Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Krokodil

Membros Plenos
  • Total de itens

    31
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

0

Sobre Krokodil

  • Data de Nascimento 08/11/1985 (34 anos)

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Aqui, ó.
  1. Olá, Tenho um notebook Acer, de 3GB de RAM, que começou a apresentar falhas: telas azuis com erros aleatórios, reinicios inesperados, corrupção de dados geral. Fiz backup e tentei formatar (chegou um momento que o Windows não iniciava mais). Não conseguia formatar de jeito nenhum, ao redor dos 60% a instalação parava e dava tela azul. Testei as memórias, e deu que uma delas estava com defeito, a outra não. Arranquei a memória defeituosa (com 2GB), deixei a que estava boa e consegui formatar sem problemas. Instalei tudo sem complicações o resto dos programas. O problema é que comprei uma memória nova de 2GB para substituir a defeituosa. A antiga era um pente genérico, e a nova uma Kingston DDR3. Coloquei ela e os problemas recomeçaram. O sistema não aguenta ficar meia hora ligado que dá tela azul ou reinicia (não posso falar dos erros de tela azul porque cada vez que dá é um diferente). Já tentei inverter a ordem dos pentes nos slots, limpar os contatos, mas dá na mesma. Testei a memória nova e acusa que está sem problemas. Testei o note com a memória nova sozinha (sem o pente de 1GB acompanhando), mas é tela azul sem parar. Ela só funciona com o pente de 1GB antigo. O que será que pode ser? Talvez alguma incompatibilidade do pente com o note? Reparei que o pente velho tem 4 chips em cada face, enquanto o Kingston novo tem 8 chips cada lado, será que isso influencia? De resto, a memória aparentemente segue as mesmas especificações que a memória anterior (2GB, DDR3, 10600S). Não sei o que fazer, porque com 1GB o Windows 7 fica muito devagar, e com o pente novo é impossível trabalhar com ele, visto que a qualquer momento o sistema quebra. Ficarei agradecido com qualquer ideia ou ajuda que possam dar
  2. Meu PC está com o seguinte problema: não dá vídeo, no monitor simplesmente aparecem barras coloridas piscando aleatoriamente ao ligá-lo, mas aparentemente está iniciando alguma coisa do sistema, pois ele bipa normalmente. Testei o monitor e o cabo num PC diferente e ambos funcionam perfeitamente. As memórias aparentemente funcionam bem também. A placa mãe é com vídeo off-board, com uma placa de vídeo Zotac, das mais baratinhas (essa placa não tem vídeo embutido de fábrica). Estou em dúvida se é problema da placa mãe ou da placa de vídeo, estou pensando em adquirir logo uma placa mãe nova caso isso resolva o problema. Uma coisa que reparei, também, é a presença de dois capacitores estufados perto dos slots de memória RAM, não sei se pode ser isso também. A configuração da mesma é: Placa-mãe Asus Placa de vídeo Zotac 2 x 2GB RAM Kingston Processador Pentium Dual-Core Não sei se a memória RAM poderia ocasionar o problema mencionado, mas tenho quase certeza que é a placa-mãe ou a de vídeo. Essa imagem é mais ou menos o tipo de coisa que aparece (barras coloridas escorrendo de um lado pro outro, piscando)(a foto é meramente ilustrativa). Qualquer ajuda será bem-vinda!
  3. Bom, não preciso mais. O problema era que tentei instalar o Service Pack 1 anteriormente e tinha dado erro, tive que recuperar o sistema e provavelmente corrompeu partes do mesmo (incluindo firewall). O SP1 não instalava por incompatibilidade com o driver de vídeo (SiS Graphics), ele instalava e não reiniciava mais. Então tive que adquirir uma placa de vídeo off-board (uma Zotac baratinha mesmo), e agora o SP1 instalou direitinho, e o problema de acesso ao firewall também foi consertado. Minha placa mãe é meio antiga e os drivers de vídeo onboard não instalavam direito no Win7, mas agora está funcionando tudo direito. Podem trancar o tópico.
  4. Boa tarde, Recentemente precisei acessar as configurações avançadas do Firewall, para ver as regras ali definidas, e não consigo acessar, sempre dá um erro. Recomendaram entrar no MMC e adicionar o snap-in relacionado ao Firewall, mas sempre que tento adicionar também dá o mesmo erro. Procurei bastante no Google, mas sempre saem soluções nada a ver. Alguém poderia dar uma luz? Obrigado. Segue um print do erro em questão.
  5. Gostaria de acrescentar também outro fenômeno que observo: o tal do "escritório de software". A ideia inicial pode ser boa, mas acaba tudo no mesmo modelo: o cara se forma, tem na cabeça a ideia de montar um negócio próprio, e por algumas razões acaba na verdade alugando uma salinha comercial lá no sexto andar de um prédio qualquer e colocando uma discreta plaquinha na entrada, quase pra ninguém ver mesmo. Nessa salinha temos uma ou duas pessoas, dois PCs, algum mobiliario e mais nada. Estes "escritórios" se dedicam básicamente a um só mercado:sistemas de gerenciamento de caixa de supermercado (ou PDV) e/ou sistemas semelhantes para pequeno comércio. Já vi disso UM MONTE por aqui, com tempo médio de vida entre 1 ano ou 2 anos. Depois não sei o que fazem os caras, fato é que começaram mal no caminho do negócio próprio e, provavelmente, desiludidos como ficaram, enveredem no emprego mal remunerado. Exemplo de coisa que aqui precisa muito, não tem, e terceiriza a maioria de outros estados: Automação industrial. Principalmente aquela que diz respeito a programação de programas para controladores industriais. Os programas que faz a interação entre computador e máquina são escritas tanto em código proprietário da empresa que fabrica a máquina, em assembly, e últimamente até em C (vejam Arduino e semelhantes). Mas continua não tendo, mesmo formando gente à beça. Indústria tá abrindo a rodo, precisava chamar gente do AL e TO pra vir mexer na parte de software.
  6. Olá, Gostaria de iniciar este tópico para conversarmos sobre algo que acontece aqui na minha cidade. Não sei se acontece por aí afora também, mas fato é que, frequentemente, vou na agência de empregos da minha cidade e encontro vagas assim: Precisa-se: Técnico em informática (ou auxiliar de Técnico) para instalação de redes/help-desk/formatação/coisas básicas que meu sobrinho faz, com formação superior (CC, SI, EC), registro no CREA e experiência. O que me deixa abismado é a quantidade de requisitos que eles pedem pra ser um simples técnico (ou auxiliar de técnico!) de informática. Será que eu estou por fora e as coisas estão mesmo nesse pé? Ou será que está havendo uma desvalorização tão grande do profissional da informática que os egressos de universidades estão se sujeitando a serem auxiliares de técnicos, crimpando cabos e ganhando salário mínimo? Do meu ponto de vista (posso até ser utópico com o que vou dizer), se você sai da Universidade onde ralou duro pra obter o canudo, você vai querer trabalhar assim? Não há planos pra ser, sei lá, gerente/supervisor/presidente/proprietário de sua empresa, algum cargo público bem remunerado, projetos inovadores? Aqui há uma carência enorme de profissionais do campo da informática, e sei muito bem disso porque trabalhei numa empresa onde TODO o sistema que utilizávamos, o suporte, tudo mesmo, era de SP! Ou seja, saía uma janela de erro e era preciso ligar pra um cara de SP vir resolver o problema pra nós. Não vejo concorrentes pra empresas de outros estados dentro do meu estado. Praticamente tudo é "terceirizado" de outros estados, mas os formados daqui, esses estão a formatar Windows nas lan houses! Desculpe se no fim pareceu um desabafo, mas fico triste em ver como são as coisas aqui. O pessoal aqui acha que fazer uma universidade é facinho, e se for de áreas informáticas "o povo só cursa isso pra jogar game" (tem gente que pensa assim). Eu vejo um mundo de possibilidades na área informática aqui, mas o mercado de trabalho não ajuda nem um pouco, simplesmente rebaixa a categoria a meros "técnicuzinhos" PS1: Moro em Dourados - MS PS2: Este ano vou cursar SI PS3: Por aqui não tem (ainda!) uniesquinas. PS4: Faz meses vejo anúncios do naipe que mostrei, mas ninguém se candidata a tais vagas
  7. 1 imagem > 10³ palavras Procure Services >> Dynamic DNS, selecione seu provedor de dns (no-ip, dyndns, etc.), escreva o domínio já feito no site do no-ip, seu username de conta no-ip e sua respectiva senha. Aí o FreeNAS acessa direto sua conta e fica atualizando automáticamente o domínio DNS dinâmico que cadastrou antes
  8. Olá, Usar o FreeNAS é uma excelente escolha . Pessoalmente já baixei e testei diversas vezes. O tutorial procede, já sobre sua dúvida, o servidor vai ser "aberto" pra fora da rede em caso de que tenha configurado no FreeNAS uma conta do tipo No-IP, DynDNS, etc. (supondo que você seja usuário doméstico com IP dinâmica). Através da inserção de alguma conta do tipo e configurando a porta (padrão é 21, mas pode trocar) o FTP está pronto pra acessar externamente. Algumas opções no FreeNAS vêm desativadas por padrão, então precisa ir vendo cada item e ativando o que te interessa.
  9. Quero contribuir com o tópico acrescentando uma solução de segurança implementado pelo meu avô há muito tempo, não tem tetrachaves, relês, saidas programáveis nem nada, mas funcionou sempre!
  10. olá, Um amigo meu pretende adquirir o seguinte microfone: http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-165123520-microfone-c1-behringer-condensador-estudios-radio-tv-ao-vivo-_JM No entanto estamos em dúvida se ele funcionaria direito se conectado diretamente no PC. Eu acredito que o volume ficaria baixo demais (ele costuma gravar músicas), mas pesquisando por aí vi diversas soluções para o caso, tem gente que diz que até tocafitas velho serviria como intermediário entre o microfone e o PC. Outros falam em pré-amplificadores, mesas de som, ou mesmo que não precisa de nada disso! Portanto vim aqui procurar uma opinião mais sólida sobre o assunto Como ele está a fim de investir, também gostaria de sugestões se o caso for para adquirir um pré-amplificador (mas nada muito caro nem profissional, apenas o básico mesmo). Obrigado!
  11. Eu já montei uns 20. Nenhum funcionou Como bem disse o colega Bcpetronzio, a parte crítica do circuito é a bobina, e nunca mesmo se consegue algo decente. Ou simplesmente não sai nada, ou você tem uma salada de interferências, com sinais espúrios correndo de lá pra cá na faixa. Aliás, só tenho experiência com circuitos que usam bobina e trimmer. Nunca testei os circuitos que usam cristal, mosfet ou CI, mas acredito que eles tem uma precisão e qualidade melhor, além de funcionarem mais satisfatoriamente. Os esquemas que correm na net, provenientes de antigas publicações, não tive sucesso nenhum com elas, e olha que já montei de circuitos absurdamente simples até os mais complexos, mas nada feito.
  12. Olá. Gostaria de saber onde eu posso arrumar uma lista de proxies confiável. Não estou me referindo a webproxies, como os que tem no proxy.org, mas sim os números de IP + porta para configurar diretamente no meu browser. Os números que obtenho Google afora ou não funcionam, ou funcionam um curto lapso de tempo, ou então são suspeitos de serem usados (alguns dos que usei, por exemplo, estavam blacklistados em vários lugares como sendo emissor de spam). Agradeço qualquer dica a respeito
  13. Olá, Não entendi a parte de "já tenho dominio". Adquiriu um domínio .com, .org, .net, etc? Considerações sobre o que está fazendo: - Prefira CentOS ao Fedora. Ambos são da mesma familia (RedHat), mas o CentOS é mais focado a servidores, é mais estável a longo prazo, tem um "tempo de vida" maior e o ritmo de atualizações é menor. Ao instalar o Fedora deve ter percebido que o ritmo de atualizações dele é bem frenético, não é? - Ao usar VirtualBox, tenha em vista o tipo de placa de rede que ele usa. Eu pessoalmente tive que mudar o modo para Bridge nas configurações do VirtualBox de modo que dê um IP 'externo', caso contrário só conseguia acessar os recursos apenas na rede interna.Também ajudaria colocar o IP como 'público' no modem, pelo menos um tempo, para melhorar a performance do No-IP (pessoalmente não tive sucesso no quesito 'obter IP através de NAT', configuração essa que não funcionou pra mim) Fora isso, instalar o No-IP versão Linux e configurar seu DNS pra porta 80 (é uma das opções do No-IP), deveria mostrar sua página inicial na internet. São apenas considerações pessoais, se estiver errado me corrijam, por favor.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Eletrônica

PROMOÇÃO DE QUARENTENA

Aproveite o isolamento social para aprender eletrônica!
De R$ 39,90 por apenas R$ 19,90
Só até as 23h59min desta sexta-feira 10/04/2020

CLIQUE AQUI E COMPRE AGORA MESMO!