Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

robinson0031

Membros Plenos
  • Total de itens

    13
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

0

Sobre robinson0031

  • Data de Nascimento 23-01-1987 (31 anos)

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Garça SP
  1. Boa noite a todos, passei esses dias quebrando a cabeça em relação a essa dúvida, e finalmente consegui realizar essa tarefa, porém não sei se é o correto a se fazer mas deu certo, gerou o sinal conforme esperado, ou melhor dizendo gerou o sinal igual ao comando output_float(PIN_B0) do CCS. Conforme dito no post eu precisava gerar pulsos em nível alto e após um tempo esse pulso fosse desligado sem que o pino fosse para nível baixo "0", a única forma que encontrei foi conforme os passos abaixo: 1° criei 2 funções, uma para configurar o TRISB_bit = 0 (Saída), e outra para configurar o TRISB_bit=1 (entrada). 2° eu chamo a função que configura o TRISB_bit=0 (saída) e em seguida seto o pino em nível alto RB0_bit=1, feito isso eu utilizo um delay e assim que esse delay finaliza eu chamo a função que configura o TRISB_bit=1 (entrada), dessa forma eu tenho o pino RB0 em modo de coletor aberto, ou seja não está mais em nível alto "1" e nem em nível baixo "0", gerando apenas pulsos em nível alto. Se alguém puder me dizer se isso está correto eu agradeceria muito, por enquanto é só e para mim está resolvido, espero que se isso estiver certo possa ajudar mais pessoas. Obrigado a todos Falou...
  2. Boa noite a todos, estou com uma pequena duvida em relação ao Mikro c for PIC, sempre utilizei o CCS porém recentemente desenvolvi um projeto e tive a necessidade de converter meu código para Mikro c, meu problema é apenas com um único comando. Preciso que o pino RB0 fique em modo flutuante, ou seja, que em um determinado momento ele seja nível alto e posteriormente fique em nível flutuante de forma que ele não seja zero nunca, no CCS eu apenas utilizo o comando output_float (PIN_B0), e ele ja fica em nível flutuante, preciso fazer a mesma coisa utilizando o Mikro c, será que é possível ? Desde já agradeço muito se alguém puder me ajudar.
  3. Bom Dia pessoal!! Estou fazendo um projetinho,e preciso utilizar o modulo G24 da motorola,como faz muito pouco tempo que comecei a estudar ele, estou tendo algumas dificuldades,ja andei lendo os manuais dele na internet e vi que ele utiliza conexao UART,e comandos AT. A minha dificuldade é em relação a comunicação serial,eu preciso fazer com que o modulo G24 ao receber uma chamada telefonica ele atenda automaticamente. Aqui vai as duvidas: * É necessario alguma configuração para ele receber uma chamada? * Qual o comando para ele atender uma chamada telefonica? Obs: Utilizo o mikroC for PIC. se alguem puder me ajudar ficarei muito grato!!
  4. MatheusLPS,valeu pela força,consegui fazer o programa,ficou +ou- como eu queria,ainda tem alguns probleminhas que preciso resolver,mas tem um que eu acredito que alguem com certeza vai saber me dizer,bom vou tentar explicar de uma forma bem clara: Estou usando o PIC16F628A,e esse pic so tem dois port A e B certo?,para fazer o que estou querendo ele serve,porém estou tendo um problema relacionado ao port A. No meu pro grama eu configurei as entradas e saidas pino a pino ex: trisa.ra0=1; e assim por diante. Como ja havia dito anteriormente esse pic so tem port A e B,e eu estou usando o port A como entrada,e na hora de fazer a leitura,estou lendo o port A inteiro ex: if(porta ==?){}. O problema é o seguinte "Quando ligamos o microcontrolador temos que ligar o pino MCLR no VCC certo? Mas como no PIC16F628 esse pino fica no RA5,na hora em que vou ler o PORT A,ele acaba alterando o valor do port A"ex:O MT8870 envia o valor 2, que deveria ser (00000010),mas o pic le (00100010). ja tentei de tudo e nao consegui resolver,a unica coisa que deu certo foi passar a entrada para o PORT B,mas ai eu vou perder pinos,porque nao vou poder usar o restante do port B senão vai acontecer a mesma coisa que aconteceu no port A. Se alguem tiver uma solução!!!
  5. Acredito que seja isso tambem!!! Mas o que esta me tirando o sono,é que nao estou conseguindo fazer com que o programa faça as coisas da maneira que eu quero. Ou melhor,nao estou conseguindo passar para o programa o que eu penso, Ex: Quero apenas que ele tenha uma senha e quando eu digitar essa senha ele permita que eu faça uma função ou acione um rele,ate ai tudo bem,consegui fazer isso tranquilamente,o que eu nao estou conseguindo é implementar uma função que me permita alterar a senha quando quiser. Mais uma vez,Muito obrigado pela atenção. falou!
  6. Pessoal estou tendo outro problema com o programa,fiz o que nosso amigo Paulo exeplificou ,deu certo! porém agora nao estou conseguindo,fazer o tratamento de duas rotinas,São elas: 1°-Depois que os 4 digitos sao lidos e armazenados,eu utilizei o exemplo do Paulo,utilizei uma posição da memoria EEPROM com um valor:Ex se o valor for zero,a senha padrão sera ="0000" e se for diferente de zero sera = ao valor da senha nova que o usuario cadastrou. 2°-Não estou conseguindo criar uma rotina de Gravar uma nova senha,alterar o valor da memoria citado acima. Se alguem tiver uma maneira mais fácil de fazer tudo isso,peço que me ajude porque ja to ficando louco com isso. valeu!!!
  7. Entendi sim Paulo,muito obrigado pela dica,agora falta pouco para eu terminar esse programinha. Para mim ta sendo otimo,estou adquirindo conhecimento,e melhorando o pouco que eu ja sabia,e devo isso a vocês do forum. Quero agradecer a todos,valeu mesmo o pessoal aqui são todos bacanas. Agora espero que eu consiga finalizar tudo,e que funcione bem!! valeu mesmo,obrigado a todos que estão colaborando!!!
  8. valeu pela dica,vou tentar criar algo em cima disso!! A parte de ler a senha ja esta funcionado,um pedaço do codigo foi postado anteriormente.porém agora frente a um novo desafio,o que fazer com a senha que ja foi lida e armazenada em quatro variaveis ?. preciso criar uma rotina de forma que a quando o usuario ligar uC pela primeira vez,a senha padrão seja "0000",e que o mesma possa ser alterada,como se fosse um celuar novo que você compra que tem uma senha padrão de fabrica,que você entra com a senha antiga e cadastra uma senha nova! Se alguem tiver alguma sugestão ou um exemplo bem simples,ficaria muito grato!!
  9. entendi valeu muito obrigado!!! aqui ta indo um trecho do codigo,é a parte que le o STD e os pinos do MT8870. quando o STD vai para 1,o programa chama le_senha,depois pega o valor do porta e coloca na variavel depois retorna e espera o STD ir para 1 de novo!
  10. Estou seguindo a risca todas as instruções que vocês estão me passando,e tudo esta indo muito bem. Ja consegui fazer a leitura do STD,e a cada vez que esse pino vai para o nivel alto é efetuada a leitura do MT8870,e os dados estão sendo armazenados em quatro variaveis diferentes. acredito,que agora eu tenho que criar uma rotina de gravação de dados na EEPROM e depois outra rotina que compara os dados das variaveis com os dados da EEPROM. Se alguem tiver alguma sugestão,sera muito bem aceita. Muito obrigado a todos!!!
  11. Eu compreendi o que você disse,mas ainda ainda falta um start para que eu possa começar a fazer,na verdade eu estou tendo dificuldade em criar a logica para tudo isso.Muito obrigado pela sacudida,concordo com você o esforço tem que ser meu. começei a fazer o programa da seguinte maneira: criei um laço de repetição que fica lendo o pino STD o tempo todo,e quando esse pino vai para o nivel logico 1,o micro le o codigo binario gerado pelo MT8870,mas agora como faço para ler quatro vezes e armazenar cada um em uma posição de memoria?
  12. A minha duvida é a seguinte: O CI mt8870 ao receber o tom de uma tecla ele gera um codigo binario de 4 bits,e gera um pulso em um pino chamado STD. Estou tendo dificuldades em fazer um sistema de senha utilizando esses codigos binarios,no qual eu gostaria que fosse da seguinte maneira. Quero que meu sistema tenha uma senha de 4 digitos e que essa senha seja cadastravel,por exemplo:Ao ligar o circuito pela primeira vez ele tenha por padrão a senha "0000",e que eu possa altera-la quando quiser,e que essa senha fique guardada na EEPROM do PIC,para que mesmo na ausencia de alimentação essa senha nao se apague. A minha maior duvida é, como fazer tudo isso? desde ja agradeço!!
  13. Boa tarde a todos,estou fazendo um projeto de um bloqueador veicular via DTMF,porém estou tendo dificuldade em criar um sistema de senha,para gerenciar a autorização de bloqueio e desbloqueio,resumindo: Preciso de um codigo em C para PIC16F628A que tenha uma senha de 4 digitos e que possa ser alterada a qualquer momento. obs:Estou utilizando um CI MT8870 que ao reconhecer uma tecla digitada ele gera um codigo BCD de 4 bits. se alguem puder me ajudar ficarei grato!!!

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×