Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Ligar bateria de carro na moto


Posts recomendados

e ae gente beleza to com um probleminha aqui to montando um som para propaganda na moto e me falarao q tem q ter uma beteria de carro na caixa q e ligada na moto para ser carregada isso e feito atraves de diodos alguem ae tem um esquema para q eu possa fazer isso.se alguem souber me ajude.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Essa bateria, a de carro, quando completamente descarregada, terá uma resistência muito grande para o alternador e retificador da moto. Será quase um curto. No meu entender ela teria que estar sempre em flutuação com o sistema de recarga da moto, mesmo assim não acho seguro.

Vamos ver o que o pessoal comenta em cima disso.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
e ae gente beleza to com um probleminha aqui to montando um som para propaganda na moto e me falarao q tem q ter uma beteria de carro na caixa q e ligada na moto para ser carregada isso e feito atraves de diodos alguem ae tem um esquema para q eu possa fazer isso.se alguem souber me ajude.

Olá tudo beleza!

Eu já fiz algo parecido por isso posso lhe dar uma opinião.

Um alternador destes de moto de 125, dá uns 7A de corrente, sua corrente nominal é de aproximadamente 7A

Alternador de moto é um tipo de gerador que é limitado em corrente, no exemplo do de corrente nominal de 7A, não adianta tentar extrair mais de 7A, pois a corrente será sempre 7A, mesmo se você colocar em curto-circuito, a corrente será sempre 7A.

É fácil colocar estes diodos:

Você identifica as três fases que saem do alternador, mas tome cuidado pois tem uma fase que serve para a ignição, esta sai uma tensão bem alta que dá choque. Ela só tem potência para acionar a vela.

Você identifica as três fases, vai na internet e procura por um esquema de retificador trifásico:

226003.jpg

Compra 6 diodos modelo 6A6:

6A_Rectifier_Diode_6A6.jpg

E monta a ponte retificadora.

Uma bateria destas automotiva quando completamente descarregada estará com 8 a 10V.

Quando você ligar moto para carregar a tensão da bateria sobe logo para 12V e a corrente de consumo ficará estabilizada logo de início em aproximadamente 6A, logo conforme a tensão vai subindo vai caindo, ficando estabilizada em uns 5A por um bom tempo.

O retificador/ regulador da própria moto é do tipo regulador shunt.

Isso significa que para regular a tensão em 13.8V o regulador põe uma espécie de curto-circuito no alternador, limitando a tensão em 13,8V.

O próprio alternador ajuda na regulação da tensão pois as armaduras dos eletro-ímãs que o magnetismo flui com fulgas, de forma que mesmo em curto circuito a corrente não ultrapassa os 7A. Funciona mais ou menos semelhante a um transformador de núcleo saturado.

A prova que o regulador/retificador é do tipo Shunt:

Por isso que se você colocar um retificador passivo (comum sem controle) direto na saída do alternador a tensão vai estar regulada da mesma forma como se estivesse na saída do regulador/retificador.

Ainda sobre a bateria, quando a bateria estiver totalmente descarregada, evite ligar o farol, pois ele consome aproximadamente a mesma corrente que a bateria puxa. Mesmo o alternador sendo limitado em corrente, se você ligar o farol junto com a bateria descarregada, vai forçar um pouco o alternador.

O amplificador certamente será mais potente que um farol, por isso o alternador não dará conta, ainda mais se estiver farol e som ligados.

certamente você vai usar a bateria no alternador e se seu som for mais potente que 110 watts, a bateria vai descarregar.

Quando estiver usando o som, evite ligar o farol.

O alternador de uma moto é diferente de um alternador de carro:

O de carro regula a tensão controlando o campo magnético de um eletro-ímã, que ao se movimentar junto a várias bobinas, gera energia.

No alternador da moto, no lugar do eletro-ímã é usado um ímã permanente, por isso não existe forma de controlar a tensão de saída controlando o campo magnético.

Por isso que as armaduras dos eletrímãs tem fugas de campo magnético da mesma forma que num transformador de núcleo saturado, fazendo a corrente não ultrapassar 7A mesmo se colocar curto-circuito e o retificador/regulador é de tecnologia shunt.

O retificador/regulador funciona com 3 SCR e 3 diodos comuns numa configuração de semi-ponte controlada, funcionando como retificador controlado, mas chaveando para terra (curto-circuitando para terra quando o pico da senoide ultrapassa 13,8V).

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
Olá tudo beleza!

Eu já fiz algo parecido por isso posso lhe dar uma opinião.

Um alternador destes de moto de 125, dá uns 7A de corrente, sua corrente nominal é de aproximadamente 7A

Alternador de moto é um tipo de gerador que é limitado em corrente, no exemplo do de corrente nominal de 7A, não adianta tentar extrair mais de 7A, pois a corrente será sempre 7A, mesmo se você colocar em curto-circuito, a corrente será sempre 7A.

É fácil colocar estes diodos:

Você identifica as três fases que saem do alternador, mas tome cuidado pois tem uma fase que serve para a ignição, esta sai uma tensão bem alta que dá choque. Ela só tem potência para acionar a vela.

Você identifica as três fases, vai na internet e procura por um esquema de retificador trifásico:

226003.jpg

Compra 6 diodos modelo 6A6:

6A_Rectifier_Diode_6A6.jpg

E monta a ponte retificadora.

Uma bateria destas automotiva quando completamente descarregada estará com 8 a 10V.

Quando você ligar moto para carregar a tensão da bateria sobe logo para 12V e a corrente de consumo ficará estabilizada logo de início em aproximadamente 6A, logo conforme a tensão vai subindo vai caindo, ficando estabilizada em uns 5A por um bom tempo.

O retificador/ regulador da própria moto é do tipo regulador shunt.

Isso significa que para regular a tensão em 13.8V o regulador põe uma espécie de curto-circuito no alternador, limitando a tensão em 13,8V.

O próprio alternador ajuda na regulação da tensão pois as armaduras dos eletro-ímãs que o magnetismo flui com fulgas, de forma que mesmo em curto circuito a corrente não ultrapassa os 7A. Funciona mais ou menos semelhante a um transformador de núcleo saturado.

A prova que o regulador/retificador é do tipo Shunt:

Por isso que se você colocar um retificador passivo (comum sem controle) direto na saída do alternador a tensão vai estar regulada da mesma forma como se estivesse na saída do regulador/retificador.

Ainda sobre a bateria, quando a bateria estiver totalmente descarregada, evite ligar o farol, pois ele consome aproximadamente a mesma corrente que a bateria puxa. Mesmo o alternador sendo limitado em corrente, se você ligar o farol junto com a bateria descarregada, vai forçar um pouco o alternador.

O amplificador certamente será mais potente que um farol, por isso o alternador não dará conta, ainda mais se estiver farol e som ligados.

certamente você vai usar a bateria no alternador e se seu som for mais potente que 110 watts, a bateria vai descarregar.

Quando estiver usando o som, evite ligar o farol.

O alternador de uma moto é diferente de um alternador de carro:

O de carro regula a tensão controlando o campo magnético de um eletro-ímã, que ao se movimentar junto a várias bobinas, gera energia.

No alternador da moto, no lugar do eletro-ímã é usado um ímã permanente, por isso não existe forma de controlar a tensão de saída controlando o campo magnético.

Por isso que as armaduras dos eletrímãs tem fugas de campo magnético da mesma forma que num transformador de núcleo saturado, fazendo a corrente não ultrapassar 7A mesmo se colocar curto-circuito e o retificador/regulador é de tecnologia shunt.

O retificador/regulador funciona com 3 SCR e 3 diodos comuns numa configuração de semi-ponte controlada, funcionando como retificador controlado, mas chaveando para terra (curto-circuitando para terra quando o pico da senoide ultrapassa 13,8V).

albert muito boa essa sua explicaçao olha então eu posso fazer esse esquema com os diodos e ligar direto no alternador da moto e na bateria da caixa de som? pelo o eu entendi esse esquema e o eu to presisando pois eu quero pra nao deixar descarregar a bateria do som e pelo o q você falou e isso mesmo q ele faz,cara muito obrigado.vou montar o esquema aqui depois posto ele aqui pra mostra como ficou e tambem seus resultados.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 anos depois...

oi amigo, muito obrigado por responder,seguinte montei este esquema ai com diodo pegando do s tres fios como ensina ,mas estou com duvidas pois ,avoltagem esta saindo desestabilizada e alta chega passar dos 20 voltes ,pergunto. sera que a bateria estabiliza ,pois estou com receio de ligar.

a moto e a titan 125 es quero ligar uma bateria de carro na caixa de som e manter os 7 anpers da moto so pra nao descarregar la por completo.

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 minutos atrás, PEDRO PENA disse:

oi amigo, muito obrigado por responder,seguinte montei este esquema ai com diodo pegando do s tres fios como ensina ,mas estou com duvidas pois ,avoltagem esta saindo desestabilizada e alta chega passar dos 20 voltes ,pergunto. sera que a bateria estabiliza ,pois estou com receio de ligar.

a moto e a titan 125 es quero ligar uma bateria de carro na caixa de som e manter os 7 anpers da moto so pra nao descarregar la por completo.

 

veja   bem a titan 125  sobe 2  fios  do estator  um amarelo "farol " e um "branco" bateria  porém ambos  sobem para o regulador  porém  esta  moto "estator "  não consegue  alimentat  uma bateria de carro não  por ex: 60A   ela  ja alimenta  a dela   que é  5A   chorando 

você  pode ate fazer  sim um pequeno aproveitamento  do estator  mas  no caso  da titan  deve ser  com  um diodo apenas  visto que   o circuito proposto é de um estator diferente  de onda completa e esta estator  da  titan é meia onda pois  ja  define o terra em baixo ok    coloque  um diodo  diretamente no fio que  sobe  do estator  em serie   com o branco  mas   mesmo assim   lembrando que    vai  ficar  sem   regular  o ideal era   por um outro regulador para   a tensão em excesso  poder ser  regulada ok

Link para o post
Compartilhar em outros sites

meu caro, muito obrigado, mais uma vez,vou tentar com um diodo ,eo seguinte sera se colocar um outro retificador regulador identico com o dela em paralelo com os fios os tres .

a montagem que fiz coloquei os tres fio cada um no meio da ponte de seis diodos saiu mais a tensão esta muito alta como eu disse pico de mais de 20voltes .sei que nao vai estabilizar pois precisa do regulador estou certo?

Link para o post
Compartilhar em outros sites

ok amigo,agradeço muito sua ajuda ,estou precisando fazer este circuito na moto propaganda que montei para meu filho pois npno momento ele esta desempregado ,talves ele ganhe alguns com isso ,vou ver se compro um outro retificador regulador e ver o resultado ,a bateria e de 60 ampere mais e so pra nao esgota a carga totalmente depois completa com carregador.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 ano depois...
  • 2 anos depois...
8 horas atrás, periclespaes disse:

Boa tarde Pessoal, Pode-se ligar uma bateria de carro diretamente na moto (carburada) e tentar dar a partida? Pode danificar alguma coisa? O que poderia acontecer?

Se a instalação da sua moto for de 12V igual a bateria do carro não tem nenhum problema.

Se tudo estiver correto sua moto deve dar a partida.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

minicurso-montagem-popup.jpg

MINICURSO GRÁTIS!

Como ganhar dinheiro montando computadores!

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE AGORA MESMO!