Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Papel alumínio protege contra estática?


Posts recomendados

boa noite  a todos!

estou com uma duvida sei que o papel alumínio é condutor, mas ao embrulhar todo hardware criaria assim um escudo contra energia eletro estática? O que os senhores tem a dizer?

achismos eu já tenho, então se alguém explicar de forma científica vou aceitar, agradeço a compreensão!

Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Charles Assunção Não protege, você sabe que ele é condutor por ser de alumínio, então ele irá conduzir a estática da mesma forma que iria conduzir uma tensão de 3,3V ou acima disso.

 

Além disso, não é uma boa embrulhar a placa-mãe com papel alumínio, até porque na mobo tem uma bateria de 5V, então vai ser conduzida a tensão dela para outros pontos da mobo e irá onde não deve.

  • Curtir 2
Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Elder Nauvirth 

3 minutos atrás, Elder Nauvirth disse:

@Charles Assunção Não protege, você sabe que ele é condutor por ser de alumínio, então ele irá conduzir a estática da mesma forma que iria conduzir uma tensão de 3,3V ou acima disso.

 

Além disso, não é uma boa embrulhar a placa-mãe com papel alumínio, até porque na mobo tem uma bateria de 5V, então vai ser conduzida a tensão dela para outros pontos da mobo e irá onde não deve.

 eu sei que é condutor já mencionei sobre isso, eu tenho dúvida se protege ou não, lá vai o porquê, você já testou com o multímetro interior de uma carcaça de um notebook?Ela conduz do mesmo modo, mas por fora não conduz...Minha teoria é que sirva de proteção baseado nisso afinal pra que iriam fazer isso nos notebooks?

O que você acha?:tw_wink:

Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Charles Assunção Do notebook é aterramento, é diferente.

 

Infelizmente não serve para proteger.

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, Ricardov disse:

Mas de que estática você está falando? Se o gabinete é metálico já faz uma proteção, basta ser aterrado. A ideia é formar uma blindagem tipo Gaiola de Faraday.

É isso que eu estava pensando, só faltou o nome !!:thumbsup:

adicionado 1 minuto depois
3 minutos atrás, Elder Nauvirth disse:

@Charles Assunção Do notebook é aterramento, é diferente.

 

Infelizmente não serve para proteger.

aterramento sem terra? Pois muitos que já abri não tinha pino de aterramento:huh:

Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 minutos atrás, Charles Assunção disse:

aterramento sem terra? Pois muitos que já abri não tinha pino de aterramento:huh:

 A tintura metalizada do interior serve como blindagem contra interferências e como massa.

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • BCP alterou o título para Papel alumínio protege contra estática?
2 horas atrás, Charles Assunção disse:

aterramento sem terra? Pois muitos que já abri não tinha pino de aterramento:huh:

 

2 horas atrás, Charles Assunção disse:

me refiro ao conector da fonte não era tripolar...:huh:

 

É apenas um aterramento interno com o ponto massa do aparelho, serve apenas para evitar interferências vindas de fora.

 

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Charles Assunção

Temos situações onde o papel alumínio é um excelente protetor de tensões estáticas mas antes de falarmos disso vamos à origem e suas definições:

Definimos como zero tensão a terra (solo) e assim sendo salvo outra referência todas as tensões são referenciadas a ela. Dessa forma o aterramento de algo nos deixa com zero V em relação ao solo. Na linha de distribuição urbana temos entre 13,4kV e 13,8kV e as aves que pousam na fiação não torram. O corpo inteiro delas fica na alta tensão. Então o que torra um corpo ou um semicondutor sensível é a diferença de potencial entre seus terminais (sorte dos pássaros). Ao embalar um semicondutor sensível em papel alumínio coloca todos seus terminais em curto e isso permite a manipulação dele sem perigo de torrá-lo mesmo que seu corpo esteja carregado. Esse método é muito utilizado no transporte de operacionais de instrumentação com entrada CMOS. Como foi dito acima fazer isso numa placa que contenha bateria talvez não seja boa ideia, deve removê-la antes. Num ambiente controlado, com seu corpo aterrado aí sim pode remover o papel alumínio para a colocação do semicondutor na placa.

  • Curtir 3
Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 05/05/2019 às 03:29, Sérgio Lembo disse:

@Charles Assunção

Temos situações onde o papel alumínio é um excelente protetor de tensões estáticas mas antes de falarmos disso vamos à origem e suas definições:

Definimos como zero tensão a terra (solo) e assim sendo salvo outra referência todas as tensões são referenciadas a ela. Dessa forma o aterramento de algo nos deixa com zero V em relação ao solo. Na linha de distribuição urbana temos entre 13,4kV e 13,8kV e as aves que pousam na fiação não torram. O corpo inteiro delas fica na alta tensão. Então o que torra um corpo ou um semicondutor sensível é a diferença de potencial entre seus terminais (sorte dos pássaros). Ao embalar um semicondutor sensível em papel alumínio coloca todos seus terminais em curto e isso permite a manipulação dele sem perigo de torrá-lo mesmo que seu corpo esteja carregado. Esse método é muito utilizado no transporte de operacionais de instrumentação com entrada CMOS. Como foi dito acima fazer isso numa placa que contenha bateria talvez não seja boa ideia, deve removê-la antes. Num ambiente controlado, com seu corpo aterrado aí sim pode remover o papel alumínio para a colocação do semicondutor na placa.

Obrigado pela explanação amigo, obrigado por ter explicado com lógica esse assunto meio controverso entre muitos.

ainda usou uma boa referência como a dos  pássaros na linha de alta tensão é pura verdade os bichinhos ficam lá de boa.😮😁

Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 03/05/2019 às 18:30, Charles Assunção disse:

Ela conduz do mesmo modo, mas por fora não conduz...Minha teoria é que sirva de proteção baseado nisso afinal pra que iriam fazer isso nos notebooks?

ela não toca na placa... a não ser onde precisa (terras provavelmente) parece um tipo de tinta metálica em spray...

 

na teoria acho que protege contra interferências sofridas e emitidas assim como as carcaças de alguns videogames que tem metal por dentro... mas se chegar a encostar na placa acho que dá M... (se for tentar usar ela ligada... se for para transportar acho que o problema seria apenas a bateria como citado)

 

no meu tempo existiam uns circuitos integrados que diziam que eram muito sensíveis a eletricidade estática... então para guardar o pessoal colocava com as pernas fincadas em um isopor (isopor revestido de papel alumínio) mas neste caso acho que não dava M pois os CIs estavam desligados.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda a ler resistores e capacitores

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!