×
Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Bakura Ryo

Membro VIP
  • Posts

    2.218
  • Cadastrado em

Reputação

1.252

Sobre Bakura Ryo

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Ouro Preto - MG
  • Sexo
    Masculino

Meu PC

  • Processador
    Ryzen 5 1600 (AF)
  • Cooler
    Wraith Spire
  • Placa de vídeo
    Sapphire Radeon® RX 550 4GB Pulse
  • Placa-mãe
    ASRock A320M-HDV R4.0
  • Memória
    (2x) XPG Spectrix D41 TUF 8GB DDR4 3000 MT/s (CL16)
  • HDs
    ST500D (500GB)
  • SSDs
    SanDisk Ultra 3D NVMe (500GB) | Kingston SA400 (480GB) | Kingston SA400 SATA (240GB)
  • Gabinete
    Corsair iCUE 220T RGB (White)
  • Fonte
    PCYes Electro V2 400W
  • Mouse
    Logitech G MX518
  • Teclado
    Sharkoon Shark Skiller SGK3
  • Headset
    HP Omen 800
  • Monitor
    LG 32"
  • Sistema Operacional
    Windows 11 Pro
  • Browser
    Mozilla Firefox
  • Antivírus
    Windows Defender

Meu Smartphone

  • Marca e modelo
    Redmi 6A
  1. Minha sugestão fica para a ASRock B450M Steel Legend. https://www.terabyteshop.com.br/produto/11110/placa-mãe-ASRock-b450m-steel-legend-chipset-b450-amd-am4-matx-DDR4 https://www.pichau.com.br/placa-mãe-ASRock-b450m-steel-legend-DDR4-socket-am4-chipset-amd-b450 Sugiro que contrate o serviço de atualização de BIOS, caso compre nessas lojas. Para a fonte, 550W parece algo razoável pensando a médio e longo prazo. Corsair é boa marca. Para o processador, eu usaria ele com o coolerbox primeiro. Ele tem fama de "no limite", mas, ainda assim, pode ser que o cooler stock atenda a demanda e não necessariamente você precise de um novo. No entanto, se a preocupação existir pelo uso de um gabinete fechado, com pouca circulação de ar ou se morar em uma região quente, é justificável a compra do cooler já de início.
  2. Especificamente pensando em League Of Legends, um Ryzen 5600(X), Core i5 10400/11400 ou mesmo 12400 devem ser suficientes para atender a demanda. Sua placa de vídeo atual, para este game e outros do mesmo nível de exigência, deve tranquilamente suportar a carga de uso. Pensando em maturidade da plataforma, a série 5XXX da AMD parece melhor opção. Porém a utilização do QuicSync pode, facilmente, fazer a plataforma Intel ser superior para o seu uso. Recomendo que planeje quais programas de edição e captura pretende usar. Se aceitarem aceleração via QuicSync, dê preferência para os modelos Intel que não acompanhem a terminação F em sua nomenclatura. Estes possuem gráfico integrado que farão a dita aceleração neste uso específico. Única preocupação fica com a fonte, que não é confiável. Tem a análise do Teclab, referente ao modelo N1 400, demonstrando onde e porque ela não é adequada. Esquenta demais e falha em entregar níveis de eficiência próximos ao quais são oferecidos no mercado por concorrentes de boa reputação. Ou seja, a fonte está nivelada junto com a galera "podre" do mercado. É preocupante.
  3. @random__ - caso seja o modelo N1 (foto e página abaixo) essa fonte não é confiável. A EVGA tem bons modelos de fonte, este não é um deles. https://br.evga.com/products/product.aspx?pn=100-N1-0400-L1 É necessário que cesse o uso deste equipamento. O estabilizador vai causar problemas e várias adversidades que, aparentemente, não estarão relacionadas ao mesmo com o passar do tempo. Além de não proteger, ele por si só danifica componentes nele conectados - por sua lentidão em ajustar a energia fornecida. Sem falar que ainda causa stress excessivo em sua fonte, que já não é boa. Para seu upgrade, quais jogos pretende jogar? A princípio, me parece mais interessante trocar o processador, placa-mãe e fonte. Sua GTX 1050Ti ainda tem algum "caldo" a ser extraído.
  4. Olá @random__, seja bem-vindo(a) ao Fórum Clube do Hardware. 🙂 Pode nos informar qual marca e modelo de sua fonte? Faz uso de estabilizador de tensão ou módulo isolador de qualquer tipo? Sobre os tais problemas que está enfrentando, pode descrever melhor do que se trata?
  5. Eu não consigo afirmar com toda certeza. Como disse, me é desconhecida e suspeita. Achei, em pesquisa, um tópico no fórum sobre essa tal marca. Deixo este abaixo: Ainda que possa existir certa indicação sobre a marca ser sim de propriedade da Pichau, deixa várias dúvidas quanto à qualidade e garantias. A maior delas, se resume em um simples print: Se for este o caso, levantado pela suspeita do @Coyoote, é apenas mais certeza que é produto de qualidade ruim. Por se tratar de uma placa-mãe, é preocupante. Se o produto fosse bom, estariam batendo no peito pra dizer que é deles, não escondendo atrás de marca estranha. Isto é, se for mesmo uma linha secundária da Pichau.
  6. Olá, boa noite. 🙂 Pode conferir os processadores compatíveis com o chipset H81 em: https://ark.intel.com/content/www/br/pt/ark/products/75016/intel-h81-chipset.html A preocupação e dá mesmo pela marca da placa-mãe. Marca desconhecida e de qualidade duvidosa.
  7. Boa noite. 🙂 Não faz sentido que sejam soldados. Se for o caso, a Sharkoon mandou muito mau no projeto. 😞 Pela foto, sou levado a crer que remover o parafuso e puxar o protetor do slot PCI-E lateralmente deva levar à soltura deste. Em alguns gabinetes, a remoção de protetores se dá ao quebrar o metal que estará bem fino e maleável na área - propício para esta ação. Observe se é necessária a quebra. Confira, também, no manual como a empresa espera que sejam removidas tais proteções.
  8. Boa noite. Seja bem-vindo ao Fórum Clube do Hardware. 🙂 Seu processador não é compatível com a placa-mãe que pretende comprar. O suporte desta se estende aos processadores de décima e décima primeira geração de nomenclatura Intel Core e modelos Celeron ou Pentium 59XX e 6XXX. Pode conferir a informação em: https://www.ASUS.com/Motherboards-Components/Motherboards/PRIME/PRIME-H510M-E/HelpDesk_CPU/
  9. @Victor_Amorim - boa noite. Seja bem-vindo ao Fórum Clube do Hardware. 🙂 Esse dispositivo está bastante defasado, de forma que talvez não compense mais o investimento em dias atuais. A placa de vídeo é lançamento datado do ano 2017. E o processador, que provavelmente se trata do i5 2400, já tem mais de década desde que foi lançado. E ainda opera com memórias DDR3! A coisa fica crítica se pensarmos no futuro. O Windows 11 já não oferece suporte a esse processador, inviabilizando muito ter perspectiva alguma a médio e longo prazo para esse sistema. Essa placa de vídeo também não deve demorar a perder suporte. Já tem 5 anos de mercado e está como as últimas GCN ainda suportadas pela AMD, não deve tardar para que perca a capacidade de receber updates de driver e recursos. Sem falar que é uma placa de entrada, que oferece desempenho apenas para jogos leves, geralmente e-sports, e jogos antigos. E nem falamos da fonte! Mas por se tratar de um modelo de meros 200W, pode ter certeza que não é objeto a se depositar qualquer confiança. Quanto está sendo cobrado por esse computador? Minha sugestão: se for o seu dinheiro, não invista. Mas, caso nada disso citado te incomode e o preço esteja muito baixo ... talvez compense. Tenha em mente, no entanto, tudo que foi passado sobre. Essa fonte, por exemplo, é urgência em ser trocada.
  10. @Antony Carmelo - tente atualizar a BIOS do sistema para a versão mais recente, se disponível. Certifique-se de fazer o update em um momento onde não seja propenso à falta de energia ou qualquer desligamento inesperado do sistema, no entanto. A AMD lançou uma versão nova de microcódigo - AGESA 1.2.0.7 - justamente para a correção de travamentos que podem ou não acontecer em variados sistemas usando Windows 10 e Windows 11. O problema era um bug na fTPM, onde o funcionamento inadequado dela era responsável por uma constante validação de dados e credenciais. Com isso, o sistema todo ficava aguardando a validação de dados em variados momentos, causando stuttering durante o uso do dispositivo.
  11. @MUrisCuri - justamente por ter alterado nos dois sistemas é que deve estar causando esse "problema". Defina se usará o formato de hora local ou universal e altere para que ambos os sistemas usem o que selecionar. No caso do Windows, basta resetar ao padrão que ele altera para o modo de operação baseado em hora local. No caso Linux, o padrão é UTC. Idealmente, é mais viável alterar o Linux e manter o funcionamento de horário padrão de tempo para o sistema da Microsoft. É importante destacar que o sistema das janelas implica bastante em certas ocasiões quando usando o formato de tempo universal coordenado.
  12. @Batata Senna - boa noite. Seja bem-vindo ao Fórum Clube do Hardware. 🙂 Sua placa-mãe atual não suporta a utilização de processadores da linha Ryzen. FM2 é uma plataforma já antiga, com suporte à DDR3. Para usar os Ryzen, precisa de uma placa-mãe baseada em AM4, usando DDR4. Sobre a fonte, peço que informe marca e modelo.
  13. Boa noite. 🙂 Foi recentemente liberado o AM4 AGESA Combo V2 PI 1.2.0.7. Se sua fabricante tiver disponibilizado a BIOS para seu sistema, talvez compense conferir se há resolução do problema ao instalar a mesma.
  14. @Matheus Cascaes da Costa - bom dia. 🙂 Olha, eu não faria a troca de sistema. Por mais que seja antigo, esse Xeon entrega em desempenho. Para jogar em 60 quadros por segundo, só trocaria se a ausência de alguma instrução ou tecnologia específicas estejam atrapalhando seu uso cotidiano. Foi mencionado: Estão ocorrendo problemas com a placa por conta do TDP do processador, seria isso? HUANANZHI X99 F8? Essa é a parte preocupante dessa plataforma. Vejo como trocar 6 por meia dúzia. Nem a Machinist, nem essa F8 me passam confiança. Mas caso exista algum recurso da F8 que chame atenção e o preço seja razoavelmente baixo ... Em consumo máximo, pouco mais de 300W. Lembrando que apenas a potência da fonte não determina se ela será capaz de manter seu sistema operante em condições ideais. Dispense o uso de estabilizadores de tensão e use fontes de qualidade - dando preferência para modelos testados e já conhecidos no mercado.
  15. @Alefranio07 - desculpa, você está correto. A Intel tem muitas limitações entre os chipsets e suas possibilidades e eu acabei errando. De qualquer forma, essa está na minha conta. De qualquer forma, não é garantia que o sistema irá operar de forma estável. Ainda que a sua placa-mãe suporte, a controladora de memória passará por overclock quando você aumentar as frequências - seja isso feito de forma manual ou via XMP. Desta forma, por se tratar de overclock, existe a possibilidade de perder estabilidade. Após efetuar a mudança, faça alguns testes de stress e verifique se não está gerando crashes estranhos, tela azul, etc. 3600 MT/s não é algo absurdo hoje em dia, mas é sempre importante checar como o dispositivo se comporta com a mudança.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Como ganhar dinheiro montando computadores!

MINICURSO GRÁTIS!

Como ganhar dinheiro montando computadores!

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE AGORA MESMO!