Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Cristina2000

Membros Juniores
  • Total de itens

    19
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    N/D
  1. Oi, Devair Obrigada pela ajuda. Só que eu já fiz dessa forma. Deu certo. Eu estou tentando resolve dessa outra forma também. Porque como eu estou me preparando para o mercado de trabalho eu quero aprender a usar um contador.
  2. Olá! Eu consegui resolver esse exercício usado if/else, contudo eu quero aprender a resolver o exercício usando um contador. Só que até agora não consegui. Gostaria de uma ajuda. Obrigada!!! Eu anexei como está sendo a saída *************************************** //Dada uma sequência de n numeros reais,determinar os números que compõem a sequênia //e o número de vezes que cada um deles ocorre na mesma. #include <stdio.h> #include <stdlib.h> #define TAMANHO 50 int main() { int i,num1,frequencia[21]={0},vetor[TAMANHO]={0}; srand(time(NULL)); for(i=0;i<TAMANHO;i++){ //cria um vetor com números aleatórios de 1 até 20 num1=rand()%20+1; vetor[i]= num1; } printf("\n*****Sequencia desordenada*****\n\n"); //imprime o vetor for(i=0;i<TAMANHO;i++){ printf("%4d",vetor[i]); if((i+1)%10==0) printf("\n"); } for(i=0;i<50;i++){ //contador frequencia(conta quantas vezes cada número aparece) ++frequencia[vetor[i]]; } printf("\n\n"); printf("%s%20s\n","valor","frequencia"); for(i=0;i<=20;i++){ printf("%4d%20d\n",i,vetor[i]); } return 0; }
  3. Obrigada!!!
  4. O vetor é criado de forma aleatória. Só que no momento da ordenação o primeiro elemento é modificado para "zero" e o último elemento é excluído. Alguém consegue entender o que está acontecendo? Obrigada #include <stdio.h> #define TAMANHO 30 int main (){ int n,i,j,cont=0,maior,vetor[TAMANHO]={0}; srand(time(NULL)); printf("Digite n\n"); //Cria os numeros do vetor de forma aleatória scanf("%d",&n); for(i=0;i<n;i++){ vetor[i]=rand()%20+1; } for(i=0;i<n;i++){ printf("%4d",vetor[i]); } printf("\n\n"); for(i=0;i<n;i++){ //ordena o vetor for(j=0;j<n;j++){ if(vetor[j]>vetor[j+1]){ maior=vetor[j]; vetor[j]=vetor[j+1]; vetor[j+1]=maior; } } } for(i=0;i<n;i++){ printf("%4d",vetor[i]); } return 0; }
  5. Deu certo. Obrigada!!!
  6. Obrigada!!!
  7. Olá Eu não estou entendendo o que está acontecendo. Eu entro com o inteiro, só que o programa não continua. Eu necessito dar dois novos números para ele continuar. E no segundo numero ele só para após eu digitar 8 números. Alguém poderia me explicar porque isso está acontecendo?
  8. Olá Em func1 você declarou mtz como um vetor só que não o inicializou. mtz[5]={0}; Dentro do for você não está usando mtz como vetor. O correto seria mtz[i]=3*i+2; E em printf: mtz[i]
  9. Olá, em primeiro lugar quero agradecer-lhe a boa disposição em ajudar. Obrigada Eu entendi o que quis dizer, só que dessa forma o programa vai imprimir a carta baralho[j] em primeiro lugar independente se carta=1 ou carta=32.Só que na função embaralha as cartas foram embaralhadas e as posições para serem impressas são as posições de carta, ou seja, a primeira carta a ser impressa deve ser carta=1 depois carta=2 e assim por diante.
  10. Olá. Estou precisando de ajuda com este programa. Já tentei de tudo e não consigo fazê-lo rodar. O programa roda até entrar na função distribui(Esta função acessa a função anterior que embaralhou as cartas e as distribui). Então ele chega até o if e pára. Não estou entendendo porque ele não imprimi as cartas. Se alguém puder me ajudar eu agradeço. Abs //Programa para embaralhar e distribuir cartas #include <stdio.h> #include <stdlib.h> #include <time.h> #define TAMANHO1 4 #define TAMANHO2 8 #define TAMANHO3 32 void embaralha(int baralhow[][TAMANHO2], int ); void impressao(int baralhow2[][TAMANHO2], int ,char *facew2[TAMANHO2],char *naipew2[TAMANHO1]); void distribui(int baralhow3[][TAMANHO2], int ,char *facew3[TAMANHO2],char *naipew3[TAMANHO1]); int main(){ char *naipe[TAMANHO1]={"copas","espada","ouro","paus"}, *face[TAMANHO2]={"As","Dois","Tres","Quatro", //Eu não coloquei o baralho inteiro para facilitar "Cinco","Seis","Sete","Oito"}; //Quando arrumar o erro eu coloco todas as cartas int baralho[TAMANHO1][TAMANHO2]={0}; srand(time(NULL)); printf("Impressao do baralho ordenado"); impressao(baralho,TAMANHO2,face,naipe); embaralha(baralho,TAMANHO2); printf("Impressao do baralho misturado\n"); distribui(baralho,TAMANHO2,face,naipe); return 0; } void embaralha(int baralhow[][TAMANHO2], int tamanho){ //embaralha as cartas int i,j,carta; for(carta=1;carta<=TAMANHO3-1;carta++){ i=rand()%4; j=rand()%8; while(baralhow[j][i]!=0){ i=rand()%4; j=rand()%8; } if(baralhow[j][i]==0){ baralhow[j][i]=carta; } } } void distribui(int baralhow3[][TAMANHO2],int tamanho2,char *facew3[TAMANHO2],char *naipew3[TAMANHO1]){ //distribui as cartas que foram embaralhadas int i,j,carta; for(carta=1;carta<=TAMANHO3-1;carta++){ for(j=0;j<=TAMANHO2-1;j++){ for(i=0;i<=TAMANHO1-1;i++){ //O programa acessa esta função mas pára no if if(baralhow3[j][i]==carta){ printf("%s de %s\n",facew3[j],naipew3[i]); } } } } } void impressao(int baralhow2[][TAMANHO2],int tamanho,char *facew2[TAMANHO2],char *naipew2[TAMANHO1]){ //imprime o baralho de modo //ordenado -primeira impressao int i,j; printf("\n\n"); for(j=0;j<=TAMANHO2-1;j++){ for(i=0;i<=TAMANHO1-1;i++){ printf("%s de %s\n",facew2[j],naipew2[i]); } } printf("\n\n"); }
  11. Muito obrigada Arthur. Deu certo!!!
  12. Olá a todos. Eu consegui rodar o programa ele imprime as cartas aleatoriamente. Até aí tudo bem. Só que ele imprimie tudo de uma vez só. Já mostra todas as cartas. Eu gostaria de saber se existe uma forma de fazer com que o cmd corra lentamente, isto é, ir mostrando uma linha de cada vez. Obrigada //Distribuição de cartas de um baralho #include<stdio.h> #include<stdlib.h> #define TAMANHO1 4 #define TAMANHO2 13 #define TAMANHO3 52 void impressao(char *x[], char *y[]); void impressao2(void); void embaralha(int [][TAMANHO2],char *[],char *[]); void distribui(int baralho[][TAMANHO2],char *[], char *[]); main(){ char *naipe[TAMANHO1]={"copas","paus","espada","ouro"}; char *face[TAMANHO2]={"AS", "DOIS","TRES","QUATRO","CINCO", "SEIS","SETE","OITO","NOVE","DEZ", "VALETE","DAMA","REI"}; int baralho[TAMANHO1][TAMANHO2]={0}; srand(time(NULL)); impressao(naipe,face); impressao2(); printf("\n\n"); system("pause"); printf("\n\n"); embaralha(baralho,naipe,face); distribui(baralho,naipe,face); return 0; } void impressao(char *naipew[TAMANHO1],char *facew[TAMANHO2]){ int i,j; for(i=0;i<=TAMANHO1-1;i++){ for(j=0;j<=TAMANHO2-1;j++){ printf("%s de %-8s \t",facew[j],naipew[i]); if(j%2==0) printf("\n"); } } } void impressao2(void){ int k; printf("\n\n"); for(k=0;k<=40;k++) printf("*"); printf("\n\n"); } void embaralha(int baralhow[][TAMANHO2],char *naipew2[TAMANHO1], char *facew2[TAMANHO2]){ int i,j,carta; for(carta=1;carta<=TAMANHO3;carta++){ i=rand()%4; j=rand()%13; while(baralhow[i][j]!=0){ i=rand()%4; j=rand()%13; } if(baralhow[i][j]==0){ baralhow[i][j]=carta; } } } void distribui(int baralho[][TAMANHO2], char *naipew3[TAMANHO1], char *facew3[TAMANHO2]){ int carta, i,j; for(carta=1;carta<=TAMANHO3-1;carta++){ for(i=0;i<=TAMANHO1-1; i++){ for(j=0;j<=TAMANHO2-1;j++){ if(baralho[i][j]==carta){ printf("%s de %-8s",facew3[j],naipew3[i]); printf("\n"); } } } } }
  13. Olá. Vou fazer isso. Irei implementando com o tempo essa mudanças. Muito obrigada
  14. Olá a todos Bom dia Eu estou com uma dúvida e agradeceria quem pudesse me ajudar. Eu tenho sido alvo de um assédio muito agressivo por parte de alguns indivíduos com péssima índole. Eles tem me perseguido de forma incessante. Estou desempregada e necessitando urgentemente conseguir alguma forma de me manter. Todas as minhas tentativas acabam frustradas devido às perseguições que essas pessoas fazem. Sou formada em matemática, mas devido a incidentes envolvendo o assédio não posso exercer minha profissão. Eu me tornei um alvo fácil para qualquer tipo de mau caráter. Minhas últimas buscas na tentativa de fazer algo incluíram procurar bicos em finais de semana como ajudante geral em buffet, como garçonete e entregar folhetos em farol. Cheguei a conversar com o senhor que entrega serviços para trabalhar em faróis, mas depois ele voltou atrás. Acredito (Não tenho certeza) que influenciado por essas pessoas que me perseguem. O fato é que estou tentando voltar para a área de programação. E uso todo o meu tempo disponível para conseguir me desenvolver o mais rápido possível. É a minha prioridade, as outras áreas de minha vida estão depois da programação. Preciso algo para me manter, urgentemente. Eu sei que com o tempo os meus códigos irão melhorando em clareza, desempenho e demais necessidades. A minha dúvida agora é que tenho a impressão que estou sendo sabotada pelas pessoas que me perseguem. Eles querem escolher por mim em que eu devo trabalhar. Querem que eu faça o que eles mandam. Até porque fica bem mais fácil manter o assédio se eu estiver empregada e trabalhando para outros. Se eu conseguir trabalhar por conta própria dificulta um pouco as perseguições. Como eles invadem minha máquina constantemente, acredito que eles estão sabotando os meus programas para me fazer acreditar que não tenho capacidade. Só que me causou um efeito contrário. Se eu, realmente, não tivesse capacidade, eles não precisariam ficar me sabotando. Não haveria necessidade, não é mesmo? E caso eu não tenha mesmo capacidade, somente o tempo irá dizer e não gente sem escrúpulos, que não tem o que fazer da vida, além de tentar prejudicar outra pessoa. Eu não vejo problemas em ficar buscando erros nos programas em que eu faço. O que eu não quero é ficar perdendo tempo, em algo fabricado para me fazer perder um tempo precioso(para quem está desesperadamente necessitando de uma fonte de renda) e também me desestimular em busca do meu sonho de me manter e trabalhar com programação, lembrando que eu já fiz programação há 30 anos atrás, com Cobol. Mas acabei abandonando a área, apesar de gostar muito e ter me saído muito bem na época. Gostaria que me dissessem se há algo de errado com o programa que escrevi para estar dando um erro tão esdrúxulo assim. Porque ele está dando um erro que eu acredito que é “fabricado”. Por favor não me deem a resposta de como arrumá-lo. Caso o IDE esteja funcionando corretamente , e não seja algo “proposital” eu sei que é bom para mim encontrar o erro sozinha. Só quero saber se o que está acontecendo é normal ou não, quero dizer, quero saber se não tem ninguém mexendo no compilador e causando estes erros que para mim, aparentemente, são sem sentido. Eu sei que preciso melhorar em muita coisa, e é para isso que estou treinando e também sei que isso vem com o tempo. Minha preocupação agora é em saber se estou sendo “sabotada” propositalmente por alguém. Desde já o meu muito obrigado. Muita paz e amor à todos. Segue abaixo o programa que fiz e com a forma como está rodando. (Ainda não terminei tudo, parei por achar que estava rodando de um modo muito estranho) Ele tinha que para no primeiro total das vendas. Não consigo achar nenhuma razão para ele pedir novamente a quantidade de produtos. ENUNCIADO: Use um array bidimensional para resolver o seguinte problema: Uma companhia tem 4 vendedores que vendem 5 produtos diferentes. Uma vez por dia cada vendedor elabora um memorando de cada tipo diferente de produto vendido. Cada memorando contem: 1. o numero do vendedor 2. O numero do produto 3. O valor toral do produto vendido naquele dia O programa está pedindo novamente a quantidade de produtos e eu não vejo como isso pode estar acontecendo. A meu ver não tem como ele voltar e pedir novamente por isso. Por este motivo eu acho que minha máquina está sendo sabotada. Tomara que eu esteja enganada. O programa deveria parar no primeiro total de vendas. //6.22 #include <stdio.h> #define TAMANHO1 4 #define TAMANHO2 5 #define PRODUTO1 15 #define PRODUTO2 20 #define PRODUTO3 25 #define PRODUTO4 30 #define PRODUTO5 35 int vendedor(int vendas[TAMANHO1][TAMANHO2],int num_vendedor); int produto(int vendas[TAMANHO1][TAMANHO2],int num_vendedor,int num_produto); int imprime(int vendas[TAMANHO1][TAMANHO2]); int main(){ int num_vendedor,num_produto,cont=0,vendas[TAMANHO1][TAMANHO2]={0}; while(cont<10){ printf("\n\nDigite o vendedor\n"); scanf("%d",&num_vendedor); vendedor(vendas,num_vendedor); produto(vendas,num_vendedor,num_produto); cont++; } imprime(vendas); return 0; } int vendedor(int vendas[TAMANHO1][TAMANHO2],int num_vendedor){ int i,array,num_produto; switch(num_vendedor){ case 1: printf("Digite o numero do produto\n"); scanf("%d",&num_produto); array=vendas[1][num_produto]; produto(vendas,num_vendedor,num_produto); break; case 2: printf("Digite o numero do produto\n"); scanf("%d",&num_produto); array=vendas[2][num_produto]; produto(vendas,num_vendedor,num_produto); break; case 3: printf("Digite o numero do produto\n"); scanf("%d",&num_produto); array=vendas[3][num_produto]; produto(vendas,num_vendedor,num_produto); break; case 4: printf("Digite o numero do produto\n"); scanf("%d",&num_produto); array=vendas[4][num_produto]; produto(vendas,num_vendedor,num_produto); break; } } int produto(int vendas[TAMANHO1][TAMANHO2],int num_vendedor,int num_produto){ int i,array,num,total; switch(num_produto){ case 1: printf("Digite a quantidade de produtos\n"); scanf("%d",&num); total= PRODUTO1*num; vendas[num_vendedor][num_produto]=total; printf("total das vendas[%d][%d]= %d\n",num_vendedor,num_produto,total); break; case 2: printf("Digite a quantidade de produtos\n"); scanf("%d",&num); total= PRODUTO2*num; vendas[num_vendedor][num_produto]=total; printf("total das vendas[%d][%d]= %d\n",num_vendedor,num_produto,total); break; case 3: printf("Digite a quantidade de produtos\n"); scanf("%d",&num); total= PRODUTO3*num; vendas[num_vendedor][num_produto]=total; printf("total das vendas[%d][%d]= %d\n",num_vendedor,num_produto,total); break; case 4: printf("Digite a quantidade de produtos\n"); scanf("%d",&num); total= PRODUTO4*num; vendas[num_vendedor][num_produto]=total; printf("total das vendas[%d][%d]= %d\n\n\n",num_vendedor,num_produto,total); break; case 5: printf("Digite a quantidade de produtos\n"); scanf("%d",&num); total= PRODUTO5*num; vendas[num_vendedor][num_produto]=total; printf("total das vendas[%d][%d]= %d\n",num_vendedor,num_produto,total); break; } } int imprime(int vendas[TAMANHO1][TAMANHO2]){ int i,k; for(k=0;k<4;k++){ for(i=0;i<4;i++){ printf("vendas[%d][%d] = %d\n",k,i,vendas[k][i]); } } }
  15. Estou postando o código. Não estou conseguindo usar o botão "code" a tela abre mas fica travada, então postei assim mesmo. //24. São dados dois números inteiros positivos p e q, sendo que //o número de dígitos de p é menor ou igual ao número de dígitos de q. Verificar se p é um subnúmero de q. //Exemplos: //p = 23, q = 57238, p é subnúmero de q. //p = 23, q = 258347, p não é subnúmero de q. #include<stdio.h> #include<math.h> int main(){ int p,q,x,y,tot1=0,tot2=0, tot3,tot4,tot5,pot1,pot2, num1,num2,cont=0; printf("Digite p e q\n"); scanf("%d %d",&p,&q); x=p; y=q; while(x>=1){ x=x/10; tot1++; } tot3=tot1-1; tot5=tot3; while(y>=1){ y=y/10; tot2++; } tot4=tot2-1; if(tot1>tot2){ printf("p nao pode ser maior que q digite outros numeros\n"); system("pause"); } pot1=pow(10,tot3); //calculo da potencia de p pot2=pow(10,tot4); //calculo da potencia de q num1=p/pot1; num2=q/pot2; tot3--; tot4--; while(tot3>=0){ if(num1==num2){ cont++; pot1=pow(10,tot3); pot2=pow(10,tot4); printf("pot2=%d\n",pot2); num1=p/pot1; num2=q/pot2; tot3--; tot4--; } else{ //Não terminei ainda esta condição //parei porque os calculos estão dando errados } } if(cont==tot5) printf("O numero %d e subnumero de %d\n",p,q); else printf("O numero %d nao e subnumero de %d",p,q); system("pause"); return 0; }

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda a ler resistores e capacitores

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!