Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Revisão/Reforma em Fev21 do Semp Toshiba NI1403 fabricado em Jul14


Posts recomendados

  • Membro VIP

Meu filho pediu para tirar uns vírus do notebook de um amigo dele, um Semp Toshiba NI1403 fabricado em Jul14 porque não estava conseguindo usar o teclado e algumas páginas do navegador estão abrindo sozinhas.

Quando chegou aqui, vi que o teclado está com defeito físico, algumas teclas não respondem e ao usar um teclado externo tudo funcionou, acontece que a bateria não segura mais carga, tem uns riscos verticais no centro da tela que somem ou aumentam conforme se toca no notebook, a parte plástica onde se fixam as dobradiças está quebrada juntamente com a parte metálica da base de lata, o sistema instalado é o win7 enquanto que o selo na carcaça indica o win8.

Passei o HD num antivirus que removeu seis, um deles relativo a ativação pirata, já apaguei tudo do HD porque não uso sistema pirata, só uso original e o CrystalDiskInfo indicou que o HD está saudável.

Pesquisei preços de teclado pelo modelo NI1403 e achei a reposição em torno de R$ 100,00.

Não encontrei reposição da base de lata nem da carcaça e nem da bateria mas, notei que o notebook Positivo Stilo da série XR2990, 2998, 3208 e 3010 tem um projeto muito parecido e com anúncios da base de lata, carcaça e bateria, além do teclado com um preço menor, pelas fotos apenas a base de lata é um pouco diferente, todas as outras peças parecem ser iguais.

Também vi vídeos de desmontagem e conferi que o fabricante não dá mais suporte a drivers. No site da microsoft parece que dá para baixar o win8 original, só resta saber se a chave digital original ficou armazenada na placa-mãe.

Gastei cerca de duas horas de trabalho para chegar neste diagnóstico inicial e estabeleci um plano de restauração inicialmente da carcaça usando superbonder com bicarbonato de sódio ou então um ferro de solda quente para derreter e unir partes de plástico, ainda não me decidi sobre qual usar.

Imagino que com um total de vinte horas de trabalho eu consiga ter o notebook em perfeito funcionamento e só depois disto ver se compensa comprar um teclado novo, bateria e outras partes.

É isso, conforme for progredindo eu posto as novidades. Me sinto como as pessoas que compram um carro velho para restaurar.

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP

Trabalhei minhas primeiras 2 horas e 40 minutos na questão do teclado, primeiro eu identifiquei a etiqueta:

1.jpg.0fff57b1db991ea20ab6e6883b61629b.jpg

Depois fiz pesquisa no mercado por anúncios usando a referência por Model ou por P/N e depois pelos dois, vi que existem muitos códigos parecidos mudando apenas uma letra ou um número apenas na parte final depois do segundo tracinho, utilizados em diversas marcas de notebooks como CCE, Compaq, Positivo e outros, com esta pesquisa eu criei muitas dúvidas sobre compatibilidade ou não do tipo se o teclado do CCE ou do Compaq serviriam no NI1413, também achei uma grande diferença de preços a partir de R$ 60,00 um usado com garantia até R$ 300,00 um novo.

Fiz uma checagem nas conexões do flat cable:

2.jpg.d48139727ff362d7692cb7291d58b57d.jpg

Tanto na saída do teclado quanto na entrada da placa-mãe:

3.jpg.4525c1dc35bc536c3c25ca0fc8d31945.jpg

Também percorri o cabo sem encontrar nada partido ou rompido. Cheguei a remover as teclas que não funcionavam na esperança de achar algo que justificasse o defeito:

8.jpg.58f5eb68020e05ccb5de813a78f2780c.jpg

 O que me levou a crer que não tem jeito e o teclado já era, resolvi separar ele da tampa superior conforme se mostra em um vídeo na internet sobre como trocar o teclado, ocorre que na carcaça da tampa tem uns pinos de plástico:

5.jpg.8cc3baf25037275a00a8b82fd63c9777.jpg

Que atravessam o teclado pelos furos:

6.jpg.e095343fc200272a05229d3228e55556.jpg

E tem a sua ponta derretida na base do teclado:

4.jpg.9307ae44b8d4750be3e55e67df8fadbf.jpg

E para soltar o teclado tem que quebrar estes pinos, de forma que o teclado vai se destacando da tampa:

7.jpg.1055b9830d629d290bcb4eb0cbd7ac96.jpg

Como no detalhe acima, o pino que está este a letra K e L foi rompido. Observando isto, eu imagino que quando colocar o novo teclado, este não vai ficar perfeitamente alinhado como o original, tipo vai ficar uma tecla mais alta que a outra e pensei em usar pequenos pedaços de fita dupla para corrigir esta eventualidade.

Tenho que comprar outro teclado ou então usar a máquina com um teclado externo.

A tampa do teclado está quebrada em um ponto:

9.jpg.34a63842a93cb7e8b88b95f484951371.jpg

Na parte de baixo à direita, bem acima da ponta do leitor de DVD, em outros computadores eu já tentei colar com super bonder ou cola de cano sem sucesso, na hora colou mas depois cedeu então, desta vez eu resolvi usar ferro de solda e uma tampinha plástica branca, igual fazem para consertar parachoques de carros, ficou assim:

10.jpg.8f766caa78b14885a023e860250f3f86.jpg

Do lado de dentro virou uma massa dura e firme, do lado de fora do computador, ficou a marca aparente do rachado mas, parece que deu liga e esta parte não vai mais se soltar.

Tem um detalhe que ninguém costuma comentar, esta máquina está com um cheiro de mofo, o suficiente para irritar meu nariz, eu pensei em lavar as peças e achei melhor deixar como está por conta de que não vai dar para lavar a placa-mãe, o leitor de DVD, o HD e outras partes sensíveis, fica acrescentado na lista descobrir uma forma de remover o cheiro sem colocar em risco o funcionamento.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP

Mais uma hora de trabalho, pelas minhas contas 5:40 hs ao todo.

Liguei a penas a fonte na placa-mãe e bateria, sem mais nada, depois de uma hora a luz vermelha apagou indicando que a bateria carregou, ainda falta fazer os testes na bateria:

1.jpg.ede834430cbacd6531533e6676bc5387.jpg

Neste período eu lavei o que deu, usando um APC com uma escova de dentes, o APC é um limpador multiuso para limpar motores, carpete e estofamentos de carros, é uma espécie de veja, nas partes plásticas enxaguei na torneira e nas eletrônicas usei apenas pano úmido, tipo uma lavagem a seco. Isso reduziu o cheiro e meu nariz já está aliviando. Também estudei o manual em PDF e fiquei analisando as possíveis formas de fazer os reparos na carcaça.

Agora estou baixando a imagem do win8:

2.jpg.2227168084b13e2b3d8ace802f1a024f.jpg

Meu plano é formatar o pendrive com a imagem e usar ele para instalar num SSD de teste, para ver se acertei na escolha da versão single language de 64 bits, se o win ativar quer dizer que é esta a versão originalmente instalada e se não ativar, pode ser que a versão seja a pro ou então a chave digital está perdida.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP

Mais 5 horas e 40 minutos de trabalho, enquanto baixava o Win8 eu dei inicio aos reparos na carcaça com superbonder e bicarbonato, mais adiante eu mostro o antes e o depois, quando terminou de baixar a ISO, eu não consegui gravar no pendrive e fui obrigado a gravar no DVD mesmo, logo em seguida fiz a instalação num SSD de 240GB, ocorreu tudo certo ativou na hora exceto por três drivers que não foram reconhecidos, baixei a ferramenta de atualização para o Win10 e neste momento está em progresso a atualização.

Total de horas trabalhadas 11:20hs.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP

Depois de 07:20hs atualizou para o Win10 Home Single language, (ativado) observando os mesmos três drivers não reconhecidos no Win8:

4.jpg.be753a12bcb1f3af904108e229c0b272.jpg

Quando se tentar atualizar simplesmente não consegue mas se usar o caminho de verificar atualizações/baixar atualizações opcionais e atualizar as 11 sugestões de drivers, todos os drivers ficam em dia e reconhecidos, perfeito.

Na sequência baixei a ferramenta de atualização e após mais 9 horas a unidade USB com a ISO do Win10 estava pronta.

Neste caso, se eu tivesse tentado instalar direto o Win10 sem antes ter atualizado o 8 para o 10, não teria ativado porque a chave digital do 8 não serve no 10, só vai servir depois que atualiza e os servidores da Microsoft passam a reconhecer.

Mais 2:40 hs de trabalho e a formatação limpa está completa com todas as atualizações em dia.

Total trabalhado 30:20 hs.

Os reparos na carcaça estão assim:

1.jpg.9133a7b8e22c022b8bba9c0f00f871dc.jpg

2.jpg.c81955a843f9d953e66913cff3d802ac.jpg

O plástico azul é de uma tampa de maionese, eu pingo uma gota de cola e jogo o pó de bicarbonato em cima, espero secar duas horas e repito a operação.

Se eu jogar muita cola de uma vez só não dá muito certo, a mistura que dá a dureza e se solda no plástico não fica uniforme e depois de um tempo de uso, abrindo e fechando a tela, racha ou se solta.

Eu também poderia colar tudo junto com os parafusos já posicionados, até que funciona mas, acontece que a cola entra na rosca dos parafusos e depois não se consegue desparafusar sem quebrar a emenda, tipo assim, eu tenho previsão de desmontar no futuro esta máquina para nova manutenção.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP

Fiz um teste na bateria, liguei o computador sem o carregador e com a bateria nos 100% indicando uma previsão de 2:15 hs de duração. Deixei apenas a tela funcionando sem fazer mais nada e fui monitorando, depois de 3:30 hs entrou na economia de bateria com 20% e indicando durar por mais 30 minutos.

Desliguei o computador e liguei o carregador, acendeu a luz vermelha que se apagou depois de duas horas, indicando que a bateria foi recarregada por completo, segundo consta no manual, liguei o computador e indicava a carga de 100%.

Posso considerar a bateria como boa porque conseguiu durar mais de três horas e não apresentou aquecimento tanto na descarga como na carga.

Neste mesmo período de trabalho que durou ao todo 5:30 hs eu também fiquei trabalhando na recuperação da estrutura metálica, fiz até um post em separado porque é um assunto novo, pelo menos não achei nada parecido na internet.

Total trabalhado até agora 35:50 hs.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP

Chegou o teclado novo e gastei uns vinte minutos para fazer uns testes de funcionamento e de encaixe no gabinete, sobre a questão dos pinos plásticos que fixavam o teclado original, eu imagino que a base de carcaça metálica faça um sanduwich com a tampa plástica superior deixando o teclado bem firme e elevado, creio que ao montar, ele não fique afundado ou melhor dizendo, com as teclas para dentro.

O teclado novo não apresentou qualquer defeito ou incompatibilidade.

A título de comparação:

T3.jpg.60b4fc8e31fa7af3ba49a8558ea30a90.jpg

Acima o teclado novo e abaixo o teclado velho, as posições físicas das teclas são idênticas, notei apenas uma diferença na linha superior com a inversão das partes azuis e brancas, bem como o detalhe das letras "H" e "K" em que os símbolos de um circulo com três bolinhas e um quadrado com uma barrinha estão ausentes no teclado novo e também uma diferença no alinhamento dos caracteres que no teclado novo são mais centralizadas no meio da tecla.

Do outro lado também tem diferenças, no teclado velho vem a etiqueta do modelo e part number colada no flat, como foto mais acima, no novo a etiqueta vem no chassis:

T1.jpg.e72771b4f410a03c73360aae6186ebe5.jpg

Com uma codificação diferente. O flat do velho tem a seguinte identificação ou marcação:

T4.jpg.99acdd79171c8544851b5ddf31afe664.jpg

No novo a marcação é diferente:

T5.jpg.9654c4b71fcbbf87db78c1b6fe0cbc22.jpg

E claro a última diferença é o selinho de garantia do revendedor:

T2.jpg.32aceddd9ef4fb7406b37a1e2c0279c6.jpg

Tem mais ainda, um detalhe na armação interna das teclas que são pretas no velho e brancas no novo, aparentemente são idênticas fisicamente o que parece ser possível por exemplo juntar partes de dois teclados e fazer um, levando em conta que as teclas do velho tem um preto mais escuro e no novo o preto é um pouco acinzentado.

Total trabalhado, 36:10 hs.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP

Mais cinco horas de serviço, apenas nas bases das dobradiças, pingar cola e joga pó de bicarbonato em cima, espera secar por uns 10 minutos e repete a operação:

Para se ter uma ideia do progresso:

1a.jpg.61d8b4a32bc83b086a48ea8a035c5630.jpg

Encaixei o parafuso na placa preso pela contra porca, na posição exata da montagem, coloquei uma fita crepe para proteger a rosca do parafuso:

2a.jpg.472a35926c0cbf93cdedba404294e3b4.jpg

Pinguei a cola entre a porca e o plástico, joguei pó em cima e esperei secar:

3a.jpg.bfd6f88b84b95f226b2c55de13740d4b.jpg

Na foto acima o detalhe da fita crepe, ela encaixa no vão do plástico e ajuda a não ter folga porque se funde na cola.

4a.jpg.3b61e5612be641fdd6aa6345ee4d7ad6.jpg

Depois vou preenchendo os espaços em volta:

5a.jpg.5d11b31c3ae14cacdc046926f5ea4b97.jpg

E vai tomando forma:

6a.jpg.eb3440bb29a48989e48f7a84831df4b2.jpg

E firmeza para suportar o abre e fecha sem romper:

7a.jpg.57fa0f3b4e2bd2e8728839f3d34e6a14.jpg

Enquanto isto, trabalho ao mesmo tempo também do outro lado:

8a.jpg.cf74ccbbf27f171c7203c30efd5f8656.jpg

Seguindo o mesmo ritmo:

9a.jpg.c9c320369e14e0ec9ef1dc4f7ca21f6e.jpg

Parte por parte:

10a.jpg.3bae1d5ff7eee1f8bceb71bfad3fb12c.jpg

Perto do fim eu raspo com uma broca de diamante as rebarbas:

11a.jpg.6fd59802c82a527c04341ac800e753e1.jpg

Até que dá para colar de uma vez só todo o conjunto, monta, taca a cola e junta, o problema é que fica tudo junto, a placa de metal se une ao plástico e se precisar fazer uma manutenção, tipo trocar o teclado, só quebrando.

Total trabalhado: 41:10hs. Pela estimativa, terminando a parte do suporte das dobradiças já dá para montar e assim, poder mexer na tela e descobrir porque aparecem as faixas.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP

Mais uma hora de trabalho no suporte das dobradiças e ficou pronto para a montagem, que levou mais vinte minutos com um acréscimo de 20 minutos para os detalhes nas dobraduras do flat do teclado:

T1.jpg.7e2cfd43c444188ee1afbc739d0069d4.jpg

Inicialmente parecia estar meio torto, depois eu me atentei para as dobraduras do original:

T2.jpg.7531fd999bb06b7d8fb878c74f2aad60.jpg

Que são três e eu fiz apenas duas, faltou fazer a da parte de baixo, de forma a alinhar todo o conjunto:

T3.jpg.4542a83ea708a6c26fbad968e1c680ff.jpg

Acima o detalhe dela, usei durex para deixar mais ou menos na posição pretendida.

Esse detalhe de dobradura eu não sei à respeito, não sei se o flat pode ser dobrado com um vinco, igual ao original, acho que se forçar posso romper o cabo, superado isto, vamos a comparação do antes e do depois:

Antes.jpg.687bb20e9c6fe326c72ce62cd6a03dd5.jpg

Acima era como estava o suporte da dobradiça, toda a parte plástica que segurava nas contra porcas se soltou ou quebrou e abaixo o depois:

Depois1.jpg.339973592b55e23d5002cdd5a26aee03.jpg

Na fase de montagem, já com o leitor de DVD mas, sem a bateria, aproveitando, a outra dobradiça finalizada:

Depois2.jpg.da1a8624ceb26839f2f46f16a558eacb.jpg

Que originalmente não estava tão ruim, ainda tinha uma das contra porcas presa a tampa de plástico.

Após a montagem, testei o funcionamento das dobradiças e notei que ao abrir e fechar toda a estrutura cede parcialmente, se movimenta cerca de um dois milímetros, na realidade, todo o notebook está flácido, não chega a ser igual a uma gelatina mas, numa comparação exagerada é como segurar uma folha de papel A4, se apoiar a mão em baixo e bem no meio, as pontas se dobram, se segurar em apenas uma das pontas, todo o resto da folha se dobra, a mesma coisa acontece com o notebook, em uma escala menor é claro, ele cede fazendo barulho igual de em embarcação antiga, tipo rangendo ou estalando a madeira.

Veja bem, antigamente as carcaças de notebooks eram mais grossas e resistentes, hoje em dia são bem mais finas e frágeis, mesmo um notebook novo, se for segurado nas pontas, cede parcialmente, entorta em pouco.

Tem que levar em conta também que algumas das travas internas estão danificadas.

Outro detalhe que observei depois da montagem foram as junções perto das dobradiças:

D1.jpg.624cf1166d4d12e2d2086704e33261dd.jpg

Por dentro todas as travas plásticas desta região se romperam:

D2.jpg.c070fe3abccf93dda0c23c4112a9ec30.jpg

Normalmente uma ou duas gotas de cola disfarçam bem, não pode por muita cola senão, depois, na hora de desmontar não consegue sem quebrar a carcaça. Acontece que mesmo colando, ao manusear o notebook, a cola cede e a carcaça fica com esta aparência de boca aberta.

Também testei o teclado e notei que ficou ovalado, ficou mais alto exatamente na dobradura do flat, parece que vou ter que desmontar e procurar outro ponto de dobradura do flat. Além disso, a tecla de espaço só funciona se apertar com força na parte central, não funciona se apertar suave ou nas beiradas, antes de montar o teclado, eu o testei em uma mesa plana e este defeito não apareceu, inclusive fiz um teste de digitação rápida, sem fazer força e todas as teclas responderam perfeitamente, ou seja, o teclado não tem defeito e existe alguma coisa na montagem ou na carcaça que está gerando o defeito, somando mais vinte minutos com esta parte, tenho o total de 43:10 trabalhados.

Ainda falta resolver a questão do teclado e a falha no LCD que se apresenta apenas quando se pressiona com o dedo o nome Semp.

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP

Este é o defeito mencionado, tirei a capa da tela e vejam só o que estava exatamente embaixo do nome Semp:

Tela.jpg.0b99506708daea2d363148083da363b3.jpg

Achei o motivo, conforme se torce ou pressiona a tela, dá o mal contato nos minúsculos terminais que geram as faixas na tela, muito curioso, se a tela ficar solta, sem os parafusos de fixação das dobradiças, aparece uma faixa mas, quando se fixam os parafusos, as faixas só aparecem quando se pressiona ou torce a tela.

Pelo visto, este tipo de reparo está fora do meu conhecimento, eu já vi vídeos em que se usa um ferro de solda com uma cabeça grande e comprida para soldar toda a extensão do flat de uma só vez, até parece ser fácil resolver mas, prefiro pular esta parte porque uma aventura destas pode acabar estragando de vez a tela e se utilizar normalmente o notebook sem ficar forçando a tela, as faixas não aparecem.

Aproveitando, outra curiosidade:

Tela2.jpg.82ddd8d2aa4889a4558ecd58b45f188c.jpg

As etiquetas do lado de dentro da capa da tela estão com marcas características de terem sido molhadas, tipo derramou liquido ou então na hora de limpar não usou um pano úmido e jogou o produto de limpeza direto na tela.

Pensei em lubrificar as dobradiças par ver se com menor resistência, o chassis sofre menos. Esta parte de lubrificação eu seu que não devo utilizar WD-40 ou alguma espécie de desengripante porque esta dobradiça é do tipo de rosca e este produto como o tempo solta as roscas, fica mole demais e a tela não consegue para em pé, também sei que não se deve afrouxar as porcas pelo mesmo motivo. Vou pesquisar melhor sobre o que fazer antes de tomar alguma decisão. Tem um pouco de ferrugem nas dobradiças.

Fiz a limpeza da tela, removendo as gorduras das beiradas e alguns pontos grudados, usei um pano de micro fibra umedecido com APC, com algumas passagens removi o excesso de sujeira e depois com outro pano de microfibra com uma gota de querosene removi as sujeiras mais pesadas ou incrustadas, repeti a dose e a tela ficou brilhando como nova sem nenhum risco.

A capa da lente da Web tinha marcas de digitais no lado de dentro, um cotonete limpo resolveu.

Apenas um dos parafusos estava apertado, reapertei todos os demais.

Mais 40 minutos de trabalho, total 43:50 hs de trabalho.

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP

Mais trabalho na questão das dobradiças, para se ter uma ideia do que está acontecendo, são necessárias duas mãos para abrir o notebook, uma segurando a tela e a outra segurando a carcaça, tem que fazer força para abrir e tanto a tela como a carcaça se empenam neste movimento, não chega a ser como tentar abrir uma ostra viva em que ela faz força para não ser aberta mas, é muito próximo disto.

Existem muitas soluções que resolvem na hora o problema e depois de algum tempo fica duro de novo, como por exemplo: usar WD-40 ou óleo desengripante, na hora fica uma maravilha e com o passar do tempo o óleo evapora e fica duro de novo, ou então as porcas se soltam.

Usar óleo singer ou óleos equivalentes em alguns casos resolvem e em outros não, é uma loteria que quando dá certo dura mais tempo que o desengripante mas, tem a vantagem de não soltar as porcas.

Eu tenho em mente achar uma solução que dure bastante tempo, para isso eu imagino que a melhor solução seria pó de grafite recoberto com uma graxa resistente a alta temperatura, desta forma o pó consegue ter ao mesmo tempo a possibilidade de arrasto e de retenção para deixar a tela parada na posição desejada, enquanto que a graxa serve de proteção para reter as sujeiras externas, evitando que o grafite se contamine, no máximo iria se misturar a graxa no movimento de vai e vem. A melhor forma de fazer esta aplicação seria desmontando tudo, limpando e remontando com as peças lubrificadas. Não acho bom desmontar, eu nunca vou conseguir achar o aperto certo que foi feito na fábrica e sempre terá uma dobradiça mais dura que a outra.

Estas soluções mecânicas envolvendo afrouxar as porcas ou então aquecer a peça, conforme minha experiência pessoal, são um desastre, ou a dobradiça trava ou então fica frouxa demais, pode até funcionar ali na hora e depois de um tempo de abrir e fechar, a tela vai ficando mole a ponto de não se segurar mais.

Voltando ao caso prático, decidi por não desmontar e minha primeira opção foi passar graxa de silicone, eu nunca havia experimentado antes, durante os testes da graxa de silicone, de ficar abrindo e fechando várias vezes, a carcaça estalou e surgiu um novo trincado, do lado de fora, no final a dobradiça não cedeu, permaneceu dura.

Removi a graxa e apelei para a ignorância dando uma borrifada de óleo desengripante, consegui amolecer as duas dobradiças, limpei bem por fora e coloquei bastante graxa (azul) resistente a alta temperatura, fiz novos testes de abrir e fechar e fiquei contente, apesar de que ganhei um barulho de abrir porta fantasmagórico que não tinha antes, igualzinho ao ranger de portas dos filmes de terror. Só perceptível quando se aproxima o ouvido.

A situação agora ficou assim, antes eu precisava de duas mãos para abrir, uma segurando a tela e outra segurando a carcaça, agora com uma mão segurando a tela eu consigo abrir, o próprio peso da carcaça serve com a segunda mão, observando que segurando nas bordas a tela se enverga consideravelmente e segurando no centro a tela se enverga só um pouco.

Eu consegui chegar no "ponto doce", se colocar o notebook de ponta cabeça e levantar segurando na carcaça, a tela não se abre. Se a tela viesse a se abrir com o seu próprio peso, significa que passou do ponto.

Com o notebook sobre a mesa e erguendo segurando na tela,

antes o notebook não abria e agora a carcaça se abre a 45 graus, caso ela se abrisse a 90 graus, significa que passou do ponto.

Eu considero esta condição de ponto doce a melhor situação para poder abrir e fechar sem causar danos, mesmo que faça isto da maneira errada por exemplo pegando nas bordas da tela.

Tem que levar em conta que normalmente os notebooks não se abrem quando segurados em uma ou em outra parte, é característica deles, deve fazer parte do projeto que esta resistência ao abrir ao longo do tempo danifique a máquina.

Abaixo o detalhe de uma dobradiça antes da intervenção:

Dobra1.png.9eef313d90f6bcebd9595b98bd95967e.png

No movimento de abre e fecha as partes numeradas como 2 e 1 acompanham a tela e todo o resto acompanha a carcaça.

Agora a peça depois dos testes:

Dobra2.jpg.55e262eb91164a32312938cf844a7f12.jpg

Eu sei que não é certo deixar lambuzado deste jeito porque a tendência é que a graxa se derreta e escorra, veja bem, eu estou contando com o fato dela ser resistente a alta temperatura e que não vai derreter e ainda que a sujeira de pó vai grudar só por fora e que assim a sujeira não vai chegar na parte interna, desta forma, creio que vai durar bastante tempo sem problemas.

Existem possibilidades de erros, como por exemplo na parte de dentro ter uma borracha e como a base da graxa é petróleo, vai atacar a borracha ou então a graxa pode se endurecer e virar pedra, só Deus sabe o que vai ocorrer.

Total trabalhado 45:00 hs.

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP

Resumão; em termos financeiros, gastei R$ 72,89 com o teclado e mais R$ 11,60 com a cola super bonder (usei menos de um décimo do tubo), consumi cerca de 10 gramas de Bicarbonato de Sódio (R$ 10,00 o quilo) e usei partes de uma tampa de maionese que ia para o lixo.

A carcaça em si estava muito comprometida, parecia que compensava mas, no fundo não valia a pena arrumar mesmo considerando que na parte eletrônica tudo estava em bom funcionamento ( tudo mesmo, bateria, HD, placa-mãe, leitor DVD, alto falantes, microfone, WebCam etc) exceto pelo teclado que não tinha jeito e pelo mal contato na tela que mesmo assim ainda podia ser utilizada, sua intermitência poderia ser resolvida num laboratório equipado com a ferramenta própria.

O win 10 rodou bem e provavelmente ficaria lento depois de um ano de uso e ainda muito provavelmente, segundo o manual, poderia ter uma sobrevida extra instalando um SSD e uma memória de 8GB, podendo suportar até mesmo um Win 12, se este vier a existir, quem sabe?

Eu diria que se fosse possível imprimir uma carcaça nova, compensaria investir.

Considerando que a flacidez da carcaça está causando mal funcionamento do teclado novo e combinado com as duras dobradiças que fatalmente vão causar a quebra a tela, é só uma questão de tempo. Apenas a carcaça condena, o resto salva.

Assim é a vida, nada é eterno, por isso que tem bastante anúncios com as peças deste notebook, só não tem da carcaça porque ela quebra fácil.

No tocante as 45:00 hs trabalhadas na máquina, para contratar um técnico seria inviável porque com o preço cobrado poderia se comprar outro notebook novo, a não ser que ele tivesse muito tempo disponível ( ou realizasse o serviço mais rápido) e dependesse do serviço para sobreviver e cobrando um valor bem abaixo do real, embora que, para um curioso como eu, a soma de mais horas de aprendizado, treinamento e aprimoramento não tem preço.

A questão das "bocas abertas" ou o espaço entre a tampa e a base também poderiam ser facilmente resolvidas com o aquecimento e moldagem do plástico com um soprador térmico, tenho certeza que ficaria alinhado, com as bocas fechadas, o que eu não tenho certeza é quanto tempo o plástico da carcaça depois de ser aquecido e moldado iria se esfarelar.

A base lata também poderia ser recuperada com um maçarico e solda de alumínio ou base de prata.

Ufa! Espero que aproveite estas informações em sua tomada de decisão.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda a ler resistores e capacitores

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!