Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

RoSeTo

Membros Plenos
  • Total de itens

    104
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

24

Sobre RoSeTo

  • Data de Nascimento 29/09/1976 (42 anos)

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Santo Andre, SP
  • Sexo
    Prefiro não dizer

Meu PC

  • Processador
    G4560
  • Placa de vídeo
    PNY GTX 1050
  • Placa-mãe
    ASROCK H110M-HG4
  • Memória
    HYPERX 8GB 2400
  • HDs
    SEAGATE 1TB SATA3
  • Fonte
    CX400
  • Mouse
    Microsoft Optical
  • Teclado
    CM Masterkeys Pro M (Cherry Brown)
  • Headset
    Steel Series 4H
  • Monitor
    LG 23MP55HQ

Meu Notebook

  • Marca
    xingling
  • Tamanho da tela
    15
  • Processador
    i5 2410
  • Memória
    8GB
  • SSD
    80GB

Meu Smartphone

  • Marca e modelo
    Moto G4 Play
  1. Dependendo da configuração do seu PC um game que vale muito a pena é o The Witcher 3. Alguns títulos recentes que foram lançados como Pillars of Eternity II, Divinity: Original Sin 2 e Tyranny não precisam de um hardware tão caro e parrudo para rodarem. Mas a verdade é que o momento não esta para RPGs, que por se tratar de um gênero de nicho não atrai investimento dos grandes estúdios, não é à toa que os bons roteiristas saíram da indústria ou foram cooptados por pequenos estúdios ou indies. Alguns clássicos com com boa história que eu recomendo são a série Fallout 1 e 2 (esqueça a geração Bethesda), Baldur's Gate 1 e 2, Mass Effect 1 e 2 (o 3 não é ruim mas foi um verdadeiro balde de água fria depois do sensacional 2, tanto que tiveram que lançar um DLC gratuito que é um fan service para tentar acalmar os players. Já do Andromeda passe longe...), Dragon Age: Origins, Deus Ex, Star Wars: Knights of the Old Republic I e II e talvez o melhor crpg já feito Planescape: Torment. Pela lista podemos ver como a Bioware já foi incrível; é lamentável ver como o estúdio decaiu, aliás o último game jogável deles foi justamente Dragon Age II que mesmo com todos os problemas ainda apresentava um bom enredo, texto e personagens memoráveis, depois dai só foi ladeira abaixo.
  2. É uma indústria que vem crescendo velozmente e creio que logo ultrapassa o cinema, se já não passou, tanto em investimento e faturamento. Acho que é muito atrelado à tecnologia que também vem avançando velozmente. Como você disse acho que a tendência atual são os VR e não somente jogos mas que por exigirem um hardware muito atual e potente ainda vem engatinhando. O outro lado da moeda são os jogos mobile e indies que vem ganhando muito destaque, principalmente por pequenos/medios desenvolvedores. Tenho notado que muitos jogos AAA tem quebrado a cara, seja por problemas de jogabilidade, bugs, prazos, problemas com distribuidoras e muito hate - a tecnologia tá ai, mas desenvolvedores para eles parecem não acompanhar o ritmo. Vejo muita gente falando que tendência agora são jogos de 6 núcleos pra cima, pois eu digo que ainda vai demorar uns 4 anos para isso amadurecer; eles podem começar a desenvolver agora mas o jogo só ficará pronto muitos anos à frente. Já temos problemas com o desenvolvimento de jogos para o hardware atual, adicionar mais núcleos além de diminuir o player base vai trazer ainda mais problemas de otimização. Por outro lado pequenos desenvolvedores vem ganhando premios por jogos que custaram 2000 vezes menos e requerem 1 núcleo... É bom ficar de olho nas micro transações - a EA vem sofrendo principalmente pelos loot box baseados em RNG e se ela cai muitas outras caem junto, principalmente os jogos multiplayer online.
  3. Jogo Jotun: Valhalla Edition de graça no GOG. Corre porque a promoção acaba em 21 horas.
  4. Ola, eu também sempre fui fascinado por MMORPG's, comecei com MUD's ate descobrir o Ultima Online passei por Everquest e fiquei anos jogando Asheron's Call. Entre as "entresafras" teve Anarch Online,Asherons Call 2, Guid Wars, Dark Age of Camelot, Secret World, Star Wars Galaxy, Tabula Rasa, Lord of The Rings Online e muitos outros. Atualmente ainda tenho instalado o Guild Wars 2, Champions Online, Star Wars the Old Republic e Blade & Soul... logo neles talvez 1 ou 2 vezes por mes... Eu acho que eu mudei. Nao tenho mais vontade de jogar e quando jogo, apenas se tiver algo para fazer e nao por mais do que 15-20 minutos - nada mais de logar e ficar conversando por meia hora com seus colegas de guild. A impressao que eu tenho é que MMORPG's estão em baixa - alto custo de producao, alto custo de manutencao, necessidade de atualizacao constante porém altamente rentavel com o modelo existente atual (cash grab / microtransacoes e muitas vezes baseado em RNG). O que eu mais sinto falta é um MMORPG voltado para o mercado ocidental e menos galhofa, que hj acho que só tem o AoC, LotRO, SWTOR, SW, NW e um que muitos tem elogiado no momento The Elder Scrolls Online. Eqto no oriente tem muitos MMORPG's sendo desenvolvidos, pouquissimos serao lancados no ocidente (apenas os de maior sucesso talvez para minimizar um eventual fracasso de publico), pois as distribuidoras também parecem ter notado esse diferença no gosto ocidental/oriental como por exemplo farm/grind, microtransacoes, tematicas mais digamos madura pois muitos mercados asiaticos tem censura pesada para certos assuntos (o que nao impede uso massivo de criaturas ou raças que parecem menininhas que usam sainhas curtissimas e que fazem sucesso enorme mas que no ocidente pode e deve ser considerado pedofilia). Por exemplo Blade & Soul e Black Desert tem versões bem distintas entre as versões oriental e ocidental. Acho que o futuro dos MMO's aqui no ocidente sao jogos moba ou instanciados como The Division, BF, For Honor e afins.
  5. Assim que o projeto de lei for sancionado pelo Presidente (já passou pela câmara dos deputados e senado) todo serviço de streaming e mídias digitais passara a cobrar ISS (Imposto Sobre Serviço), seja ela musica, programas, aplicativos, filmes e series, jogos e mesmo e-books. A Valve não ira brigar posso garantir isso, ela ira apenas aumentar ainda mais o preco dos jogos. O que pode acontecer é estas empresas como Valve, Netflix, Amazon, Google Play, iTunes etc se unirem e pressionarem por certos interesses em comum, assim como a Anfavea luta pelo interesse da indústria automobilística. E o DRM é muito mais complexo e profundo que nivelamento financeiro...
  6. Eu joguei ele há muito tempo atrás na casa do meu primo, mas creio que as execuções eram feitas pela combinação dos botões que apareciam no quick-time event, tipo amarelo e azul na sequencia. Lembro que era simples, mas tinha que acertar o timer das cores. E não é que ele entrou em oferta na STEAM
  7. Jogo CAYNE grátis no GOG. https://www.gog.com/game/cayne É um adventure de Terror/Sci-Fi no mesmo universo do jogo STASIS.
  8. É o tempo que você tem para pegar o jogo, ele vai estar sempre na sua biblioteca. Que eu me lembre o GOG nunca fez como a Steam, onde disponibiliza um jogo por um final de semana por exemplo.
  9. Promoção de inverno no GOG. Jogo Neverwinter Nights Diamond free (48 horas) e se você fizer alguns pontinhos extras pode ganhar outros jogos também (Shadow Warrior classic, Shadowrun Dragonfall DC e Stasis). GOG
  10. Depende da acuidade visual da pessoa também. O normal é na faixa 40~70 fps mas para jogos acho que 50fps é o ideal. Nos chamados e-sport tem a barreira dos 200fps, mas acho que é exagero por parte dos jogadores.
  11. Eu torcia o nariz para download digital, porém hj não há como negar que mídia física já é passado. Aos poucos estou reconstruindo minha biblioteca física (guardo caixinhas e manuais) em plataformas digitais assim que o jogo é disponibilizado, e o melhor de tudo é que até meus saves e screenshots ficam em nuvem , quando disponível... Tem o lado ruim também, por exemplo o tamanho do download. Não é difícil lançamentos terem mais de 30Gigas e atualizações outros 2-3G e se você joga MMOs sabe que tem atualizações quase que diariamente. Va sem medo, uma coisa que me arrependo é não ter aderido à plataforma digital mais cedo (2010).
  12. Somente até hoje o jogo Streamline grátis no Steam: http://massivelyop.com/2016/11/17/amazons-streamline-is-free-on-steam-for-the-next-24-hours/ Ou basta ir no Steam e procurar por "Streamline" e adicionar à biblioteca.
  13. A verdade é que todo F2P funciona como um P2W, não tem como escapar, mas uns são mais suaves que outros... Tera é um dos melhores mmos disponíveis no mercado com F2P amigável. Alem disso teve um update com uma nova classe esses dias, vale a pena experimentar. A jogabilidade é ótima e os gráficos são atuais, se você gosta do estilo gráfico e ambientação (q infelizmente não me agrada) é um prato cheio. Creio que Elsword é distribuído pela Perfect World, e eles são bem conhecidos como um dos mais ferozes P2W do mercado. Alem disso não pestenejam em fechar um game se ele não corresponde economicamente. Mas no geral a qualidade dos games deles é boa. Alguns títulos distribuídos por eles através de sua plataforma Arc: Star Trek Online, Neverwinter, PWI, Forsaken World, Swordsman, RaiderZ, APB Reloaded, Jade Dinasty, Royal Quest e muitos outros.
  14. Jogo "Battle Realms" grátis no GOG por 24hrs.
  15. O anuncio do Fallout 4 é ótima, mas espero que melhore muito em relação ao 3/NV, que na minha opinião não corresponderam à expectativa... a franquia merece um titulo com classificação etária 18+ mas sei que não vai acontecer

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

GRÁTIS: minicurso “Como ganhar dinheiro montando computadores”

Gabriel TorresGabriel Torres, fundador e editor executivo do Clube do Hardware, acaba de lançar um minicurso totalmente gratuito: "Como ganhar dinheiro montando computadores".

Você aprenderá sobre o quanto pode ganhar, como cobrar, como lidar com a concorrência, como se tornar um profissional altamente qualificado e muito mais!

Inscreva-se agora!