Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Como soldar capacitor eletrolítico?


Posts recomendados

Pessoal, tenho visto que em PCB industrial os capacitores eletrolíticos dos que ficam em pé estão sempre grudados com a parte de baixo na PCB.

 

Como tenho que soldar uns capacitores do tipo snap-on, mas abrir mais os furos para os pinos entrarem até o talo significa diminuir a área da trilha, gostaria de deixá-los com a parte de baixo em pouco acima da PCB. É que depois que já apareceu pino suficiente para soldar do lado cobreado, ainda ficaria uma parte desses pinos exposta. Ou seja, o fundo do capacitor, se puder, não ficará grudado na PCB mas sim um pouco acima dela.

 

Se houver problema de vibração (capacitor vibra?) poderia colocar um pouco de cola quente escorrendo do corpo do capacitor até a PCB. Ou poderia fixar a PCB na lata da caixa através de um pouco de silicone, para evitar que eventual vibração do trafo (que está fixado nessa lata) passe para a PCB e dessa  às soldas do capacitor.

 

Enfim a pergunta é: precisa fazer um furo enorme na PCB de forma a entrar o pino do capacitor até o talo ou dá para deixar um pouco desse pino exposto que isso não prejudicaria em nada?

 

Grato!

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não entendi o seu caso...

Do por que ter que furar mais a placa? 

 

Quando o capacitor eletrolitico é grande deixo a borracha encostada na placa, pois tem espaço de sobra entre os terminais e as trilhas ficam longe uma da outra. 

Naqueles pequenos, de 10uF ou menos deixo alto, pois os terminais deles vem com uns 2mm de distância. 

Na placa faço os furos para eles com 5mm de distância. 

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP
27 minutos atrás, Renato.88 disse:

Não entendi o seu caso...

2. 1.jpg>1k.txt, lembra?

3 horas atrás, rmlazzari58 disse:

(capacitor vibra?)

Não mas o ambiente dele pode. Alguns capacitores tem sim terminais só pra fixação mecânica. Até gera confusão em quem está começando. Outros são até mesmo aparafusados. (não achei rapidão no ggogle imagens)

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, .if disse:

2. 1.jpg>1k.txt, lembra?

 

Procurei fazer aquele GND "buraco negro" de elétron. O problema é que se eu dobrar os terminais do capacitor seguindo sua tendência (prá dentro), as duas pontas quase que encostam, fica pouco espaço entre as trilhas + e -.

 

Os furos estão feitos mas, como podem ver, ainda dá tempo de tirar a tinta e refazer, se for necessário.

 

Olha a placa aí:

1001348001_placalimpa.jpg.f6986d4591e5e91fa54bd315bad9b990.jpg

 

E aqui marcados os furos para o capacitor:

placa.jpg.d016ade65f76b9cb61f36a827a5f45c9.jpg

 

Aqui o "garrincha":

capacitor.jpg.f96c2fc5b08d62a03718bbbacefd66e9.jpg

 

Eu tava pensando em vibração mecânica, mas se a experiência de vocês não desrrecomenda, eu enfio os terminais na PCB até encostar a parte de baixo do capacitor, aquela de borracha nela, soldo, corto fora a sobra e pronto.

 

Só fiquei em dúvida porque, ué... essa garra aí, será que tem, por alguma razão que desconheço, que dobrá-la?

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Esse terminal grosso aí é pra soldar naqueles arrebites que vem em circuitos industriais. 

Em circuitos de televisão se vê muito. 

A ideia é justamente entortar o terminal contra o arrebite e encher de solda. 

 

Mas para os nossos circuitos amadores fica melhor fazer o mais próximo possível da ideia original. 

Faça o furo grande, mas não tão grande.

Deixe o capacitor entrar apertado pra na hora de soldar o estanho não ficar fugindo do furo. 

Não corte o terminal, entorte-o pra um melhor contato. 

 

Limpa um pouco a tinta do terra e faça um meio a meio com a do negativo e positivo. Assim tem espaço pra caber todo terminal e dobrar a ponta fina. 

 

Sobre vibração causar algum dano em circuitos eletrônicos, só se for algo que tenha motor e vibre fora do comum, exemplos: automóveis, máquinas de lavar, ou qualquer equipamento industrial similar. 

Mas pra isso o projeto é diferente, usam colas, resinas, borracha ou outras técnicas que evitam esses problemas. 

 

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
9 minutos atrás, Renato.88 disse:

Não corte o terminal, entorte-o pra um melhor contato.

Só para tentar evitar de repintar, e se eu entortasse - com cuidado e clama - os terminais de fora para fora e os de dentro para dentro... ou seja, o - do capacitor que está no -25v entortaria sobre a trilha - e o + do que está no +25, sobre a trilha +. Os dois de dentro, esses sim eu dobraria para dentro. Se a questão é área de contato dos terminais e não vibração, será que não poderia fazer assim?

 

2 horas atrás, .if disse:

Até gera confusão em quem está começando.

De fato não só é a primeira vez que uso um capacitor não só com essas garras mas também tão grande assim - tanto em tamanho quanto em capacitância, 10000uF - como ainda não tinha feito nada com tensões altas como 50v. Eu imaginava até que um trafo desses fosse vibrar, acho que em 60Hz... Por via das dúvidas até coloquei uma "arruela" de feltro para fixar o trafo na lata, o que fez com que ele ficasse exatamente encostado na parte de cima da caixa, quando fechada.

 

Será que troco essa arruela por uma comum, só para desencostar o topo do trafo da lata?

Link para o post
Compartilhar em outros sites
47 minutos atrás, rmlazzari58 disse:

Só para tentar evitar de repintar

No positivo e negativo quando aumentar o furo, o cobre vai ficar muito na beirada. 

48 minutos atrás, rmlazzari58 disse:

se eu entortasse - com cuidado e clama - os terminais de fora para fora e os de dentro para dentro... ou seja, o - do capacitor que está no -25v entortaria sobre a trilha - e o + do que está no +25, sobre a trilha +. Os dois de dentro, esses sim eu dobraria para dentro

Tá certo. 

 

49 minutos atrás, rmlazzari58 disse:

Eu imaginava até que um trafo desses fosse vibrar, acho que em 60Hz.

Vibra sim, mas é insignificante. 

Nos meus aqui só percebo que está vibrando ao colocar o ouvido em cima. Na mão, só percebe se o trafo estiver com as chapas soltas. 

  • Curtir 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP

Quando se perguntou sobre vibração no capacitor minha imaginação foi logo para o seguinte: se uma vibração externa (qualquer) faria as placas internas, do componente, carregadas, encostarem.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
58 minutos atrás, alexandre.mbm disse:

se uma vibração externa (qualquer) faria as placas internas, do componente, carregadas, encostarem.

Não é assim que funciona. 

As placas do capacitor já estão encostadas, mas no material isolante. 

Tudo fica bem apertado, não tem o que balançar lá dentro. 

  • Obrigado 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda a ler resistores e capacitores

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!