Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

rafael pacini

Membro Pleno
  • Total de itens

    21
  • Cadastrado em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

0

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    são paulo, sp
  1. Pô legal cara, essa é uma técnica que pode facilitar bastante. Alias seria bem legal criar um tópico (ou aproveitar este), para colocar essas técnicas para criar botões e menus dínamicos (CSS, Scripts, DHTML), pois exitem inumeras e são de muito uso no dia a dia do desenvolvedor. Espero que a sugestão seja bem aceita. Falouu...
  2. Valeu pessoal, ta no centro...
  3. Valeu pelas correções Bermonruf, pois meu interesse é aprender(e olha q essas falhas eu aprendi no Senai...) A unica coisa que o firefox não leu foi o text-align: center; , o que posso fazer? valeu...
  4. SmartWarthog Não estou querendo validar meu código, mas mesmo assim obrigado...
  5. Olá pessoal A dúvida que vem fritando os meus nervos não é bem a que descrevi no título do tópico: "Porquê o Firefox não abre minha página corretamente ???". Pois em parte sei o motivo: O Firefox não lê alguns comandos em CSS. O que eu quero saber é: o que faço para ele funcionar? La vai ele: body {background-image: url("../add_imgs/img_01.gif"); background-attachment: fixed; background-repeat: repeat x; text-align: center; margin: 0 0 0 0}; a {font-family:arial; font-size: 8pt; color: #2b3856; text-decoration: none}; #all {width: 700; height: 800}; #A {width: 700; height: 100}; #B {background: white; width: 700; height: 660}; #C {width: 700; height: 40; text-align: center; font-family: Arial; font-size: 8pt; color: #2b3856}; Se alguem puder me ajudar eu agradecerei muito ... Valeu ...
  6. O senac é uma das melhores opções p/ formação de webdesigners e o conteúdo apresentado é muito bom, mas com certeza a falta da linguagem CSS é uma desventagem tremenda... pense bem.
  7. Na verdade Kung o artrigo é assinado por um profissional chamado Marcelo Britto, ele fez a pesquisa e tudo mais... As atualizações eu costumo cobrar em média 10% do valor do site (dependendo do valor), em relação ao contrato eu vou ficar te devendo pois eu não costumo utiliza-los, talvez por estar a pouco tempo na área, mas se for do seu interesse de uma olhada no link http://www.imasters.com.br/artigo/4899/dir...a_projetos_web/
  8. Use o Mozilla Thunderbird... http://baixaki.ig.com.br/site/detail15350.htm
  9. Eu acho q se deve evitar a atilização de layouts prontos, pois um layout único vai trazer benefícios p/ a empresa q terá o site sob medida, e p/ o designer q sempre estará se superando, aprendendo novas técnicas e exercitando sua criatividade. Isso pode ser um grande adicional ao preço do site se você convencer o cliente a pesar a relação custo/benefício, e é claro lavando em conta o tempo gasto e toda a manutenção...
  10. Bom... Não deixei esta pesquisa aqui porque quero aprender, pois já atuo na área a algum tempo e conto c/ bom conhecimento nas ferramentas q utilizo (além de sempre estar me atualizando). Minha intenção é levantar uma discussão em cima das nessecidades do mercado que hoje conta com um grande leque de opções em relação a programas, linguagens, técnicas, ou seja, discutir os parâmetros que o mercado vem estabelecendo na atualidade e num futuro proximo. Levando em conta a qualidade e a nessecidade.
  11. Desde que entrei p/ o ramo de web design percebi q cada profissional e cada empresa adota uma maneira diferente de trabalhar. Gostaria de seber a opinião de vocês. Qual o conhecimento nescessário p/a ser um bom webdesigner? programas, Linguagens, técnicas e etc... Comentem o grau (básico, intemediário ou avançado).
  12. Quanto cobrar por um site? Artigo por: Marcelo Britto Este é, com certeza, um dos temas mais polêmicos e discutidos entre webdesigners e profissionais free-lancers. Perguntas como: Quanto custa um site? Quanto cobrar por um site? Qual o preço de uma homepage? Estão presentes em diariamente conversas informais, reuniões e também na curiosidade de qualquer empresário que deseja fixar presença na internet. Normalmente os autores de artigos que tratam sobre este tema costumam sair pela tangente, utilizando expressões vagas e que não apresentam informações novas. Durante os meses de março a maio de 2006, foi realizada uma enquete com diversos webdesigners de diferentes regiões do Brasil e obtive as seguintes informações: Existem diferentes tamanhos de sites. Para facilitar nossa compreensão, dividi em três tipos: básico, intermediário e avançado. Evidente que o assunto não se esgota aqui, pois existem milhões de particularidades que devem ser levadas em conta. Dependendo da região do Brasil, os valores cobrados por um site básico, podem superar os valores cobrados em outra região por um site que exija maior trabalho. Mais de 30% dos profissionais que responderam a enquete, disseram não estabelecer nenhum tipo de contrato por escrito com seus clientes, valendo-se apenas do acordo verbal e da confiança. Os valores cobrados são os seguintes: Site básico: é composto por poucas páginas, não usa recursos em flash e nem banco de dados. Possui algumas fotos e imagens e conta um layout igualmente básico. Região Centro-Oeste: de R$ 650,00 a R$ 1.500,00 (R$ 720,00 – média) Região Nordeste: de R$ 720,00 a R$ 1.400,00 (R$ 800,00 – média) Região Norte: de R$ 490,00 a R$ 980,00 (R$ 650,00 – média) Região Sudeste: de R$ 980,00 a R$ 1.800,00 (R$ 1.300,00 – média) Região Sul: de R$ 600,00 a R$ 1.400,00 (R$ 900,00 – média) Site intermediário: é composto por um número maior de páginas, utiliza pequenos recursos em flash e pode ter algum recurso de banco de dados (notícias). Possui algumas fotos e imagens e conta um layout um pouco mais refinado. Região Centro-Oeste: de R$ 850,00 a R$ 1.800,00 (R$ 1.100,00 – média) Região Nordeste: de R$ 920,00 a R$ 1.730,00 (R$ 1.230,00 – média) Região Norte: de R$ 790,00 a R$ 1.250,00 (R$ 980,00 – média) Região Sudeste: de R$ 1.700,00 a R$ 3.300,00 (R$ 2.200,00 – média) Região Sul: de R$ 980,00 a R$ 2.400,00 (R$ 1.550,00 – média) Site avançado: é composto por várias páginas, usa recursos em flash e banco de dados. Possui fotos e imagens trabalhadas e conta um layout sofisticado. Região Centro-Oeste: de R$ 1.300,00 a R$ 2.800,00 (R$ 1.800,00 – média) Região Nordeste: de R$ 1.500,00 a R$ 3.730,00 (R$ 2.440,00 – média) Região Norte: de R$ 1.190,00 a R$ 1.850,00 (R$ 1.450,00 – média) Região Sudeste: de R$ 2.700,00 a R$ 7.300,00 (R$ 3.400,00 – média) Região Sul: de R$ 1.670,00 a R$ 4.200,00 (R$ 2.630,00 – média) Algumas observações que são muito importantes e precisam ser consideradas: A grande maioria dos profissionais disse que os valores são negociáveis, ou seja, estão dispostos a conceder descontos aos clientes. Alguns profissionais se autodeclararam "barateiros", ou seja, cobram valores que eles próprios consideram abaixo do mercado. Alguns profissionais disseram não trabalhar com sites "básicos", preferindo apenas projetos maiores, que lhes proporcionam maior remuneração. Conforme foi comentado no início deste artigo, a enquete não considerou projetos específicos, que envolvam desenvolvimento de sistemas complexos. Levamos em conta, apenas sites cuja estrutura é previsível. Falou rapaseada!
  13. Conardo com o bermonruf, não se limite a utilizar apenas programas, tente aprender o HTML na unha! A respeito do layout no Fireworks. 1º - Desenhe ou importe o layout. 2º - Marque com a linha da régua onde deseja dividir em tabelas. Ex (barra de título, menu, rodapé, etc...) 3º - Com a ferramenta fatia demarque área por área. 3º - Exporte escolhendo a opção: HTML e Imagens. 4º - Agora é só abrir c/ o Dreamweaver e editar.
  14. Putzz... Me desculpe BuZz, mas estamos nos referindo ao HTML. Podia passar sem esse comentariozinho sem vergonha: "E outra como dito, Imagem requer o uso de programa não da pra tratar imagem no bloco de notas, a começar que o seu SO já é uma ferramenta." Não estou desmerecendo quem utiliza programas como ferramenta, pois eu os utilizo vastamente. Mas para a criação e edição de HTML eu recomendo a todos (profissionais e iniciantes): aprendam a fazer na raça pois sempre vão aparecer situações q somente um cara q manja vai saber resolver e o programa vai te deixar na mão, o q é muito comum...
  15. Finalmente o assunto se desmistificou p/ mim. Nada como um revisada nas apostilas q eu tenho e em sites como o www.maujor.com. Achei o tableless uma tecnica muito boa de se trabalhar. Exemplo: <html> <head> <title> Layout sem tabelas </title> <style type="text/css"> #Tudo {...}; #A {...}; #B {...}; (Dimenções e etc...) #C {...}; #D {...}; </style> </head> <body> <div id="Tudo"> <div id="A"> Informação A </div> <div id="B"> Informação B </div> <div id="C"> Informação C </div> <div id="D"> Informação D </div> </div> </body> </html> Falouu...

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda a ler resistores e capacitores

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!