Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

sergiotronic

Membros Plenos
  • Total de itens

    60
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

0

Sobre sergiotronic

  • Data de Nascimento 03/07/1971 (48 anos)

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Espírito Santo
  1. Eu gostaria de entender dessas coisas, mas não tenho osciloscópio. Nem conhecimento. Achei que era meio banaç piscar um led com tempo ON e tempo OFF diferentes. Pelo visto não é. adicionado 0 minutos depois Vou correr atrás de um 555. Grato a todos que tentaram ajudar.
  2. Sérgio eu usei o 629 veja minha mensagem anterior. Isadora, o led pisca rápido mas agora fica mais aceso do que apagado, diferença bem pouca. No final do programa tem 3FA4 e no osccal = 0x34FF. Mas quando o oscilador interno está com algum problema o programador PicPgm nem aceita abrir, digo nem reconhece o PIC, e por enquanto está tudo certo tanto com o 12f675 quanto o 12f629...são os únicos que eu tenho.
  3. Bdia. para ser mais exato tá dando 40 segundos quase (41). Criei um novo projeto no CCS 5 para usar o código num 12f629 que também tenho aqui. Gravou sem erro e os 40-41 segundos continuam. Criei 30 delay_ms(2000); um atrás do outro e nada mudou. Minha montagem é banal capacitor entre os pinos 1 e 8 e 10K do pino 4 ao +5 volts. Mudei o pino de A2 para A0 mas não resolveu. Uso o mesmo hardware-gravador de sempre JDM e o programador PICPGM, aliás esta dupla comigo nunca deu problema.
  4. Isadora, então era para não usar mais a função for, nem unsight char, e tal. E usar somente este novo código. Se foi isso eu gravei com sucesso mas aí o led fica piscando rápido sem parar acho que 1 vez a cada meio segundo. Amanhã eu volto aqui pra ver se há mais sugestões.
  5. Sérgio Lembo e Isadora F rs), gravou sem erro mas no cronômetro o LED pisca com 38 segundos. Veja como ficou o código: /* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * Definicao das portas * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * */ #define PINOLED PIN_A2 //Pino ao qual o led esta ligado /* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * Rotina Principal * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * */ void main() { unsigned char i; //valor máximo = 255 while (1) { output_bit(PINOLED, TRUE); // Liga o Led for (i = 0; i< 120; i++) // Mantem o led ligado por 60s { delay_ms(500); } output_bit(PINOLED, FALSE); // Desliga o Led delay_ms(500); // mantem o led desligado por meio segundo } }
  6. Lembo, como faço para definir o i pois deu undefined identifier
  7. Caramba, eu não sou programador, estava usando um 555 mas perdi ele e para avançar num outro circuito eu só preciso de 1 led no pino 5 do 12f675 ficando 60 segundos aceso logo ao ligar e 500 ms apagado repetindo isso indefinidamente sem cristal. O tempo OFF 500ms tá funcionando pois eu vejo o led apagar e tornar a acender. Mas falta os 60 segundos. E o máximo qu eu sei fazer é abrir o CCS, abrir um código, compilar, e só...acho que sei também alterar um ou outro pino. Lembo, meu caro, essa sua ideia do FOR parece boa ein. Como ficaria o código ? ali depois do void main pra baixo ?
  8. Caro Delpitec, como seria incluir este trecho no código no CCS ? Tentei de algumas formas aqui mas deu erro. Para não reconhecer a variável i
  9. Prezados, estou a programar um 12f675 apenas para piscar um led no pino 5, quero que ele fique aceso por 60 segundos e apagado por 500 ms. Não entendo, eu coloco 60000ms no tempo ON e ele não respeita, coloquei 100000ms e deu só 23s marcando num cronômetro. Não quero usar cristal externo. Não preciso de precisão, mas esperraria erro de no máximo 1 segundo + ou -. O que pode estar errado ? Como seria para dar certo ? (estou usando meu velho e funcional gravador JDM com programador PICPgm). Grava com sucesso. Grato /* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * Definição e inicialização das variáveis * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * */ # include <12F675.h> #use delay(internal = 4000000) // Oscilador interno de 4MHz #fuses intrc_io #fuses nowdt #fuses put #fuses mclr #fuses nobrownout #fuses noprotect #fuses nocpd /* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * Definicao das portas * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * */ #define PINOLED PIN_A2 //Pino ao qual o led esta ligado /* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * Rotina Principal * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * */ void main() { while (1) { output_bit(PINOLED, TRUE); // Liga o Led delay_ms(110000); // Ligado por 1 minuto output_bit(PINOLED, FALSE); // Desliga o Led delay_ms(700); // Desligado por meio segundo } }
  10. Colegas, Estes kit´s que têm aos montes por aí de transmissor RF 433 Mhz cujo transmissor é FS1000A, se eu usar o HT12E + HT12D e fizer um transmissor receptor, se eu pôr a uns 20 metros (enquanto estiver dando alcance) mais um par só do receptor+transmissor ligando a saída de um na entrada do outro talvez com um resistor de 390 ohms, consigo aumentar a distância com este repetidor no meio ? Explicando melhor: Na bancada tenho um transmissor com HT12 -------------------- alguns metros no meio do caminho coloco um par de receptor+transmissor puro, somente os módulos com resistor 390 ohsm + 5 volts em ambos -------------------- depois coloco o meu receptor final que tem o outro HT12 acionando um led. Consigo de fato criar, no meio do caminho, um repetidor desta forma ? É que se a resposta for sim, será que daria para ir colocando pares e mais pares de receptor+transmissor um pegando o sinal do outro e 'empurrando' pra frente ? será que daria certo para ir contornando paredes, andares, ou distâncias enormes ?
  11. Valeu pessoal, Grato pelas excelentes opiniões. Até a próxima.
  12. Grato a todos Vou deixar o Triac de lado, usarei o contator. Falando nele creio que os contatos não sofrerão tanto pois vão ficar ou muitas horas ligados ou muitas horas desligados (e com snubber). Mas a bobina vai esquentar. Fiquei pensando se eu alimentar a bobina (opera em 110 AC) com um 555.PWM+triacBTA12 e jogasse nela uma tensão média menor, eu teria um aquecimento menor dela (= vida útil maior = menos intervenções). O que acham ?
  13. Prezados, Estou pretendendo desligar a toda a energia num quarto de uma pousada. Geralmente tem só 1 fase e 1 neutro (127 volts). Pretendo interromper somente a fase. Dentro do quarto tem 1 ar condicionado 12.000 BTU, TV, lãmpadas, etc (não tem chuveiro elétrico). Até agora quero usar um contator bipolar 32 ampéres (o preço dele tá ajudando). Mas pensei em usar TRIAC como chave estática. Pensei isso pois contator tem o problema do aquecimento da bobina pois poderá ficar horas ligada. Tem desgastes nos contatos e por aí vai. Com relação ao desgaste nos contatos um circuito snuber em paralelo com os mesmos pode resolver, mas será que o TRIAC seria mais fácil ? Minha dúvida é a seguinte: Nesta função de não controlar nada, apenas ligar e desligar, eu teria que pensar em zero-crossing, disparo em ângulo de 60 graus por conta do compressor do ar condicionado visando aquecer o TRIAC o mínimo possível, e todo aqueles outros conceitos que envolvem TRIAC´s com cargas AC ? Ou posso ligá-lo da forma bem simples que vai funcionar numa boa ? (ah, pretendo proteger o TRIAC com sensor de corrente não invasivo...se a corrente passar de X ampéres desliga o TRIAC). Grato !
  14. Boa pessoal, Realmente vocês têm razão Muito grato
  15. Penso que se eu reduzir 10% a tensão (128 para 116), verei esta redução na conta de energia elétrica para sempre. Acho que todo aparelho funcionaria bem (da mesma forma) se fosse alimentado com 116 volts mínimos previstos pela Aneel. Só fico pensando em motores que poderiam 'suar' mais para entregar a mesma potência no eixo mas em se tratando de pouca redução acho que não teria problema pois o meu ventilador dimmerizado realmente consome menos quando reduzo a rotação. Tá certo que ele gira menos mas quase não se nota a diferença. Minha ideia seria como eu tivesse colocado na minha casa um estabilizador de tensão, que estabilizasse tudo em 116 volts. Falei ***** ?

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda_a_Ler_Resistores_e_Capacitores-capa-3d-newsletter.jpg

ebook grátis "Aprenda a ler resistores e capacitores", de Gabriel Torres

GRÁTIS! BAIXE AGORA MESMO!