Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.

rqb

Membros Plenos
  • Total de itens

    34
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

4

Sobre rqb

  • Data de Nascimento 10-01-1979

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    bh
  1. a divulgacao do algoritmo nao foi completa, apenas alguns fragmentos... porque naquela época o google não era ninguem... ademais... a produção cientifica é muito intensa e as grandes empresas de tecnologia nao conseguem captar tudo que é lançado. Geralmente a industria tem uma visao de mercado e buscam investir em novas tecnologias/estudos que catalisem este processo... bom... não é tão simples assim... Grande parte dos negocios em tecnologia sem baseiam em escala, ou seja, o ganho é alcançado com venda massiva. Quando seu software começa a atingir patamares que ultrapassam a legislacao do seu país e vai para o Mercosul (exemplo).. ele precisará respeitar a legislação de outros paises... Aí... kbummm praquele que copiou codigo patenteado em outro país... empresas disruptivas costumam se dar bem porque chegam primeiro... e chegam com alavancagem financeira... (grana no bolso injetada por investidores que miram no ganho futuro)... Sim... quem chega primeiro diz como o mercado vai funcionar... o Google percebeu que o texto que o usuario informava na caixinha era exatamente o que o usuario queria... Ele então resolveu o problema de monetização que existia À época. Vende pro cara coisas relacionadas ao que ele pesquisou... mas nao foi só isto... na verdade... a questao da monetizacao veio depois.... a primeira coisa que eles perceberam foi que a importancia de cada site/pagina era dada pelo numero de citacoes que outros sites faziam dela.... Este processo é muito comum no meio cientifico. Como sei que um pesquisador é mais competente que o outro? Basta ver quantos pesquisadores citem o primeiro como referencia para seus estudos... O Google fez um algoritmo que fez isto com a WEB toda... e passou a mostrar um resultado de pesquisa muito mais acurado. Hoje em dia... todos os mecanismos de pesquisa partem deste principio... mas na epoca... isto nao era o alvo dos search engines... Hoje em dia... copiar o codigo do Google é irrelevante para os competidores... porque o Google já domina a plataforma (nao um site de pesquisa, uma suite de programas de escritorio, email... arquivos.... MAS sim toda uma plataforma que vai de PC a Celular... a carro autonomo... TV... ou seja tudo...) ... Quando chega neste ponto... o codigo nao é o fator decisivo.... entendeu mais ou menos a logica por tras dos negocios?
  2. bom, embora ressalva feita pelo moderador... vou te explicar uma das maneiras para resolver este problema... Como já dito... o ideal é você estudar e tentar resolver o problema logico mentalmente... através da sequencia de instruções elaboradas por você mesmo. As dicas seguem abaixo... mas na vida real de um programador... os problemas nao tem solucao perguntando no forum de internet porque as situações de cada empresa e de cada cenario são muito particulares... Na vida real não tem cola... e daí que diferenciam os homens dos meninos... os Programadores dos gambiarreiros... vamos as dicas: crie um vetor com 9 posições crie uma variavel para registrar os resultados da digitacao do usuario faca um loop com 100 repeticoes (os comandos abaixo devem ficar dentro do loop) solicite o valor entre 1 e 9 a ser digitado pelo usuario teste se o valor digitado está entre 1 e 9 se estiver voce ira adicionar uma unidade ao vetor na posicao indicada pela variavel digitada pelo usuario e adicione uma unidade no contador do loop se nao estiver, pergunte novamente ao usuario o valor correto, mas não deixe que o contador do loop registre esta digitacao como válida... ou seja... não some um ao contador do loop encerre o loop faça outro loop iniciando em 1 e terminando em 9 imprima para cada valor do contador do loop, o valor correspondente no vetor cujo o indice é o contador final do loop espero ter ajudado... e continue estudando...
  3. ao final da leitura de cada arquivo utilize echo. se necessario... na ultima linha de leitura voce pode utilizar o & para concatenar o resultado. poste seu codigo que é possivel ajudar mais
  4. Descer tensão em 25v

    pessoal, tenho um led driver que me entrega 100v a 95v e preciso descer 25v... ou seja... entregando 75v fixo... a corrente maxima a ser driveada pelo CI será de 1,5 A.... o que recomendam? dá pra fazer isto com o Lm317?
  5. Na verdade há luminárias específicas para aquários, porém... não da dimensão do meu... Eu estou tentando reaproveitar os componentes.... pra não gerar lixo de coisa que eu sei que funciona... Vou testar o fusível, mas de qualquer forma não poderei usar pra excitar esses leds usando essa fonte porque eu serrei a lâmpada.... mudou a configuração do circuito...
  6. Para aumentar a discussão.... consegui tirar a fonte de dentro do tubo de alumínio da lâmpada... Ver na foto... Entrada: 100 a 265v Saída : 16 a 24v 202mA Achei muito estranho porque eu serrei a lâmpada e levei somente 48 leds em paralelo serial.... Não tô entendendo essa tensão da fonte.... Na verdade a lâmpada toda tem seguramente mais de 100 leds.
  7. Espera ai... Deixe-me ver se entendi : Tensão total fica em 74v e a corrente em 60mA? Para testar posso ligar uma fonte de 64v com 650mA somente pra testar a fita? Neste caso a tensão total seria capaz de excitar os leds uma vez que eles já acendem mais fraco com tensão individual de 2,8v. Acho que vou procurar um driver já pronto pra fazer este serviço. Indicam alguma marca em geral? Ou dá pra confiar nos chineses?
  8. Olá pessoal, Não sou expert em eletronica... Na verdade sou um curioso que estuda um pouco e gosta do assunto... Preciso da assistência de vocês para me auxiliar no calculo da fonte necessária para alimentar uma fita de leds. Seria legal se pudessem explicar os cálculos em etapas... Vamos às particularidades que tornam a conta mais complicada para mim: Tenho em mãos uma lampada de led tubular (similar àquelas lampadas compridas que utilizavam reatores) que parou de funcionar. Ao abrir a lampada, percebi que todos os leds estavam acendendo no teste individual do multimetro e que a fonte não estava alimentando mais a fita. Resolvi cortar a lampada nas dimensões de meu aquario a fim de transforma-la em uma luminária personalizada e assim fiz. Tenho agora em mãos 48 leds do tipo smd 3014 conectados em duas fileiras de 24 leds. Explico: a primeira fileira tem 24 leds ligados em serie e a segunda fileira tem mais 24 leds ligados em série... As duas fileiras estão em paralelo, tendo 24 leds em série em cada uma... de tal forma que se um dos leds queima não afeta a segunda fileira de leds. Olhei na web o datasheet deste led e ele é de 0.1w potência, tensão de 2,8v a 3,4v e corrente de 30mA. Como faço para chegar na tensão, potência e corrente necessária para alimentar esses leds nesta configuração de fileiras seriais ligadas em paralelo? Agradeço desde já a paciência! Obrigado! Ricardo
  9. Olá Pessoal, fiz uma busca aqui no forum e encontrei um post de 2013 (este) que me está encorajando a fazer o seguinte... Carregar esta bateria Unipower UP1270SEG (12v 7Ah) utilizando minha fonte ICEL PS1500 (esta aqui) somente configurando-a. Contudo... como sou apenas um hobista curioso estudando 'no tempo que dá'... entre um filho e outro... estou com receio de estragar ou a fonte ou a bateria... Esta fonte é ajustável ou na corrente ou na tensão... Ela também tem uma configuração de corrente limite (corrente de crossover). Minha ideia é configurar a conte de crossover como 700mA (10% da corrente da bateria) e ajustar a tensão fixando-a em 13,5v (1,5v a mais da tensão da bateria)... De tal forma que a tensão é sempre a mesma (13,5v)...e a corrente fornecida iria aumentando conforme necessidade da bateria - nunca ultrapassando 700mA... Poderia me ajudar esclarecendo se: - Na visão de vocês esta configuração pode estragar algum dos dois componentes (podem responder sem compromisso.. eu assumo o risco)? - É necessário realmente limitar a corrente de crossover em 700mA? Não posso limita-la a 2A por exemplo a fim de tornar a recarga mais rápida? - Pelo que li do comportamento das baterias chumbo acido... ao atingirem o status de completamente carregadas nota-se uma queda na tensão e na corrente... Sabem confirmar ou refutar esta informação? Qualquer ajuda é bem vinda! Muito obrigado! Ricardo
  10. Não... amigo... A ideia que dei foi usar o arduino como driver... É comum o pessoal confundir o uso do arduino... Na verdade é só pra voce prototipar... I ideia que dei foi você usar o arduino para prototipar o controle e programação dos refletores que deseja fazer... A alimentação desses refletores ocorreria com fonte de energia à parte... O arduino seria ligado em um shield de relés... onde você faria o chaveamento que quisesse dos refletores... voce faria o programa ... subiria para o arduino e ele dispararia os relés... ativando ou não os refletores na forma que você quisesse... Uma vez que tivesse funcionando a seu contento... vce compraria somente um chip ATMEGA... e faria a gravação desse programa que você mandou pro arduino nesse chip! Isto feito... daí você montaria esse chip... o cristal em uma plaquinha besta e conectaria ela no shield de relés... Vce vai gastar uns... 30.. 40 reais no driver completo das suas luminarias... Captou a ideia??
  11. Tem algumas soluções... mas todas elas... toscas... Exemplo: Suas maquinas cliente imprimem em XPS e enviam para um email chamado impressao@empresa.com.br... você configura uma maquina para ler este email e imprimi-los (o outlook tem uma configuração pra isso).. Prós: fácil de configurar (vce precisa criar uma conta que só aceita remetentes internos, assim vce evita um pouco impressao de spam) Contras: difícil de usar... vce precisa centralizar fisicamente as impressoras... é uma gambiarra Acho q o ideal pra vce seria comprar impressoras com porta ethernet... Vce poe as impressoras na rede. Configura um servidor unico criando portas de comunicacao IP... Os clientes conectam nas impressoras via servidor de impressao (este servidor compartilha todas as impressoras na rede).... voce instala um software tipo Papercut pra fazer o controle de impressao.
  12. Salve Helder, muito obrigado por sua resposta. Ela é uma HP 1315 (essa aqui oh: http://content.hwigroup.net/images/products/xl/000634/hp_psc_1315.jpg)... Será que essa tem cabeça integrada ao cartucho? A outra que tenho é a HP 4255 ... queria guardar uma das duas... Obrigado
  13. Olá pessoal, o destino jogou na minha mão uma multifuncional hp jato de tinta color... ocorre que eu já tenho outra multifuncional hp. Quero guardar a que ganhei (que na verdade, não é uma impressora nova! é usada!), porém ... da ultima vez que fiz isto... quando religuei a impressora tive que mandar limpar a tal cabeça de impressão... Gastei um dinheirinho suado suado... E ai? Tem um jeito de guardar a impressora de forma que ela não estrague ao religar? Vi que tem um pessoal que envolve ela em plastico filme... remove o cartucho... e tal? Qual o procedimento mais indicado para guardar uma impressora jato de tinta? Valeu!!!
  14. Obrigado pessoal pelas informações! Consegui compreender perfeitamente! Brigadão!
  15. Pessoal, desculpe se a pergunta é tola, mas eu não sei a resposta, então vai: Pelo que entendi corrente é o deslocamento ordenado de particulas... Um amigo me explicou que... se eu tiver uma fonte com tensão de 6v e corrente de 1A... eu posso ligar qualquer circuito que demande a tensão de 6v... mas com corrente máxima de 1A. Ou seja... posso ligar circuitos que demandem 200mA em uma fonte que fornece 1A... que nada vai queimar... ou estragar... (ao contrário da corrente que estraga circuitos de 3v se eu ligar em uma fonte de 9v). Tudo bem... Se é assim... Qual o sentido de usar fontes de corrente ajustável? Não seria mais simples ter uma fonte de 10A por exemplo e ajustavel somente na corrente? Enfim, para que se usa uma fonte com corrente ajustável? valeu!

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×