Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Posts recomendados

Olá pessoal. Recentemente adquiri um SSD de 240gb da linha BX Crucial. Sei que não é o melhor modelo ou marca mas pra mim parecia ser ok. O problema é que depois eu li que SSDs que não tem DRAM (parece o caso desse) tem uma vida útil bem menor do que o esperado. Isso é verdade? Queria saber a quantidade de escrita que um SSD desse aguenta fazer antes de morrer, e se dá pra instalar coisas nele normalmente sem ter medo de estragar o chip de memória tão depressa. Preciso me preocupar com isso? Desde já obrigado.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
12 minutos atrás, MarceloSouzaB1 disse:

O problema é que depois eu li que SSDs que não tem DRAM (parece o caso desse) tem uma vida útil bem menor do que o esperado. Isso é verdade?

Não, só quer dizer que o desempenho é menor.

 

13 minutos atrás, MarceloSouzaB1 disse:

Queria saber a quantidade de escrita que um SSD desse aguenta fazer antes de morrer, e se dá pra instalar coisas nele normalmente sem ter medo de estragar o chip de memória tão depressa. Preciso me preocupar com isso?

Não precisa se preocupar, esses trecos precisam de vários anos de uso pesado 24h por dia direto antes de dar problema.

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Moderador
55 minutos atrás, MarceloSouzaB1 disse:

Queria saber a quantidade de escrita que um SSD desse aguenta fazer antes de morrer,

Os fabricantes sempre informam o TBW (Total Bytes Written), que significa quando bytes serão escritos nessa unidade antes de ela perder a garantia (não significa que irá pifar). O crucial BX500 de 240GB possui 80TB de TBW, ou seja, após escrever 80 terabytes de dados nessa unidade, ela irá perder a garantia

image.png

https://content.crucial.com/content/dam/crucial/ssd-products/bx500/flyer/crucial-bx500-ssd-productflyer-a4-pt-br.pdf

 

Um exemplo da durabilidade de um SSD: Possuo um SSD WD Green de 240GB com TBW também de 80TB, sendo que estou com ele há pouco mais de 2 anos e já gastei 28% da vida útil:

image.png

 

Nesse ritmo, 2 anos = 28%, 4 anos = 56%, 6 anos = 84%, 7 anos = 98%.

Levaria pouco mais de 7 anos para que essa unidade chegasse ao final da vida útil.

 

59 minutos atrás, MarceloSouzaB1 disse:

e se dá pra instalar coisas nele normalmente sem ter medo de estragar o chip de memória tão depressa.

Obviamente que sim, SSDs são a evolução do HD e são peças que foram feitas para serem usadas. O desgaste dos chips de memória é inevitável, mas isso não significa que ele irá pifar da noite pro dia se você utilizar muito.

 

Ignore essas dicas absurdas sobre SSD que você encontra por ai na internet, visto que a grande maioria delas são dicas que são repetidas a exaustão desde a época do surgimento dos primeiros SSDs no mercado do consumidor (modelos que variavam entre 16, 32GB e 64GB), dicas essas que só eram válidas para estas unidades com tecnologia recém criada e com baixíssimo espaço de armazenamento..

 

Assista esses vídeos:

 

 

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, GabrielLV disse:

Os fabricantes sempre informam o TBW (Total Bytes Written), que significa quando bytes serão escritos nessa unidade antes de ela perder a garantia (não significa que irá pifar). O crucial BX500 de 240GB possui 80TB de TBW, ou seja, após escrever 80 terabytes de dados nessa unidade, ela irá perder a garantia

image.png

https://content.crucial.com/content/dam/crucial/ssd-products/bx500/flyer/crucial-bx500-ssd-productflyer-a4-pt-br.pdf

 

Um exemplo da durabilidade de um SSD: Possuo um SSD WD Green de 240GB com TBW também de 80TB, sendo que estou com ele há pouco mais de 2 anos e já gastei 28% da vida útil:

image.png

 

Nesse ritmo, 2 anos = 28%, 4 anos = 56%, 6 anos = 84%, 7 anos = 98%.

Levaria pouco mais de 7 anos para que essa unidade chegasse ao final da vida útil.

 

Obviamente que sim, SSDs são a evolução do HD e são peças que foram feitas para serem usadas. O desgaste dos chips de memória é inevitável, mas isso não significa que ele irá pifar da noite pro dia se você utilizar muito.

 

Ignore essas dicas absurdas sobre SSD que você encontra por ai na internet, visto que a grande maioria delas são dicas que são repetidas a exaustão desde a época do surgimento dos primeiros SSDs no mercado do consumidor (modelos que variavam entre 16, 32GB e 64GB), dicas essas que só eram válidas para estas unidades com tecnologia recém criada e com baixíssimo espaço de armazenamento..

 

Assista esses vídeos:

 

 

 

Entendi! Obrigado pelo esclarecimento. Só mais uma dúvida: saúde baixa já vai me dar problemas? Igual os bad blocks do HD? Ou só próximo dos 100% usados que ele vai dar dor de cabeça? Grato.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda a ler resistores e capacitores

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!