Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

rodrigocirilo

Membro Pleno
  • Posts

    650
  • Cadastrado em

  • Última visita

  1. Agradeço sua resposta, mas o consumo está maior doque 60mA e fazer o pwm via mc não sei uma alternativa que eu gostaia de implementar. Então,para usar esse modulo, teria que deixar setado em 12V na saida ou usar um Lm2596s 12 que já é fixo 12v na saida. O problema é que quando a entrada for 24V esse carinha ai resolve bem, mas e quando a entrada for 12V, como ele vai regular 12V em 12V, have´ra perdas que ainda não testei. na verdade a entrada quando for baixa, poderá varias de 11v~15V, meu receio é quando estiver abaixo dos 13V por exemplo.
  2. Boa tarde pessoal. Iria postar lá em eletrônica, mas sei que o pessoal que programa uC tem que manjar de eletrônica, senão nada funciona hehe.. por isso postei aqui. Seguinte, tenho uma placa com os devidos reguladores, de 3v3 e 5v para alguns periféricos e uC e tenho a parte de potência. obs: tenho dois sensores que precisam de 12V para funcionar.. Ocorre, que em alguns casos, será alimentado com 24V, então poderia usar um lm2596-12 para regular essa alimentação certo, até aqui sem problemas, o 2596 iria ter 12v no output e eu alimentaria os sensores, mas essa mesma placa, outrora será alimentada com 12V, e neste caso o LM2596-12 necessita de pelo menos 15V para regular 12V na saida. então como posso proceder? até considerei usar um rele 24V para direcionar a corrente em um sentido ou outro (no caso de 12V ou 24V) mas não queria nada mecânico nisso. Bom, fico no aguardo de alguma informação. Att.
  3. Palhaçada, ja vi inumeros circuitos comerciais que as usam, pra que facilitar se posso complicar??? então, como falei os 38khz resolvem o problema com o sol, mas são afetados por interferencias da rede. talvez falte filtros na minha querida fonte sem trafo , como falei, tenho só um eletrolitico de 200uF e um ceramico de 100nF proximos do pic.
  4. Olá pessoal do CDH. Seguinte, iniciei o desemvolvimento de um sistema de detecção de proximidade (as mãos por exemplo) . Comecei usando um receptor IR TSOP4838 e um led IR, onde o pic liga o led (PWM de 38khz) por 1ms, e lê o estado da saida do receptor, se 1 ++ uma varivel, em seguinda desliga o led e lê se está em 0, se sim ++ a mesma variavel, chegando a contagem em 50 aciona um pino, há um timeout de 65 ms que limpa a variavel pra evitar alguma interferencia de controles de TV. obs: sistema alimentado por fonte sem trafo. Funciona muito bem, como esperado, tanto na PCB como na proto, entretanto, se ligo um ar condicionado (INVERTER) que está na mesma rede, a sensibilidade cai praticamente 70%, então onde eu conseguia detectar com distancia maxima de 10cm, passa a ser de somente 3cm. Presumo que a referido aparelho inversor deve induzir uma interferencia na rede, na placa há 1 cap de 200uF e um ceramico de 100nf proximos do pic, depois tambem adicionei o mesmo conjunto proximo do TSOP4838, mas isso não fez a menor diferença. Fui então para o fotodiodo + LM358 como receptor, onde me livro da obrigação de oscilar o led em 38khz e leio somente 0 e 1, no mesmo formato o codigo. Funciona tambem, e nesse formato passa a ser imune a qualquer ruido de aparelhos inversores, liguei 2 durante os testes.. e o sistema não é afetado. porém passa a sofrer com luz solar , ajustando o trimpot, consigo deixar em uma sensibilidade boa, mas de acordo com a posição e incidencia de raois solares (ainda que poucos) o sistema acaba acionando sozinho, em alguns testes que fiz, parece que é como se a luz solar fosse uma mão que vem se aproximando lentamente do sensor, e para no limite antes de acionar, então a luz residual do led IR que acaba indo para o receptor finaliza o acionamento. durante esses testes com o sol, se eu desligar o led IR ai não aciona em falso, isso prova que o sol sozinho não consegue acionar, mas é como eu expliquei anteriormente, ele faz 99% do trabalho deixando 1% para a luz IR residual. alguém tem alguma ideia de como eu poderia resolver isso, em um ou outro caso?? obrigado.
  5. Procure o manual do modulo, manual AT comands, mas basicamente e independete do chip brasileiro ou nao.. Lembrando que para interface do arduino com o sim800 (com o 900 nao lembro) você tem que usar um divisor de tensão do TX do arduino para o RX do modulo, senao fica dando erro de over-voltage Estabeleça uma conexão serial entre os dispositivos, abra o monitor serial, e tudo que enviar para o arduino, ele reenvia para o modulo com /r/n e tudo que o modulo enviar ao arduino, ele reenvia ao monitor serial. tem um exemplo de multiserial na IDE AT+OK o modulo retorna AT OK, só pra dizer que está tudo ok. Exemplo para estabelecer uma conexão String APN = "\"vivo.com.br\",\"vivo\",\"vivo\""; gsm_serial.print(F("AT+CSTT=")); seta no modulo a apn do chip gsm_serial.println(APN); //depois de receber o ok gsm_serial.println(F("AT+CIICR")); //depois gsm_serial.println(F("AT+CIFSR")); //depois String ddns = "\"seuddns.ddns.net\",\"9876\""; gsm_serial.print(F("AT+CIPSTART=\"TCP\",")); gsm_serial.println(ddns1_porta1); // apos esses comandos, você recebe um connect ok, seu servidor deve estar com portas abertas para reeber a conexão. // lembrando que só usei esse modulo para conexão TCP, nunca usei para http. você pode usar um soft simples que roda uma aplicação tcp server, hercules por exemplo. Para conexão em multiplos ip ou ddns ai muda algumas coisas, mas nao deve ser o seu caso.
  6. Sim, é possivel, nunca vi o sim900l, mas ja usei o sim800l (bem baratinho) e faz bem o serviço.
  7. Afinal, foi util a resposta do topico com 207 visualizações sem resposta???
  8. voce vai ter que formatar. se o codigo for pequeno, tipo nao ocupar muito a memoria do uC, converte o day( e os outros) decimal para string, ai fica mais fácil de acertar isso. int dia = 4; String day; if( (dia > 0) && (dia <= 9) ) { day = String(dia);// converter valor da int dia na string day; day = "0" + day; // concatena o 0 + o valor de day Serial.println(day); //voce verá 04 no console } //faça igual para mes e ano.
  9. nao tem que setar nada, precisa ver se o fuse de bronwout reset nao está ativado, que é o reset por tensão baixa, se estiver abaixo ele nao inicia, ou fica resetando hehe nao sei exatamente..
  10. @.if Pois é, somente o instalador teria contato no momento da instalação o usuario nao. Essa é uma alternativa interessante, a frequencia do pulso seria relacionada com a capacitancia usada? O oscilar da rede nao seria suficiente para passar pelo cap. O cap deverá ter tensão superior a da rede.
  11. Concordo, neste caso, mais é mais hehe.. Entretanto como eu falei, eu tenho um circuito receptor de IR para controle de lampada e ventildaor, tem funcionado a mais de 5 anos sem problema algum, apesar que agora, o motor que quero controlar é de maior potencia. Mas se usaram isso em algo comercial deve ter alguma segurança eletrica. Na verdade, tudo é uma questão de valor final sabe, reles são caros, triac + opto um pouco mais e só o triac sairia mais barato hehehe, apesar que no final o barato sai caro..
  12. Bom dia pessoal. Postei aqui, por ter haver com uC´s ok. Alguem ja usou triac´s da linha logic level? Pelo que pesquisei esses triac´s são ligados diretamente no pino logico do uC atraves de um resistor, nao necessitando do opto. Eu tenho um controle de ventilador que analisei a placa e realmente vai direto no uC para o triac atraves de um resistor, e funciona perfeito ja a muito tempo. Entretanto temos que interligar os "gnd´s" que seria o gnd da alimentação do uC e um lado da rede. Sei da periculosidade de lidar com um circuito quente como esse. Alguem ai ja usou esse tipo de componentes, será que seria seguro? ou numa queima do triac me mandaria o uC pro limbo hehehe... anexei um desenho de como vi por ai... Obrigado..
  13. Acho que no fim das contas é isso mesmo
  14. Digo, o conjunto todo é comercial, nao tenho acesso a nada da eletronica do lado que vai receber... isso que quis dizer... Provavelmente seja isso, eu tenho 2 aqui CYT8 que são para 500mts, trabalhando de 1.8v a 3.6v, não há legenda dos componentes, tem varios cap ceramico, mas tem uns mais escuros e outros brancos e um maior preto que acredito ser o induto (mais tarde vou medir) O TX comercial que citei no primeiro post, que trabalhava com 6V tinha um indutor sim e tinha um alcance razoavel.. tavlez a solução, seja um indutor mesmo, resta saber qual valor e onde usa-lo hehehe...

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Ebook grátis: Aprenda a ler resistores e capacitores!

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!