Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Alef de Barros Sousa

Membros Juniores
  • Total de itens

    16
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    N/D

Reputação

5

Sobre Alef de Barros Sousa

  • Data de Nascimento 23-02-1995 (23 anos)

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Rio de Janeiro/RJ
  • Sexo
    Masculino

Meu PC

  • Processador
    Intel Core 2 Duo E7400
  • Placa de vídeo
    AMD Radeon HD 6670
  • Placa-mãe
    CCE G31T-M7
  • Memória
    4gb (2x2) DDR2 333MHz
  • HDs
    500gb
  • Fonte
    235W
  • Monitor
    AOC 21,5" Full HD
  • Sistema Operacional
    Windows 10 x64

Meu Smartphone

  • Marca e modelo
    Motorola Moto G5

Meu Console

  • Modelo
    Nintendo 64 e Playstation 2 fat
  1. Cara, eu não sei dizer muito bem as diferenças entre elas não, pelo menos olhando no site da Gigabyte, literalmente não tem nenhuma diferença nas especificações delas. O que eu sei de maneira geral é que a linha X370 é a linha acima da B350, então, nesse caso dessas placas da Gigabyte, a B350 que você perguntou seria a "top de linha" da linha B350, enquanto a X370, com as mesmas especificações da B350, seria uma placa de básica a intermediária dessa linha X370. As X370 são melhores para overclocking de maneira geral por que mais recursos permitem que você mexa mais nos detalhes para o overcloking que você precisa e permitem SLI e cross-fire, coisa que as B350 não. Além disso, na maioria das vezes, as X370 têm mais conexões SATA do que as B350, mas não é o caso nessas placas. Nesse caso, olhando rápido, parece que a única diferença entre as duas placas é o chipset mesmo. De resto, são idênticas. Então, de maneira geral, é sempre melhor pegar o chipset que seja de uma linha melhor, ainda mais com uma diferença de preço tão baixa, já que, mesmo as placas sendo iguais e tendo as mesmas especificações, só do chipset ser diferente você já tem diferenças na hora de fazer overclock e para futuramente fazer uso de SLI ou Cross-Fire. Por essa diferença de preço, eu pegaria a X370, por que mesmo que você não vá usar todo o potencial dela agora, você pelo menos já vai tê-la à sua disposição e não vai precisar se preocupar em fazer um upgrade de placa-mãe tão cedo.
  2. Cara, as 3 são boas, a única que a galera costuma ter um pouco mais de problemas é com a Asus, e mesmo assim, ainda é raro. O que você tem que se atentar à essas placas é quanto as especificações de cada uma e o que você precisa numa placa. Por exemplo, se você usa mouse e teclado de conexão PS/2, a única dessas aí que tem uma entrada para cada é a Asus, as outras duas possuem só uma entrada PS/2, ou seja, só daria para usar ou o mouse ou o teclado nesse caso. Outra coisa também é a quantidade de slots e tipos dos USBs traseiros que você precisa. A Asrock tem 8 conexões (duas USB tipo 2, cinco USB tipo 3 e uma USB tipo C), a Asus tem 6 conexões (todas tipo 3, algumas de 1ª geração e algumas de 2ª geração), a Gigabyte tem 8 conexões (duas tipo 2, quatro tipo 3 de 1ª geração e 2 tipo 3 de 2ª geração) e por aí vai, você tem que ver o que você precisa ou vai precisar em futuros upgrades e pegar a que tenha as especificações e conexões que você precisa. Com relação às conexões internas, as das 3 são parecidas, mas você tem que se atentar, por exemplo, pra quantidade de conectores para fans que cada uma tem, caso você queira colocar mais fans mais pra frente pra ter uma temperatura melhor, já que você pretende fazer overclock. O melhor mesmo é você olhar nos sites das fabricantes para ver certinho as especificações de cada uma, seja com relação a suporte de frequência nas memórias, quantidade de conexões SATA, se tem M.2 ou não, para saber qual se encaixa melhor no perfil que você precisa, porque com relação à qualidade das placas, as 3 são boas (só torcer para não pegar uma ASUS bichada, hahaha). Espero ter ajudado, abraços!
  3. Sim, é um pc bom, mas é bom antes você procurar os jogos que você tem interesse de jogar e saber se os gráficos integrados dele são capazes de rodar os jogos razoavelmente bem. Tipo, joga no youtube algo assim, por exemplo: "GTA V Ryzen 5 2400g", e assiste a alguns vídeos diferentes, prestando atenção nas configurações do pc em que foi testado e também nas configurações do próprio jogo, como a resolução e a qualidade gráfica, para você ter uma ideia de como o jogo roda só com os gráficos internos, pra saber se você vai precisar melhorar a memória, ou pegar uma b350 para fazer overclock ao invés da a320, e por aí vai. Tenta ver de várias fontes diferentes pra ter uma ideia geral do desempenho do pc nesses jogos. Tem que ter em mente também que você nunca vai conseguir tirar o mesmo desempenho que você teria com uma gpu dedicada, já que a RAM do seu pc vai ser dividida para uso tanto do processador quanto da gpu interna, enquanto uma placa de vídeo tem vRAM exclusiva pra ela, o que garante muito mais desempenho. Então, como eu falei: É bem provável que ele rode os jogos sim, mas é bom você ver como eles rodam em alguma configuração igual ou semelhante a essa que você tem interesse e que, mais pra frente, você pegue uma placa de vídeo, aí sim você vai conseguir rodar todos esses jogos com muito mais desempenho e sem precisar ficar castigando o processador.
  4. Os Ryzen G, como é o exemplo desse PC que você está interessado, possuem sim gráficos integrados. No caso desse Ryzen 5 2400g, a gpu integrada dele é a Vega 11, que é um pouco melhor do que uma GT 1030 e mais ou menos equivalente a uma RX 550. Provavelmente consegue rodar sim esses jogos, mas para obter um desempenho razoável, vai ter que jogar com a resolução em 720p com gráficos no baixo ou médio, dependendo do jogo. Joga no youtube o nome dos jogos que você tem interesse e procura os benchmarks desse Ryzen para ver mais ou menos como estão rodando e se o resultado te agrada. Mas vale atentar para uma coisa: Se assistir vídeos gringos, muitas vezes eles estão usando RAM em frequência acima dos 3000MHz, já que os gráficos integrados têm que compartilhar a mesma RAM do PC, então eles optam por usar RAM de frequência bem alta ou então fazer overclock de frequências mais baixas, caso estejam usando uma placa-mãe b350 ou melhor. Resumindo: É bem capaz de conseguir rodar jogos sim em um primeiro momento, mas é bom, mais para frente, pegar uma placa de vídeo dedicada. Usando qualquer coisa acima de uma GTX 1050 ou uma RX 560 (ou placas mais antigas que sejam equivalentes) você já vai perceber um ganho de desempenho considerável quando comparado aos gráficos internos do Ryzen. Espero ter ajudado, abraços!
  5. Hahaha, beleza! Tranquilo, muito obrigado pelas dicas!
  6. Sim, faz sentido! um dos pontos que me fez considerar o único de pente de 8gb foi justamente essa questão de poder utilizar o outro slot mais pra frente, já que para o dual channel fazer efeito, deve-se utilizar dois pentes de mesma capacidade e frequência. Ou seja, se pegasse logo de cara 2x4gb e pensasse em fazer um upgrade mais pra frente, só haveria um ganho considerável se eu substituísse os dois pentes, não é? E os jogos que eu penso em rodar são alguns triplo A mais recentes (Dark Souls 3, Monster Hunter World, etc) e emuladores em geral, que para os consoles mais recentes, precisam às vezes de um pc com uma configuração mais parruda, como os emuladores de Wii U e 3DS pro exemplo. Além disso, quero usar o PC também para produção e gravação musical, já que os 4gb (2x2) ddr2 que eu tenho no momento estão me limitando bastante, aí nesse caso queria saber também o que valeria mais a pena quanto à dual channel x frequência, já que esses programas de gravação costumam exigir bastante de RAM.
  7. Ah sim! Não sabia dessas coisas, muito obrigado @Phoenyx!
  8. Boa noite a todos! Eu estou pensando em montar um pc com algum processador Ryzen G, e nesse primeiro momento, vou usar os gráficos integrados do processador. Eu sei que para se obter um resultado adequado com o uso dos gráficos internos, é preciso ter boa RAM no pc. Então, me surgiu uma dúvida: o que seria melhor nesse caso: fazer dual channel de pentes com frequência mais baixa, como por exemplo, dois pentes de 4gb a 2133mhz ou 2400mhz OU utilizar apenas um pente de 8gb com frequência de 3000mhz ou mais? O que vale mais a pena focar nesse caso: Dual-channel com frequência baixa ou Single-channel com frequência alta? Por que sempre ouvi que a primeira opção é sempre fazer o dual channel, mas queria saber o quanto que a frequência influencia no desempenho final do pc em um caso como esses. Muito obrigado a quem puder responder, abraços!
  9. @Atretador @Phoenyx @Leonardo Roman Nossa, não tinha nem considerado os Ryzen, já que a gente fica tão condicionado àquela coisa de que "intel é melhor", mas realmente, eles estão valendo muito à pena mesmo! Muito obrigado a todos vocês, grande abraço!
  10. Olá a todos! Tava querendo montar um pc novo, já que o meu atual é bem caidinho (Intel Core2Duo E700 + 4Gb RAM DDR2 (2x2) + Radeon HD 6670), e aí surgiu uma dúvida: Ambas na mesma faixa de preço, em torno de 1000 reais, é melhor montar uma configuração com umas peças ultrapassadas mas que ainda dão pro gasto ou melhor montar uma configuração com peças novas já pensando em upgrades futuros? As configurações que eu achei, no caso, são: • i7 2600 + 8g DDR3; • Pentium G4560 + 8gb DDR4 Nesse caso, qual das duas ficaria melhor? Sei, obviamente que, mesmo sendo um i7 bem antigo, ele ainda é melhor do que o Pentium, mas vale a pena pegá-lo e usá-lo por um tempo ou é mais jogo já pegar o Pentium, que é mais recente, e depois ir fazendo upgrade nele. porque no i7, o máximo de upgrade que dá para fazer nele mantendo a mesma MOBO é aumentar a quantidade de RAM (que por sinal, está muito mais em conta a DDR3 do que a DDR4), enquanto no Pentium, mantendo a mesma MOBO, posso fazer upgrade tanto no processador quando em RAM. Aí queria saber se esse i7 fica muito atrás, por exemplo, dos i5 e i7 da 3ª geração, que já acabam saindo bem mais caros e se daria para ficar usando ele por um bom tempo, rodando jogos atuais e usando ele para outras coisas além de jogos, como gravação de músicas, por exemplo. Resumindo: mesmo sendo um i7 antigo, ele ainda é considerado um ótimo processador ou ele fica muito atrás dos processadores mais atuais ou dos processadores da mesma geração que têm suporte a overclock (i5 2500k, i7 2600k...)? Espero que alguém possa me ajudar e agradeço a todos desde já! Grande abraço!
  11. @Gustavo Souzavs @MatheusAP Muito obrigado aos dois pela dica! Na verdade o HD eu estou realmente precisando, mas posso comprar um externo mesmo, pois uso o PC não só pra jogos, mas também pra coisas da faculdade e para algumas gravações de músicas, aí o de 500gb está lotado já. Já imaginava que a gtx 1050ti ia acabar gargalando, mas tava com medo de usá-la no pc atual seria meio que "inutilizável" por conta limitação do processador+placa-mãe+pouca ram. Novamente, muito obrigado aos dois pela dica, vou correr atrás dessas coisas!
  12. Ah, esqueci dessas coisas! O monitor é um monitor/tv AOC T2255we de 21,5", full hd. E com relação ao orçamento, eu estou podendo gastar em torno de R$1500,00. No ML eu encontrei um anúncio de Kit para o Pentium, já com MOBA Gigabyte H110M-H + 8gb de memória ddr4 + HD de 500 da barracuda + Fonte Corsair 400W 80 Plus + Gabinete Gamer Java. Esse kit tá saindo a R$1579,40. Por isso fiquei na dúvida se compro logo ele inteiro e coloco a minha placa antiga ou se uso esse dinheiro para comprar a VGA+Fonte+HD 1tb pra colocar no antigo e depois comprar as outras peças para montar um pc
  13. Boa tarde a todos. Não sei se aqui é o lugar certo para se pedir essas informações, mas qualquer ajuda será muito bem-vinda. Se esse tópico não estiver de acordo com as regras, me desculpem e sintam-se à vontade (moderadores) para deletá-lo. Pois bem, não tenho muita experiência com montagem de PCs. Jogo normalmente no meu pc mas estou sentindo que já está mais do que na hora de dar um upgrade nele, mas não sei qual seria o primeiro o passo ou o que deve ser feito primeiro. As características do meu pc atualemente são: •Windows 7 Ultimate Service Pack de 64 bits; •Processador Intel Core 2 Duo E7400 2.80 GHz; •4gb de RAM ddr2 (2x2) de 333MHz; •placa-mãe CCE G31T-M7; •500 gb de HD; •VGA AMD Radeon HD 6670 de 1gb VRAM; •Fonte de 235W (não abri o PC para ver a marca nem nada, mas lembro que essa é a potência dela). Nas minhas pesquisas, já percebi que não tem muito como fazer um "upgrade" nele, visto que os componentes já são muito ultrapassados. Portanto, eu pensei em duas opções e queria saber o que seria melhor de se fazer ou se vocês têm alguma outra sugestão: 1) Montar um PC do zero, com peças mais atuais e continuar usando por enquanto a minha placa de vídeo AMD e posteriormente pegar uma placa nova (estava pensando em uma GTX 1050 ou 1050Ti); 2) Ou comprar a placa de vídeo e uma fonte nova (400W ou 500W seriam suficientes?) e usar no pc atual (a placa-mãe e o Core 2 Duo aguentam a placa?), pra depois montar um PC que se adeque mais a placa de vídeo. O PC que eu estava pensando em montar seria basicamente com um Pentium G4560, 8gb de RAM ddr4 e a placa-mãe eu ainda não decidi, mas acredito que essas pcs aceitem bem a placa de vídeo e consigam rodar os jogos atuais de maneira satisfatória, não é? Infelizmente não estou podendo gastar muito, então queria saber o que seria melhor de investir primeiro, sem que eu fique sem usar o PC. Alguém tem alguma luz ou conselhos que possam me ajudar? Qualquer dica será muito bem-vinda! Desde já, agradeço a todos! Abraços!

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×