Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Indignação com teste de hd e memórias


Posts recomendados

<font color='#000000'>Fala sério, eu acho um absurdo as marcas de HDs e Memórias venderem produtos que informam uma performance e na verdade não chegam nem a 50% do informado. Exemplos :

Nos teste do Gabriel Torres, informa que o HD Samsung ATA100 chega somente em máxima taxa de transferência por volta dos 30 Mb/s, o que da 30% da taxa informada como máxima pelo fabricante, as HDs com Serial ATA tem capacidade máxima de 150mb/s e na verdade não chegam nem a 50% deste valor. A mesma coisa acontece com as memóras tesdadas neste site.

O minha irritação é que parece que todos estão coniventes com isso, será que nos EUA também é assim, ou seja, PROPAGANDA INGANOSA é crime, se ao menos nos testes chegassem aos 85, 90%, mas menos de 50%. É um Absurdo. Ou voce não reclamaria em comprar um refrigerante que está informado 290ml e na verdade só tem 87 ml.

Por Favor, pessoal me digam e que vocês acham. Principalmente o pessoal dos teste do site.

Grato

Janilson ]:)  :muro:</font>

Link para o post
Compartilhar em outros sites

<font color='#000000'>Amigo Janilsom concordo plenamente com sua indiguinação.

Até quando nós consumidores seremos lesados?

Por que essas empresas não sofrem nenhum tipo de sansão por parte das autoridades competentes?

Será que somos inferiores a outros mercados?

Gente isso tem que acabar!!!!!!temos que ser respeitados como consumidores e tabém como conhecedores...Tô até com medo de continuar montando uma nova máquina.</font>

Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante: [[ /\/\ETALLIC/-\ ]]

<font color='#EE9A4D'>Na verdade eles não estão indicando errado e nem fazendo propaganda enganosa, pois a taxa de trasferência máxima téorica da porta Serial-ATA é 150 MB/s mesmo. Isso é comprovado. O mesmo eu digo para a memória. O verdadeiro problema é que eles ainda não desenvolveram tecnologia o suficiente para que o HD e a memória possam aproveitar essas taxas de transferência. De qualquer jeito estamos sendo lesados, pois não compramos um HD Serial-ATA com o objetivo de aproveitar apenas 40% de sua taxa de transferência, nem compramos memórias DDR400 com o objetivo de obter um desempenho inferior a uma DDR333. O jeito é boicotar esses produtos até que eles atinjam o desempenho que desejamos.

:hmmm:  :angry:  :(   :-baaa  :chicote:</font>

Link para o post
Compartilhar em outros sites

<font color='#000000'>não concordo com voce /\/\etalic/-\, pois esta taxa " teórica ", que disse também esta estampado nas placas mães nos flates e etc.. Quer dizer, todos dizem que teóricamente chegam a esta e outra taxa, mas na prática não acontece, e isso é propagando inganosa, na caixa de uma placa não tá escrito " ATA 100 teórica " e sim " ATA 100", mesmo se estivesse pra mim é jogo de marketing furado. pois eu não compraria um carro que na teoria chega a 100 Km/h e na verdade ele só vai até 30 Km/h.

Mas eu ainda espero um Post do pessoal do site pra ver se nos EUA também existe o mesmo problema e todos estão sendo enganados.</font>

Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante: [[ /\/\ETALLIC/-\ ]]
Postado Originalmente por janilson@18 Julho 2003,11:38

<font color='#000000'>não concordo com voce /\/\etalic/-\, pois esta taxa " teórica ", que disse também esta estampado nas placas mães nos flates e etc.. Quer dizer, todos dizem que teóricamente chegam a esta e outra taxa, mas na prática não acontece, e isso é propagando inganosa, na caixa de uma placa não tá escrito " ATA 100 teórica " e sim " ATA 100", mesmo se estivesse pra mim é jogo de marketing furado. pois eu não compraria um carro que na teoria chega a 100 Km/h e na verdade ele só vai até 30 Km/h.

Mas eu ainda espero um Post do pessoal do site pra ver se nos EUA também existe o mesmo problema e todos estão sendo enganados.</font>

<font color='#EE9A4D'>Isso acontece em qualquer lugar do mundo, e eu não disse que não estamos sendo enganados! O que eu disse é que não está errado estampar "ATA100" na caixa de uma placa-mãe ou de um hd ou escrever DDR400 em uma memória, pois essa é a taxa máxima do barramento que eles usam! Acontece que a taxa que o barramento suporta e a taxa que o hd e a memória conseguem aproveitar são outros quinhentos. O que eles deveriam fazer é informar também a taxa que o produto deles consegue atingir, assim como informam tempo de acesso por exemplo. Daí sim eles estariam fazendo alguma coisa para não enganar o consumidor. Eu entendo a sua indignação e eu também não gosto disso. O problema é que a velocidade máxima da rua é de 100 Km/h, mas a tecnologia dos carros só consegue rodar a 30 Km/h. As fabricantes deveriam diferenciar a taxa de transferência do seu equipamento e o barramento que ele suporta!</font>

Link para o post
Compartilhar em outros sites

<font color='#000F22'>sem contar na palhaçada dos processadores onboard, q ta ridiculo, sem comentarios, acabei de ver um duron 1800+ (sendo q nem é usado pr pra durone o maximo de duron é 1.3, desgraçados, filhos da ....) eu fiquei revoltado com isso</font>

Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante: Gato Danado

<font color='#000000'>E isso não é nada e um Athlon XP 1800 qual é mesmo o clock real dele, +-1350. Eu sempre falei e sempre vou falar, isso é fraude não se enquadram em desrespeito ao consumidor. Desrespeito ao consumidor é uma ou outra peça vir com esses problemas ai serem substituidas.</font>

Link para o post
Compartilhar em outros sites

<font color='#000000'>

Isso acontece em qualquer lugar do mundo, e eu não disse que não estamos sendo enganados! O que eu disse é que não está errado estampar "ATA100" na caixa de uma placa-mãe ou de um hd ou escrever DDR400 em uma memória, pois essa é a taxa máxima do barramento que eles usam! Acontece que a taxa que o barramento suporta e a taxa que o hd e a memória conseguem aproveitar são outros quinhentos. O que eles deveriam fazer é informar também a taxa que o produto deles consegue atingir, assim como informam tempo de acesso por exemplo. Daí sim eles estariam fazendo alguma coisa para não enganar o consumidor. Eu entendo a sua indignação e eu também não gosto disso. O problema é que a velocidade máxima da rua é de 100 Km/h, mas a tecnologia dos carros só consegue rodar a 30 Km/h. As fabricantes deveriam diferenciar a taxa de transferência do seu equipamento e o barramento que ele suporta!

Não é contradizendo nem duvidando de ninguém, mas como eles podem afirmar q a velocidade é 100 mb/s? em q máquina eles conseguiram isso? num pentium 5????? eles deveriam, como todos já disseram colocar uma velocidade MÉDIA por exemplo: no caso do ata100 deveria ser ata50, e isso nem seria muita verdade já q a média é até 40 mb/s....

nem, nem, num gosto nem desse assunto, da pra deixar qualquer um put..</font>

Link para o post
Compartilhar em outros sites

<font color='#000000'>eu acho que é meio relativo, o meu pc (apesar de ser meio velho) com uma placa-mãe Asus P3B-F com o controlador Intel 82371EB ATA 33 e hd Quantum Fireball lct 10 15 ATA 66 se mostrou bem eficiente como o Programa DR. Hardware 2003 demonstrou, veja meus resultados no Windows XP:

read DTR KB,s    

min 7314

medium 14387

max 25600

write DTR KB,s

min 17066

medium 19952

max 25600

no windows 98 a taxa máxima de leitura atinge os 32000 kb,s e na placa-mãe Asus P3V já conseguí atingir a taxa máxima de leitura de 64000 kb,s, agora numa placa-mãe ECS K7 SEM 1.0 ATA 100 com hd Maxtor ATA 100 não conseguiu nem passar dos 22000 kb,s com o windows 98, eu acho que o que mais influencia na taxa de tranferencia é a qualidade da placa-mãe e do chipset mas sem excluir essa possibilidade de propaganda enganosa não acha ?</font>

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP
Postado Originalmente por Gato Danado@19 Julho 2003,18:14

<font color='#000000'>E isso não é nada e um Athlon XP 1800 qual é mesmo o clock real dele, +-1350. Eu sempre falei e sempre vou falar, isso é fraude não se enquadram em desrespeito ao consumidor. Desrespeito ao consumidor é uma ou outra peça vir com esses problemas ai serem substituidas.</font>

<font color='#000F22'>Neste caso não tem nada a ver, pois o código XP significa a capacidade comparativa a um possível T-Bird 1800Mhz como você citou. Apesar q, na realidade eles querem realmente q comparemos a um Pentium...</font>

Link para o post
Compartilhar em outros sites

<font color='#000000'>Realmente eu concordo com MD1, na verdade dependendo da Placa Mãe e o Chipset, uma HD ou outra vai ter taxa de transferência rídicula ou aceitável, mas como o newbiekauew falou será que esta taxa teórica é comprovada ?

Nos teste o Clube do H. colocou uma super máquina e mesmo assim a taxa foi ridúcula, não existe um padrão.

A propósito, /\/\ETALLIC/-\, voce me convenceu, temos que lutar é pros fabricantes pelo menos identificar nos seus produtos o barramento suportável e taxa média de transferencia, se possivel em quais placas foram testadas, hahahahahah.</font>

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Redes-Wi-Fi-capa-3d-newsletter.png

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!