Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Teste da Fonte de Alimentação 3R System iCEAGE IA6500HP80 650 W


Posts recomendados

Na verdade, quem garante que qualquer outra empresa não vai fazer esse esquema de mandar uma fonte "decente" para o teste enquanto manda a "bomba" pro comércio em geral?!?!!?

Tem isso também. Mas algumas fontes não são enviadas pelo fabricante, o próprio CDH compra para testes.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Administrador
Gabriel Torres,

Quantas amostras diferentes da de 450 e de 500 você testou?

Duas de cada, mesmos resultados. Essas de 450 e 500 aparentemente realmente não há problema de produção.

Aproveito para esclarecer ainda que as amostras "corrigidas" (amostras 3 e 4) do modelo IA6500HP80 não são nem serão vendidas no Brasil, foi uma tentativa (falha) do fabricante em corrigir o problema, mas como a fonte realmente mostrou ter uma falha de projeto, a importadora (Casemall) não mais importará ou comercializará esta fonte em particular.

Abraços,

Gabriel Torres

Link para o post
Compartilhar em outros sites
Duas de cada, mesmos resultados. Essas de 450 e 500 aparentemente realmente não há problema de produção.

Aproveito para esclarecer ainda que as amostras "corrigidas" (amostras 3 e 4) do modelo IA6500HP80 não são nem serão vendidas no Brasil, foi uma tentativa (falha) do fabricante em corrigir o problema, mas como a fonte realmente mostrou ter uma falha de projeto, a importadora (Casemall) não mais importará ou comercializará esta fonte em particular.

Abraços,

Gabriel Torres

Agora não entendo porque diabos a Casemall não fez o mesmo com as powerex...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...

Pessoal, depois desse review estou muito decepcionado. Comprei a iceage IA6500HP80 seguindo recomendação do pessoal aqui do fórum e estou com medo de ligar a máquina.

Comprei a um mês e meio e agora não sei o que faço. Entro em contato com a casemall para tentar alguma solução? Já que a loja não vai trocar ou devolver o dinheiro.

Quem entrou em contato com a casemall como a situação foi resolvida? se é que foi.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
Pessoal, depois desse review estou muito decepcionado. Comprei a iceage IA6500HP80 seguindo recomendação do pessoal aqui do fórum e estou com medo de ligar a máquina.

Comprei a um mês e meio e agora não sei o que faço. Entro em contato com a casemall para tentar alguma solução? Já que a loja não vai trocar ou devolver o dinheiro.

Quem entrou em contato com a casemall como a situação foi resolvida? se é que foi.

A Casemall anda mandando uma iCEAGE 500W para quem tem o modelo 650W.

Ela não vai ter PFC Ativo mas pelo menos não é ruim.

E sem falar que vender a 650W não vai ser nada fácil.... ai seria o caso de escolher o prejuízo menor.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
A Casemall anda mandando uma iCEAGE 500W para quem tem o modelo 650W.

Ela não vai ter PFC Ativo mas pelo menos não é ruim.

E sem falar que vender a 650W não vai ser nada fácil.... ai seria o caso de escolher o prejuízo menor.

Entendi. Vou comprar logo uma Corsair de 750w para poder usar o PC e vamos ver quanto tempo a casemall vai resolver meu caso.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
Cara se fosse para comprar eles firiam aqui na porta de casa para vender e com "mostruario". :D.

PS. Nem se quer me mandaram um email explicando ... :seila:

Anderson, bom dia

Discordo..Eu deixei a fonte disponivel para voce no SÁBADO e apenas hoje você veio retira-la.O Escritório de vendas estava aberto naquele dia, voce NÃO compareceu, eu ja havia trocado muitos emails contigo te AFIRMANDO que você poderia vir no sábado retirar a sua fonte, para isso não havia motivos de tentar ligar como você informou; Ha semanas perguntei para o pessoal se você tinha passado pra pegar a fonte e fui informado que não deu sinal de vida, não enviou emails, o que de fato é uma falha unicamente SUA pois a minha parte como profissional de deixar todo um departamento avisado e a fonte la disponivel para voce simplesmente retirar e ir embora eu fiz.Por favor, esse tipo de situação é chata pois o pessoal aqui fica pensando abobrinhas e fazendo comentários sem ao menos saber quem realmente errou na história.Nossa policita é a mesma seja para compra ou para trocas e achei que por email eu tivesse te deixado isso bem claro

De qualquer forma, espero que sua OCZ supra suas necessidades e que sua impressão por nossa empresa seja correta!

Att

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 semanas depois...

pois é, tenho uma c3tech puf-4050s, que tb é uma bomba, mas está firme e forte aqui a guerreira, com over no proc de 2.33@ 2.68 e mais uma 5750 xxx tb com over 860@1420 (antes tinha uma 4850 xfx), 2 hds sata, 4 coolers neons, dvd, cooler processador buffalo e luz cathode.... não tive o azar dela me trazer problema............................. mas agora eu quero ver, porque comprei essa fonte hoje e burro, sem pesquisar... me atirei no preço... que *****.... comprei junto um sapphire 6870 q vem junto, pelo menos isso... leva três dias para chegar ainda...................... só peço a Deus que eu tenha a mesma sorte da c3tech

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bem pessoal,

Eu fui mais um incauto que caiu nessa da fonte IceAge. E olha que nem achei ela barata não, pois por pouco mais de 30 reais do preço pago por ela eu conseguiria pegar uma OCZ ou mesmo uma Antec de capacidade um pouco menor.

O problema é que adquiri minha fonte na WAZ, que a meu ver é uma das mais conceituadas lojas de hardware.

Aqui a fonte começou a variar as tensões e a aquecer em demasia. Mas infelizmente a atenção observada pelo pessoal da loja na hora de vender não está sendo a mesma na hora de honrar a garantia.

Insistem que a fonte não tem nada, não apresenta problema algum e, pelo visto, vão se negar a trocar o produto defeituoso.

Mandei email pra gerência. Se não se resolver vou ingressar no juizado especial pois o produto vendido tem vício oculto, como provado inquestionavelmente no teste feito pelo site.

Tô chateado pra caramba com a WAZ viu... :(

Espero mesmo que meu problema seja solucionado. O fato é que essa fonte não volta mais pro meu PC de jeito nenhum.

Abs.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Como você aferiu as tensões da fonte? Com software ou com multímetro?

Não adianta você arguementar com a loja de que ela é obrigada a trocar a fonte simplesmente porque ela não passou no teste do CDH. Na verdade, nenhuma loja é obrigada a fazer isso e sim o distribuidor oficial da marca no Brasil. E nisso a Casemall tem mostrado bom serviço, de acordo com os relatos que temos.

Portanto se seu micro estiver funcionando normalmente com essa fonte, a garantia não é obrigada a trocá-la. Só seria caso você precisasse extrair a potência rotulada e a fonte apresentasse problemas, como apresentou no teste.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

se eles insistirem que a fonte é boa, fale para eles então ligarem ela em um pc do mostruário deles, que realmente puxe 650W :rolleyes:

Se ligarem ela vai provar que é ruim. Se negarem, então eles estão de sacanagem com você e sabem que a fonte é ruim.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
Como você aferiu as tensões da fonte? Com software ou com multímetro?

Não adianta você arguementar com a loja de que ela é obrigada a trocar a fonte simplesmente porque ela não passou no teste do CDH. Na verdade, nenhuma loja é obrigada a fazer isso e sim o distribuidor oficial da marca no Brasil. E nisso a Casemall tem mostrado bom serviço, de acordo com os relatos que temos.

Portanto se seu micro estiver funcionando normalmente com essa fonte, a garantia não é obrigada a trocá-la. Só seria caso você precisasse extrair a potência rotulada e a fonte apresentasse problemas, como apresentou no teste.

Amigo, agradeço em muito sua manifestação, mas acho que é por causa de entendimentos como o seu que a coisa não vai pra frente no Brasil.

A fonte apresenta falha de projeto comprovada por corpo técnico extremamente competente que é o do Clube do Hardware. Essa falha de projeto é um vício do produto, ou seja, impossibilita que ele seja plenamente utilizado da forma pela qual foi vendido.

O Código Civil Brasileiro diz o seguinte:

Seção V

Dos Vícios Redibitórios

Art. 441. A coisa recebida em virtude de contrato comutativo pode ser enjeitada por vícios ou defeitos ocultos, que a tornem imprópria ao uso a que é destinada, ou lhe diminuam o valor.

Parágrafo único. É aplicável a disposição deste artigo às doações onerosas.

Art. 442. Em vez de rejeitar a coisa, redibindo o contrato (art. 441), pode o adquirente reclamar abatimento no preço.

Art. 443. Se o alienante conhecia o vício ou defeito da coisa, restituirá o que recebeu com perdas e danos; se o não conhecia, tão-somente restituirá o valor recebido, mais as despesas do contrato.

Art. 444. A responsabilidade do alienante subsiste ainda que a coisa pereça em poder do alienatário, se perecer por vício oculto, já existente ao tempo da tradição.

Art. 445. O adquirente decai do direito de obter a redibição ou abatimento no preço no prazo de trinta dias se a coisa for móvel, e de um ano se for imóvel, contado da entrega efetiva; se já estava na posse, o prazo conta-se da alienação, reduzido à metade.

§ 1o Quando o vício, por sua natureza, só puder ser conhecido mais tarde, o prazo contar-se-á do momento em que dele tiver ciência, até o prazo máximo de cento e oitenta dias, em se tratando de bens móveis; e de um ano, para os imóveis.

E o Código de Defesa do Consumidor diz o seguinte:

SEÇÃO III

Da Responsabilidade por Vício do Produto e do Serviço

Art. 18. Os fornecedores de produtos de consumo duráveis ou não duráveis respondem solidariamente pelos vícios de qualidade ou quantidade que os tornem impróprios ou inadequados ao consumo a que se destinam ou lhes diminuam o valor, assim como por aqueles decorrentes da disparidade, com a indicações constantes do recipiente, da embalagem, rotulagem ou mensagem publicitária, respeitadas as variações decorrentes de sua natureza, podendo o consumidor exigir a substituição das partes viciadas.

§ 1° Não sendo o vício sanado no prazo máximo de trinta dias, pode o consumidor exigir, alternativamente e à sua escolha:

I - a substituição do produto por outro da mesma espécie, em perfeitas condições de uso;

II - a restituição imediata da quantia paga, monetariamente atualizada, sem prejuízo de eventuais perdas e danos;

III - o abatimento proporcional do preço.

§ 2° Poderão as partes convencionar a redução ou ampliação do prazo previsto no parágrafo anterior, não podendo ser inferior a sete nem superior a cento e oitenta dias. Nos contratos de adesão, a cláusula de prazo deverá ser convencionada em separado, por meio de manifestação expressa do consumidor.

§ 3° O consumidor poderá fazer uso imediato das alternativas do § 1° deste artigo sempre que, em razão da extensão do vício, a substituição das partes viciadas puder comprometer a qualidade ou características do produto, diminuir-lhe o valor ou se tratar de produto essencial.

Não quero dizer que sou melhor que ninguém. Só quero provar a todos os que caíram no embuste dessa fonte que temos direito ao ressarcimento integral da quantia paga ou a troca por um outro produto que funcione. Como a troca por fonte de mesmo modelo não é possível, uma vez que o problema é de projeto mesmo, como fica evidente no teste, temos o direito de solicitar a troca por fonte de outra marca, ou pegarmos nosso dinheiro de volta.

Me perdoem pelo post longo, mas simplesmente a solução da Casemall em trocar a fonte de 650W por uma de 500W, que tem preço inferior, não é a justa e nem a prevista em lei.

Abs!

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Me perdoem pelo post longo, mas simplesmente a solução da Casemall em trocar a fonte de 650W por uma de 500W, que tem preço inferior, não é a justa e nem a prevista em lei.

Abs!

Eles devolvem a diferença. Mas fazem reembolso total sim, so que você tem de exijir o reembolso, eu pedi e fui reembolsado. Só perdi o dinheiro do frete da compra, pois a devolução a revenda eles pagaram.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
[...] Só perdi o dinheiro do frete da compra, pois a devolução a revenda eles pagaram.

Pagaram o frete da devolução? afff...

A loja, na qual eu comprei, não pagou o frete da devolução. Tive que pagar o frete de ida e volta. Me sinto lesado agora :(

Link para o post
Compartilhar em outros sites

É a Smartdata mandou recolher aqui, loja super idonea e ainda tiraram a fonte do site. Muitas lojas já voltaram a revender essa bomba, pelo menos sabemos que depois disso que a casemall não devolveu nada, só fez esse recall mais ou menos pra não ter uma enxurrada de processos.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • mês depois...

Lembrando que é bom fugir também dos modelos Ice Age de 450 e 500W. Ripple/ruído elétrico alto na linha +3.3V, regulação de tensão medíocre na linha +5V, fator de potência muito baixo, falta de PFC ativo, eficiência só é decente com até 400W, capacitores genéricos ruins, baixa potência combinada nos +12V e preço acima de 100 reais. Tem fonte boa de 400W custando de 110 a 150 no mercado nacional.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP
Lembrando que é bom fugir também dos modelos Ice Age de 450 e 500W. Ripple/ruído elétrico alto na linha +3.3V, regulação de tensão medíocre na linha +5V, fator de potência muito baixo, falta de PFC ativo, eficiência só é decente com até 400W, capacitores genéricos ruins, baixa potência combinada nos +12V e preço acima de 100 reais. Tem fonte boa de 400W custando de 110 a 150 no mercado nacional.

De acordo com o CdH não é bem assim... Texto retirado da conclusão do teste da IceAge de 450W:

Embora ela seja uma fonte de alimentação de baixo custo, ela obteve alta eficiência acima de 80% durante todo o tempo (atingindo 83%), o que é fantástico para um produto que não tem certificação 80 Plus.

--------

A regulação da tensão foi sensacional, com todas as tensões dentro de 3% de seus valores nominais (incluindo a saída de -12 V) – ou seja, valores mais próximos dos nominais do que o definido pela especificação ATX12V (5% de seus valores nominais; 10% para a saída de -12 V).

Os níveis de oscilação e ruído mantiveram-se baixos o tempo todo, exceto na saída de +3,3 V quando extraímos 450 W desta fonte.

Enfim, para mim as IceAge de 450W e 500W são fontes que quebram um bom galho, mas pecam pela falta de PFC ativo...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
De acordo com o CdH não é bem assim... Texto retirado da conclusão do teste da IceAge de 450W:

Enfim, para mim as IceAge de 450W e 500W são fontes que quebram um bom galho, mas pecam pela falta de PFC ativo...

Este é o problema de quem lê só as conclusões de um teste e não tem a visão clínica para o melhor entendimento de uma fonte de alimentação.

A regulação de tensão da fonte é sensacional? Não. Se você pegar a pior fonte disponível no mercado ela terá uma regulação de pelo menos 5%, o que é determinado pelo padrão ATX. Se você pegar uma fonte minimamente decente - uma Huntkey Green Star por exemplo com selo de produto bomba - ela terá regulação de 3%. Regulação de 3% não tem nada, absolutamente nada de sensacional. Boas fontes prometem e cumprem uma regulação de 2%.

Mas vamos aos testes para demonstrar ponto por ponto o que mencionei.

Link dos testes:

https://www.clubedohardware.com.br/artigos/Teste-da-Fonte-de-Alimentacao-3R-System-iCEAGE-IA500HP80-500-W/1911

O que for mostrado aí serve também a outra, que tem o mesmo projeto, a mesma qualidade e as mesmas limitações, sendo até um pouco pior pelo dimensionamento de seus componentes.

Extraído da página 5:

Os capacitores do circuito dobrador de tensão são de uma empresa chamada LCZ, enquanto que os capacitores do secundário são de uma empresa chamada BH.

Já seria motivo para fugir. Numa de suas matérias o XBit Labs toma justamente os capacitores BH como exemplo de coisa de má qualidade a evitar numa fonte. E o único mal que você viu na Ice Age foi a falta de PFC ativo. Numa fonte decente espere encontrar pelo menos capacitores decentes como Teapo, Samxon ou Ost.

Extraído da página 6:

etiquetav.jpg

Você vê aí que a fonte tem apenas 34A nas linhas +12V, ou seja, espere dela 458W de potência e não 500W. A Corsair 450VX tem 33A ali nos +12V.

Se você quiser mais de 458W na Ice Age 500W terá de tirar leite da pedra, ou melhor, tirar mais das linhas baixas, coisa que seu computador não fará acima de 40 ou 50W no máximo. E você só viu de ruim na fonte a falta de PFC ativo.

Extraído da página 7:

Esta fonte apresentou uma eficiência decente entre 81,1% e 83,6% quando extraímos até 400 W dela. Em sua capacidade máxima (500 W), a eficiência ficou um pouco abaixo de 80%.

Você vê aí, portanto, que o próprio autor dos testes declara o que eu havia dito. Eficiência decente com até 400W apenas. Essa fonte não tem certificação 80Plus nem eficiência mínima de 80%.

Extraído ainda da página 7:

Basta você conferir a regulação de tensão da linha +5V no teste 5, quase atngindo o limite da especificação.

Extraído ainda da página 7:

O ripple/ruído elétrico mostrado pela figura 18 quase ultrapassa o limite permitido. Altíssimo. Chega a 46,2mV. Para fins de comparação, na C3Tech 500R Ve o nível de ripple/ruído elétrico ali foi de 8,4 mV. Espere sempre nas boas fontes pelo menos a metade do que encontra na Ice Age.

Página 8:

A fonte não explodiu nem queimou nos testes de sobrecarga, mesmo com a fonte trabalhando fora da especificação. As linhas +5 e +3.3V foram sobrecarregadas mesmo durante os testes normais a fim de que fonte pudesse oferecer os 500W prometidos.

Página 10:

O autor dá a fonte como sendo de baixo custo. Porém ela é caríssima hoje e já estava com preço alto na data em que os testes foram feitos. Custa mais que uma Corsair 430W, mais que uma OCZ 400SXS2, mais que uma C3Tech 500R Ve que já era superior em tudo, mais que uma Aerocool 430 com PFC ativo e melhor qualidade, mais que uma Antec 400. E o único problema que você viu foi a falta de PFC ativo? Que quebra-galho é esse? Qual motorista vai usar um pedaço de madeira para levantar o carro se tem um macaco disponível?

Conclusão minha aqui agora:

Seria hora de passar o pente fino e tirar o selo de produto recomendado, que por sinal nunca devia ter sido dado. Esses modelos da Ice Age têm custo sem benefício. A fonte, aliás, merecia até mesmo um selo-bomba porque se nos testes não explodiu nem queimou, vem explodindo por aí na vida real como qualquer pesquisa rápida no google ou nos fóruns revela.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP
Este é o problema de quem lê só as conclusões de um teste e não tem a visão clínica para o melhor entendimento de uma fonte de alimentação.

Calma meu caro, eu li o teste e não vi nada que declarasse a IceAge como um produto ruim (exceto a falta de PFC ativo)... Se você tem essa capacidade e essa visão clínica, muito bom, melhor para o pessoal do fórum.

A regulação de tensão da fonte é sensacional? Não. Se você pegar a pior fonte disponível no mercado ela terá uma regulação de pelo menos 5%, o que é determinado pelo padrão ATX. Se você pegar uma fonte minimamente decente - uma Huntkey Green Star por exemplo com selo de produto bomba - ela terá regulação de 3%. Regulação de 3% não tem nada, absolutamente nada de sensacional. Boas fontes prometem e cumprem uma regulação de 2%.

Mas, ela não deixa de ser boa. Se a especificação exige 5% e a regulação da fonte está abixo de 3%, não vejo nada de ruim.

Os capacitores do circuito dobrador de tensão são de uma empresa chamada LCZ, enquanto que os capacitores do secundário são de uma empresa chamada BH.

Já seria motivo para fugir. Numa de suas matérias o XBit Labs toma justamente os capacitores BH como exemplo de coisa de má qualidade a evitar numa fonte. E o único mal que você viu na Ice Age foi a falta de PFC ativo. Numa fonte decente espere encontrar pelo menos capacitores decentes como Teapo, Samxon ou Ost.

Disso eu não sabia. Então realmente é um fator contra a fonte.

Você vê aí que a fonte tem apenas 34A nas linhas +12V, ou seja, espere dela 458W de potência e não 500W. A Corsair 450VX tem 33A ali nos +12V.

Se você quiser mais de 458W na Ice Age 500W terá de tirar leite da pedra, ou melhor, tirar mais das linhas baixas, coisa que seu computador não fará acima de 40 ou 50W no máximo. E você só viu de ruim na fonte a falta de PFC ativo.

Claro que não dá para comparar com a Corsair... São fontes de faixas de preço diferentes. Mas tenho que admitir, a IceAge de 500W está mais para uma fonte de 450W.

Esta fonte apresentou uma eficiência decente entre 81,1% e 83,6% quando extraímos até 400 W dela. Em sua capacidade máxima (500 W), a eficiência ficou um pouco abaixo de 80%.

Você vê aí, portanto, que o próprio autor dos testes declara o que eu havia dito. Eficiência decente com até 400W apenas. Essa fonte não tem certificação 80Plus nem eficiência mínima de 80%.

Putz, então agora 79,5% de eficiência é uma porcaria...

E lembrando que a de 450W teve uma eficiência sempre acima de 80%.

Basta você conferir a regulação de tensão da linha +5V no teste 5, quase atngindo o limite da especificação.

Quase atingir não significa atingir ou ultrapassar... Então isso não a qualifica como uma fonte ruim nesse quesito, sim como uma fonte que deixou a desejar no mesmo.

O ripple/ruído elétrico mostrado pela figura 18 quase ultrapassa o limite permitido. Altíssimo. Chega a 46,2mV. Para fins de comparação, na C3Tech 500R Ve o nível de ripple/ruído elétrico ali foi de 8,4 mV. Espere sempre nas boas fontes pelo menos a metade do que encontra na Ice Age.

Mesma coisa.

A fonte não explodiu nem queimou nos testes de sobrecarga, mesmo com a fonte trabalhando fora da especificação. As linhas +5 e +3.3V foram sobrecarregadas mesmo durante os testes normais a fim de que fonte pudesse oferecer os 500W prometidos.

Como já disse, realmente a IceAge de 500W parece uma fonte de 450W... Já a IceAge de 450W parece ser uma fonte de 420~430W.

O autor dá a fonte como sendo de baixo custo. Porém ela é caríssima hoje e já estava com preço alto na data em que os testes foram feitos. Custa mais que uma Corsair 430W, mais que uma OCZ 400SXS2, mais que uma C3Tech 500R Ve que já era superior em tudo, mais que uma Aerocool 430 com PFC ativo e melhor qualidade, mais que uma Antec 400. E o único problema que você viu foi a falta de PFC ativo? Que quebra-galho é esse? Qual motorista vai usar um pedaço de madeira para levantar o carro se tem um macaco disponível?

Sim, há melhores opções hoje, mas na época em que foi lançada e chegou no mercado brasileiro, ela era uma das melhores opções e foi sim um ''quebra-galho'', já a analogia no final não faz o menor sentido. Resumindo, hoje ela não é a melhor opção, mas se um user a comprar por falta de conhecimento dos outros produtos ou mesmo por falta de opção (por exemplo, se ele quiser comprar a fonte em uma loja física), não vai estar comprando uma bomba, sim um produto ''mediano''.

Seria hora de passar o pente fino e tirar o selo de produto recomendado, que por sinal nunca devia ter sido dado. Esses modelos da Ice Age têm custo sem benefício. A fonte, aliás, merecia até mesmo um selo-bomba porque se nos testes não explodiu nem queimou, vem explodindo por aí na vida real como qualquer pesquisa rápida no google ou nos fóruns revela.

Bom, se isto estiver mesmo ocorrendo, então concordo com você. Mas antes temos que ver que foi um produto que vendeu bastante, logo podem haver mais casos de problemas com a mesma.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Calma meu caro, eu li o teste e não vi nada que declarasse a IceAge como um produto ruim (exceto a falta de PFC ativo)... Se você tem essa capacidade e essa visão clínica, muito bom, melhor para o pessoal do fórum.

Por que você supôs que não sou ou estou calmo?

Eu, ao contrário de você, vi. Vi e mostrei. Vou procurar mostrar mais, agora além dos testes. Creio que a maioria do pessoal do fórum já está consciente sobre a fonte, mas 90% dos méritos disso pertence ao Faller e não a mim. Mas qualquer colaboração é boa para evitar que outros caiam em situações iguais a essas dos links:

http://forum.clubedohardware.com.br/3rsystem-iceage-450w/859207

http://www.adrenaline.com.br/forum/energia/317215-minha-ice-age-queimou.html

http://www.guiadohardware.net/comunidade/fonte-iceage/1098690/

http://www.guiadohardware.net/comunidade/fonte-queimada/1111948/http://forum.tecnologia.uol.com.br/ice-age-450--isprudiu--franz-previu-_t_1180363?page=1

http://forum.clubedohardware.com.br/fonte-ice-age/866653?p=4651429

http://forum.clubedohardware.com.br/showpost.php?p=4709440&postcount=15

http://forum.clubedohardware.com.br/fonte-queimada-porém/879198

http://www.adrenaline.com.br/forum/energia/325566-fonte-de-400w-real.html#post1064150252

http://forum.clubedohardware.com.br/showpost.php?p=4700382&postcount=200

http://forum.clubedohardware.com.br/iceage-450w-estourou/880982

http://forum.clubedohardware.com.br/minha-fonte-explodiu/881117

http://forum.clubedohardware.com.br/iceage-450-queimada/841224

http://forum.clubedohardware.com.br/iceage-450w-fiquei/881317?p=4741626#post4741626

http://forum.clubedohardware.com.br/problema-fonte-iceage/870362?p=4671889

http://forum.clubedohardware.com.br/fonte-ice-age/852431

http://www.forumpcs.com.br/comunidade/viewtopic.php?f=42&t=274329&sid=b3ac78ee29be02edd2d66967288fc368

http://forum.clubedohardware.com.br/showpost.php?p=4763504&postcount=23

Mas, ela não deixa de ser boa. Se a especificação exige 5% e a regulação da fonte está abixo de 3%, não vejo nada de ruim.

O que é que não deixa de ser boa? A fonte ou a regulação? A fonte eu considero uma bostinha e você, como veremos adiante, a considera agora apenas mediana. A regulação de tensão é apenas decente, ou seja, dentro da especificação. Não é boa beirando os 5% admissíveis ali na linha +5V. Muito menos sensacional, não é isso que você tinha considerado antes citando o review? Era típico dos testes feitos em 2008 considerar sensacional uma regulação de 3%. Você pode observar que isso já não ocorre nos testes atuais, houve uma evolução, um amadurecimento nos testes mais recentes.

Claro que não dá para comparar com a Corsair... São fontes de faixas de preço diferentes. Mas tenho que admitir, a IceAge de 500W está mais para uma fonte de 450W.

A comparação foi feita em termos de potência. São fontes de mesma potência, tinham de oferecer a mesma potência. E isso não ocorre. Mas no resto dá para comparar com a Corsair 430CX, fonte de entrada, em tudo superior, e custando bem menos. Pode ser encontrada por 144 reais em algumas lojas, como a Londritech.

Putz, então agora 79,5% de eficiência é uma porcaria...

E lembrando que a de 450W teve uma eficiência sempre acima de 80%.

Onde você leu que é porcaria? Eu citei que é decente com até 400W para mostrar que é apenas decente. Nem porcaria, nem ótima como você colocou anteriormente. Fonte boa hoje tem eficiência mínima de 80%. E isto a Ice Age não tem. É algo que também falta à Aerocool 430W. Mas a Aerocool tem qualidade melhor, PFC ativo e custa só 110 reais. A Corsair 430CX também não obteve homologação 80Plus. Mas é ainda melhor que a Aerocool e também custa menos que a Ice Age. A Ice Age, aliás, não tem certificação de nada. Enquanto as outras têm umas 10 certificações diversas.

Quase atingir não significa atingir ou ultrapassar... Então isso não a qualifica como uma fonte ruim nesse quesito, sim como uma fonte que deixou a desejar no mesmo.

Exatamente. E muito, já que não é uma fonte de 38 reais como a Pacific Network, que se saiu melhor em tal quesito. Você há de concordar que não é fonte para ser recomendada. Não é disso que estamos falando não? Nem ruim, nem boa. Decente nesse quesito, dentro da especificação. Como a maioria das fontes ruins já testadas. Também foram decentes nesse quesito.

Sim, há melhores opções hoje, mas na época em que foi lançada e chegou no mercado brasileiro, ela era uma das melhores opções e foi sim um ''quebra-galho'', já a analogia no final não faz o menor sentido. Resumindo, hoje ela não é a melhor opção, mas se um user a comprar por falta de conhecimento dos outros produtos ou mesmo por falta de opção (por exemplo, se ele quiser comprar a fonte em uma loja física), não vai estar comprando uma bomba, sim um produto ''mediano''.

A fonte nunca foi boa opção e isso já devia ter ficado claro pra você. Ou não, se for um fanboy, que é aquele sujeito que procura sempre defender, justificar, ainda que escapando pela tangente. Mas quero crer que não seja seu caso. Chegaremos a um ponto em comum. Opção melhor já existia, como mostrado em mil tópicos, como por exemplo a C3Tech 500R Ve, com melhor preço, PFC ativo, melhor nível de ripple/ruído elétrico. No mais é para que as pessoas tomem conhecimento de novas ou melhores opções que estamos aqui no fórum. Compradores sempre há. Se não existissem os patos, produtos como esse não sobreviveriam no mercado. E estarão adquirindo uma bomba sim, já que existe falha de projeto que leva a fonte a estourar nos casos de subtensão. Isso os testes não podiam ter previsto e o o CdH não é culpado de não ter previsto. Mas de qualquer modo a bomba aí está. Tirando essa questão da falha de projeto, mostrado nos links antes mencionados, a fonte seria mediana se custasse abaixo de 100 reais. Fonte com tais características e com aquele preço não pode ser tida como mediana. Mas em todo caso, sem a falha de projeto e tomada tal como está nos testes, vá lá, mediana, mas não boa. Quem em sã consciência recomendará uma fonte que não é boa e que custa 179 reais? E ainda por cima com 3 meses de garantia em grande número de revendas. É um desses absurdos brasileiros. O Brasil continua sendo receptáculo de lixo e de subprodutos. Em que outra parte do mundo você encontra tal fonte á venda? Nem os modelos com PFC ativo, para os quais foram criados representantes na Europa, estão à venda lá.

Bom, se isto estiver mesmo ocorrendo, então concordo com você. Mas antes temos que ver que foi um produto que vendeu bastante, logo podem haver mais casos de problemas com a mesma.

Está acontecendo. E não há desculpas que encubram o fato. Se uma boa fonte vendeu mil e outra boa fonte vendeu 100 mil o percentual de RMA será o mesmo.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP

Amigo, acho que você não entendeu bem o que quis dizer com o primeiro post onde te respondi... Em momento nenhum chamei a fonte de ótima, ou falei que a regulação era sensacional, etc. A única vez em que a qualifiquei, a considerei como fonte mediana. E também pode até procurar nesse meu post, eu só tentei contra-argumentar alguns pontos onde você criticou a fonte, citando uma parte do teste que o CdH fez. Se tem tantos casos mesmo de IceAge com problemas, então concordo com você, é uma fonte que deve ser evitada.

Por que você supôs que não sou ou estou calmo?

Somente supus pela maneira que você escreveu, peço desculpas. :joia:

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 5 semanas depois...

Galera, comprei uma fonte dessas, uma iceage 650w, infelizmente na época que comprei o cdh não tinha feito a resenha dessa fonte ainda. me lasquei. =/

Bom, mas sempre usei ela sem o menor problema, tenho um core I5-750 e uma Radeon HD 5770 e nunca deu problema, até ontem.

Vejam só, quando eu ligo o meu pc ele dá 2 beeps (problema com VGA) e não liga. Troco a VGA e ele pega normalmente. Eu sei que o problema não é a VGA porque já testei em outro pc com uma fonte e ela pegou, em seguida liguei no meu pc novamente e pegou, e agora não quer mais pegar, voltou a dá os beeps e não ligar. Vocês acham que é a minha fonte q n tá segurando mais ela?

valeu

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda a ler resistores e capacitores

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!