Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Revisão Geral do Toca-fitas KP-500 da Pioneer anos 80 (Será que consigo ?)


Ir à solução Resolvido por alexandre.mbm,

Posts recomendados

Bom dia pessoal, depois de, com auxilio do povo aqui do forum,  montar uma entrada auxiliar no kp500 , identifiquei que o equipamento está distorcendo muito o som....

Como estou em casa mesmo aguardando meu dia da vacina, resolvi por minha conta e risco, fazer uma Manutenção geral , realizando alguns testes e troca de componentes caso necessário e desde que esteja dentro de minhas possibilidades de amador e iniciante em eletrônica... Sei soldar e ligar um multímetro kkkk...

 

Irei Postar aqui as placas do equipamento e também um link para o manual.... quem quiser se aventurar me dando dicas e auxiliando eu agradeço demais!, pois vou pesquisar no google mas não tenho ainda uma metodologia a seguir para fazer esse trabalho de revisão..

 

Um abraço e obrigado!

 

Segue apenas uma primeira foto do que me espera....

 

desmontando.jpg

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

No texto desse post tem umas palavras que vou por um ponto entre algumas letras para evitar a auto-correção do site. É só desprezar os pontos.

 

Conheço muito pouco de eletrônica mas me parece que um dos pontos ótimos nessa sua aventura, que tem tudo para dar certo, puro analógico e não tem componentes SMD. Isso facilita em muito substituir os componentes.

 

No outro tópico você falou em substituir o amplificador. Há amplificadores que trabalham com a tensão (v.oltagem) do automóvel e tomam bem menos corrente (a.mperagem), são muito mais eficientes que o amplificador original do rádio (TA7063P), além de não "esquentarem". Adaptar um desses, mais poderosos e eficientes não parece tão difícil mas há o risco que não serem tão imunes a ruídos. Teria que testar... Os que conheço são PAM8610, TPA3110, TPA3116 (que tem naqueles aparelhos cilíndricos da JBL, à prova d'água), que são placas já prontas. Se der certo, essas placas produzem som muito bom.

 

Substituir o amplificador não significa que não precise trocar potenciômetros, capacitores, resistores, diodos, transistores de outras partes do rádio. A parte do receptor de FM e o pré-amplificador, por exemplo.

 

Uma das primeiras coisas que eu faria é comprar o livro de eletrônica analógica do Gabriel Torres, o fundador do site do qual esse fórum faz parte, o Clube do Hardware. Eu detesto ler manual como quem lê um romance ou um livro de contos. Uso o livro do Gabriel numa "dobradinha": prática e fundamentos, para entender o que está acontecendo.

 

Tem muitas tabela espalhadas pela Internet mas o mesmo Gabriel tem um outro livro com vários código de capacitores, resistores, etc.

 

Agora, na "mão na massa", entre tantas outras orientações que o pessoal muito mais conhecedor e experiente te dará, eu acrescentaria que antes de desmontar qualquer coisa não poupe tempo em documentar tudo em que você mexer.

 

"Ah, esse conector não preciso anotar, ele só encaixa nesse slot, mesmo..."

 

Quando a gente vê tem um monte de coisa que a gente nem desconfia de onde foi que saiu, rs...

 

De material, só para começar, além do soldador você vai precisar de umas esponjas para limpar a ponta do soldador, de um sugador de solda (e sua "camisinha") e de um suporte que a turma chama de "terceira mão".

 

Outra coisa que aprendi é que às vezes é preciso acrescentar solda nova a algum ponto a ser dessoldado. Solda velha não derrete tão fácil...

 

Outras ferramentas fundamentais, como disse no outro tópico, são a calma, a paciência e o cuidado.

 

Agora sobre quais são os componentes que devem ser substituídos, aí os mestres do fórum podem ajudar... eu ia dizer "muito mais que eu" mas isso seria pretensão da minha parte, já que eu não me arriscaria a trocar um resistorzinho que fosse sem perguntar à turma daqui antes. Mas no que eu puder ajudar, fico à disposição.

  • Curtir 1
  • Amei 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@rmlazzari58 excelente apoio e incentivo !!! Quanto à documentação estou registrando tudo em fotografias e anotações. Uma das coisas básicas que quero perguntar é

 

"Qual multímetro "devo comprar ?

 

Farei esse investimento pois é necessário ter como testar componentes como por exemplo capacitores. O multímetro que uso é um "amarelinho" bem simplesinho.

 

Vou comprar o Livro do Gabriel sim.

 

Abraço!

 

 

 

 

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

 

---

 

Ah, caro @Marco Aurélio Yu, quase ia esquecendo da primeira coisa que me ocorreu quando vi seu tópico: se der arranje umas placas de sucata - nos ferros velhos sempre tem uma jogadas que o pessoal vende bem barato - e antes de executar solda e desmontagem no seu rádio, dê uma praticada com essas placas de sucata: retire uns componentes, ressolde-os, sugue a solda amolecida com o sugador... sinta o efeito do calor do soldador sobre os pontos de solda, verifique que força pode fazer descolar a trilha de cobre da placa de circuito impresso e que força é adequada. Se um ponto de solda tiver um fio nele grudado e você não for usar mais esse fio para nada, corte-o pois o calor do soldador vai ser dissipado por esse pedaço de fio...

 

Prática leva à perfeição, rs...

1 minuto atrás, Marco Aurélio Yu disse:

"Qual multímetro "devo comprar ?

https://www.youtube.com/watch?v=qN3_o7ZMEXc

 

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@rmlazzari58Vejam aqui o que estou dizendo sobre distorcer o som...

 

https://1drv.ms/v/s!AnXh3GPffkX4gRTGGxaicRNwfPWb?e=8aWUKA

 

Podem ver que ao aumentar mais do que 1/4 o som fica muito esquisito....

 

AH, e já percebi que o potencioametro de agudo só está modulando um canal.(Isso não altera o problema de distorçào, mas já é indicativo que terei que substituí-lo ne?) vou pegar a especificaçao e procurar.

 

Quanto ao multímetro procurei aqui em casa e encontrei outro... achei muito interessante a diferença interna e de peso entre ambos , que por fora tem a mesma aparência....O G&E me pareceu muito mais robusto e completo...

 

multímetros frente.jpg

multímetros interior.jpg

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

30 minutos atrás, Marco Aurélio Yu disse:

AH, e já percebi que o potencioametro de agudo só está modulando um canal.(Isso não altera o problema de distorçào, mas já é indicativo que terei que substituí-lo ne?) vou pegar a especificaçao e procurar.

Potenciômetro que falha as vezes só está sujo, ainda mais esse do agudo que a gente não usa muito. 

E olhando sua foto, posso estar enganado mas vejo uma solda fria no potenciômetro do grave, será que o do agudo não estava também? 

 

 

2 horas atrás, Marco Aurélio Yu disse:

Qual multímetro "devo comprar

Um que seja barato... 

Ele faz o mesmo que um multímetro caro faz.

 

De início você não vai precisar medir escalas de temperatura, frequência e capacitancia coisa que só tem nos multímetros caros. 

 

O importante é tensão e resistência. 

  • Obrigado 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Renato.88 @Renato.88

2 minutos atrás, Renato.88 disse:

Potenciômetro que falha as vezes só está sujo, ainda mais esse do agudo que a gente não usa muito. 

 

Dei uma examina mais de perto e o pino dele está meio solto.(Bamba) e creio que algum pedaço de pista interna pode estar comprometida. Pelo que sei ele tem duas pistas , uma para cada canal, pode ser que alguma esteja com mal contato...retirei da placa e estava semi aberto...terminei de abrir e olhem só:

 

potencimetro aberto.jpg

potencimetro no local .jpg

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

10 minutos atrás, Marco Aurélio Yu disse:

Dei uma examina mais de perto e o pino dele está meio solto

Se o rebite está meio solto dá pra apertar com cuidado. 

Pela foto, a pista não parece estar gasta. Precisa do multímetro pra confirmar. 

 

Na hora de montar, dê uma levantada nos contatos. Mas não muito pois enrosca. 

 

E tome cuidado caso esteja bom, um potenciômetro desses não tem pra vender. A não ser sucata de outro rádio desses ou coisa parecida... 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

1 hora atrás, Marco Aurélio Yu disse:

achei muito interessante a diferença interna e de peso entre ambos , que por fora tem a mesma aparência....O G&E me pareceu muito mais robusto e completo...

 

Que diferença! Desde o fusível até o acabamento, a caixa da bateria...

 

Agora tem um aparelho que no Brasil dá para achar por uns 100, 150 reais (na China, no Aliexpress, uns 40 reais + frete, só que demora um pouco para chegar) para verificar diodo, capacitor, bobina, transistor e resistor com precisão bem satisfatória. Chama Mega328 T4 LCR. Aí o multímetro fica só para medir tensão e corrente.

 

20210510_142422.jpg.8506189fa73ac443f110f28118727641.jpg

 

Dá inclusive para adaptar uns fios com garras na ponta para não ter que usar a caixinha para prender o componente a ser testado, que achei meio frágil. Eu colei na tampa de um tupperware, fecho por cima. Colei aquele capacitor azul ali porque para calibrar ele pede que seja conectado a um capacitor > 100nF e toda vez eu tinha que ficar procurando...

 

 

  • Obrigado 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@rmlazzari58 Opa...vai para a listinha...não será por falta de equipamentos que esse toca-fitas não vai voltar a ser o que era antes....

 

@Renato.88 Mepreocupei agora com essa questão d falta de peças...mas creio que para tudo se dá um jeito....imaginei que haveria possibilidade de intercambiabilidade entre peças mais novas e as instaladas nesses equipamentos antigos, mesmo que fosse uma adaptação.

 

 

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@alexandre.mbm Pois é..mas em termos de qualidade de material e acabamento, ele aparentemente é bem inferior ao GE. não sei se é porque seja um modelo mais recente e tenha uma tecnologia diferente.

49 minutos atrás, rmlazzari58 disse:

 

Que diferença! Desde o fusível até o acabamento, a caixa da bateria...

 

Agora tem um aparelho que no Brasil dá para achar por uns 100, 150 reais (na China, no Aliexpress, uns 40 reais + frete, só que demora um pouco para chegar) para verificar diodo, capacitor, bobina, transistor e resistor com precisão bem satisfatória. Chama Mega328 T4 LCR. Aí o multímetro fica só para medir tensão e corrente.

 

20210510_142422.jpg.8506189fa73ac443f110f28118727641.jpg

 

Dá inclusive para adaptar uns fios com garras na ponta para não ter que usar a caixinha para prender o componente a ser testado, que achei meio frágil. Eu colei na tampa de um tupperware, fecho por cima. Colei aquele capacitor azul ali porque para calibrar ele pede que seja conectado a um capacitor > 100nF e toda vez eu tinha que ficar procurando...

 

 

Com esse aparelhinho eu consigo testar os componentes na própria placa ou tem que retirar e testar fora? Meu objetivo é fazer uma varredura para identificar o que pode estar errado no toca-fitas... e substituir...para aprender com calma....

 

Achei aqui : https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1703454854-testador-esr-transistor-capacitor-lcr-t4-mega328-case-_JM#position=2&search_layout=stack&type=item&tracking_id=218f642b-6eb3-4b4d-adec-a720f219daca

 

O Livro citado seria este ? : 

 

 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

49 minutos atrás, Marco Aurélio Yu disse:

Com esse aparelhinho eu consigo testar os componentes na própria placa ou tem que retirar e testar fora?

Não se testa componentes na placa, pois os outros componentes atrapalham.

 

Existem outras maneiras de testar componentes na placa, mas aí é preciso que o aparelho funcione parcialmente. Só que é um pouco complicado de entender os valores, tem que conhecer o circuito pra tirar alguma conclusão. 

  • Obrigado 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

2 horas atrás, Marco Aurélio Yu disse:

O Livro citado seria este ?

O livro é esse mesmo.

Não sei o quanto você conhece de eletrônica, Marco Aurélio, mas para mim esse livro vem sendo referência faz tempo, uso frequentemente.

 

Agora sobre testar componente na placa, o mestre Renato já te ensinou. E eu acabei de pegar uma carona e também aprendi mais essa, rs...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
2 horas atrás, Marco Aurélio Yu disse:

não sei se é porque seja um modelo mais recente e tenha uma tecnologia diferente.

 

Provavelmente é as duas coisas: tanto é um projeto mais "inteligente" (com atalhos), como é mais chibata. Tal abordagem é traduzida em economia. A indústria faz muito dessa casadinha.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Gente, minha primeira decepção.... após re-montar o potenciômetro de agudos (Só estava funcionando em um canal e estava meio "aberto")  soldei novamente na placa e agora não funciona nenhum canal. Não altera os agudos...

 

Removi novamente da placa e vou estudar um pouco como é a montagem dele, para verificar se não errei nada...mas já estou preocupado se caso ele não tenha mais conserto - Segundo o Renato não tem mais igual 😩

 

a referência é 143Q 20KAX2

 

Obs: Vou procurar saber como testar potenciômetro, não deve ser muito difícil....e também agradeço se alguém puder sugerir, numa situação mais crítica, caso eu fique sem potenciômetro funcionando, como eu posso fazer uma ponte ou bypass na placa, caso queira deixar com os agudos no máximo....

 

 

 

potenciometro.jpg

1 hora atrás, rmlazzari58 disse:

O livro é esse mesmo.

Não sei o quanto você conhece de eletrônica, Marco Aurélio, mas para mim esse livro vem sendo referência faz tempo, uso frequentemente.

 

Agora sobre testar componente na placa, o mestre Renato já te ensinou. E eu acabei de pegar uma carona e também aprendi mais essa, rs...

Sou engenheiro mecanico e de segurança do trabalho..... não conheço quase nada de eletrônica..novato e fuçador... 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

20 minutos atrás, Marco Aurélio Yu disse:

após re-montar o potenciômetro de agudos (Só estava funcionando em um canal e estava meio "aberto")  soldei novamente na placa e agora não funciona nenhum canal. Não altera os agudos..

O segredo são aquelas chapinhas de metal. 

A que está na placa do potenciômetro deve encostar no cursor (a peça que gira). 

E a ponta do cursor deve raspar sobre a pista de carbono. 

 

Com o multímetro você identifica onde está o problema. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

18 minutos atrás, Marco Aurélio Yu disse:

como eu posso fazer uma ponte ou bypass na placa, caso queira deixar com os agudos no máximo....

Teria que analisar a placa.
Basicamente o potenciômetro tem 3 saídas, 2 fixas, mínimo e máximo e uma intermediária que é a que faz a regulagem. Seus potenciômetro é de 20K, talvez você precise de um resistor de 20K e um jumper. Se só um dos lados do potenciômetro for ligado, daria para fazer o teste jumpeando as pontas. Caso você ache 2 resistores de 10k, ligando ambos, ficará fixo no meio.
Fiz um desenho para tentar explicar melhor.

image.png.7769ef2c20f9a19c73858d6816c50d5b.png
 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O código 20KA deve significar que esse potenciômetro é de 20kohm e é logarítmico.

O certo seria:

 

A - logarítmico

B - linear

C - logarítmico inverso

 

Mas já vi potenciômetro marcado como A que era linear. Tem um artigo sobre isso aqui. Mas em linhas gerais...

 

unnamed.jpg.c629796350e7d59b2628e14648be7990.jpg

 

Para testar se esse pot é realmente logarítmico, deixe-o no meio do curso e meça a tensão entre o pino do meio e os pinos de cada ponta. Se for, de um dos lados deve dar algo como 2kohm e do outro, algo como 18kohm. Se der 10kohm de cada lado, ele é linear.

 

O logarítmico de 20k não é tão difícil de achar. O linear de 20k, tem até na farmácia, rs... Importante é sabe o comprimento do eixo. O ideal é que seja igual. Se for menor que o original, não serve. Se for maior, dá para cortar com muito cuidado. Também importante - e crítico - é o diâmetro do corpo. Mas eu chutaria que os seus são de 16mm, os mais comuns... Mas é bom medir na hora de buscar novos.

 

O de volume talvez seja mais difícil de achar porque o seu tem um recurso chamado "tap central" para o loudness.

 

Dá uma googleada em potenciometro 20k duplo, estéreo, stereo, logarítico, linear.

 

 

De toda forma, para circuito analógico potenciômetro não costuma ser tão crítico assim. Às vezes um de 10kohm serve no lugar de um de 20k e por aí vai.

 

Se fosse potenciômetro simples, por exemplo os usados em controle de volume como TDA1524 ou LM1036, aí é mais complicado substituir por valores diferentes do recomendado.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se não achar na Internet, o negócio é bater perna na Rua Sta. Efigênia.

Te recomendo a Nena, Sta. Efigênia 295 2o. andar, ela costuma ter peça antiga... aliá nesse prédio tem várias lojas de pessoa que recicla componente. Precisa cuidado para não comprar coisa quebrada e para não pagar absurdo, já que o preço depende da habilidade em pechinchar.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

1 minuto atrás, Marco Aurélio Yu disse:

registrar as medidas aproximadas do que preciso

Se for bater perna, dá para levar os restos mortais, rs...

  • Haha 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sair na rua agora infelizmente não posso em razão da pandemia e alguns problemas de saúde que me impedem abusar.....mas vou fazer de tudo para encontrar esse potenciômetro... sem ele eu vou parar de fuçar rrsrsrsrrsr.... não sei se isso é bom ou ruim para o Kp500 rssrrsrs.

@Thiago Miotto uma alternativa ... dessa forma posso deixar o botão do potenciômetro pifado só instalado sem função.. e deixar no máximo de agudo...

@rmlazzari58 como eu destrui o potenciômetro, esse teste para identificar se é logaritmo pode ser feito, por exemplo, no potenciômetro de graves que está instalado na placa? Creio que ambos sejam iguais, correto?

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda a ler resistores e capacitores

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!