Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

recuperar dados de hd externo seagate pifou


Posts recomendados

O novo desafio é este:

Será que eu conseguiria recuperar meus arquivos de um HD externo assim:

 

PRODUTO:

-HD externo Seagate Expansion 1 TB

-Possui 540 GB de dados armazenados (mais de 400 GB livres)

-Usado para backup

 

O PROBLEMA:

-HD externo é reconhecido como disco do sistema, mas, no gerenciamento, está como:

-DESCONHECIDO / quando deveria estar como básico.

-NÃO INICIALIZADO (OFFLINE) / quando deveria estar online.

-NÃO ALOCADO / quando deveria estar como íntegro (ativo, partição primária)

-Pede para clicar em Reparar a MBR, mas quanso se clica dá

ERRO NOS DADOS (VERIFICAÇÃO CÍCLICA DE REDUNDÂNCIA)

 

Em software de particionamento, o HD também está com status de:

-SOMENTE LEITURA (quando deveria ser apenas MBR)

-PARTIÇÃO COM ASTERISCO (quando deveria ter uma letra)

-SEM SISTEMA DE ARQUIVO (quando deveria ser NTFS)

-COMO LÓGICO (quando deveria ser Primário)

-COM SUA CAPACIDADE TOTAL: 0 byte usado (quando deveria mostrar a capacidade usada e a não usada).

 

SUSPEITA:

-Ocorreu que o desligamento incorreto do sistema (desplugue) ocasionou um bad block de software.

Só isso. Não houve queda, choque, pressão, pancandinha, nem nada. Só o desplugue sem o ícone: "O dispositivo já pode ser removido com segurança".

 

NECESSIDADE:

-Recuperar os dados

-Formatar e reparar o HD para reutilizar (se possível).

 

DETALHE:

-No site da Seagate consta a informação de que a empresa não faz mais a atualização de firmware e, em casos de perda de dados, o HD pode ser enviado para o laboratório de recuperação da empresa nos EUA ao custo de 600 dólares (o serviço mais barato).

 

Segue anexo prints do HD no Gerenciamento do Disco.

 

2- PRINT - GERENCIAMENTO DE DISCO.jpg

3- PRINT - SOFTWARE DE TERCEIROS - EASEUS PARTITION MASTER.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • mick 07 alterou o título para recuperar dados de hd externo seagate pifou

Possivelmente durante no momento em que foi desplugado ele estava escrevendo em uma área do sistema de arquivos e corrompeu, caso contrario não seria reconhecido.

 

Caso os dados sejam de criticidade muito alta, sugiro não tentar nenhum procedimento, envie para uma empresa de recuperação de dados aqui no brasil mesmo, existem varias inclusive já trabalhei com isto.

 

Caso queira se aventurar (não recomendo) existem programas de recuperação que permitem acessar os dados mesmo com o filesystem corrompido que permitem "saltar" bad sectors. Um deles é o R-Studio.

 

 

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • mês depois...

@toigogustavo Obrigado pela sua resposta.

 

Sim, eu despluguei meu HD externo sem querer (acidental) sem remover com segurança e isso gerou o problema. Isso já tinha acontecido comigo em 2015 com um HD externo 1 TB da Samsung que acabou convertendo meu arquivos em RAW. Entretanto, o Samsung eu consegui recuperar os arquivos e o próprio HD. Com esse Seagate está sendo diferente.

 

Fui conhecer o R-Studio como você sugeriu. O programa tem licença: 

https://www.r-studio.com/

 

Lendo e pesquisado no site, o R-Studio me sugeriu usar o R-Undelete para meu caso (tem licença também):

https://www.r-undelete.com/pt/

 

Baixei para teste e rodei no computador com o HD externo SEAGATE EXPANSION 1 TB plugado. Mas não deu certo. O processo de scanner do R-Undelete (licenciado) não se completou (vide a imagem). A dificuldade constatada foi a de examinar o HD externo danificado. Detalhe: testei em outro HD normal e o programa, rapidamente, funcionou escaneando-o todo.

 

Sim, meus dados contidos no HD são importantes e quero recuperá-los.

 

Ainda não enviei para uma empresa especializada fora de minha cidade (hoje é dia 23/02/2020).

 

Desde o dia 11 de janeiro de 2020 (40 dias) estou estudando muito sobre o assunto de recuperação de dados. Aprendi e passei a entender coisas que até então não sabia.

 

Nesta semana, procurei um técnico de minha cidade e relatei o problema a ele. O mesmo me desafiou que eu o deixasse abrir meu HD danificado e examinar a agulha do mesmo. Um som de tec-tec (batendo cabeça) estava sendo ouvido ao colocar a case no ouvido. Mesmo sem o laboratório adequado (sala limpa e equipamentos especializados), o técnico tomou todo o cuidado para executar a tarefa. Ele estudou os vídeos da empresa UTI DOS DADOS de São Paulo.

 

Ao abrir e examinar meu HD, o técnico me retornou com a notícia de que o dispositivo estava com a agulha danificada (vide foto).

 

Como esse serviço de reparo na agulha e cabeça de leitura tem que ser feito por pessoal bem equipado, o meu HD externo danificado vai ficar guardado esperando uma nova oportunidade de conserto.

 

 

 

 

 

R-UNDELETE TENTANDO.JPG

WhatsApp Image 2020-02-22 at 11.46.17.jpeg

Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Loja Play Sérgio  Não recomendo abrir o disco caso não tenha condicões de recuperar o mesmo no instante de abertura, eu trabalhei 6 anos em uma empresa de recuperação de dados e 95% dos casos onde os discos chegavam abertos não era mais possivel recuperar, pois muitas vezes o fato de abrir o disco em um ambiente sujo (o correto é abrir em uma sala REALMENTE limpa) causa outros problemas. 

 

voce se arriscou muito meu amigo, pois mesmo agora sabendo do problema, nao tera como recuperar por si mesmo, para trocar esta cabeca de leitura tera que ter ferramentas importadas, sem contar as ferramentas de acesso ao firmware caso o dano nao seja apenas fisico (muito comum isto).

 

Boa sorte

  • Curtir 1
  • Triste 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

@toigogustavo Na questão de ter aberto o HD externo para verificar o problema, o técnico tomou todo o cuidado buscando simular um ambiente em condições similares a uma sala limpa. Ele usou pulseira, cuidou da luz, verificou a ventilação, o ar, usou luvas e máscara na boca. Pode não ter tido a estrutura de um laboratório sofisticado, mas teve a consciência. 

 

Resolver o problema agora, de fato, é trocar a cabeça de leitura e verificar a questão do firmware. 

 

Nesse episódio ficou uma lição: DIGA NÃO À MARCA SEAGATE!

 

💣

O porquê devemos dizer NÃO à marca SEAGATE:

 

1º) Primeiro que ao comprar um HD externo dessa marca temos a impressão de que compramos um produto bom e que funciona corretamente igual qualquer outra marca. Mas isso até o dia que viermos a ter problemas com o HD. Daí é que vai surgir a diferença. 

 

2º) Segundo que no site da própria SEAGATE a marca VENDE um plano de seguro de dados e tem seu próprio laboratório de recuperação de arquivos onde o cliente envia o HD para o EUA pagando, no mínimo, 700 dólares para a recuperação. Isso demonstra a visão da empresa em também querer ganhar dinheiro sobre um problema sério que seus próprios produtos podem vir a provocar.

Veja:

https://www.seagate.com/br/pt/services-software/recover/resources/#contact_us

 

3º) Terceiro porque a SEAGATE confirma, no site, que não faz mais a atualização de FIRMWARE. Isso demonstra falta de preocupação com problemas que possam vir a surgir para o cliente.

Veja:

https://www.seagate.com/br/pt/support/kb/does-my-drive-need-a-firmware-update-206091en/

 

OBS.: No site da SEAGATE têm algumas ferramentas para o cliente baixar, instalar e tentar reparar o problema por conta própria, como um software de recuperação de arquivos, outro de testar o HD, outro de tentar outro tipo de reparo... Mas só resolve quando o problema e mais fácil.

 

4º) Quarto. Esse é meu em particular.

 

O caso é o seguinte:

 

-Possuo um HD externo de 1 TB da SAMSUNG, comprado em 2015, e outro HD externo também de 1 TB da SEAGATE EXPANSION comprado em 2019. 

 

-O SAMSUNG em 2015 tive um incidente e despluguei o mesmo sem usar o "Remover hardware e ejetar dispositivo com segurança" resultando em problemas com meus arquivos que se converteram em RAW. Só que esse HD eu consegui recuperar e, depois de uma formatação, estou usando o mesmo até hoje. E sem bad blocks.

 

-O SEAGATE EXPANSION é este em que tive o mesmo tipo de incidente e despluguei sem o "Remover hardware e ejetar dispositivo com segurança" também resultando em problemas (críticos) com o HD que ficou sem acesso e offline. Parece que ele tinha era travado a agulha e pode ter quebrado com as tentativas de recuperação mal sucedidas feitas pelo cliente ou quando o técnico abriu e tentou voltar a agulha para a posição de leitura. Enfim, essa marca está me dando só dor de cabeça.

 

Pra mim SEAGATE é uma bomba!

___________________________________________________________

 

FICAM AÍ DUAS IMAGENS PARA REFLEXÃO:

 

Recuperação de HD no laboratório da Seagate EUA.JPG

SEAGATE NÃO.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Moderador

Se o produto não está mais na garantia, não vejo problema em cobrar pelo serviço, toda empresa faz isso. Todo produto está sujeito a defeitos com o tempo, a não ser que você prove que esse defeito é oriundo de um vício oculto desse modelo. 

  • Confuso 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

@mick 07 No caso, o HD externo SEAGATE EXPANSION 1 TB foi comprado no comércio em 2019. Ainda está dentro do prazo de garantia.

 

Mas como eu tinha de escolher entre: preencher os requisitos para solicitar a garantia da empresa e, quem sabe, ter outro HD novo de volta ou abrir o HD e perder a garantia, mas tentar recuperar meus arquivos, então eu optei por ficar com o HD danificado para tentar recuperar meus arquivos que é mais importante. Assim, a garantia se foi.

 

O produto não está sujeito a defeito pelo tempo porque deu defeito apenas com 3 meses de uso.

 

Não tenho que provar que o problema foi por vício do produto. Eu tive a mesma experiência com duas marcas diferentes e uma delas (a Seagate) deu perda enquanto a outra (a Samsung) me possibilitou recuperar. Por isso não recomendo essa marca Seagate. Além disso, em minhas pesquisas para tentar resolver meu problema, notei que a maioria dos HD que dão pau com outros consumidores é da marca Seagate. 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Amigo primeiro lugar, a Seagate comprou a Samsung faz tempo, e depois, a Seagate está para hds, assim como a Asus para placas mãe. Hds com grandes capacidade, de outras marcas tem preços absurdos, mesmo assim temos poucos a disposição para compra, pode até ter mil marcas, a questão é a que está disponivel para venda que não seja esses sites estrangeiros arriscado a não receber ou cair na alfândega e ficar mais caro.

Minha experiência com o Seagate é a melhor possível, e quando um hd externo me dá problemas, eu tiro ele do case e instalo no pc, pelo menos a maioria que me deu problema era na placa do case já que os meus são todos com fonte, seja de 2 ou 8 tb, só compro com fonte.

No seu caso, consta no print que ele está como não alocado, eu tirava ele do case, instalava no pc por que ele vai ser plugado na sata e na fonte e não na usb, ai iria no gerenciador de disco e mandava criar uma partição total nesse espaço não alocado, ai outras opções seriam em função do resultado.

O que me chama a atenção é que abaixo desse do espaço não alocado, existe outro hd igual, é outro hd? Em tese teria que ser, já que um hd não aparece duas vezes.

Sobre recuperar dados, para ter sucesso nessa tarefa, o processo tem que ser feito logo de cara, sem fazer mas nada, e na primeira tentativa, isso porque tentativas de recuperação mal sucedidas vão subescrevendo os dados ficando inviável a recuperação. Eu iria de GETDATA, para mim o melhor do ramo, nas versões FAT e NTFS, ele quando usado a tempo, o indicie de recuperação é enorme, outros indicam o Recuva, para mim esse é mais voltado para imagens jpeg, pra vídeos e outros o GETDATA para mim é imbatível.

Espero que tenha sucesso com os procedimentos acima ou qualquer outro que de certo, isso é o importante

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

@misterjohn Eu não sabia dessa aquisição do departamento de fabricação de HDs da Samsung pela Seagate. Fui olhar agora e vi que isso aconteceu em 2011. Mas, parece que a líder do setor ainda é a Western Digital (WD) que adquiriu a fabricação de HDs da Hitachi na mesma época.

 

Pelo que descreve, os HDs que você costuma usar são de grande capacidade (acima de 2 TB) diferentes do meu que é um HD externo de 1 TB.

 

Sobre sua experiência com a marca Seagate ser a melhor possível só tenho a dizer que você é sortudo por não precisar passar por situações de perder seus arquivos como eu.

 

Sobre o print do meu HD externo constando como "não alocado", isso foi no início do problema no final de 2019. Depois desse print e da postagem já levei o HD para um técnico que fez esses testes que você sugere. Ir no Gerenciado de Discos e mandar criar uma nova partição com o HD ligado na sata e na fonte, isso já foi testado pelo técnico e não adiantou. No foto abaixo está o motivo: o HD tinha travado e quebrou a cabeça de leitura (agulha). Quando é assim nenhum desses procedimentos resolve. Só em laboratórios especializados para um transplante de agulha. Foi o que me disseram.

 

No print também aparece meu outro HD SAMSUNG de 1 TB que deu problema de 2015, mas que conseguiu ser recuperado.

 

No caso, como você diz, de se fazer o procedimento de abertura do HD e recuperar os dados logo de cara, logo na primeira tentativa, isso teria que ter sido feito no laboratório especializado, mas o problema é o custo do serviço (acima de R$ 2 mil). Esse valor inviabiliza a maioria dos pedidos de conserto.

 

Referente ao uso do GET DATA, o técnico que olhou meu HD usou, justamente, esse programa, mas não deu certo pelo motivo citado anteriormente (agulha).

 

Mas obrigado.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Moderador
2 horas atrás, Loja Play Sérgio disse:

Mas como eu tinha de escolher entre: preencher os requisitos para solicitar a garantia da empresa e, quem sabe, ter outro HD novo de volta ou abrir o HD e perder a garantia, mas tentar recuperar meus arquivos, então eu optei por ficar com o HD danificado para tentar recuperar meus arquivos que é mais importante. Assim, a garantia se foi.

Ora, mas a garantia se perdeu por culpa sua, por que ta reclamando da empresa? Você fala como se eles tivessem se negado a prestar o serviço de RMA.

 

2 horas atrás, Loja Play Sérgio disse:

Não tenho que provar que o problema foi por vício do produto.

Sim, juridicamente falando você precisa provar que é um vício do produto pra que a empresa faça serviço de manutenção ou troca fora da garantia. Como disse, todo equipamento eletrônico está sujeito a defeitos, isso não é exclusividade da Seagate. No seu caso, ainda estava na garantia e por opção sua você escolheu abrir o HD ao invés de acionar o RMA. 

 

  • Curtir 2
  • Confuso 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

@Loja Play Sérgio

 

Confesso que não li a parte onde você citou que levou a um técnico e esse abriu o hd e constatou que a agulha estava danificada, se tivesse lido nem teria respondido porque o que sugeri foi para situações onde não ocorre problemas fisicos, contra esses não tem jeito, a não ser quando queima a placa lógica que dá para recuperar em casa substituindo por outra igual. Acredito que a montagem de um hd deve ser feita a maior parte por máquinas, só essas possuem a precisão necessária para colocar no exato local bem como exercer a pressão adequada na fixação das partes essênciais como a instalação da agulha.

Obs: Eu tenho back up das coisas que não desejo perder, esse é o segredo e não confiar em ter apenas uma cópia já que todos pode dar defeitos.

Veja como é feito um hd da Seagate, acho que qualidade no processo é que não falta para garantir um bom produto mas como tudo que vende mais dá mais índices de defeitos, é proporcional.

 

Assistam o vídeo, vale a pena conhecer o processo de fabricação:

 

 

 

 

 

 

 

"No caso, como você diz, de se fazer o procedimento de abertura do HD e recuperar os dados logo de cara, logo na primeira tentativa, isso teria que ter sido feito no laboratório especializado, mas o problema é o custo do serviço (acima de R$ 2 mil). Esse valor inviabiliza a maioria dos pedidos de conserto."

 

Eu dei essa sugestão como primeiro procedimento em casa, bastava abrir o case e instalar o hd no pc, já que hd interno e externo é o mesmo e isso era para "fazer em casa" como eu fiz;

 

"Referente ao uso do GET DATA, o técnico que olhou meu HD usou, justamente, esse programa, mas não deu certo pelo motivo citado anteriormente (agulha)."

 

 

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 24/02/2020 às 16:26, mick 07 disse:

Ora, mas a garantia se perdeu por culpa sua, por que ta reclamando da empresa? Você fala como se eles tivessem se negado a prestar o serviço de RMA.

 

Meu caro, eu dizendo justamente isso, que a garantia se perdeu por minha culpa. Sim, porque eu optei por perder a possibilidade (digo possibilidade) de ter outro HD NOVINHO para substituir o meu que danificou...

Optei assim, porque se eu fosse requisitar o serviço de RMA eu teria de enviar meu HD danificado para a Seagate e, com isso, eu perderia meus arquivos. Entendeu agora? Funciona assim: o cliente solicita a garantia enviado o produto danificado. Mas o cliente só pode fazer isso se não precisar mais do HD porque se tiver algum arquivo importante a ser recuperado dentro dele,  pode dizer adeus! O HD vai e não volta. Só vem outro novinho sem arquivo nenhum e zerado. Entendeu agora o porquê eu optei por não solicitar RMA? Foi para tentar recuperar meus arquivos ficando com o HD danificado.

 

No caso que estou tentando explicar é que, se eu quiser (ou qualquer cliente quiser) recuperar todos os arquivos de um HD SEAGATE danificado, basta solicitar o serviço especializado de recuperação de dados do laboratório da empresa lá nos EUA. você envia seu HD quebrado pelos correios e eles tentam recuperar tudo e ainda te devolvem seus dados (só os recuperados) em um outro  HD novinho em folha. Beleza né? Para isso, você só tem que pagar 700 dólares ao laboratório (uns 3 mil reais). Só isso. Pagando essa quantia você tem seus arquivos de volta pela própria SEAGATE. Entendeu agora? 

 

A minha indignação é que eu tenho que pagar isso para a SEAGATE sendo que o problema foi ocasionado em um HD que já comprei e paguei para a própria SEAGATE. A recuperação vai me custar 10 vezes o valor que paguei pelo HD. Este problema nem deveria acontecer da forma que aconteceu. Para travar uma agulha de leitura como aconteceu deveria ser só em casos mais sérios, como deixar cair o HD no chão ou outro motivo grave. Não pode ser como no meu caso em que eu apenas despluguei sem ejetar com segurança. Se tivesse dado erro e convertido meus arquivos em RAW eu até entenderia. Mas o HD quebrou por coisa banal.

 

Vamos desconfiar né?

 

 

Citação

 

Sim, juridicamente falando você precisa provar que é um vício do produto pra que a empresa faça serviço de manutenção ou troca fora da garantia. Como disse, todo equipamento eletrônico está sujeito a defeitos, isso não é exclusividade da Seagate. No seu caso, ainda estava na garantia e por opção sua você escolheu abrir o HD ao invés de acionar o RMA. 

 

Não estou exigindo que a empresa me faça algo que seja fora da garantia, até mesmo porque ainda estou na garantia. Eu que abri mão da garantia (ou da troca) para não ter que pagar os 700 dólares de recuperação e nem perder de vez meus arquivos ao enviar meu HD danificado para vir outro no lugar.

 

Juridicamente falando, estou usando meus Direitos de Consumidor e reclamando do produto que me venderam. E meus Direitos de Consumidor me garantem que eu posso dar uma nota negativa para a marca e NÃO RECOMENDAR para outros consumidores.

 

Todo equipamento eletrônico está sujeito a defeito por diversos motivos. Mas tem uns que são melhores que outros, concorda? Tem uns que estragam mais fácil do que outros, não acha? É o caso que vi com esse HD Expansion da SEAGATE. Estragou mais fácil que o outro SAMSUNG. Estragou e está me custando um trabalho enorme para reparar. Nem sei se vou conseguir. Por isso alerto para outros que isso é uma bomba!

adicionado 16 minutos depois
Em 25/02/2020 às 10:27, misterjohn disse:

@Loja Play Sérgio

 

Confesso que não li a parte onde você citou que levou a um técnico e esse abriu o hd e constatou que a agulha estava danificada, se tivesse lido nem teria respondido porque o que sugeri foi para situações onde não ocorre problemas fisicos, contra esses não tem jeito, a não ser quando queima a placa lógica que dá para recuperar em casa substituindo por outra igual. Acredito que a montagem de um hd deve ser feita a maior parte por máquinas, só essas possuem a precisão necessária para colocar no exato local bem como exercer a pressão adequada na fixação das partes essênciais como a instalação da agulha.

Obs: Eu tenho back up das coisas que não desejo perder, esse é o segredo e não confiar em ter apenas uma cópia já que todos pode dar defeitos.

Veja como é feito um hd da Seagate, acho que qualidade no processo é que não falta para garantir um bom produto mas como tudo que vende mais dá mais índices de defeitos, é proporcional.

 

Assistam o vídeo, vale a pena conhecer o processo de fabricação:

 

 

 

 

 

 

 

"No caso, como você diz, de se fazer o procedimento de abertura do HD e recuperar os dados logo de cara, logo na primeira tentativa, isso teria que ter sido feito no laboratório especializado, mas o problema é o custo do serviço (acima de R$ 2 mil). Esse valor inviabiliza a maioria dos pedidos de conserto."

 

Eu dei essa sugestão como primeiro procedimento em casa, bastava abrir o case e instalar o hd no pc, já que hd interno e externo é o mesmo e isso era para "fazer em casa" como eu fiz;

 

"Referente ao uso do GET DATA, o técnico que olhou meu HD usou, justamente, esse programa, mas não deu certo pelo motivo citado anteriormente (agulha)."

 

 

"Eu dei essa sugestão como primeiro procedimento em casa, bastava abrir o case e instalar o hd no pc, já que hd interno e externo é o mesmo e isso era para "fazer em casa" como eu fiz;"

 

Nesse caso, o cliente precisa saber como abrir a case de um HD e não é tão simples assim. Se for abrir sozinho e pela primeira vez, o leigo não vai saber e vai acabar é estragando outras partes do HD, além de perder a garantia se  ele ainda sonhar em ter outro HD novo trocado pela empresa. Abrir uma case de HD externo é só para quem já sabe e tem que ser algo fora da garantia. Mesmo assim, nenhum TÉCNICO SÉRIO recomenda que se abra o HD. Foi o que me disseram.

 

Obs: Eu tenho back up das coisas que não desejo perder, esse é o segredo e não confiar em ter apenas uma cópia já que todos pode dar defeitos.

 

O engraçado é que a gente compra um HD externo para, JUSTAMENTE, servir de backup e salvar nos arquivos e não deixar tudo só no HD interno do computador. Então de que adianta a gente fazer salvamento em um HD que é mais arriscado ainda? Será que temos de fazer o backup do backup, ou seja, será que temos de salvar nossos arquivos em outro HD e depois também salvar em outro HD para o caso o HD de salvamento dar problema? É backup demais, não acha? O que falta é mais segurança e qualidade dos produtos vendidos, isso sim.

 

Mas te agradeço pelas informações.

 

  • Haha 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Assim como não compreenderam suas palavras, você parece que não entendeu a minha, com todo o respeito, eu não sugeri que abrisse o hd, e sim que abrisse o case do hd que é bem diferente, além do mais, só a Seagate que poderia te atender na garantia, e a partir do momento que você decidiu não usar a garantia, o que fizer com ele não altera nada, seja abrir o case ou o hd, mas eu não sugeri isso, torno a repetir, até postei como é feito um hd para deixar claro que é algo complexo e voltado para a qualidade, mas pode estragar assim mesmo, pela sua descrição você contribuiu 100 % para algo acontecer de errado ao decidir pelo procedimento não adequado.

Realmente abrir o case é difícil, mas não sendo problema interno, eles são mais fáceis de equacionar pelo pc ligado na porta sata do que na usb. 

Acho que manualmente se tentar mexer na agulha fatalmente vai arranhar o disco, por isso que o máximo que sugiro é trocar a placa lógica, isso qualquer leigo pode fazer, basta soltar pequenos parafusos e os cabos flat, sem ter acesso a parte sensível do disco que é a cabeça de gravação/leitura mecânismo de muita sensibilidade e precisão.

 

Nesse caso, o cliente precisa saber como abrir a case de um HD e não é tão simples assim. Se for abrir sozinho e pela primeira vez, o leigo não vai saber e vai acabar é estragando outras partes do HD, além de perder a garantia se  ele ainda sonhar em ter outro HD novo trocado pela empresa. Abrir uma case de HD externo é só para quem já sabe e tem que ser algo fora da garantia. Mesmo assim, nenhum TÉCNICO SÉRIO recomenda que se abra o HD. Foi o que me disseram.

 

Abaixo dois cases Seagate que deram alguns problemas neles não no hd, tinha um disco de 2 TB em cada, com fonte de alimentação própria, tirei os discos, coloquei no pc e estão rodando até hoje, uma das placas (essa que está vazia) não funciona, a outra funciona e até coloco outros discos nela como pode ver na imagem, foi isso que sugeri, soltar as travas e abrir o case, e instalar o hd no pc, e não abrir o compartimento onde contém o disco, isso porque eu penso que só máquinas tem a precisão necessária para mexer nesse setor.

 

Provavelmente a Seagate daria um novo, mas ela poderia também reparar esse ai, eu disse reparar e não recuperar os dados, bastava substituir a agulha, eles com certeza tem condições e equipamentos para isso.

 

syx8qdm.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites
5 horas atrás, Loja Play Sérgio disse:

Nesse caso, o cliente precisa saber como abrir a case de um HD e não é tão simples assim.

Na verdade é fácil, qualquer um faz em poucos minutos e com pouca a nenhuma chance de erro. Acho que você está confundindo abrir case de HD externo com abrir o HD em si. Abrir o HD sim, é um procedimento minucioso e arriscado. Sinto dizer, mas o técnico que abriu e "usou pulseira, cuidou da luz, verificou a ventilação, o ar, usou luvas e máscara na boca" (nesse caso achei curiosa a foto sem luva, numa mesa suja e cheia de tralha ao fundo 😂, se observar do lado direito chega a ter uma gororobinha no disco) detonou de vez o HD. Salas adequadas tem nível de limpeza equiparável ao de salas cirúrgicas, inclusive usam os mesmos filtros de ar (HEPA). Jamais vão segurar o HD na mão e o ambiente é o mais minimalista possível, justamente pra evitar contaminantes. Mas imagino que a essa altura você já deva ter visto isso. E, sinto novamente, a recuperação agora, no HD mexido, como se diz no jargão técnico popular, se possível, vai sair muito mais cara. Recomendo a própria UTI dos Dados (mas prepare o bolso, só o orçamento é R$ 475,00). No mais, se o HD estava fazendo 'tec tec tec', não entendi a necessidade de abrir pra constatar o óbvio.
 

5 horas atrás, Loja Play Sérgio disse:

Será que temos de fazer o backup do backup

Sim. É por isso que servidores trabalham com múltiplos níveis de redundância. Pessoalmente tenho 4 cópias dos meus arquivos mais importantes: no HD do PC, em um externo, na nuvem e em pendrives. Se eu tivesse dados realmente sensíveis (database de clientes, dados de pesquisa, etc), por paranoia ainda manteria um quinto backup dentro de um dispositivo de isolamento eletromagnético (gaiola de Faraday) e corta fogo. E não, não acho demais. É isso ou estar pronto pra pagar os 3000 reais pra empresas especializadas em recuperação (sendo que o sucesso nunca vai ser garantido). Entendo que você tenha achado caro, mas é o preço praticado pelos especialistas no ramo. Você encontra mais baratos, mas geralmente só vão lidar com recuperações mais superficiais ou, pior, fazer burradas tipo abrir seu HD num local inapropriado, no ar sujo, sem luva, sem touca, e deixar pior do que já estava.

Quanto à Seagate, entendo a indignação, mas tenho usado HDs deles há cerca de 20 anos sem problemas. Talvez o @Seagate possa dar uma palavrinha.
 

adicionado 6 minutos depois
5 horas atrás, Loja Play Sérgio disse:

O engraçado é que a gente compra um HD externo para, JUSTAMENTE, servir de backup e salvar nos arquivos

Um último comentário, me parece que você não entendeu a ideia do backup. Ele não deve ser um arquivo único, mas justamente uma cópia de restauração. Não é porque você passou pro HD externo que pode apagar a cópia principal ou que os dados estão totalmente garantidos. Como já te comentaram antes, qualquer dispostivo de qualquer marca está sujeito a falhas precoces. Aconteceu com um Seagate, mas pode ficar certo que também acontece com WD, Samsung, LG, Toshiba, Hitachi, etc. Se você tinha só uma cópia, a responsabilidade foi sua. Desculpe lhe dizer assim.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

@Shaman93 Você já abriu um case da Seagate, desses ai que postei na imagem? Não é que seja difícil, algo que tem que ser estudado, pensado, sendo necessário fazer planos antes de executar, mas é difícil do ponto de vista de primeiro achar o local das travas, depois se não tiver a ferramenta certa (espátula) a tendência é quebrar as travas como eu me injuriei e quebrei..😆 recentemente a tv de 75 Samsung que comprei deu defeito, o pessoal da assistência veio, deitou a tv na minha cama de casal e iniciou a retirada da tampa traseira para isso usou uma ferramenta própria que era algo semelhante a uma caneta em material tipo nylon, no formato cônico ( com diâmetros diferentes de cima a baixo) e contem dois aneis (para entender como se fossem abas de carretel) onde ele enfia em um lugar pré determinado, penso eu, e vai apenas forçando ao redor da tv, para ele que já sabe é fácil, mas dá um bocado de estalo parece que vai quebrar,  e o case é a mesma coisa, difícil para quem não sabe e não tem a ferramenta, na marra quebra...🤣

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ao pessoal que está me respondendo:

 

-mick 07, 

-misterjohn;

-shaman93

 

sugiro dar uma olhadinha nestas reclamações feitas no Reclame Aqui:

 

"Problema grave HD Seagate 1TB externo parou de funcionar"

https://www.reclameaqui.com.br/seagate/problema-grave-hd-seagate-1tb-externo-parou-de-funcionar_9WD6puV_eHMG16Y0/

 

"HD externo 2TB com defeito"

https://www.reclameaqui.com.br/seagate/hd-externo-2tb-com-defeito_J5eca70wSiizrytu/

 

Ok!

_________________

 

Referente ao que o Shaman93 escreveu:

¨...se observar do lado direito chega a ter uma gororobinha no disco) detonou de vez o HD. "

 

Meu caro Shaman93, pela sua resposta vi que você também é leigo em termos de serviços recuperação de dados. você está equivocado. Essa "gororobinha" que diz, na verdade é cabeça de leitura (ponta da agulha do disco) que quebrou e ficou grudada pelo magnetismo. De fato, ferrou mesmo e agora tem que trocar. Vai custar caro. Só não sei se quebrou por rodar programas de recuperação de dados (tentativas) ou foi imperícia do técnico quando ele abriu para verificar se a agulha tinha travado. Eu também não sabia desse detalhe até 40 dias atrás. Eu era leigo de tudo.

 

Inclusive um outro técnico me disse ter ficado surpreso em como esse pedaço de agulha quebrada não travou na haste do mecanismo e arranhou todo o disco durante os processos de tentativas de leitura. Segundo me falaram, se a agulha quebra e arranha o disco, no local onde arranhou se conter dados os mesmos ficam irrecuperáveis.

 

Disco de HD funciona parecido com disco de música. Você coloca o disco de música para tocar na vitrola e a agulha vai criando o som que se ouve enquanto o disco roda. No disco de HD funciona assim também. Quando ligamos o aparelho, a agulha fica sobre a superfície do disco fazendo as leituras e gravações de dados por meio de eletromagnetismo (criando o processo lógico). Foi o que passei a entender (não só pelo vídeo que o MISTERJOHN postou, mas porque me explicaram antes).

Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Loja Play Sérgio Obrigado pela informação, não tinha entendido que era a cabeça de leitura. Realmente sou leigo sim.

Quanto as reclamações que indicou, ambas constam como respondidas, com avaliações nota 9 e 10 pelos clientes. Numa delas a Seagate respondeu exatamente o que te indiquei:
 

Citação

Para a segurança de seus dados, é necessário manter um backup atualizado em mais de um local, pois desta maneira se um dispositivo apresentar problemas, não será necessário recorrer a recuperação de dados. Backup é a copia de seus arquivos originais, que devem estar armazenados em outro local, tais como outro HDs, CDs, pen drives, nuvem etc...


E é aquilo, se você jogar "reclame aqui + HD + Samsung/WD/Toshiba/Hitachi/etc" vai encontrar reclamações. Todos os equipamentos estão sujeitos a falhas precoces, por mais sofisticada e cuidadosa que seja a produção, em especial dispositivos com partes móveis como um HD. Não adianta ficar brabo, é assim que é a realidade.

Analisando o reclame aqui da Seagate, estão muito bem avaliados nos últimos 6 meses. 100% de respostas, prazo de apenas 7 horas, 98% de solução e 94% voltaria a fazer negócio, nota geral 9,7. De novo, eu entendo perfeitamente a dor de cabeça e indignação, mas a existência de falhas precoces numa pequena parcela dos produtos é uma constante em todas as linhas de produção.

  • Obrigado 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

@Loja Play Sérgio Além do reclameaqui, pode consultar também outros sites voltados a defesa púlica como procon e você vai encontrar reclamações de todos os sites, desde o mais importante quanto o menos expressivo, além de praticamente a grande maioria dos fabricantes de todos os tipos de produtos.

O site serve não para você olhar que tem reclamações e pensar em nunca mais comprar da marca ou da loja/site, e sim para você avaliar a postura dos envolvidos na solução da questão, isso que vale, o andamento dado para o caso e a disposição da empresa em solucionar o problema.

Tem o lado do mau consumidor que faz besteira, compra errado, estraga o produto e depois tenta dar uma de "migué" em cima do comerciante, por isso continue sempre essa pesquisa mas foque em analisar as demandas bem como o resultado dado a questão.

Você conhece os produtos da Apple? E da Samsung? Tenho certeza de que conhece e que também reconhece a grande qualidade dos produtos dessas empresas, no entanto se acessar o nome delas no reclameaqui, verá que ambas tem muitas reclamações e nenhuma resposta ( zero resposta aos consumidores) então quem olhar isso não vai mais comprar produtos dela? Claro que vai, eu comprei uma tv Samsung de 75" e em 4 meses deu PT, queimou a placa-mãe e o painel de Led, acessei a  assistência via site Samsung que agendou uma visita e foi constatado esses danos, segundo a assistência, não havia peças sobressalentes no momento e a Samsung me ofereceu uma tv de 75" de Qled no valor de quase R$ 12.000,00 de mercado e eu havia pago na minha R$ 6.500,00 a qual eu recusei e optei pela devolução do dinheiro a qual fui prontamente atendido...porque não quis a superiro? Porque perdi a confiança na eletrônica da Samsung, claro que pode acontecer com qualquer uma, eu tenho mais 5 tvs Samsung em casa, a última, uma de 60 já tem mais de 4 anos e está ok, mas mudaram o projeto eletrônico e ainda deve precisar de aperfeiçoamento, como pode queimar placa-mãe e painel sem ter queimado a placa da fonte que é a que queima por causa de aumento da tensão abrupto da rede ou queda de relâmpagos, para mim quem queimou a tv foi a própria fonte que deve ter entregado tensão errada.....

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

 

A recuperação de dados não precisa ser feita obrigatoriamente com a Seagate. Por exemplo, fiz uma pesquisa rápida no Google Maps e encontrei vários locais dedicados aos serviços de recuperação de dados:

E, como mencionado acima, a abertura do disco rígido pode prejudicar a altura do vôo, a altura do vôo é muito importante porque partículas microscópicas muito menores do que aquelas exibidas neste diagrama podem criar defeitos de mídia em um disco rígido.

image.png.da4412c7eb018a0394585dab154d8541.png

Lembre-se de que nada, absolutamente nada é perfeito e o risco sempre existirá sem importar a quantidade de dinheiro que você paga...

  • Curtir 3
Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Pelo relato do rapaz, não se trata de recuperar dados e sim de recuperar o hd, não conheço a concepção de um HD, só sei que são discos girando e uma agulha muito próximo deles qeu faz a leitura e envia ao monitor, só sei que é uma engenharia sofisticada porque os espaços são ínfimos, a rpm é alta, quando o cara perde os dados porque formatou ou porque cometeu uma operação indevida com programas voltados a formatar, criar partição entre outras como o Partition Mágic a recuperação é de uma forma, agora se quebrou fisicamente em teoria pode ser que tenha quebrado apenas essa parte da cabeça de leitura, então não tem software que conserte danos físicos, teria que substituir a mesma e ver se não corrompeu os dados....isso teria que ser resolvido enviando o hd para o fabricante e solicitar esse procedimento, mas uma empresa montadora, não irá perder tempo recuperando algo, para eles é mais rápido e prático a substituição pura e simples do componente inteiro, afinal essa é a responsabilidade dele e a dos dados contidos é do usuário através do back up.

Isso me lembra uma questão semelhante, a maioria compra um notebook e não cria uma midia de recuperação, ai quando trava e não inicia de jeito nenhum se lamenta, eles tem a partição de recovery mas essa só pode ser acionada através do windows, se não iniciar de jeito nenhum, só a midia física que resolve.

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não sei qual o motivo de tanta reclamação. HDs, como qualquer dispositivo, está sujeito a falhas. Para se resguardar de eventuais falhas, devem ser feitos backups externos à esta mídia (criar uma partição a parte para colocar os dados não é backup). Dependendo da importância do dado, devem ser feitos backups diferentes em mais de uma mídia diferente.

A recuperação de dados é o último recurso, caso você tenha perdido todos os backups (ou não tenha feito backup).

Seria diferente de você contratar uma solução de armazenamento externo na nuvem, com garantia de proteção de seus dados, e de repente seus dados sumissem do serviço contratado.

  • Curtir 2
  • Triste 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 28/02/2020 às 13:34, Marco Tada disse:

-A recuperação de dados é o último recurso, caso você tenha perdido todos os backups (ou não tenha feito backup)-

Um último recurso e em um mundo perfeito, é melhor nunca ter tido que fazer nenhuma recuperação de dados. Diz-se que mais cópias, menos opções para perder seus arquivos. A regra de backup 3-2-1 recomenda armazenar cópias dos seus dados em pelo menos duas mídias locais diferentes: por exemplo, um disco rígido e um DVD mais uma cópia de backup offsite, ou dois dispositivos de armazenamento interno mais a cópia offsite, ou um disco rígido interno e outro externo mais a cópia offsite.

image.png



Quer dizer que você deve ter pelo menos mais duas cópias de backup:

Tenha pelo menos três cópias dos seus dados (incluindo os dados principais).

Armazene-os em duas mídias diferentes.

Tenha uma cópia de backup em uma mídia externa offsite.

A terceira recomendação é se algo acontecer no local em que você está, uma inundação ou incêndio por exemplo, portanto, uma alternativa muito prática é armazenar a terceira cópia na nuvem, e assim minimizar os riscos.

Se o dispositivo n. ° 1 tem uma probabilidade de falha de 1/100 (e o mesmo vale para o nº 2); portanto, a probabilidade de ambos os dispositivos falharem ao mesmo tempo é:
1/100 * 1/100 = 1/10 000

Isso significa que, se você tiver seus dados primários e duas cópias de backup, a probabilidade de os três dispositivos falharem ao mesmo tempo será:
1/100 * 1/100 * 1/100 = 1/1 000 000

É por isso que se diz que ter mais cópias de seus dados em locais diferentes significa que você terá menos risco de perdê-los em caso de desastres.

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Seagate Sim, foi o que eu disse, e é o que eu faço. Normalmente coisas que podem ser baixadas novamente eu faço apenas uma cópia, quando faço. Mas coisas pessoais, como minhas fotos e vídeos caseiros, e minhas declarações de imposto de renda, ficam armazenados em dois HDs separados externos, mais um NAS, e mais armazenamento em nuvem - e o próprio Google se encarrega de fazer backup automático de minhas fotos do celular, mesmo assim eu faço uma cópia manual.

Eu não tenho confiado mais em DVDs para backup, já tive problemas com mídias de baixa qualidade perdidas depois de alguns meses de gravadas. Então prefiro um mix de HDs de desktop armazenados fora do computador, mais HDs externos próprios para backups, mais a solução NAS e meus dados na nuvem.

Backup é como se fosse um preservativo: é melhor ter e não precisar do que precisar e não ter.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Seagate..

Você está se referindo a uma organização pelo jeito, uma grande empresa, bancos, enfim  para quem faz a diferença "entre a vida e a morte" agora para usuários comuns, fazer tudo isso é uma paranóia, não quero perder nada, principalmente muitas gigas de mp3 que acumulo desde o tempo do finado Napster, isso porque são músicas antigas que eu me ligo muito, principalmente da década de 70, nesse caso um back up é suficiente (o original em um local e a cópia em outro local diferente) não é possível que irão detonar os dois ao mesmo tempo, isso porque ambos estão em meu poder, ao menor sinal de defeito no hd eu já substituo, não fico dando jeitinho.

 

Marco Tada...

"Backup é como se fosse um preservativo: é melhor ter e não precisar do que precisar e não ter."

Você prefere não usar???? 😆😄🤣

Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 28/02/2020 às 16:34, Marco Tada disse:

Não sei qual o motivo de tanta reclamação. HDs, como qualquer dispositivo, está sujeito a falhas. Para se resguardar de eventuais falhas, devem ser feitos backups externos à esta mídia (criar uma partição a parte para colocar os dados não é backup). Dependendo da importância do dado, devem ser feitos backups diferentes em mais de uma mídia diferente.

A recuperação de dados é o último recurso, caso você tenha perdido todos os backups (ou não tenha feito backup).

Seria diferente de você contratar uma solução de armazenamento externo na nuvem, com garantia de proteção de seus dados, e de repente seus dados sumissem do serviço contratado.

 

"Não sei qual o motivo de tanta reclamação. HDs, como qualquer dispositivo, está sujeito a falhas."

 

Não é a falha em si, mas sim COMO FOI A ESSA FALHA, a profundidade e dimensão dessa falha ocorrida. Esse é o motivo de minha indignação e meu alerta. Um simples desplugue causou um problema sério equivalente a uma queda feia do dispositivo. Dizem que isso pode acontecer mesmo, ou seja, um simples desplugue errado e já era para o laboratório pagar uma pequena fortuna. 

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora


Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

GRÁTIS: ebook Redes Wi-Fi

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!