que deixa as placas mais caras, mesmo modelos, porém com revisões diferentes são os recursos e também o suporte aos processadores (dependendo do modelo da placa mãe, é claro).
     
    Veja que a GA-78LMT-USB3 Rev5.0, tem quatro slot de memórias, enquanto as outras duas placas anteriores, tem apenas dois. Então é mais fácil você expandir as memórias nessa placa mãe. O suporte dessa placa mãe a memórias também é o dobro da quantidade dos modelos anteriores, ela suporta 32 GB, enquanto os outros dois modelos suportam 16 GB de memória.
     
    Quanto aos conectóres de vídeo, esse modelo USB3.0, tem sáidas de vídeo VGA convencional, DVI e HDMI.
     
    O modelo GA-78LTM S2P Rev 5.0, tem saída VGA e DVI
     
    O modelo GA-78LTM S2P tem saída de vídeo apenas VGA
     
    A quantidade de portas USB disponíveis na GA-78LMT-USB3 Rev5.0, também são maiores do que os outros dois modelos anteriroes.
     
    Quanto mais opcionais e recursos a placa mãe oferecer ao usuário, mais cara ela é. Pelo que podemos notar a placa que contem o USB3.0, não tem apenas esse recurso melhor que os outros dois modelos anteriores, ela tem mais recursos, o que faz com que seu preço seja maior.
  18. O post de Dj Rayke em alguem tem Realtek ALC888 @ ATI SB600 - High Definition Audio Controller ? foi marcado como solução   
    Não deixe de postar se a dúvida foi esclarecida...
  19. O post de Dj Rayke em Sensibilidade de um Falante pra qualidade de som o que é melhor maior ou menor sensib foi marcado como solução   
    Edvaldo, tranquilo, é o seguinte...
    Vamos a explicação básica..
    Sensibilidade = A sensibilidade de um alto-falante indica que... quanto mais sensível for esse alto-falante, mais alto será a capacidade de reprodução de sinal recebido pelo meno...
    Lembramos que, a sensibilidade não é o mesmo que potência...
    Auto-falantes de mesma potência, podem sim, ter níveis de altura diferentes na reprodução de sinal...
    Essa sensibilidade é um paramentro que é fornecido pelo fabricante, seja ele do amplificador ou dos auto-falantes que estão sendo adquiridos, e costumam vir expressas em V, dBu ou dBV.
    O que se deve observar então, é que tanto no caso de Amplificadores, como no caso de Auto-falantes, os valores descritos neles, indicam que quanto menor for o valor da sensibilidade designiada pelo fabricante destes equipamentos, mais sensíveis eles são, tornando-os adequados à minipulação de sinais que possuam amplitudes pequenas como os originados por instrumentos musicais tais como violão, proporcionando uma reprodução do sinal original rica em detalhes...
    Resumindo, quanto mais sensíveis forem os equipamentos, maior a capacidade de se trabalhar com o máximo de potência e qualidade dos mesmos...
    Nesse caso retornamos a sua dúvida lá em cima, quanto a qualidade de som, claramente equipamentos de valores baixos sensibilidade, possuem maior qualidade, do que os equipamentos quem vem com valores altos de sensibilidade em suas especificações técnicas...
    Porém, o quesito qualidade, não vem detalhadamente apenas da qualidade, a equalização dada ao equipamento é parte fundamental para a qualidade de um som, isso quer dizer que sim, mesmo equipamentos com nível alto de sensibilidade, podem se obter uma qualidade boa, ou razoável... Claro, que tais equipamentos são melhores, em sons mecanicos, e não em sons gerados por instrumentos, ou vozes, como é o caso de microfones...
    Para você ter uma qualidade melhor em seus equipamentos, sem danificar os seus auto-falantes, o correto é tentar fazer um ajuste para que todo o equipamento trabalhe no mesmo nível...
    Uma forma seria igualar os níveis de saída do produtor de sinal, com a entrada do amplificador, seja um rádio, ou seja equipamentos de captura de sinais, e medir com o pico dos amplificadores, se claramente, for utilizando em som automotivo, o bom seria medri esses sinais com um osciloscópio.
    Bom, o procedimento é o seguinte... Subimos o volume seja ele do aparelho, rádio, mesa de som onde são ligados os equipamentos, ou PC, dentre outros, em torno de 70% do máximo, e então subimos o ajuste do nível de entrada do amplificador, para o máximo.
    Quando efetuado isso, em amplificadores profissionais, usados em som profissionais, tem o display que mostram os picos de sinal recebidos, normalmente o máximo é na cor vermelha, nesse caso, o led vermelho, deve ficar piscando, isso já indica que o som está na medida... Neste ponto se tem o ajuste perfeito para que se obtenha a máxima potência do seu amplificador sem perigo de danos aos auto-falantes por distorção ou clipamento...
    Chamamos de clipar, quando o som não está equalizado corretamente, e o led mencionando no caso som amplificador fica aceso fixamente, bom, caso ele clipe (isso indica que ele trava o canal, por má equalização), o som automaticamente não sairá nesse canal, e então, bons amplificadores, com proteção de clipagem, desarmam por um certo período aquele canal, deixando ele de 5 a 10 minutos sem sinal, para que só após esse tempo o canal volte a funcionar...
    No caso de som automotivo, essas medições é feitas com o oscilocópio, mas o sistema de equalização do sinal é o mesmo.
    Um truque realizado entre a maioria dos sistemas de som, é cortar o grave um pouco, e aumentar um nível a mais o sinal de médio e agudo, como esses sons são mais perceptíveis ao ouvido, os auto-falantes costumam apresentar menos distorções ou ruídos, e isso lhe dá um sinal mais potente, claro dependendo do nível de altura que você está operando o equipamento...
    aí, espero que tenha ajudado...
    Dj Rayke

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Curso de Redes MikroTik

LANÇAMENTO!

CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER!

* Este curso não é ministrado pela equipe do Clube do Hardware.