Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

aw_amaral

Membros Plenos
  • Total de itens

    45
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

30

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Curitiba/Pr

Outros

  • Ocupação
    Técnico/Suporte produto de transmissão de dados.
  1. Realmente é uma pena a decisão do @Gabriel Torres. Como explanado, falta tempo e o retorno imediato... Minha opinião: A pagina, tão informativa parou no tempo. Os canais no youtube estão muito mais velozes na entrega de testes (horas, dias, não semanas...) de produtos novos no mercado e dinâmicos nas informações, tudo com seriedade e descontração. Com todo o respeito ao conhecimento técnico da equipe, os testes ficaram engessados com o tempo (mesmo assim os assisto avidamente) e por vezes não refletem a experiência do usuário. Como os testes foram delegados a outro colaborador, acredito que o erro foi não delegar o canal a outro colaborador com o perfil mais "comunicador". É uma tendência os canais. Prova disto são as indicações dos membros acima e os vários canais com visualizações na casa dos 15/20k e outros que ultrapassam os 100k, que vivem desta monetização. Entendo que o maio erro foi não usar a "imagem" respeitada da pagina, para uma migração natural para o canal. Outra situação, relatada até no video, sobre os testes das fontes como exemplo, fica clara também no que diz respeito a ouvir seu público. Vi por diversas vezes membros solicitarem mudanças (sensatas diga-se como o 1% low das VGAs) nos "engessados" testes que eram de pronto repelidas.
  2. O uso de uma fonte de "apenas" 600W não gerou throttling no processador durante os testes??? Percebi uma disparidade enorme comparado a outros testes e com números menores ao 3960X nos mesmos aplicativos... Será que o sistema usado no teste influenciou tanto nos resultados???
  3. Segundo matéria de site gringo notoriamente conhecido, onde testaram, além dos dois Intels 9980X e 10980X os AMDs 2970WX, 2990WX, 3960X e 3970X junto com Core I9 9900KS e Ryzen 9 3950X, - e entendo a diferença de metodologia de cotações - o Threadripper 2970WX 24C/48T foi cotado por eles em torno de 900 - 930 Trumps. A conclusão deles é diferente em relação a concorrência direta... Agora na realidade brasileira: I9 9980X R$ 10.500,00 - 11.500,00* - preços acima dos preços praticado pelo 2990WX 32C/64T, muito superior. I910980X nem no distribuidor oficial ( enquanto não venderem todos os 9980X, este não estará disponível. Apenas 10900X e 10920X estão disponíveis ). Cogita-se preço inicial de R$ 7.590,00* (não explicaram se será preço final ou para revenda) - preço final pouco abaixo do 3960X que fica em torno de R$ 8.500,00 - 9.000,00* Concorrência mais próxima levando em consideração mercado e preços nos EUA mas preços no Brasil (se confirmado o preço sugerido) 2970WX R$ 6.250,00 - 7.350,00* *fontes: Kabum - Full Info e Kernel (distribuidora oficial intel no brasil) Concordo com você. Não dá pra entender.
  4. Excelente teste. Resultado: "O mesmo" pela metade do preço... E isto é bom. Mas, a titulo de informação, as coisas não são tão simples. Apesar de usarem a mesma plataforma, li inúmeros relatos das placas mãe estarem com dificuldade (não foram projetadas para...) em lidar com as 4 pistas PciEx a mais do "novo" processador, portanto aqueles que comemoraram em poder, agora pela metade do preço, fazer um UP para o topo de linha da Intel, saiba que a maioria das placas mãe, um pouco mais antigas, não suportarão o produto precisando, muito provavelmente, de um novo setup X299 para funcionar estável e contando com todas as pistas. Outro ponto que não foi explorado aqui no CdH, foi a concorrência. E como explicado, o @Rafael Coelho não tinha disponível nenhum AMD. Também para titulo de informação e buscando testes antigos na rede, percebi que o Threadripper 2970WX 24C/48T que CUSTA em torno de $ 900,00 (ainda no mercado e vendendo bem neste nicho HEDT) atropelava o I9-9980X em todos os cenários. Então, se o 9980X e o 10980X tem desempenhos semelhantes, tire suas conclusões. A minha (conclusão) é de que, se vai montar todo o setup - por conta da incompatibilidade da MB - o produto da concorrência deve, seriamente, ser levado em conta.
  5. A "batalha" comercial das duas concorrentes parece um jogo de truco, com uma escalada nas apostas e grande gritaria a cada mão... kkkkkk Como dito por @Rafael Coelho fica a dúvida se foi uma bagunça ou foi estratégia pensada. O importante é que os consumidores ganham com as quedas dos preços e ganhos de desempenho, em ambos os casos. Ótima analise!!!!
  6. Sim Gabriel. Pratica "normal" no mercado e nenhuma empresa parece ser isenta deste modelo. Mas não podemos concordar com isso!!!
  7. O que deveria ser enfatizado em letras garrafais seria o fato de 99,99% dos usuários usarem seus produtos em stock, sem qualquer tipo de alteração na placa-mãe... seria muito interessante colocar os dois resultados lado a lado. Incrível é o fato de que, os ganhos seriam - provavelmente - idênticos caso o mesmo fosse feito no 9900K, que é mais barato. Na minha opinião a Intel colocou o mesmo produto a venda chamando de "novo" e isso é reprovável (ou desespero?).
  8. Ótimo teste. Fico sempre com a dúvida sobre estes processadores de baixo custo: O poder de processamento em 4 threads é suficiente para rodar vídeo HEVEC 2160p com áudio AC3 ou DTS? Uso um I3 antigo para esta função e alguns 1080p - dependendo dos parâmetros na conversão - rodam. Porém em 2160p não tem jeito... Seria uma ótima opção para montar um HTPC. Até fica a dica para o teste. Abraços.
  9. Na pagina oficial, é informado 88 pistas PciExpress/ 72 usáveis.
  10. Fica aqui o exemplo, respondido 4 dias após sua postagem, com busca sobre o tema e analise de sites obscuros falando sobre o assunto Agesa. Não. Não passou nada "batido". Bom... estavam disponíveis na pagina oficial da AMD desde a zero hora da data de lançamento 07/07. Até porquê eu os baixei nesta data, lá pelas 01:15h + ou -... Entenda. A indicação do link de drivers da AMD só e tão pouco só, indicou a data da ÚLTIMA atualização e não a primeira... Acreditar que "sites gringos" receberam o produto (sem mencionar nenhum e olha que nem eram tantos, só encontrei uma meia dúzia), testaram em bancadas e plataformas distintas, analisaram todos os cenários e dados colhidos, fizeram testes com as concorrentes na mesma quantidade, editaram em vídeo e texto todas as informações e "postaram" ainda no dia 07/07 de madrugada com o "driver não beta", fica por sua fé. Repito, as datas citadas não batem. Indiquei um vídeo de 21 minutos sobre o tema, bem fundamentado em amplo conhecimento técnico diga-se de passagem, leu uma resenha que levei umas três horas juntando os dados colhidos nas paginas dos fabricantes, fez pleno entendimento de todos e buscou a veracidade (?), entendeu na totalidade a citação de um engenheiro de projeto de um grande fabricante, refletiu sobre tudo isso... e disparou... após 15 minutos da minha postagem... (sem contar o tempo de digitação), mas eu é que passei batido. Tá "certo"!!!! Acho que fica bem claro a opinião pré-concebida "chovendo no molhado", imputando culpa de algo que é de responsabilidade dos fabricantes de placa-mãe ao fabricante dos chipsets, exemplificando a falta de comprometimento com o consumidor destes fabricantes de placa-mãe pela falta de suporte a produtos, geralmente, fora de linha. Peço vênia a todos os participantes do fórum pelas replicas e treplicas, no intuito esclarecer alguns pontos fundamentais sobre a criação de pré-conceitos que, em geral, não condiz com a realidade. Não estou aqui defendendo este ou aquele, mas não vejo as mesmas caricaturas nos fóruns de testes de outros produtos que apresentam os mesmos problemas técnicos ou piores. Sempre achei muito ótimos os artigos "mitos do hardware" aqui do Clube do Hardware que combatiam alguns... mitos. Pena que não houve mais continuações. Abraço a todos.
  11. @Phoenyx, então o CdH recebeu e testou as placas com drivers que não funcionavam, segundo a citação acima?? E não reportaram nenhum problema de compatibilidade??? Perceba que os testes foram postados dia 17, logo, receberam as placas um ou dois dias antes... Isso sem mencionar os três canais mais assistidos do youtube (nacionais) que citei, postaram seus testes nos dias 09, 11 e 12... As datas citadas não batem. Qualquer coisa testada antes do dia 07 é beta (sem credibilidade), simples assim. Até o gordinho, do canal fã boy Intel, que vivia falando extremamente mau da AMD, se rendeu durante a gravação dos seus rewiews (respeito muito isto. mostra coerência e imparcialidade) Não. Definitivamente não corroborei e peço que não use este tipo de colocação invertendo minhas palavras. Leia novamente e ATENTAMENTE minha colocação no que diz respeito aos drivers dos fabricantes das MoBo. E vou exemplificar por que sua colocação não é uma verdade absoluta, mesmo recebendo jóinha de gente inteligente... MoBo Asus TUF X570 - Plus. 1 PciExpress funciona a 16X e outro somente a 4X... todas as outras placas da marca com mais de 1 PciExpress que usam o mesmo chipset funcionam a 8X/8X com duas VGAs. Segundo sua colocação "buscar driver do fabricante", faria com que funcionasse exatamente como as outras... SQN, até por fatores físicos. Eu poderia descrever mais uns vinte exemplos sobre estas compatibilidades e de todos os fabricantes... Quem define a divisão de pistas PciE, bem como a velocidade máxima das pistas de comunicação das memorias, com o processador é o fabricante das MoBos quando da programação da BIOS*, que usam os drivers da maneira como lhe convém, usando na totalidade ou capando recursos. Entre nos sites dos fabricantes que mencionei e perceba que todas elas tem diferentes especificações neste quesito (apesar de tecnicamente esta limitação das memorias se dê pelo processador, correto?). Além destas especificações você esta por sua conta e risco, segundo alertas dos fabricantes. Algumas marcas especificam, para o X570, o máximo de 64Gb de memórias enquanto outros 128GB. Já se perguntou porquê? A culpa é da AMD? "...Esta programação da bios, é definida pela equipe de engenharia, que obedece a vários fatores que fogem do censo comum como por exemplo a carga elétrica esperada pela trilha de comunicação que tem X nanômetros de cobre e não trabalha acima disto e outros fatores ligados a arquitetura e componentes usados na construção..." (palavras de um engenheiro de projetos da Gybabyte amigo meu). Então, "reclamar" que uma a320 não roda memorias acima de 2666 (especificação máxima de todos os fabricantes para a placa) por conta do AGESA "pra atualizar estas biroscas" fornecido pela AMD é bem forçado para fundamentar um pré-conceito existente (olha a parcialidade aqui). E buscar o drivers na pagina do fabricante do chip não vai resolver o problema. Ouso dizer que até vai piorar em alguns casos. Usar o Linux como fundamentação então... http://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=2&cad=rja&uact=8&ved=2ahUKEwjmm8CPpdDjAhU2IbkGHUFBDmMQFjABegQIABAB&url=http%3A%2F%2Fninjadolinux.com.br%2Flinux-cresceu-50-por-cento-no-ultimo-ano%2F&usg=AOvVaw3TbBENS1iQI3QltAmdE2TR - apenas 3,37% das maquinas são vendidas com o pinguim, porém a maioria absoluta, formata e instala Windows antes do uso... Acredito que este numero não represente 0,5% de todo o mercado. Reflita. Investir 1 milhão de dólares (exemplo pois desconheço o custo do processo) no desenvolvimento para 99,5% do mercado e gastar mais 1 milhão em desenvolvimento para atingir os 0,5% restantes. Faz sentido pra alguém? Então quem faz opção pelo opensource -que emula tudo do Windows para rodar- tem que ter noção que vai ter reflexos desta decisão. Quem faz uma resenha bem explicativa sobre esta "parcialidade" e alarde sobre os "drivers defeituosos" é o JayTwoCents em seu vídeo "Is AMD Ryzen 3000 series worth it?". Perceba no vídeo quando ele fala sobre metodologia e a velocidade das memorias no mundo real e a coerência do uso de plataformas antigas com processadores recém lançados. A informação esta nos primeiros minutos do vídeo... Volto a pedir que reflita o que absorveu acima (se o fez) e a "imparcialidade" dos argumentos. Concordo que tenha uma opinião (que parece ser pautada em algum conhecimento técnico, porém incompleto) e defenda esta, acima de tudo eu respeito. Mas não posso concordar que uma opinião "isentona", baseada em números que não refletem a realidade ou se escondem atrás de argumentos falhos e tendenciosos, seja entendida com imparcial.
  12. @Phoenyx,tudo que li a respeito que mencionou, foram betas antes do lançamento oficial ( a Nvidia, em beta testes, não funcionava com o NVlink em 90% dos jogos e travava além de não serem compatíveis com OS X e não vi ninguém gritando nos reviews da marca). Nenhum canal digno de nota fez menção a problemas de incompatibilidade após o lançamento oficial dia 07/07... Alias, todos estavam esperando por isso e os relatos foram exatamente exaltando a compatibilidade encontrada e convenhamos, 99,99% dos gamers usam Windows. Fica complicado julgar a "competência" de uma indústria usando 0,01% do publico final que joga no pinguim. Quanto aos ryzen 3000 a limitação informada é da MoBo e não do processador. Fato anunciado antes e oficializado no lançamento, de que a compatibilidade dependia de drivers dos fabricantes das MoBo. Todas as Asus, AsRock e Gigabyte estão com drivers disponíveis nas paginas oficiais. Não vejo como incompetência ou irresponsabilidade da AMD este fato. Analise: o cara compra uma a320 de R$ 300,00 (já com uma geração de atraso) e quer dar um UP com 3600X, 3700X ou mais... não tem lógica. P.S. Assim com você, minha maquina de jogos é toda AMD, porém tenho outra AMD no escritório (com Nvidia), outra Intel da minha esposa + 2 Notebooks Intel. Portanto, assim como você, não sou fãboy, meu apelo é apenas para a imparcialidade e racionalidade na hora de analisar "resultados".
  13. Entendo o "medo de linguiça" depois de ser mordido por cobra... mas não vi no artigo nada desabonando os drivers. Houve algum problema nos testes @Rafael Coelho?? A reformulação de drivers é algo normal na indústria. A Nvidia lançou três atualizações após lançamento das RTX, para melhorias na utilização dos RTs, segundo eles.
  14. Já existe suporte por software no próprio driver da Nvidia... Vários sites gringos já efetuaram testes nestes cenários. Exemplo: 1080TI roda com mais FPS, simulando RT que a 2060S e a diferença não é pequena. Quanto a segunda colocação, penso de forma diferente. Explico: Rodar um jogo usando um recurso, porém com qualidade diminuída para ficar "rodável" não me faz sentido. Quem compra uma placa de vídeo com um recurso quer usa-la em sua totalidade. Uma 2060, que entrega 79 FPS (Full HD com toda qualidade no máximo) em um jogo sem o recurso, para após ativa-lo rodar a 21, 22 FPS... Acredito que não seja a proposta. Quando insisto que o "diferencial" não deve ser levado em conta para a escolha na hora da compra, é por que a tecnologia ainda não pode ser utilizada em sua totalidade nesta faixa de preço de produto. Até as 2070 e 2070S apanham em alguns cenários e entregam abaixo de 30 FPS com o recurso ativo. Também não visualizo jogos que possibilitem a utilização, a curto prazo, somente jogos que exigirão mais e mais recursos, deixando as placas 2060 e 2060S em um limbo oferecendo um recurso que não pode ser utilizado a contento. Nesta faixa de preço, AMD ou Nvidia, para utilizar Full HD com todas as opções gráficas "no talo" sem lags é a proposta.
  15. sdriver, procure testes utilizando o recurso e você ficará bastante decepcionado com os resultados. A 2060S não entrega desempenho mínimo satisfatório utilizando RT... Na maioria esmagadora dos testes os FPS ficam abaixo de 25 utilizando o recurso... Acho bastante temerário usar o recurso como "desempate" na hora da compra... e também penso igual em relação ao consumo. 10W de diferença representa uns míseros R$15,00 em consumo anual (com meu perfil de utilização). Parafraseando o @Rafael Coelho, a decisão está mais para gosto pessoal. P.S. Vale lembrar que ao contrario de todas as antigas "promessas" de desempenho da ATI/AMD antes dos lançamentos, que nos deixaram frustrados na maioria das vezes, entregaram uma arquitetura que está em empate técnico com as 2070/2070S, como prometido. Fica aqui os meus parabéns a AMD, pois quem mais ganha com a "guerra" são os consumidores.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

hardware-hacking.jpg

Aprenda a hackear dispositivos de hardware!

CLIQUE AQUI E CONFIRA AGORA MESMO!