Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Gabriel Merlo Ferreira

Membros Plenos
  • Total de itens

    1.555
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

386

6 Seguidores

Sobre Gabriel Merlo Ferreira

  • Data de Nascimento 30-09-1988 (30 anos)

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Vila Velha/ES
  • Sexo
    Masculino

Meu PC

  • Processador
    i5 6600
  • Placa de vídeo
    Zotac GTX 1070
  • Placa-mãe
    ASUS H170M-PLUS/BR
  • Memória
    G.skill Ripjaws 2400mhz Ddr4 8gb (2x4gb)
  • SSDs
    Samsung EVO 850 500gb
  • Gabinete
    Cougar MX 300
  • Fonte
    Corsair CX 430
  • Mouse
    Logitech G302
  • Monitor
    ASUS Led 24" VS248H-P

Meu Smartphone

  • Marca e modelo
    LG X Power
  1. A forma mais simples é sempre estipular um preço por hora do seu trabalho e a cada cliente/trabalho calcular a quantidade de horas que você deve levar. Uma métrica muito comum no desenvolvimento de sistemas é se basear nos Pontos de Função. Não sei se eles se aplicam neste caso, não entendi bem o que seria "alimentar conteúdo". Acho a primeira alternativa mais válida e simples.
  2. @Kris Wannieg Ontem eu até procurei e achei o post que falei, mas como ninguém tinha perguntado sobre, não postei ele aqui. Segue: É um artigo do Gabriel Torres e nos comentários o usuário aziebert explica as vantagens do G-Sync sobre o concorrente. Claro, ele é um funcionário da Nvidia e vai defender a sua empresa, mas ele apresentou argumentos e teve a sua capacidade atestada pelo próprio Gabriel, então eu estou inclinado a achar que esta tecnologia é sim superior à outra. Vale lembrar, também, que esta discussão ocorreu em 2015, então muita coisa pode ter mudado. Sim, seria. Para nós consumidores, mas não necessariamente para a Nvidia. Afinal eles investiram no G-Sync e nas parcerias com os fabricantes de monitores. Não vejo muito sentido deles liberarem a fabricação de monitores "híbridos".
  3. Fracasso de venda? Ou tá se referindo a ser uma tecnologia inferior ao FreeSync? Pois tem um tópico aqui no CdH onde um funcionário da Nvidia explica os porquês do G-Sync ser uma tecnologia melhor do que o FreeSync, então desse ponto de vista o único ruim dele é o preço mesmo. No mais, não sabemos se uma implementação do FreeSync em monitores com G-Sync iria encarecer eles ainda mais, se for realmente possível fazer isto (acredito que seja, mas sei lá, né).
  4. @iRafaKNG Acho que você consegue neste orçamento talvez um FX-8320, mais placa-mãe e completar 8gb de ram. Não sei te dizer se isso resolveria o seu problema, mas definitivamente seria melhor. Mas não gosto da ideia de fazer upgrade pra uma plataforma já defasada, pois no próximo upgrade que você tiver de fazer vai passar novamente pelo mesmo problema.
  5. @iRafaKNG Verdade, falha minha. Então não tem jeito, tem que trocar a plataforma por uma recente. Juntar mais uma grana não é uma possibilidade?
  6. Não, pois você possui memórias ddr3 e as plataformas novas usam ddr4. São incompatíveis. A única forma de você manter as suas memórias seria dando upgrade no processador do mesmo socket da sua placa-mãe. Se encontrar um i7 dessa geração com preço bom até vale a pena, até porque 8gb de ddr4 não está saindo por menos de R$500.
  7. @Pedropedral Não há problema algum. Só falei porque ele aguentaria empurrar bem placas de vídeo mais fortes que a 1050, então pra dara upgrades no seu pc no futuro ele é a melhor escolha mesmo.
  8. @Danielfp Rodaria sim. Não sei se na qualidade ultra, mas na média com certeza e possivelmente na alta também.
  9. @Danielfp Os processadores da AMD com X no final não vêm com cooler, então você precisaria comprar, assim como os processadores com K da Intel. Pegue o 1600 sem X, ele vem um cooler de fábrica que é bom. Você pegou memória ram ddr3, que é incompatível com a plataforma. Pegue 8gb de ddr4. No mais, eu pegaria o gabinete Aero 500 (preto ou branco, o que preferir).
  10. @Danielfp Não dá pra ver o seu carrinho... kkkkk Poste um print ou então copie aqui os itens que botou nele. Acho válida a dica do colega acima, pois a 1060 de 6gb é muita placa pra rodar apenas esses dois jogos, pois são leves. Então se for só pra jogar eles, pode economizar e pegar uma placa um pouco mais fraca. Se quiser manter, vai poder jogar outras coisas mais pesadas com qualidade boa.
  11. @Danielfp Esse pc roda sim ambos os jogos. Mas troque a plataforma da Intel pela AMD, pegando um processador R5 1600 e uma placa-mãe B350, será uma compra melhor. Pode pegar uma fonte de 500W, esta está um pouco exagerada. Recomendaria 600W se você fosse fazer overclock, que não é o caso por estar pegando processador e placa-mãe que não permitem.
  12. @Pedropedral Ótimo processador, neste caso é a placa de vídeo que está atrás. Se você quer apenas um processador que leve bem esta placa de vídeo, pode pegar um mais fraco, como o R3 1200. Mas se quer um bom processador pra ficar mais tempo e só ir trocando placa de vídeo, mantém ele mesmo.
  13. Dei uma olhada em benchmarks agora, no cpuboss e userbenchmarks, e o i7 ganha por pouco. Então realmente não vale a troca, muito custo pra pouco ganho.
  14. Aproveitando o tópico do amigo.. É a primeira vez que vejo o preço desse i7 baixo assim. Vale a pena pagar R$ 1.052,60 (parcelado) nele para fazer o upgrade do emu i5 6600? A minha ideia inicial era esperar a segunda geração dos Ryzen, mas esta troca me evita trocar a placa-mãe... O que acham?
  15. Não pegue um FX, péssima compra. Vá num Ryzen R3 1200, é um processador muito melhor. Dito isto: A320 de qualquer marca ou uma B350 se a diferença do preço não estiver grande e couber no orçamento. GTX 1030. Não calculei pra ver quanto fica, mas se por um acaso sobrar um pouco do orçamento você pode pegar uma GTX 1050.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×