Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Gabriel Silva 4

Membros Juniores
  • Total de itens

    8
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

2

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Rio de Janeiro/RJ
  • Sexo
    Masculino
  1. O fio terra aqui no meu chuveiro também é mais fino que o fase. Concordo que possa dificultar, mas talvez um fio terra de maior seção atraia mais fuga de corrente, ocasionando mais disparos do DR, o que seria indesejável. Estudando mais a fundo, esses chuveiros me parecem verdadeiras gambiarras, não tem como ser muito seguro não. O que acha disso, @faller?
  2. Se eu entendi bem, o corpo desse suposto chuveiro totalmente metálico então jamais poderia ser ligado ao aterramento porque atrairia ainda mais corrente de fuga, dificultando muito o chuveiro ser compatível com DR, certo? Na situação extrema oposta, um chuveiro que não existisse esse "pescador" seria mais facilmente compatível com DR porém haveria uma maior chance de ocorrer aquele "choquinho irritante" na torneira, justamente por não haver ninguém para capturar e desviar para o aterramento uma eventual corrente de fuga. Certo? Então o departamento de engenharia tem que se preocupar em impedir os usuários de tomarem choque colocando os pescadores mas também não podendo colocar muitos pescadores porque se não acabam induzindo uma maior corrente de fuga que poderia disparar o DR
  3. E você estava certo, era o terra mesmo, assim como em todos os chuveiros elétricos vai ser também. Eu não sei como eles fazem para reduzir as fugas de corrente, mas se a resistividade da água baixar um pouco em algum dia por qualquer motivo a tal "compatibilidade com DR" nesses chuveiros comuns acaba. Isso quer dizer que em chuveiros com resistência não-blindada sempre tem fugas de corrente porque a resistência está imersa na água e a água é condutora. Discordo do @faller que estes "pescadores" ajudem a cumprir a compatibilidade com DR, justamente por eles sempre estarem ligados ao terra. Tudo que passar por eles será fuga de corrente, somente os elétrons "fujões" o alcançam. Não tem mais como resgatá-los, a não ser que se ligue o fio verde no neutro, onde eles retornariam para o neutro posteriormente que deveria ser o caminho normal. Estes "pescadores" existem na verdade para evitar que você tome aquele choquinho incômodo, cuja corrente não chega a disparar o DR e nem machuca ninguém, mas incomoda pra caramba! Esse valor de disparo normalmente é de 30mA, a Lorenzetti conseguiu de alguma forma fazer com que seus chuveiros comuns tivessem fuga de corrente abaixo desse valor. Mas a fuga ainda existe e não a toa tomamos o choquinho incômodo se não ligarmos o fio verde ao aterramento. E caso liguemos o aterramento, a corrente de fuga continuará existindo pelo fio terra com a "conivência" do DR, digamos assim. Na primeira situação (terra desligado) a fuga se dá pelo seu corpo, na segunda (terra ligado) a fuga se dá pelo fio verde. Já o chuveiro com resistência blindada não acontece nada disso, é como se fosse um equipamento elétrico qualquer, em que você normalmente não toma nenhum choquinho quando em uso normal. Basta ligar fase e neutro que tudo funciona sem maiores transtornos, sempre será compatível com DR.
  4. Obrigado a todos pelos esclarecimentos, mas já dei o problema como resolvido. Essa potência de 3200W está suficiente para minhas necessidades e ainda me faz economizar água e energia. Não acho que convém colocar uma ducha com opções de maiores potências sendo que minha rede elétrica não tem estrutura para isso, e como trocar a fiação está fora de cogitação para mim está solucionado o problema. abraços!
  5. Finalmente achei a resistência de 3200W aqui e já instalei ela. O disjuntor não desarma mais e achei o aquecimento da água satisfatório, mas sei que nos dias mais frios posso vir a sofrer com a temperatura! Apesar do menor conforto, vou acabar economizando energia e água também, porque vou ter que abrir menos a torneira! Essa hydra thermosystem é daquelas eletrônicas? Ouvi falar que essas duchas eletrônicas que geram bastante ruídos de EMI/RFI na rede elétrica. Acho que a solução ideal pra mim seria uma ducha comum de 4000W, só que o mercado não colabora, a gente só vê Lorenzetti e Fame pra vender com essas potências de 4600W pra cima.
  6. Instalei aqui, funcionou mas depois de uns 15 minutos de banho sempre desarma... Chamei um eletricista aqui e ele falou que a fiação é de 2,5mm² e só aguenta 20A mesmo. Então não dá pra trocar o disjuntor. Estava lendo o manual de instruções para substituição da resistência que veio junto com o chuveiro Lorenzetti que eu comprei e aqui tem uma tabela informando qual o disjuntor e a seção do condutor indicados: O disjuntor de 20A em 220V pede uma potência de 3200W, então vou procurar essa resistência pra comprar. Achei essa aqui na internet http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-762017916-resistncia-lorenzetti-maxi-ducha-220v-x-3200w-2-unid-_JM Mas antes vou dar uma olhada aqui no comercio local mesmo pra ver se encontro, apesar de que liguei pra vários lugares já e eles só tem de 4600 ou 5500W, vai entender!
  7. Olá, me mudei para um apartamento em que o disjuntor do circuito do chuveiro é de 20A e a tensão é de 220V. Pelas minhas contas eu poderia instalar um chuveiro aqui de no máximo 20A x 220V = 4400W Porém eu só acho chuveiros de 4600W ou mais, que puxariam 4600W / 220V = 20,91A ou mais A minha pergunta é: O disjuntor vai viver desarmando se eu instalar esse chuveiro de 4600W aqui ou ainda ta dentro da tolerância pra esse disjuntor??

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×