Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Relê de estado sólido ou Dimmer ?


Posts recomendados

Ola pessoal.

 

No meu tempo esses dois dispositivos costumavam ter aplicações diferentes , mas me deparei com o anúncio da figura abaixo e vi que preciso me atualizar.

 

Esse dispositivo diz que varia a tensão de 0 a 240 Vca , quero crer que leva vantagem em relação ao dimmer que normalmente inicia a condução lá pelos 10% ou 15% da tensão final.

 

Pergunto

 

Alguem já vez uso desse novo  SSR ? Com qual tipo de carga , resistiva, indutiva, capacitiva ?

Ele é apenas um Dimmer com nome mais pomposo ?

 

 

ssr-pot.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP

Pra mim pela aparência funciona como um dimmer mesmo: quebrando a tensão pelo caminho e não como um variac: controle da tensão inteira . Ache seu manual e esquema.

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

pois é, @.if ... 

também pensei algo parecido com sua explicação. 

No site do fabricante não tem muitos detalhes. Vou mandar email inquirindo sobre o funcionamento. 

 

A propósito , ainda estou penando naquela árdua tarefa de controlar um dimmer com potenciômetro digital ( eletrônico , não rotativo nem deslizante ) .

 

O colega @alexandre.mbm havia sugerido um chip de potenciometro digital X9C104 , mas aparentemente ele se aplica a tensões relativamente baixas.

Talvez exista um jeito desse chip controlar tensões maiores porém minhas buscar não obtiveram êxito .

 

 

 

'_'

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
10 horas atrás, Tito Fisher disse:

Ele é apenas um Dimmer com nome mais pomposo ?

Além do nome, o circuito deve ser mais pomposo também.

Apesar de nunca ter visto um desses creio que o triac seja controlado por algum circuito integrado específico, possibilitando o ajuste começar do zero.

Não sendo aquele dimmer comum com diac, potenciômetro e capacitor.

 

Os relés de estado sólido que eu conheço consiste apenas de um circuito simples com triac + opto acoplador. Colocou VCC no opto temos toda tensão VCA do outro lado.

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP
8 horas atrás, Renato.88 disse:

toda tensão VCA do outro lado

Nem toda. Ele fica com um pouco pra si. E sim, é considerável pois ele o que ele come, defeca em calor no dissipador. A não ser que houve melhoria na tecnologia que também desconheço

Link para o post
Compartilhar em outros sites
12 horas atrás, Renato.88 disse:

Os relés de estado sólido que eu conheço consiste apenas de um circuito simples com triac + opto acoplador.

 

Pois é , Sr @Renato.88, os SSR  'raiz' tinham a função de abrir ou fechar contato de forma não mecânica.  Agora isso de variar a tensão passante abre um leque de novas aplicações .

 

Preciso de um desse , mas ainda não descobri como acoplar nele um potenciômetro digital. 

 

'_'

 

4 horas atrás, .if disse:

A não ser que houve melhoria na tecnologia que também desconheço

 

Sra @.if , até onde pude pesquisar eles ainda geram um calor absurdo, tanto que o fabricante recomenda dissipador com ventilador em casos onde sejam aplicados acima de 50% da corrente máxima.

 

'_'

 

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Tito Fisher disse:

Pois é , Sr @Renato.88, os SSR  'raiz' tinham a função de abrir ou fechar contato de forma não mecânica.  Agora isso de variar a tensão passante abre um leque de novas aplicações .

Mesmo nesses mais simples é possível "variar" a tensão. 

Ele só liga e desliga, mas se aplicar um sinal PWM é possível controlar pelo menos cargas resistivas e motores do tipo universal. 

 

Imagino que esse dispositivo mais moderno que você mostrou funciona da mesma forma, porém o circuito de pwm já está embutido. 

 

Como no anúncio diz usar SCR, não creio que seja como um variac. Na eletrônica não tem um componente que faça essa função. 

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP
3 horas atrás, Tito Fisher disse:

Agora isso de variar a tensão passante abre um leque de novas aplicações .

Penso que é melhor pensar na grandeza potência e não tensão. Algo como o dimmer mesmo. Deve dar uma boa sujada na rede.

 

2 horas atrás, Renato.88 disse:

Na eletrônica não tem um componente que faça essa função. 

De fato não tem e nem deve ter tão cedo. O que me fez lembrar novamente do amigo @albert_emule que certa feita publicou um sistema com trafo e cujo campo magnético dc controlava o ac puro. Teorizei que dava pra fazer um variac artesanal com baixo rendimento bastando controlar o dc do campo controle. Não me lembro o nome do sistema mas me lembro que favoritei o tópico pra iluminações posteriores ... mas foi antes de infinitas formatações e instalações de sistemas...😪

Link para o post
Compartilhar em outros sites
23 horas atrás, Renato.88 disse:

Mesmo nesses mais simples é possível "variar" a tensão. 

Ele só liga e desliga, mas se aplicar um sinal PWM é possível controlar pelo menos cargas resistivas e motores do tipo universal. 

 

Sr @Renato.88 , me interessei por essa abordagem .

 

Deixa ver se entendi direito

 

Na imagem abaixo, eu posso aplicar uma tensão DC controlada por PWM  onde diz  3~32 VDC  e isso me permite variar a saida AC onde diz 24~380 VAC  ?

 

( ou naufraguei no pote de Hellmann's ? )  

 

'_'

 

 

ssr-DC.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP

Permita-me... Naufragaste sim. É a faixa de valores em que o relé atua ou seja, liga. Abaixo de 3=pode não ligar. Acima de 32=pode pifar

A 24~380 .. o mesmo. Abaixo de 24 pode não atuar, acima de 380 pode pifar.

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP
45 minutos atrás, Ricardov disse:

sobre amplificadores magnéticos?

Acho que sim. Meu foco era variac. Ainda tá em banho maria 😁

 

 

16 minutos atrás, Tito Fisher disse:

O que exatamente o Sr @Renato.88 quis dizer com aquela frase ?  

 

Em 11/01/2021 às 13:40, Renato.88 disse:

Mesmo nesses mais simples é possível "variar" a tensão. 

O controle pwm seria externo.

Em 11/01/2021 às 13:40, Renato.88 disse:

se aplicar um sinal PWM é possível controlar

Penso tambem que pra ac, um pwm neste tipo de dispositivo não se dá muito bem. O correto é controlar como um dimmer -controle do ângulo de disparo-  mesmo ou apenas como on-off

 

Em 11/01/2021 às 13:40, Renato.88 disse:

esse dispositivo mais moderno que você mostrou funciona da mesma forma, porém o circuito de pwm já está embutido

De fato não está. bem.. pelo menos nos relés semelhantes que tenho cá comigo...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
agora, .if disse:

De fato não está. bem.. pelo menos nos relés semelhantes que tenho cá comigo.

 

Bem, nesse ponto o Sr @Renato.88 está certo , o modelo que postei na primeira foto realmente é variavel com PWM interno cuja parte 'exposta' é apenas o potenciometro que se há de colocar entre os bornes .

 

Já essa segunda foto eu também tinha ciência de que tava mais 'liga/desliga'  sem opção de variação , mas quando foi falado em colocar um PWM eu troquei as bolas !


Mas não vou desistir , preciso descobrir ou inventar um potenciometro digital  para  uns 100VA , nas pesquisas já achei até para 36V por 10 Amperes !

 

'_'

 

 

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP
25 minutos atrás, Tito Fisher disse:

descobrir ou inventar um potenciometro digital  para  uns 100VA

Pra ac ou dc? Escolha! Pra qual aplicação? Mostre! Apenas "potenciômetro digital pra 100VA" é muito genérico sendo melhor personalizar pra aplicação específica. Ganha-se em eficiência. Pra ac, acaso viste o video que publiquei? Não é bem um pot mas percebeste que a mixaria de corrente de uma bateria 9V controla uma baita corrente na lâmpada? A diferença é que teoricamente sua V é 100% senoidal e não detonada como a do dimmer. (Revendo agora.. algo me diz que aquele Albert do video é o mesmo Albert nosso... @albert_emule  🤔 ?)

Pra dc, aí sim.. comece a pensar em termos de pwm.

 

25 minutos atrás, Tito Fisher disse:

nas pesquisas já achei até para 36V por 10 Amperes !

Mostre.

25 minutos atrás, Tito Fisher disse:

o modelo que postei na primeira foto

Ah tá.. achei que era o da última foto. Pra esta sim, mantenho a observação ok?

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Tito Fisher disse:

O que exatamente o Sr @Renato.88 quis dizer com aquela frase ?  

Fique claro que eu estou dizendo sobre os relés de estado sólido simples, como esse de 4 terminais da postagem 9. Conforme a @@.if disse deve respeitar os limites de tensão e corrente. 

 

O circuito de pwm deve trabalhar sincronizado com a rede, disparando o relé sempre na mesma posição da onda. 

Ele controla a carga diminuindo pedaços da senoide, aí está a semelhança com o pwm.

 

Funciona bem com cargas resistivas e mais ou menos com aqueles motores universais(tipo de furadeira), mas é aceitável. 

Inclusive eu tenho uns relés desses que foram retirados de uma sucata de forno elétrico, pois junto veio um termômetro. 

 

Pra outras cargas CA não recomendo, pois os "buracos" que fica entre uma senoide e outra atrapalham o funcionamento. 

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
agora, .if disse:

Pra ac ou dc

 

Bem, eu havia iniciado um post sobre esse meu propósito tempos atrás mas fui de certa forma desencorajado na intenção original.

 

O motor ( de esteira ) é DC , 90V   1.6 HP  , corrente de 12A para potência máxima ( devo usar em torno de 30% da potencia )

 

O sujeito será usado para acionar uma lixadeira de cinta customizada para maior largura ( vide foto )

 

agora, .if disse:

Mostre.

 

Também na foto os detalhes do  um PWM digital com boa potencia, mas ainda insuficiente para este motor .

 

Minha bússola aponta as pesquisas para 'copiar'  o circuito de acionamento das esteiras convencionais, aquelas com teclinhas  up/down , mas minha bagagem técnica não está nesse nivel e portanto venho ao forum buscar dicas .

 

 

lixa-cinta.jpg

pwm-dig.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, Tito Fisher disse:

motor ( de esteira ) é DC , 90V   1.6 HP  , corrente de 12A para potência máxima ( devo usar em torno de 30% da potencia )

Nesse caso, penso que seja melhor controlar em corrente contínua. 

Com mosfet mesmo. 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP

Escolha entre milhares de mosfets >300V e > 30A e vá de dc+ pwm mesmo.

Teste clique da digikey que está com falha no link compartilhador

Se 1 dia for fazer de verdade mesmo, dá 1 grito que a gente pensa em colaborar com o sistema controlador minimalista: alarguea/encolhe o pwm com 2 botões: poucas linhas de programa: altos projetos pra pós aposentadoria iminente🤪. A gente vende por 1449,00😁 De repente dá até pra fazer um controlador paralelo pra esteira. Estas porcarias vive dando pau mesmo.

  • Haha 2
Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ola.

 

Bem, continuando nas buscas, encontrei um PWM 90V para 15 Amperes , com um detalhe interessante  :

 

Ele é controlado por potenciometro mecânico, mas tem a opção de remove-lo e controlar por tensão DC  ( de 0 a 5V ) .

 

Estou quase no objetivo , prestes a encomendar o aparato, só me falta uma alma iluminada afirmar que posso fazer variar essa tensão de através de teclas UP/DOWN  .

 

See:

 

Descrição do fabricante

 

 

 

pot-pwm-90v.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites
36 minutos atrás, Tito Fisher disse:

Ele é controlado por potenciometro mecânico, mas tem a opção de remove-lo e controlar por tensão DC  ( de 0 a 5V ) .

 

Estou quase no objetivo , prestes a encomendar o aparato, só me falta uma alma iluminada afirmar que posso fazer variar essa tensão de através de teclas UP/DOWN  .

Juntando o que disse acima, com o que disse abaixo é possível juntar os dois e tornar realidade seu desejo. 

 

Com um microcontrolador simples, tipo os 12F629 podemos colocar os botões e numa saída dele variar de 0 a 5V.

 

Também é possível fazer essa façanha usando a eletrônica tradicional com contadores, transistores e um divisor resistivo. 

 

 

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP

Com qual mc tens alguma familiaridade? Já fizeste um pisca led com ele? Olha os passos que sugeri agora há pouco pra um carinha "sem noção"...

Pro arduino, olha que mamão conceitual que digito aqui e agora:

unsigned char dutty=127; //50% de 8 bits
setup()
{
//...
}

loop()
{
if (digital_read(5)==0) dutty++; //tecla up
if (digital_read(4)==0) dutty--; //tecla down
analogwrite(3,dutty); //controle pwm (1)... aplique na entrada do seu controlador
delayms(100);
}

Se não 100, penso que seu problema está 99% resolvido 😁. Há arestas a aparar...🙃

(1) analogwrite...o cerne do seu sistema...

https://www.arduino.cc/reference/pt/language/functions/analog-io/analogwrite/

  • Triste 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ola @.if

 

 

Eu tenho boa bagagem de programação de sistemas, mas na área de software .

 

Décadas atrás eu já programava em Assembly para o Zilog Z80 ( a 'poderosa' CPU dos MSX )

 

Mas ... por algum motivo não aderi ao uso de microcontroladores e nem da programação dos mesmos.

 

Os dispositivos que possuem MC eu me contento em usar , mas tipo caixa preta somente.

 

Tem aí na gaveta uma opção sem  isso de ( ééééca )   Arduíno  ?

 

'_'

 

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bem,

 

após horas de "fuçamento"  na internet   acredito ter encontrado o componente que vai atender a necessidade, usando a eletrônica convencional como sugeriu o sr @Renato.88 .

 

O CI DS1804 ,  segue um video ( onde casualmente o sujeito usa exatamente a tensão que preciso )

 

Por favor, opinem antes que eu faça alguma caquinha !

 

Variando tensão DC com botões up/down  

 

 

video curtinho, coisa de 2 minutos

 

'_'

 

 

  • Obrigado 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bem interessante esse CI, ele me fez lembrar de outro bem antigo usado em aparelhos de som pra regular o volume por controle remoto. 

Era o TC9153 fabricado pela Toshiba, comum nos aparelhos dessa marca. 

 

2 horas atrás, Tito Fisher disse:

Por favor, opinem antes que eu faça alguma caquinha !

É isso aí mesmo, o CI trabalha como um verdadeiro potenciômetro. Só que limitado a 100 passos. 

 

  • Curtir 1
  • Obrigado 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda a ler resistores e capacitores

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!