Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
sandrofabres

C++ Como fazer programas GUI com interface profissional em C++?

Posts recomendados

Quero perguntar a vocês profissionais do C++ : como fazer programas gráficos bem elaborados sem ser na unha?
Gente, eu me recuso por birra mesmo ter que fazer a interface de um programa em pleno 2020 na unha tipo aquelas malditas tableless em CSS da web. Não acho produtivo ficar pegando uma régua pra ficar calculando onde cada elemento vai aparecer no monitor e como ele vai ficar se o usuário arregaçar a tela, isso até no Java(netbeans) não é mais necessário. 

 

Vejo que a maioria dos programas bonitos e famosos são feitos em C++, pra falar a verdade, eu não conheço nenhum programa gráfico famoso feito em VB, C# ou outra coisa: Vide o Microsoft Office! 
C# é uma linguagem, linda, limpa e convidativa mas gera a porcaria de um código interpretado pelo .NET, gozado, nem a Microsoft faz os seus programas importantes em
.NET kkkkkkkkkkkk, nem a calculadora! Falo de C# pois ela no Visual Studio permite fazer programas gráficos em alto nível(arrastando e soltando numa form), agora se for pra gerar um programa interpretado, prefiro continuar fazendo as coisas em java.

 

No Visual Studio quando vamos fazer um programa gráfico for Desktop em C++ , o IDE cospe lá um código eskroto que no fim gera uma 'linda' janela igual ao do bloco de notas,
se você quiser colocar botões, fotos, mudar cores, ou embutir um player, tem fazer isso na unha, tipo assim, SE VIRA! Já nas linguagens .NET no Visual Studio, tudo vem estranhamente mastigado para você criar os seus formulários, por que? Sinceramente, tirando a turma doida do Linux e GTK+X11, eu não acho que ninguém vai criar uma interface gráfica tão bem elaborada e complexa, cheia de firulas, como é a do Microsoft Office, na unha num bloco de notas... Pro conhecimento pode até ser bom, mas pra produtividade é um desastre, ainda mais em C/C++ linguagens que são altamente burocráticas , enigmáticas , cheias de taras e vícios do passado e que por causa de um tipo sui generis faz da vida do programador novato um inferno, junta tudo isso com ponteiros, voilà ! A pessoa começa a querer pensar em desistir de tudo e se entregar às drogas, à prostituição e à espiritualidade.  Por isso acho tosco demais fazer uma janela tipo um bloco de notas (interface grafica  que o Visual Studio ) entrega para você se virar e dela criar algo tipo o Excel na unha...

 

Eu sei que tem alguns tutoriais furados por aí que ensinam o visual studio criar form em c++ mas que no final gera um código .NET cheio de erros, não quero isso.
Por acaso, quando vocês querem criar uma interface bonita tipo aquelas de antivirus , cheias de efeitinhos ou mesmo só um form em c++  , o que vocês usam?
É o tal Embarcadeiro?
Conte pra mim o vosso segredo!

 



 

 

 

 

 

 

 



 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

pega o Qt editor junto com a biblioteca Qt em c++. Tem um editor tipo arrastar e soltar no qual já lhe cria uma boa parte do código.

Provar n dói >_<

adicionado 2 minutos depois

si não busca algo como windows form no visual studio

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Por algum tempo usei o JavaFx, e me dei muto bem, me deixava bastante
satisfeito com os resultados, mas tinha que fazer tudo na mão, porque
não tinha uma IDE competente que fizesse isto pra mim, me permitir
arrastar e soltar os componentes no form, O Scene Buider é péssimo,
limitado e cheio de bugs, descartei-o logo de cara, o swing na minha
opinião era e ainda é horrível, janelas feias, não vejo nível
profissional nisto. Apesar de me sentir realizado com o JavaFx,
tinha que me conformar com um código enorme no final,
que espantava a todos que via, fui chamado até de programador de
outro mundo, ou de (Zé Roela) por estar usando uma biblioteca
java sem futuro, descontinuada, e abandonada pelos apoiadores de nome,
só eu sei quantas pedradas levei dos membros dos grupos onde postei.
Então, como já conhecia o Qt e o C++ Builder, e por ter iniciado
no mundo da programação em C, e depois C++, passei a utilizá-los.

E respondendo sua pergunta ( Por acaso, quando vocês querem criar uma
interface bonita tipo aquelas de antivirus , cheias de efeitinhos
ou mesmo só um form em c++  , o que vocês usam? )

Eu uso de preferência o Embarcadero, mas para estes perfuminhos
que tanto te agrada se faz melhor usando o Qt, justamente por
te dar as possibilidades de mesclar teu código em C++ com CSS e HTML.
Gosto do Visual studio para C# mas para C++ ele deixa a desejar,
tente criar uma interface gráfica em C++ nele e se decepicione,
com códigos mesclados em C#, que absurdo tudo para eles é C#,
e eu sei como você também sabe que nem eles usam o C# para
criarem seu melhores programas.

Também concordo com isto que você disse: ( eu me recuso por birra mesmo
ter que fazer a interface de um programa em pleno 2020 na unha )

É isto que tento passar nos posts que crio, abandonei logo no começo
algumas bibliotecas feitas em C ou C++ porque percebi que eram bibliotecas
cheias de bugs, desatualizadas, abandonadas até por seus criadores.
Noto que por aqui temos programadores incríveis mas são quase todos
programadores de Console Application,
Eu paro de programar se tiver que continuar usando o Console,
não aguento mais isto temos que evoluir, ou tentar nos atualizar,
não importa a idade que temos no momento, se nos sentimos capazes
vamos em frente, vamos a luta, bom meu otimismo talvez seja porque
não uso programação como profissão mas sim como Hobby,
não tenho tempo determinado para entregar um programa,
e só faço se eu quiser ou me sentir motivado.

Estas são minhas opiniões e ninguém é obrigado a concordar comigo,
e nem quero debater isto porque já me envolvi em muitas polêmicas
e não estou a fim de me meter em outras.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Primeiro você deve aprender C++, ou C.

Sobre produtividade, se você não tem com C ou C++ é porque ainda não sabe programar,  Competições como GoogleCodeJam ou CodeForces a maioria das soluções são feitas em C++.

Aprender programar C++ não é para qualquer um, veja se você acha que o código que o visual studio emite quando criar uma janela em Win32 é na verdade como a API funciona no seu baixo nível. 

Arrastar os widgets no form não é programar.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 05/04/2020 às 01:44, vangodp disse:

pega o Qt editor junto com a biblioteca Qt em c++. Tem um editor tipo arrastar e soltar no qual já lhe cria uma boa parte do código.

O QT eu já uso em Linux, a mágica dele é usar o FrameWork QT incluindo bilhões de bibliotecas para o programa rodar.
Não é isso que eu queria, eu queria , se possível, criar uma aplicação usando apenas as dlls que o windows já tem lá, tipo a calculadora, o paint e o gravador de som. Eles foram feitos na unha?

Se fosse possível criar um app com QT monolítico , talvez seria bom, mas vi um monte de tutorial que no fim falha.
Veja, aquele app gráfico em c++ por padrão que o visual studio cria , não necessita nenhuma dll adicional, é leve e pequeno, eu queria algo assim.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então pega a wxwidigets >_<. Magia sem bibliotecas n existe.

adicionado 2 minutos depois

um exemplo de programa feito com wxwidigets é o proprio codeblocks

adicionado 4 minutos depois

https://www.wxwidgets.org/about/screenshots/

Alguns programas feito com wx

adicionado 5 minutos depois

também tem a gtk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 05/04/2020 às 07:25, Main.cpp disse:

Eu uso de preferência o Embarcadero, mas para estes perfuminhos
que tanto te agrada se faz melhor usando o Qt

Olha, eu estaria satisfeito com uma interface tipo a do JForm do Java, não precisa ser nada tão lindo, só não queria ter que criar interfaces na mão tipo HTML e CSS, eu acho que programar GUI na mão deve ser opcional , creio que o desenvolvedor tem que se focar na resolução do problema e não ficar medindo com uma régua na tela a largura do monitor para dividir pela tabela que quer apresentar, eu acho isso ridículo, mas tem quem gosta, a própria adobe cedeu pressões sobre isso no DW, antes criar um site no DW era delicioso, hoje WYSIWYG lá parece ser um pecado mortal, tem que ser tudo na unha para você mostrar que é um bom desenvolvedor web kkkkkkkkkkkkkkkkkk.
Eu queria saber qual o segredo eles usam para criar aplicativos em C++ como a calculadora, afinal, como bem você concordou, nem eles mesmos(microsoft) usam .NET com VB e C# para criarem os seus programas e querem que a gente use. kkkkkkkkkkk!
Sei lá, é uma mão na roda essas linguagens mas eu me sinto enganado fazendo algo nelas, parece que estou fazendo casinha de papel.
Que vergonha kkkkkkkkkkkkkkk!

 

O QT eu acho legal pra Linux , em Linux já é uma dádiva, uma revolução alguém ter a boa vontade de fazer uma interface de arrastar e soltar, sinceramente! eu vejo os caras criarem um Win Manager cheio de firulas pra Linux eu fico de boca aberta como eles fazem isso no vi/emacs (na unha)  , eu não tenho tempo pra isso não, já estou velho, se fosse a 30 anos atrás, talvez eu tivesse mais paciência. kkkkkkkkkkk
 

adicionado 7 minutos depois
22 minutos atrás, vangodp disse:

Então pega a wxwidigets >_<. Magia sem bibliotecas n existe.

adicionado 2 minutos depois

um exemplo de programa feito com wxwidigets é o proprio codeblocks

adicionado 4 minutos depois

https://www.wxwidgets.org/about/screenshots/

Alguns programas feito com wx

adicionado 5 minutos depois

também tem a gtk

Sim, mas não querendo ser chato, me diga: se você fosse um programador da Microsoft e quisesse alinhar os botões do paint e e inserir novas funções nele, qual IDE você usaria?
Na sua opinião, quais IDE o pessoal da Microsoft usa para fazerem os acessórios do Windows 7? Eu tenho muita curiosidade sobre isso pois o pulo do gato eles não nos dão.
Esse aí que você mostrou usa a famosa biblioteca wxWidgets, eu queria algo que só usasse o que o windows já tem nativo, nem sei se isso é possível.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
58 minutos atrás, sandrofabres disse:

Olha, eu estaria satisfeito com uma interface tipo a do JForm do Java, não precisa ser nada tão lindo, só não queria ter que criar interfaces na mão tipo HTML e CSS, eu acho que programar GUI na mão deve ser opcional , creio que o desenvolvedor tem que se focar na resolução do problema e não ficar medindo com uma régua na tela a largura do monitor para dividir pela tabela que quer apresentar, eu acho isso ridículo, mas tem quem gosta, a própria adobe cedeu pressões sobre isso no DW, antes criar um site no DW era delicioso, hoje WYSIWYG lá parece ser um pecado mortal, tem que ser tudo na unha para você mostrar que é um bom desenvolvedor web kkkkkkkkkkkkkkkkkk.
Eu queria saber qual o segredo eles usam para criar aplicativos em C++ como a calculadora, afinal, como bem você concordou, nem eles mesmos(microsoft) usa .NET com VB e C# para criarem os seus programas e querem que a gente use. kkkkkkkkkkk!
Que vergonha kkkkkkkkkkkkkkk!

 

O QT eu acho legal pra Linux , em Linux já uma dádiva existir alguém que pense em interface de arrastar e soltar, sinceramente, eu vejo os caras criarem um Win Manager cheio de firulas pra Linux eu fico de boca aberta como eles fazem isso no vi/emacs (na unha)  , eu não tenho tempo pra isso não, já estou velho, se fosse a 30 anos atrás, talvez eu tivesse mais paciência. kkkkkkkkkkk
 

 

A tempos não uso o Windows e Visual Studio, referente a calculadora do windows que você disse é a do windows 10?

Ela é de código aberto agora, veja o segredo, MUITA programação, menos de 0,1% do tempo foi gasto na interface: https://github.com/microsoft/calculator/

 

Programar HTML e CSS na mão é muito melhor que um arrasta e solta, veja que WebForms ou JSF estão morrendo.

 

Você parece querer arrastar e soltar apenas, você critica o .Net de VB e C# mas eles foram criados para pessoas como você, que querem facilidade e produtividade. Veja que ironia.

 

Há 10 anos atrás tinha o mesmo pensamento que você, ficava preocupado em fazer um software que rodasse sem instalador nenhum, mas não conseguia entender a Win32, pois estava acostumado com as facilidade do C#, o gerenciamento de memoria, o editor que ajudava muito.

Com o amadurecimento na programação passei a entender a utilidade de cada ferramenta.

 

Se o que você quer é criar interfaces bonitas, aprenda a Win32, e cole este trecho de código para seu app padrão em c++ não fique parecendo uma 'linda' janela igual ao do bloco de notas:

 

#pragma comment(linker,"\"/manifestdependency:type='win32' \
name='Microsoft.Windows.Common-Controls' version='6.0.0.0' \
processorArchitecture='*' publicKeyToken='6595b64144ccf1df' language='*'\"")

 

e por fim acredito que esteja procurando isso: 

 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, sandrofabres disse:

Esse aí que você mostrou usa a famosa biblioteca wxWidgets, eu queria algo que só usasse o que o windows já tem nativo, nem sei se isso é possível.

vamos ver.... O sistema operativo é quem se encarrega de prover ao usuário um sistema que lhe facilite coisas, como criação de janelas, botões, textbox, et, as outras bibliotecas(Qt, wx, gtk....TODAS) o que fazem é chamar esse sistema que na sua ampla maioria são um conjunto de funções classes etc. Existem ports para um montão de linguagens.
 

A coisa é mais ou menos assim simplificando:
 usuario<---->GUI(Qt, wx etc)<---->API<------>Sistema<------>hardware

Se você n quer usar bibliotecas(GUI) então o unico que lhe resta é usar a API do sistema que é o que lhe está explicando @Matheus Maldi .

E ai? que vai fazer? vai usar bibliotecas ou programar usando a API do sistema diretamente?

Perguntar para mim qual a mais fácil e mais difícil n vai lhe servir, porque eu n uso interfaces.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 07/04/2020 às 22:58, Matheus Maldi disse:

A tempos não uso o Windows e Visual Studio, referente a calculadora do windows que você disse é a do windows 10?

Sabia que iriam me perguntar isso, por isso falei lá em cima 'Windows 7'. A interface do Windows 8 e 10, pra mim é inspirada no jogo tétriz , deve ser uma massaroca , eu quero passar longe. Eu quero saber sobre a projeção dos programas acessórios do

adicionado 47 minutos depois
 
Em 08/04/2020 às 00:32, vangodp disse:

E ai? que vai fazer? vai usar bibliotecas ou programar usando a API do sistema diretamente?

Perguntar para mim qual a mais fácil e mais difícil n vai lhe servir, porque eu n uso interfaces.

 

Olha, qualquer uma que tenha poder de fazer o que essa ferramenta abaixo faz e com o tamanho e interface que ela faz: https://www.trendmicro.com/pt_br/forHome/products/housecall.html

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 07/04/2020 às 22:58, Matheus Maldi disse:

e por fim acredito que esteja procurando isso: 

 

Pois é @Matheus Maldi , acho que é mesmo, pelo o que você postou aí, o segredo é fazer apps com a MFC como era o visual c++ antigo. Muito bom e não precisa fazer gambiarra , é só instalar o 'plugin' MFC , aparentemente a Microsoft tá escondendo ao máximo isso, eu instalei e ele ocultou por padrão a FORM (Dialog) e as ferramentas de arrastar e soltar mas veja aí, consegui e tá legal, obrigado !

 

MFC.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

maxresdefault.jpg

codeblocks faz a mesma coisa porém portavel >_<

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
6 horas atrás, sandrofabres disse:

 

Pois é @Matheus Maldi , acho que é mesmo, pelo o que você postou aí, o segredo é fazer apps com a MFC como era o visual c++ antigo. Muito bom e não precisa fazer gambiarra , é só instalar o 'plugin' MFC , aparentemente a Microsoft tá escondendo ao máximo isso, eu instalei e ele ocultou por padrão a FORM (Dialog) e as ferramentas de arrastar e soltar mas veja aí, consegui e tá legal, obrigado !

 

MFC.JPG

Lembrando que eh possível marcar para compilação estática e assim o binário vai rodar livre de DLLs. A Microsoft nunca escondeu isso, na verdade a comunidade inteiro foi pro .Net assim o MFC acabou sumindo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
17 horas atrás, vangodp disse:

maxresdefault.jpg

codeblocks faz a mesma coisa porém portavel >_<

 

O coodeblock faz isso aí em c++ sem usar nenhum Framework externo? Aí é bom, eu não sabia.
Sempre quis programar gráficamente mas usando algo de verdade, não .NET , vou ver o codeblock, obrigado!

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, sandrofabres disse:

Framework externo?

Como todas, usa a API do sistema.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
7 horas atrás, sandrofabres disse:

O coodeblock faz isso aí em c++ sem usar nenhum Framework externo?

Ele usa a WxWidgets para gerar os programas. A biblioteca WxWidgets é multiplataforma e no Windows, ela faz uso da API WIN32, no linux faz uso da GTK.

Um tempo atrás fiz umas videoaulas para ajudar o pessoal a instalar a biblioteca, pois quando fui instalar ela tive grandes dificuldades, pode ser um bom ponto de partida: https://www.youtube.com/watch?v=nB1XnyIFR-A&list=PLedPNvbgm76-unH66UYIQ81hE-GxkdIl8

 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá

"Programas gráficos" como você descreve são aplicações para desktop e não programas gráficos no âmbito geral. Fosse esse o caso e eu diria que programas gráficos extraordinários vem sendo --- e vão continuar sendo por um tempo ao que parece --- escritos  em C++ . E apenas em C++. São os games para desktop. Games para Android também recorrem a C++ quando a performance é crítica.

E as aplicações Desktop?

Há muito a Microsoft deixou de estimular  o desenvolvimento dessas coisas em C++, e um "profissional do C++" hoje dificilmente tem trabalho nessa área e então a resposta deles deve ser: "para meu uso eu usaria" tal mecanismo, dependendo da vontade e da experiência de cada um, e aí estariamos no campo praticamente religioso. Há muitas possibilidades, além da óbvia API do Windows. As escolhas mais comuns seriam a julgar pelo que se vê, GTK+, Qt e WxWidgets, em ordem alfabética.


No mundo corporativo a maior possibilidade seria Qt. Não precisa de régua nem cálculos e tal. Mas é uma plataforma imensa e complexa. No entanto é privada, tem licenças, suporte, dono e alguém para processar. O mundo corporativo busca essas coisas ao invés de open-source muitas vezes, por política corporativa mesmo: 
Qt tem um lado open source mas um profissional dificilmente usaria nessa modalidade. Uma licença anual para um único desenvolvedor custa em torno de 5.500 dólares e é um valor razoável para esse tipo de produto. Por outro lado, se usar open source você não tem direito às ferramentas mais legais. E se vender o produto tem que incluir uma série de coisas, entre elas o código fonte... Isso é open source afinal. Diga isso ao seu diretor e já era.

Um exemplo importante sobre esse produtos e C++: todo ano acontece a CPPCON, a conferência mais importante de C++ do mundo. E todo ano alguém apresenta algo sobre Qt.

Há um mercado grande no entanto em interfaces para dispositivos, tipo GPS, avionics, barcos, carros --- centrais multimídia são um grande mercado para o Qt --- e instrumentos de medicina, no entanto. Tem trabalho para quem conhece Qt e software embarcado.

E porque não tem um "Designer visual"no Visual Studio?

Isso é assunto para uma conversa de bar, depois de uma certa quantia de álcool. E no vale do silício.

Não trabalho para a Microsoft, mas o que já ouvi do pessoal de lá, ao vivo, em blogs, em conferências e tal, é que não há mercado para isso. Nunca um grande cliente pediu isso. E a Microsoft atende os grandes clientes ;) 

Eis as prováveis razões, algumas das quais ouvi deles também:

A API está sempre disponível para quem precisa, em C ou C++ é um passeio porque afinal a própria API foi escrita basicamente em C.

C++ é uma linguagem enorme e complexa, com uma curva de aprendizado íngreme. Uma p%a ladeira diriam alguns. Templates, construtores, destrutores, lambdas, overload isso override aquilo, o di$%o. Isso afasta o tipo de desenvolvedor que escreve interfaces para desktop. Eles diriam algo como você disse
 

Em 05/04/2020 às 01:20, sandrofabres disse:

produtividade é um desastre, ainda mais em C/C++ linguagens que são altamente burocráticas , enigmáticas , cheias de taras e vícios do passado e que por causa de um tipo sui generis faz da vida do programador novato um inferno, junta tudo isso com ponteiros, voilà ! A pessoa começa a querer pensar em desistir de tudo e se entregar às drogas, à prostituição e à espiritualidade.  Por isso acho tosco demais fazer uma janela tipo um bloco de notas (interface grafica  que o Visual Studio ) entrega para você se virar e dela criar algo tipo o Excel na unha
 

 

Por outro lado, se você tentar passar essa sua classificação para um desses "profissionais de C++" ou de C eles vão olhar bem para você e talvez digam algo obsceno antes de ir andando.

Os controles do Windows ficam aqui nesses dois arquivos basicamente

dlls.png.faa3d56a595c0117573be868e27e7eb7.png

Até onde eu sei foram escritos em C e existem desde os anos 90.

Outro ponto é que hoje em dia nas grandes empresas as interfaces são escritas por outras equipes. Tem os artistas, designers, publicitários, os caras de branding, até os advogados.  Então muitas vezes o programador já recebe a especificação pronta. O tal modelo MVC. Sabe o que é XAML? Já tem mais de 10 anos e é uma maneira de descrever UI usando... XML. Texto. Esse é o caminho sugerido. E seguido por muitos. Nas empresas pequenas não se desenvolve nada há tempos.

O fato é que esses outros profissionais, designers por exemplo, não tem em geral formação para compreender os mecanismos de C++ e estarão bem melhor com .Net e VB ou C#. Coisas mais simles e visuais com drag & drop e  aquele botãozinho align que alinha os componentes pelo fundo, pelo topo, pelos lados, super fofo. Ou java e algo como o Scene Builder. Mesmo o Delphi ou o C++ Builder da Embarcadero com o form Designer e a biblioteca VCL (que são esse mesmos controles eu acho)  já seriam muito. Forçados a isso eles talvez pudessem também 
 

Em 05/04/2020 às 01:20, sandrofabres disse:

pensar em desistir de tudo e se entregar às drogas, à prostituição e à espiritualidade


E tentariam talvez um retiro espiritual
 

Aplicações gráficas para desktop usam umas poucas classes e propriedades. Uns poucos eventos, uns parâmetros de posição, uns aceleradores de teclado, uma sequência de posições --- tab order -- e nada mais. Os form designers são bem parecidos. Não tenho tempo agora de juntar muitos mas é a mesma coisa. Veja as imagens abaixo.
 

Qt Creator

 

qtcreator.png.a853d38962a79be37e924493852f57b7.png
 

GluON Scene Builder (java)
 

scene.thumb.png.b1cde3e766da3520d149c0a1e4dc6fee.png

 

.Net no Visual Studio
 

design.thumb.png.d2f5d5262eca988f534b992c6911321c.png


E a tal performance?

Pois é: em interfaces de usuário isso não tem a menor importância. O usuário está arrastando botões com um mouse, apertando teclas, coisas absolutamente lerdas. Em geral se deixa uma thread monitorando isso e ela tem pouco trabalho enquanto outras cuidam do resto da aplicação. O tal MVC. 

Quando o  tempo de resposta é importante, como no caso de novo dos games, aí se usa C++ mas não se usa esse tipo de controle. Até poderia por diversão. Arrastar um botão na tela usando DirectX a 250 quadros por segundo usando sua placa gráfica de 20 bilhões de transistors e mais de 100 teraflops seria claro possível. Entende onde eu quero chegar? É outro mundo.

Se você precisa responder a um request em milésimos de segundo, como em aplicações de trading por exemplo, não há dúvida que vai usar C++. Se você não souber contrata alguém que sabe. Vale a pena.

 

E o futuro disso?

 

Hoje essas interfaces estão sumindo e os desenvolvedores tem que fazer o outro caminho. A computação está voltando ao que era no final dos anos 80.

Os servidores e serviços estão se mudando numa velocidade absurda para serviços como Microsoft Azure, Google Cloud e o AWS da Amazon. E os serviços estão indo para plataformas serverless como amazon lambda e coisas como http://www.pubnub.com. 

E a interface com essas plataformas é via console para administração --- de onde se justifica o enorme investimento nessas áreas nos últimos anos --- e via um servidor web para produção. Então desenvolvedores estão sendo contratados para trocar essas interfaces locais de programas por interfaces web.

 

 

 


 

  • Curtir 1
  • Obrigado 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda_a_Ler_Resistores_e_Capacitores-capa-3d-newsletter.jpg

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!