Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Mendesigor22

Membros Juniores
  • Total de itens

    8
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    N/D
  1. Então, creio que não tenha nada no manual. https://www.philips.com.br/c-p/HTS3510_78/immersive-sound-hdmi-1080p/visao-geral link acima é o modelo dele. Ja teve um desses? Vou continuar procurando aqui na internet pra ver se acho a impedancia minina dele. manual, htf https://www.download.p4c.philips.com/files/h/hts3510_78/hts3510_78_dfu_brp.pdf
  2. Então, se eu realmente entendesse do assunto eu não tinha criado esse topico, obrigado. Mas enfim, me de uma dica? O que eu faço? Aceito que não tem como com esse home theater ou posso usar as minhas caixas nele normalmente?
  3. Pessoal, se puderem me ajudar rapidinho ficarei muito grato. Bom, meu home theater 5.1 queimou. Tenho um outro aqui em casa parado e gostaria de usar-lo O maior problema são as diferenças de impedâncias entre o home e as caixas de som. Meu home que queimou, tinha caixas que chegavam a potencia de 1000w. Esse que esta parado, as caixas dele dão no maximo 250w. Logo, gostaria de usar as caixas do antigo, no novo. O que acontece que me deixa com medo de queimar esse que esta parado que usarei, é que a impedância do sub dele é de 8ohms, a do meu sub que gostaria de usar, 6ohms. a caixa central chega a 8ohms, a do meu sub que gostaria de usar vai até 6ohms todas as outras caixas satélites dele são de 4ohms, as dos meus que gostaria de usar são de 3ohms. Quanto menor a resistencia, maior a corrente. Será que se eu usasse ele sempre monitorando a temperatudo(quando ficasse quente eu desligasse) ele iria numa boa? Pesquisei bem, e vi que no ligação em série soma-se as resistências. Então, se eu ligasse os dois subs em série, eu teria 8 + 6= 14ohms. Ou seja, teria um corrente menor circulando e não teria risco de queima, certo??? Se sim, eu conseguiria ter uma qualidade boa de som? E eu poderia fazer isso com todas os outros falantes para não correr risco de queima?
  4. Não existe proteção nenhuma, procurei aqui no manual e não há nada que diga que tem alguma proteção =( Difícil vai ser arrumar um lugar pra levar pra arrumar aqui na minha cidade
  5. Ganhando conhecimento aqui, como ambas as caixas tinham 8ohms e a ligação foi feita em paralelo, 8/2= 4ohms. Uma coisa que não consigo entender, é porque aguentaria se fosse mais ohms que 8, (que é o que ele aguenta) e porque não aguentou se no total tinham 4ohms, que é abaixo do limite '-' Procurarei o manual e espero que eu tenha dado sorte de ter ativado algum modo de segurança, por favoooooooooooor!
  6. Pessoal, obrigado pelas respostas. De fato eu agi com muita ignorância, não sei se eu disse isso, mas não percebi diferença diante ao volume do grave não, os dois estavam trabalhando, porém não me parecia que estava com mais grave. Me desculpa a ignorância outra vez, mas como sei se liguei em série ou não? Eu liguei polo negativo cm polo negativo e vice versa. Assim que eu aumentei, na mesma hora o som desligou, ou seja, aparenta mesmo que tenha sido um modo de segurança, o aparelho não quer emitir mais nenhum tipo de som. Por um acaso eu teria como eu saber se tem modo de segurança e se tiver teria como eu desativa-lo? Postarei foto onde consta o modelo e o tipo de entrada no próximo comentário. Ou talvez se eu conseguir, abaixo
  7. Galera, eu tive a burra e brilhante ideia de ligar dois subs juntos no meu home theater pra ver se ficava bom. Porém eu devo ter faltado a aula de elétrica que explicava o óbvio. Meu home theater estava funcionando perfeitamente, o máximo do sub que ele aguentava era 8 ohms, e era exatamente isso que tinha o sub que eu usava. A questão é que eu tinha outro aqui parado que também tinha essa quantidade de ohms e fui tentar ligas as duas juntas. Ou seja, 16 ohms num home theater que aguenta até 8, eu sei, fui muito animal. A questão é que eu aumentei o volume no máximo, ficou ligado por um segundo e parou de sair som do ht, provavelmente queimei algo dentro dele. Alguém tem alguma ideia do que pode ser?

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×