Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Pincipi

Membros VIP
  • Total de itens

    1.058
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

391

3 Seguidores

Sobre Pincipi

  • Data de Nascimento 13/12/1964 (55 anos)

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    São Paulo/SP
  • Sexo
    Masculino
  1. Pela minha experiência pessoal eu tenho certeza que sua tela trincou, se olhar com atenção, vai ver que a mancha preta é uma vazamento da substância que fica no interior da tela. Para saber quais telas são compatíveis tem que verificar o modelo dela, o que está escrito na etiqueta na parte de trás. A única forma de verificar é desmontando, o correto é procurar um profissional para fazer o serviço mas, caso queira se aventurar procure por links no youtube mostrando como. Alguns cuidados devem ser tomados, tipo usar espátulas de plástico para não arranhar o gabinete, tomar cuidado com os pedaços do vidro da tela para são se cortar ou deixar cair nos olhos, tomar cuidado com todos os fios e cabos flats que ficam nesta área, geralmente tem os fios da antena, da câmera e os que vão na tela, são muito finos e frágeis, um vacilo e acaba rompendo ou estragando e neste caso vai ter substituir também, ficando mais caro. De posse do modelo que consta na etiqueta, pesquise as opções que existem no mercado, geralmente vários modelos são compatíveis e existe uma enorme diferença de preços, por exemplo: se pesquisar pelo modelo do notebook, vai encontrar os preços mais altos mas, se pesquisar pelo modelo da tela vai encontrar preços mais baixos por causa da diferença de fabricantes. Tem que tomar cuidado na escolha, tipo contar a quantidade de pinos da conexão e checar a posição do encaixe se é do mesmo lado. Eventualmente pode optar por um LCD usado, com algum risco ou pixel queimado, ou até mesmo com apenas a barra de LEDs inoperante e assim juntando os dois fazendo um operante. Assim o valor gasto fica bem mais baixo.
  2. @Fuhrmann Parece estar indo tudo bem, pelo que entendi sua compra já está com eles, o próximo passo é aparecer como recebido e estar disponível para pagamento o valor, antigamente a invoice não era anexada antes de receberem o pacote e agora parece ser bem mais ágil o atendimento. Apenas a situação da pandemia pode alongar os prazos. Fica um alerta! Tome cuidado com e-mails falsos que podem aparecer pedindo para que pague as taxas através de boletos ou remetendo a sites estranhos. Utilize apenas o sistema oficial dos correios. https://saladeimprensa.correios.com.br/releases/2020/06/19/correios-alerta-clientes-sobre-falsos-perfis-nas-redes-sociais-e-e-mails-maliciosos/
  3. Põe complicado nisto. O padrão mesmo é o que foi mencionado por @Wal SJC , a substituição pela peça, da mesma forma que substituiu a barra de LED. Poucas pessoas se aventuram em tentar recuperar o irrecuperável, é algo muito incerto, mais propenso ao fracasso. Por isso que a pratica do mercado é a troca. Por enquanto, ninguém recupera barra de LED, é mais fácil, rápido e barato comprar uma nova. Tentar recuperar uma envolve muita perda de tempo fazendo os testes para indicar qual é o defeito, depois envolve os fatores de repor as peças defeituosas que não é uma tarefa fácil devido a miniaturização dos componentes, ou seja, envolve microscópio, osciloscópio e outros equipamentos muito caros, além de uma grande mão de obra. No caso dos cabos flats ou fitas condutivas ou eletrofitas envolve o mesmo problema aplicado a tecnologia envolvida, é mais fácil, rápido e barato trocar do que reparar. Imagine um fio elétrico convencional, no núcleo tem a parte condutiva e a volta tem a parte isolante, agora achate este fio, pronto, já tem a sua eletrofita, agora reduza esta eletrofita a dimensões microscópicas e terá seu cabo flat, ou então corte uma tira de papel alumínio e cole ela entre duas fitas de durex, terá da mesma forma seu cabo flat. Esta é a teoria, você só precisa aplicar na prática como deve fazer o remendo, num fio comum basta descascar emendar e passar a fita isolante. No caso de uma placa eletrônica um circuito rompido pode ser emendado da mesma forma, a única diferença está na flexibilidade, o fio é flexível e a placa é rígida. No caso do cabo flat tem que usar a imaginação, tem que levar em conta que é flexível e que o remendo também deve ser. Quando a trilha é grossa, dá para fazer furos com uma agulha e passar um fio de cobre por eles e colar durex nos dois lados, consegue manter a condutividade e a flexibilidade. Mas, quando a trilha é fina como um fio de cabelo, é muito difícil fazer este tipo de remendo, uma solução é identificar na placa onde vai aquele segmento e tentar emendar um fio direto por solda. Tem que analisar bem o seu caso prático, olhar de perto e estudar as possibilidades. Se der tire uma foto usando uma lente de aumento com os detalhes das trilhas do cabo flat.
  4. No caso que eu citei foi solda mesmo, com ferro de solda, um verdadeiro milagre porque o cabo flat é muito fino e qualquer calor derrete ele. No seu caso prático, tem que observar a distância entre os segmentos do cabo flat, se tem pelo menos dois milímetros entre um e outro, ai eu imagino que seja possível fazer um remendo, tipo lixar um lado do plástico de modo a deixar a parte metálica exposta. Depois tentar encaixar pedaços de fio unindo os segmentos e colar com durex. Caso tenha outro cabo flat que coincida com as medidas, dá para tentar cortar um pedaço, lixar um lado e tentar juntar as partes. Se o contato não for bom, tente uma mistura de uma parte de grafite em pó com uma parte de esmalte de unha, use uma ponta de agulha para tentar por a mistura apenas nas partes de contato. Verdadeira obra de arte, já deu certo com um ou dois segmentos mas, com muitos é bem mais difícil.
  5. Eu já vi alguns cabo flats remendados com pingos de solda ( o plástico derrete) e até mesmo lixados, com um pedaço de fio colado com durex fazendo o contato mas, eram um ou dois terminais. No seu caso parece que são vários terminais, eu imagino que teria que identificar na placa onde cada um deles vai e tentar fazer a solda com um fio direto unindo os pontos. Outra alternativa seria encontrar uma outra igual e trocar. Tente testar como funciona do jeito que está, quem sabe não perdeu nenhuma funcionalidade.
  6. Baixei a imagem ISO em um pendrive e fiz a formatação limpa, apaguei tudo do HD, iniciei e formatei pelo pendrive, deu tudo certo, consegui a versão mais atual. Agora estou tentando em outro note de uma forma diferente, com o sistema rodando, pluguei o pendrive, cliquei no aplicativo setup e segui os passos, automaticamente fez uma busca por atualização de drivers, mesmo estando todos atualizados, depois prosseguiu. Acredito que se tivesse dado erro de atualização de drivers incidiria no mesmo erro "0xc1900101". Eu imagino que uma formatação limpa consegui resolver.
  7. Tente aqui: Tem um comentário de 2012 que remete ao site onda.cn onde tem a BIOS. É tudo em chinês mas, com um pouco de boa vontade deve conseguir.
  8. Considerando que a placa não ligava, será que ele deu um flash na BIOS? Tipo, usou um aparelho próprio para regravar? Ele tinha uma outra placa igual na bancada mas, a única ferramenta visível era o microscópio.
  9. Também tentei atualizar da 1909 para a 2004 em cinco notebooks, todos eles funcionando normalmente sem nenhum problema, apenas estou curioso para ver as diferenças. Minhas tentativas se limitaram usar o "verificar se há atualizações": E fazer o download, em um note não passa de 100%, em outro dá erro e quando deixo de um dia para outro, amanhece desligado sem eu saber o que aconteceu, tentei também pela ferramenta: Deu os mesmos resultados, agora vou tentar baixar a imagem ISO e fazer uma instalação limpa para ver se dá certo.
  10. Já posso dar como certo o reparo realizado pelo técnico, o único inconveniente é ficar sem saber o que ele realmente fez. O que eu queria saber mesmo é o diagnóstico, o que aconteceu com a placa. No momento eu não consigo atualizar o Win10 para a última versão, ou dá erro ou o note desliga sem eu ver o que aconteceu, assunto de outro post.
  11. Agora está assim: formatei e instalei o Win10, ativou normalmente, o que me leva a crer que a chave digital não mudou. Fui no site da Dell e executei o assistente, o número da etiqueta de serviço conferiu com o número detectado, o que me leva a acreditar que o técnico deve ter apenas feito uma recuperação voltando a versão anterior da BIOS, eu imaginava que ele tinha copiado a BIOS de outra placa e gravado nesta. Executei a atualização da BIOS para a versão A08, ai eu me lembrei que já havia tentado atualizar esta BIOS antes: E pelo que escrevi, eu não atualizei ela e a versão que estava nela é a A06 mesmo. Sim, é o certo. Acrescentando uma por uma dá tudo certo mas, quando reinicio ou desligo e ligo aparece um erro aleatório, uma hora uma coisa e outra hora outra coisa. Depois que formatei, parou de dar tela azul e está ligando e reiniciando normalmente sem apresentar os erros aleatórios. Agora estou atualizando os drivers, depois disto vou atualizar o Win10.
  12. Levei num técnico para orçamento, depois de uma semana devolveu dizendo que só trabalha com o notebook montado, que não faz o reparo tendo apenas a placa-mãe, levei de novo o notebook montado e mudou a versão, disse que não trabalha com notebook, levei em outro, apenas a placa-mãe com a memória, o processador, o cabo de energia e o plug de ligar, depois de uma semana deu o orçamento de R$ 190,00 que foi aprovado pela dona do notebook. O técnico não abriu mão do segredo profissional do serviço que ele fez, primeiro disse que trocou o processador depois deu outra versão, disse que não trocou o processador mas, que dá garantia de 90 dias em tudo. Eu inspecionei a placa com o microscópio à procura de sinais de alguma intervenção, não achei nada. Liguei ela normalmente apenas na fonte e no monitor, liguei e desliguei várias vezes, sem problemas, parece estar tudo perfeito. Na hora de montar o notebook não ligava ou ficava piscando a tela, ou dizia estar sem sistema, não consegui acessar o SETUP, tentei iniciar pelo CD e as vezes travava e as vezes dava tela azul, até que consegui acessar o SETUP e vi que a versão está em A06 e se não me engano estava na A08. Verifiquei o HD em outro computador, a partição dele ainda está lá mas, os dados são 0 bytes, sumiram, exclui a partição e estou tentando instalar de novo o Win10. Está dando tela azul na maioria das tentativas, em algumas consegue ir até a tela de configurar mas, hora o teclado não responde, hora o mouse não responde. Que dor de cabeça.
  13. @Arthur955 Opa! Realmente é um prazer fazer a manutenção e ver a maquina rodando firme e forte.
  14. Caiu na mão um notebook ITAUTEC Infoway Note W7655, agora em 2020, pela informação que tenho, foi comprado novo em 2009 e permaneceu na família até os dias de hoje (2020), ou seja, onze anos depois chegou a mim com problema de vírus, estava como se o clique esquerdo do touchpad fosse acionado intermitentemente na hora que quer, na realidade não era vírus, o botão (SW3) é que estava com defeito, provavelmente desgaste de uso, usando um soprador térmico consegui soltar ele da placa-mãe e substituir por um removido de uma placa de rádio velha e até que ficou bom, agora responde bem, ainda falta trocar o botão do lado direito (SW4) que responde quando quer. Ocorre que achei interessante comentar o estado geral, é como se fosse um achado arqueológico e pelas observações se tiram conclusões sobre a história dele. A fonte não é a original (20V 3,25A), está com uma de 19V 3,42A, o conector do fio de força está com uma tomada adaptada, devem ter trocado a original de pinos chatos por uma de pinos redondos, no padrão atual, na outra extremidade, onde encaixa na fonte, parte da borracha se deteriorou e foi remendado com fita isolante, o cabo da fonte foi cortado e adaptado com parte de outro cabo, provavelmente o plug original deve ter sido danificado, na sequencia, o encaixe na placa-mãe também mostra sinais de reparo, parece que torraram alguns componentes e foi emendado um fio no lugar de alguns resistores. Também tem outros sinais de intervenção na placa-mãe. Na carcaça faltam 4 parafusos e um deles foi montado no lugar errado, causando um estufamento no plástico, na parte de baixo do teclado faltam todos os parafusos, tem apenas dois trincados na carcaça e faltam as duas capas das dobradiças, os pés de borracha estão bons. A carcaça da ventoinha está presa apenas por um parafuso, o pó dela estava tão impregnado que só saiu com a escova molhada em sabão. Haviam adesivos de garantia que indicavam ter passado por pelo menos duas assistências técnicas diferentes, a chave do Windows 7 Home Basic está parcialmente apagada, pelos menos seis caracteres não podem ser identificados com certeza, a chave instalada é de um Win7 Pro. A bateria aguentou uns 40 minutos, tem o adesivo do ano de 2009, um verdadeiro milagre ainda estar pegando carga. O HD WD de 320 GB está saldável, acusando 5484 horas de funcionamento e ter sido ligado 4577 vezes. Os dois alto falantes estão deteriorados, só produzem um fraco som. Duas portas USB estão soltas, quebradas na solda do metal onde se fixam na placa. achei que ao ficarem jogando de um lado para outro iriam se romper na parte da trilha então, refiz a solda e coloquei um reforço, assim ficaram bem firmes. A tela tem apenas um pixel queimado e livre de riscos. Tentei usar o Ubuntu 19 mas deu como em modo de avião, segundo vi na internet, tem que atualizar a BIOS que está na versão 1.0H-SL2.1, aliás, no win7 apresenta problema do driver hotkey, com alguns posts aqui no CDH mas, infelizmente o site do fabricante não existe mais e em todos os links que encontrei nada deu certo, ou estão desativados ou corrompidos. Senti a falta de um banco de dados do fabricante com os drivers, bem que poderiam deixar um link ativo mas, na prática, quando menos se espera ficamos na mão. Eu já aprendi a lição, sempre guardo todas as informações que tenho das máquinas que compro porque no futuro vão quebrar um galhão. Verifiquei a compatibilidade com o Windows 10 e parece estar tudo ok, iniciou o download da atualização, interrompi porque ainda não consegui acertar os caracteres que faltam ser identificados na chave key XXXXX-XXXXX-XXXXX-XXXXX-XXXXX. Fico admirado como algumas máquinas mesmo sendo muito velhas, ainda conseguem rodar com eficiência. Ainda estou trabalhando nele, qualquer sugestão é bem vinda.
  15. Só para constar: https://saladeimprensa.correios.com.br/releases/2020/06/19/correios-alerta-clientes-sobre-falsos-perfis-nas-redes-sociais-e-e-mails-maliciosos/ O site oficial dos correios já está divulgando orientações quanto a mensagens falsas, que parece ser uma variante do golpe, abaixo a transcrição do texto, já que logo a advertência deve sumir: "Correios alerta clientes sobre falsos perfis nas redes sociais e e-mails maliciosos Posted on19 de junho de 2020 Em tempos de isolamento social e consequente aumento de compras pela internet, os Correios chamam a atenção de clientes e consumidores que aguardam a entrega de suas encomendas, para a origem de mensagens e alertas eletrônicos. Os conteúdos que circulam na internet, por meio de sites, e-mails, mensagens instantâneas, redes sociais e SMS podem ocultar intenções criminosas para realização de fraudes online. Geralmente, os criminosos cibernéticos se passam por empresas respeitáveis e sites confiáveis para atrair pessoas, utilizando uma técnica denominada “phishing”, que consiste em jogar iscas para pescar informações, aludindo à palavra inglesa “fishing”, que quer dizer pescaria. Esse tipo de golpe pode resultar em inúmeros transtornos e prejuízos financeiros para as vítimas. Como prestadora de serviços de interesse coletivo, assim como instituições bancárias, os Correios também são alvo de frequentes ações de grupos ou pessoas mal intencionados. A empresa reitera que não envia mensagens eletrônicas sem prévia autorização do cliente e não dá permissão para que terceiros o façam em seu nome. Desta forma, orientamos os clientes a não abrirem os arquivos ou clicarem nos links e excluírem as mensagens imediatamente. Muitas mensagens eletrônicas falsas são disparadas citando indevidamente o nome dos Correios (Imprensa Correios; Sedex Brasil; Financeiro Correios; Correios Brasil) e informando sobre a tentativa de entrega de uma encomenda. Trata-se de spam, com links contendo vírus ou agentes maliciosos. Nas redes sociais, diversos perfis falsos se apresentam, normalmente, como “Suporte Correios”, oferecendo uma suposta ajuda em troca de informações dos clientes, para utilização indevida. Canais oficiais – Os Correios disponibilizam diferentes canais oficiais de relacionamento com usuários e clientes. As informações sobre como acessar e utilizar esses canais estão amplamente divulgadas em nossas plataformas eletrônicas de comunicação e, também, em nossas agências. Desta forma, qualquer interação da empresa com os clientes segue rígidos procedimentos de segurança e confiabilidade. A Central de Atendimento dos Correios (CAC), quando acionada por meio das redes sociais, solicita apenas informações sobre objetos postais ou algum outro dado específico do cliente, em conversa privada. Durante o atendimento, a Central envia o link de acesso a página do Fale Conosco dos Correios e orienta os clientes a registrarem a manifestação na plataforma. A empresa também faz o acompanhamento sistemático sobre a ocorrência de perfis falsos, que utilizam de forma indevida o nome e a marca dos Correios, nas redes sociais e em outros ambientes on-line. Quando identificada esse tipo de violação, a estatal toma as medidas cabíveis, conforme o caso, e as reporta às autoridades de segurança da informação, quando necessário. Os perfis oficiais da empresa nas redes sociais são verificados (possuem um selo azul de autenticidade ao lado do nome da página). São eles: Facebook – @correios Instagram – @correiosoficial Twitter – @correiosbr LinkedIn – @correios YouTube – @correiosoficial Reforçamos aos clientes que, caso tenham qualquer dúvida sobre a veracidade de uma mensagem atribuída aos Correios, entrem em contato com nossa Central de Atendimento, pelos telefones 3003-0100 (capitais e regiões metropolitanas) e 0800 725 7282 (demais localidades), ou pelo Fale Conosco, no site www.correios.com.br. A empresa reitera que está trabalhando para viabilizar, com segurança, a continuidade de suas atividades, essenciais para atender a população nesse momento em que mais precisa."

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda a ler resistores e capacitores

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!