Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

RodrigoFnl

Membros Juniores
  • Total de itens

    1
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    N/D

Tudo que RodrigoFnl postou

  1. Bom dia! Esse é um tutorial para instalação do Wildfly e Java em servidores com Sistema Operacional CentOS. Teve como base, 4 tutoriais para instalação do wildfly, 2 para Java, e 3 para comandos no Centos. Após a busca de conhecimento de vários desenvolvedores. pude com exito, subir o wildfly, assim construindo esse humilde tutorial, como colaboração para outros desenvolvedores. Wildfly é um webserver para hospedagem de contéudo java (war). um execelente programa para sistema de Rest. terminal utilizado foi o putty. sistema FTP foi o winSCP ATUALIZAÇÃO DO SISTEMA Ao logar, mude para o root com o comando [root@lnses29 desenvolvimento]# sudo su Executar os comandos no console do Putty: [root@lnses29 desenvolvimento]# yum check-update [root@lnses29 desenvolvimento]# yum clean all [root@lnses29 desenvolvimento]# yum update INSTALAÇÃO/ATUALIZAÇÃO DO JAVA Subindo arquivo para o servidor Baixe a verão rpm do java de sua versão desejada Faça o upload do arquivo para o servidor com um programa gerenciador FTP. Instalando o Java Execute o comando no console do Putty na pasta onde está o arquivo [root@host:~]# yum localinstall jdk-versão-do-java_linux-x64_bin.rpm Verifique se a versão do java foi instalada com o comando no console do Putty · [root@lnses29 desenvolvimento]# java --version Atualize ou crie a variável de ambiente Confira o caminho do Java se deseja, executando os comandos no console do Putty [root@lnses29 usr]# cd /usr/java/ [root@lnses29 java]# ls Edite/Acione a variável de ambiente editando o arquivo environment da pasta etc com os seguintes comandos no console do Putty [root@lnses29 java]# vi /etc/environment [root@lnses29 java]# :cw Adicione o texto JAVA_HOME="/usr/java/jdk-versão_do-java" Acione a tecla esc [root@lnses29 java]# :w [root@lnses29 java]# :q [root@lnses29 java]# source /etc/environment [root@lnses29 java]# echo $JAVA_HOME Reinicie o servidor [root@lnses29 java]# reboot INSTALAÇÃO DO WILDFLY Configuração do Console Administrador Antes de subir o wildfly, faça as configurações necessárias. Lembrando que. Para ter acesso ao console administrador do servidor, é necessário configurar o arquivo standalone.xml Edite o arquivo standalone.xml da pasta /standalone/configuration de seu wildfly Substituindo o trecho: <interfaces> <interface name="management"> <inet-address value="${jboss.bind.address.management:127.0.0.1}"/> </interface> <interface name="public"> <inet-address value="${jboss.bind.address:127.0.0.1}"/> </interface> </interfaces> por <interfaces> <interface name="management"> <any-address /> </interface> <interface name="public"> <any-address /> </interface> </interfaces> É sugerido editar com Notpad++ ou no próprio eclipse Enviado o WildFly para o servidor Com o wildfly pré-configurado, zip o mesmo, e envie para o servidor através de um programa gerenciador do FTP Através do console do Putty, mova o zip para a pasta opt [root@lnses29 desenvolvimento]# cp nome_arquivo.zip /opt/ Para ver o nome do arquivo, é só executar o comando ls dentro da pasta do arquivo· [root@lnses29 desenvolvimento]# ls Agora é só abrir o diretório opt e listar os arquivos com os camandos · [root@lnses29 desenvolvimento]# cd /opt/ · [root@lnses29 opt]# ls Após só executar o comando para descompactar o arquivo na pasta opt · [root@lnses29 opt]# unzip nome_arquivo.zip Instalando o Wildfly via terminal no CentOS Criando um usuário através dos comandos no console Putty [root@lnses29 opt]# groupadd -r wildfly [root@lnses29 opt]# useradd -r -g wildfly -d /opt/wildfly -s /sbin/nologin wildfly Criando um atalho simplificado da pasta wildfly através dos comandos no console Putty [root@lnses29 opt]# ln -s /opt/wildfly-versão-wildfly /opt/wildfly Concedendo permissões de modificações através dos comandos no console Putty [root@lnses29 opt]# chown -RH wildfly: /opt/wildfly/ [root@lnses29 opt]# chown -RH wildfly: /opt/wildfly-versão_do_wildfly/ Criando um diretório de configuração do Wildfly Crie uma pasta no diretório do etc através do comando no console do putty [root@lnses29 opt]# mkdir -p /etc/wildfly Copie os arquivos de configuração para a pasta criada através do comando no console do putty [root@lnses29 opt]# cp /opt/wildfly/docs/contrib/scripts/systemd/wildfly.conf /etc/wildfly/ Copie os arquivos binário e ative através do comando no console do putty [root@lnses29 opt]# cp /opt/wildfly/docs/contrib/scripts/systemd/launch.sh /opt/wildfly/bin/ [root@lnses29 opt]# sh -c 'chmod +x /opt/wildfly/bin/*.sh' Criando o serviços do wildfly atráves do comando no console do putty [root@lnses29 opt]# cp /opt/wildfly /docs/contrib/scripts/systemd/wildfly.service /etc/systemd/system/ [root@lnses29 opt]# systemctl daemon-reload [root@lnses29 opt]# systemctl start wildfly [root@lnses29 opt]# systemctl enable wildfly [root@lnses29 opt]# systemctl status wildfly No caso do Firewall estiver ativado, execute o comando no console do putty [root@lnses29 opt]# firewall-cmd --zone=public --permanent --add-port=8080/tcp [root@lnses29 opt]# firewall-cmd –reload Adicionando usuário do console administrador do Wildfly Navege até a pasta bin do seu wildfly executando o comando no console do putty [root@lnses29 opt]# cd /opt/wildfly/bin/ Execute o sh do add-user no console do putty [root@lnses29 bin]# ./add-user.sh Entre com o nome e o password quando solicitado. What type of user do you wish to add? a – Management User (mgmt-users.properties) b – Application User (appli Escolha a opção a Tecle enter para informações default e digite yes para perguntas. Após isso, você estará habilitado o console administrador o wildfly Subindo o wildfly. execute o comando no console do putty [root@lnses29 opt]# service wildfly start ou através do o comando [root@lnses29 opt]# systemctl start wildfly abra o navegador e acesse o endereço http://ip_ou_host_servidor:8080

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda a ler resistores e capacitores

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!