Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

WestJoker

Membros Juniores
  • Total de itens

    17
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    N/D

Reputação

21

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Aracaju/SE
  • Sexo
    Masculino

Meu PC

  • Processador
    Intel Core i7 3770
  • Cooler
    Corsair H80
  • Placa de vídeo
    Gigabyte GTX 1080 G1 Gaming
  • Placa-mãe
    Gigabyte GA-B75M-D3H
  • Memória
    2x8 DDR3 Corsair Vengeance
  • HDs
    3TB Western Digital SATA III | 2 x 1,5TB Samsung SATA II
  • SSDs
    Intel 300GB SATA II
  • Gabinete
    Cooler Master N200
  • Fonte
    Corsair HX 620W
  • Mouse
    Kensington Pro Fit Wired
  • Teclado
    Razer Blackwidow
  • Headset
    Microsoft LX-3000
  • Sistema Operacional
    Windows 10
  • Browser
    Google Chrome
  • Antivírus
    Kaspersky Internet Security 2017
  1. Mais um belo teste, esse em específico será bastante útil para mim, pois eu estou já a algum tempo pesquisando modelos de SSDs do tipo M.2 para comprar, estou esperando a Black Friday pra ver se aparece algum preço bacana, mas pelos testes e olhando os preços atuais esse modelo é um forte concorrente na minha lista. Obrigado @Rafael Coelho e toda equipe CdH. PS: Seria interessante se houvesse como verificar as temperaturas em Idle e Full Load, falo isso porque nas minhas pesquisas de SSDs M.2, vi em alguns fóruns pessoas comentando de uma temperatura consideravelmente alta em certos modelos M.2 em comparação com os tradicionais SATA de 2,5", chegando, em alguns casos, a interferir na performance por causa da temperatura alta.
  2. Espero que a AMD continue batendo de frente com a Intel cada vez mais forte, sei que não sou nem perto do público alvo desses produtos, mas algo que me chama a atenção é esse TDP de 250W mesmo com litografia em 12nm, enquanto o i9 7980XE possui TDP de 165W com litografia em 14nm. Entretanto como esses dois modelos de Threadrippers de 250W de TDP possuem mais núcleos e threads que o Intel talvez esse TDP seja justificável, ainda mais levando em conta o preço mais atrativo. Eu só me pergunto até quando essa onda de colocar mais núcleos vai durar. O que está acontecendo hoje com essa guerra de Núcleos me parece exatamente o que acontecia na década de 90 quando a briga era em processadores de apenas um único núcleo e as fabricantes brigavam para ver quem conseguia colocar o clock mais alto, até que chegou um momento que apenas aumentar o clock já não era mais sinônimo de melhor performance, e começaram a surgir novas arquiteturas.
  3. Obrigado @Rafael Coelho e @RobertoGB pelos esclarecimentos e explicações dadas. Realmente as limitações de aquisição de equipamentos mais profissionais para testes aqui no Brasil tornam o cenário complicado para muitos, é uma pena, inclusive eu sempre me baseava nos testes do CdH antes de adquirir uma fonte de alimentação. Quando o @Gabriel Torres estava acho que na Austrália se não me engano era muito mais fácil conseguir tais equipamentos para realizar os testes acredito eu. É uma pena, mas eu compreendo a situação atual, não tá fácil pra ninguém. Espero que um dia essa situação atual do país possa mudar e se tornar muito mais simples e barato tanto empreender como importar produtos de fora.
  4. @Rafael Coelho parabéns por mais um ótimo teste. Acerca dos comentários me permitam deixar minha opinião de que essa questão de preços de placas ao meu ver não é culpa exclusivamente da mineração. Temos que analisar todos os cenários envolvidos, aliás de vez em quando cheguei a acompanhar alguns tópicos sobre mineração e artigos de mineradores profissionais e ao que parece há um consenso entre eles de que inclusive as placas da Nvidia são melhores para mineração visto renderem pouco menos ou igual as da AMD, com muito menos energia. Levando isso em consideração, é de certa forma ilógico atribuir os preços das placas AMD exclusivamente ao problema da mineração. Ao meu ver o que pareceu durante todo esse tempo é que a própria AMD parece que não deu conta de suprir o mercado com suas placas (talvez por usar a tal memória HBM2 o processo de fabricação seja mais complexo e demorado, e porque não até mais caro), haja vista a demora gritante da própria AMD lançar as VEGA no mercado, placas essas que já vinham sendo prometidas a muito tempo e que inclusive a AMD teve que "requentar" suas placas lançando as RX 5XX porque ao meu ver viram que não conseguiriam lançar as VEGA no prazo esperado. Outro fator ainda sobre esse ponto é de que até mesmo desde o lançamento das VEGA havia um problema de suprimento, o Brasil mesmo recebeu pouquíssimas unidades das VEGA e caríssimas e , como eu vi num artigo de um minerador sobre isso ele argumentando que nenhum minerador sério que se preze iria de imediato comprar várias placas no seu lançamento, sem nem ao menos esperar para verificar os testes de performance e consumo, e depois ainda verificar o rendimento das mesmas na própria mineração, o que não justifica a escassez de placas VEGA logo no lançamento. Outro fator talvez responsável pelo aumento de preços seja a escassez de memórias, ao que parece que essa escassez não afetou somente o ramo de memórias DDR4, e sim o mercado como um todo. Uma coisa ficou clara nesse teste é que de fato a VEGA 56 em termos de desempenho não é uma concorrente da GTX 1080, até porque a 1080 foi superior em praticamente todos os testes, sendo ela uma versão padrão sendo colocada contra uma VEGA 56 com Overclock de fábrica, o que por si só já seria de se esperar um desempenho um pouco superior. Minha única sugestão é de que seria muito bom se pudessem adicionar no teste um gráfico do consumo das placas em Idle e Full Load. A VEGA 56 normal por padrão já possui um consumo um pouco maior do que a 1080 o que me leva a crer que nesse teste, utilizando um modelo com Overclock a diferença de consumo de ambas as placas tenha sido ainda maior, o que só me leva a conclusão de que a VEGA 56 como o próprio @Rafael Coelho citou no artigo só vale a pena se for encontrada com um valor abaixo da GTX 1080. Eu só não entendi o motivo do selo de produto recomendado, visto que em termos de preço de mercado atuais é muito mais custo-benefício adquirir uma GTX 1080, ou até mesmo uma 1070 que não fica nem muito atrás em desempenho da 1080, custando consideravelmente menos e ambas consumindo menos energia que a concorrente também. No mais, agradeço mais uma vez pelos testes postados no site sempre que possível.
  5. Adoro as reportagens sobre as novidades tecnológicas da @Flavia Dutra! Realmente o que mais me impressionou foram os 10 anos de garantia! Se o RMA for tão bom quanto a propaganda é um produto a ser considerar fortemente. Só resta saber se realmente conseguem fornecer o que prometem. Realmente como o colega @Rodrigo J Polette mencionou é bastante curioso a presença desse capacitor. Será que é em apenas um único cabo ou em todos? Seria muito bom ver um teste do CdH e verificar se há alguma diferença notável principalmente em relação às interferências e o nível de ruído elétrico com a presença desse componente.
  6. Contanto que o sr. não tente dominar o mundo acho que está tranquilo chamar-lhe futuramente de Dr. rs! Mais um brilhante artigo, muito bom Mestre @Rafael Coelho! Acho que depois de hoje os terraplanistas vão parar de acessar o CdH kkkk!
  7. Obrigado @Gabriel Torres pela dica e @Andre Gordirro pelo artigo!
  8. Seria interessante se o CdH conseguisse uma dessas pra testar o desempenho dela em relação às tradicionais On Board que usamos no dia a dia.
  9. Parabéns pelo artigo @Rafael Coelho! Explicação bem sucinta e objetiva. Veremos se agora alguns entenderão que a metodologia do CdH é tão, ou mais válida, quanto a de outros veículos por aí! Um grande abraço!
  10. Gabriel, em primeiro lugar parabéns pelo empenho primoroso em sempre manter esses artigos gerais atualizados sempre que vão aparecendo várias mudanças no cenário. Tenho apenas uma sugestão. Não seria conveniente aidicionar uma nota explicativa no artigo referente a alguns soquetes? Estou tomando como exemplo o Socket 1151 da Intel que apesar de ser o mesmo soquete processadores da 8 Geração não funcionam em placas-mães com chipsets 2XX e 1XX e vice-versa, processadores da 7 ou 6 não funcionam em chipsets 3XX. Sabemos que existem formas de burlar essas limitações com modificações não oficiais nas BIOS, mas oficialmente é algo bloqueado, sendo assim não seria prudente adicionar a informação, de que, para determinados processadores há que se verificar também a compatibilidade via chipset? Lembro que isso aconteceu também com o 775, não me recordo se acontecia com outros. Abraços!
  11. A AMD está de parabéns na sua divisão de Processadores, só falta agora colocar pressão na Nvidia também. Pra mim a melhor coisa foi ser retro compatível. Oxalá a Intel aprendesse com ela, ou pelo menos se lembrasse da época dos 478 e 775.
  12. Pois é @Evandro até para os padrões americanos esse preço é fora da realidade pelo menos para o que oferece a princípio. E como não foi divulgado ainda as especificações do Hardware dele só podemos conjecturar, mas a princípio eu vi um dispositivo muito semelhante a um Raspberry Pi 3, que diga-se de passagem é altamente customizável, vi comentários gringos inclusive fazendo um paralelo com o fiasco do Ouya, e porque não lembrar do nosso "famigerado" Zeebo rs.
  13. @Evandro grande amigo, permita-me apenas tecer uma opinião sobre as cadeiras "gamer", eu tenho uma que comprei recentemente depois que minha cadeira antiga quebrou, e o modelo que eu comprei vem com um tipo de encosto ou almofada para a lombar que rapaz, faz uma diferença brutal para mim que tenho dores nas costas. E a regulagem de posições e a qualidade de construção do material dela é excelente, melhor que muita cadeira presidente por aí. Obviamente não acho que vale o preço cobrado no mercado, a minha foi seminova, mas o conforto que ela proporciona eu nunca tinha experimentado em outra cadeira até então! Quanto ao @Gabriel Torres só tenho a agradecer por anos e anos de contribuição e conhecimento passados no ramo da tecnologia e informática principalmente! Essa série de desmistificar mitos está excelente! Já passei pra vários amigos inclusive sobre estabilizadores para ver se eles abandonam de vez essas velharias! Obrigado Gabriel e toda equipe CDH!
  14. Falando especificamente da brilhante comparação, aqui é exatamente assim, e pagamos absurdas quantias de IPVA para ter esse tipo de serviço! Quanto a este processador ainda estou tentando entender qual foi da AMD em requentar uma arquitetura defasada e comprovadamente ineficiente frente a concorrência.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×